teste ab, menina feliz

Testes A/B: Como otimizar suas conversões e gerar mais resultados

Uma das grandes vantagens do Marketing Digital é a possibilidade de medir o resultado de cada ação da sua estratégia. Assim, podemos entender o que funciona, para repetir no futuro, e o que não funciona, para encontrar pontos de melhoria.

A maneira mais eficiente de refinar sua estratégia de marketing e focar no seu objetivo é realizando testes A/B. Com eles, você pode fazer dois testes mudando apenas uma variável, e no fim avaliar o que gerou melhores resultados.

Desta maneira, você não perde tempo supondo o que deve ou não funcionar melhor com suas personas.

Testes A/B podem revelar que alguns ajustes nas páginas do seu site ou email marketing podem gerar muito mais visitas e leads.

Continue lendo para aprender como fazer testes A/B que geram resultados!

O que são testes A/B

Testes A/B são testes que realizam comparações entre variáveis de marketing, com o objetivo de definir qual variável gera as melhores respostas. Por exemplo, você pode testar dois formatos de landing page para determinar qual gera a maior taxa de conversão.

Vale ressaltar que testes A/B são diferentes de testes multivariados. Testes multivariados testam mais de uma variável de uma vez só, enquanto testes A/B testam apenas uma variável (duas variações) de cada vez com o objetivo de escolher a melhor entre as duas.

Para fazer um teste A/B da cor de um botão de call-to-action, por exemplo, você deve escolher duas variações, como vermelho vs. azul, e determinar qual delas é melhor de acordo com seus objetivos.

Os testes eliminam a necessidade de fazer suposições e permitem que você tome decisões baseadas em números, o que diminui a chance da sua decisão resultar em falhas no futuro.

Portanto, invista em testes A/B para aprimorar sua estratégia de Marketing Digital. Antes de começar, no entanto, continue a leitura deste artigo na íntegra para esclarecer as dúvidas mais comuns.

O que testar?

Como já mencionamos, testes A/B podem ser realizados em Landing Pages, Calls-to-Action e emails.  Você já se perguntou, por exemplo, se seus emails teriam mais cliques se você adicionasse uma imagem?

Apesar de às vezes termos a vontade de testar todas as variáveis possíveis, alguns testes se mostram mais relevantes que outros. Por isso, seja criterioso na hora de escolher o que testar.

Algumas variáveis não contribuirão para aumentar sua taxa de cliques ou conversão, portanto reconheça as mais importantes para a otimização da sua estratégia de Marketing Digital.

Abaixo, apresentamos algumas variáveis que são mais críticas no processo de geração de leads.

Se você for conduzir testes A/B em suas landing pages pela primeira vez, comece por tipos de oferta. Quais formatos ou assuntos convertem mais visitantes em leads, e leads em clientes?

Se já tiver um pouco de experiência com testes em Landing Pages, pode testar outros fatores como campos dos formulários, imagens, layout da página e elementos do texto.

Já no caso de testes A/B em email, a melhor maneira de aumentar seu engajamento é testar diferentes formatos de email. Por exemplo, você pode testar se seus contatos engajam mais com emails que contém um tópico só, como promoções, ou com newsletters, que agregam várias informações em um email.

Outros testes no email que podem gerar resultados são imagens, diferentes CTAs, horário do envio e o assunto.

Testes A/B em CTA são muito comuns para otimizar taxas de conversão. Portanto, o melhor teste de um Call-To-Action em uma página é a localização dele, pois ele pode revelar dados interessantes e aumentar sua conversão. Além disso, é interessante testar o tamanho, cor, texto e elementos gráficos do CTA.

Como conduzir testes A/B

Agora que você já sabe o que são e o que os Testes A/B podem analisar, vamos te mostrar como eles são conduzidos.

Vamos lá!

Aposte em ferramentas especializadas

Geralmente, testes A/B são feitos com ferramentas especializadas ou por meio de softwares de automação de marketing que possuem esta funcionalidade. Alguns exemplos de ferramentas que realizam esses tipos de teste são o Google Analytics, que é gratuito, e o Optimizely, ferramenta paga.

O único tipo de teste A/B que pode ser realizado sem ferramentas especializadas é o de emails. Para este tipo, uma ferramenta de email já consegue dar  conta do recado. No entanto, o processo não será tão automatizado e pode levar a erros.

Garanta significância estatística

O primeiro passo para conduzir um teste A/B é determinar a amostragem de pessoas que dará ao seu teste significância estatística.

Ou seja, para quantas pessoas você precisa enviar um email, por exemplo, para que seu teste A/B tenha significância estatística? Ou quantas pessoas precisam visitar sua landing page?

Para descobrir qual é este número, você pode usar uma calculadora de significância, como esta calculadora do Kissmetrics.

Crie variações que vão mostrar resultados

Depois que você determinar qual vai ser a amostragem do seu teste A/B, precisa criar as duas variações que você testará. Lembre-se de que elas obrigatoriamente terão apenas um elemento de diferença.

Por exemplo, se você vai testar a eficácia de uma imagem na sua landing page, precisa criar uma landing page com imagem e a outra sem imagem. Os outros elementos da página devem permanecer exatamente iguais.

Entenda como são implementados os testes A/B

A implementação do teste A/B varia dependendo da ferramenta que você decidir utilizar. Algumas ferramentas separam a amostragem ao meio.

Ou seja, no caso de emails, 50% da amostragem irá receber uma variação e 50% receberá a outra. Já com landing pages e CTAs, metade dos visitantes do seu site verão uma versão da página ou CTA, e metade verão a outra.

Desta maneira, ao fim do período de teste você será capaz de identificar qual variação deu mais resultados, e repetir no futuro.

Hoje em dia, as ferramentas de teste A/B já estão muito desenvolvidas. Algumas possuem um componente dinâmico, no qual a própria ferramenta determina qual variação é mais bem-sucedida de acordo com uma métrica de sucesso escolhida. Assim, a ferramenta implementa automaticamente a variação que gerou mais resultados.

Este tipo de teste A/B é feito com mais frequência em landing pages, pois assim que a ferramenta determina que as páginas participantes do teste A/B já receberam tráfego suficiente para o teste ter significância estatística, determina o vencedor e a partir daí 100% do tráfego verá esta página otimizada.

Desta maneira, você otimiza suas landing pages da maneira mais rápida possível, sem correr o risco de ter visitas em uma página que você sabe que não é eficiente.

Como medir seus resultados

Agora vamos te falar sobre a última etapa, mas não menos importante: a mensuração dos resultados.

Confira!

Dê tempo ao tempo

Quando você começar a fazer testes A/B, pode ficar tentado a conferir os resultados a cada minuto. Isso não vai fazer nenhum mal, mas você não estará medindo seus resultados reais, apenas monitorando seu teste.

É como se um jogador de futebol medisse seu sucesso no primeiro gol da sua vida. Não significa que ele vai se tornar um profissional, certo?

O verdadeiro resultado de um teste A/B pode demorar horas, ou até mesmo dias, para ser revelado. No caso de testes em email, o período de tempo pode ser curto, variando de 1 a 3 horas dependendo de quantas pessoas o receberam.

Isto acontece porque nem todos irão abrir ou clicar no seu email nos primeiros 30 minutos. Portanto, você precisa esperar até que um tanto suficiente de pessoas tenha aberto ou clicado a ponto de alcançar a significância estatística.

No caso de landing pages e CTAs, o período de teste deve ser bem mais longo para concluir resultados significantes, principalmente se suas páginas tiverem um volume baixo de tráfego.

O período recomendado é de 15 a 30 dias, pois vai garantir que suas páginas receberão visitas suficientes para que seu teste tenha significância estatística. Os resultados dos testes de landing page e CTA vão demorar mais a aparecer porque não podemos controlar o volume de visitas que uma página recebe.

Se depois de 30 dias seu teste ainda não tiver resultados significantes, quer dizer que ele não tem um impacto tão grande na sua estratégia.

Ou seja? Hora de abandonar este teste e partir para o próximo!

Utilize apenas uma métrica para escolher o vencedor

Depois que você esperou o tempo necessário para colher os resultados do seu teste, analisar se ele foi bem-sucedido fica fácil já que no momento em que você escolheu o que ia testar, já estabeleceu uma métrica de sucesso.

Por exemplo, se você escolheu testar a cor de um CTA, a métrica de sucesso será quantidade de cliques neste CTA. Portanto, quando concluir o teste, identifique qual das duas variações gerou mais resultados de acordo com sua métrica!

Esta será declarada a vencedora.

Se você possui uma ferramenta de teste A/B que identifica sozinha qual variação gerou o melhor resultado, não precisa fazer mais nada. Caso contrário, lembre-se de implementar esta variação. Atualize suas landing pages e CTAs e, no caso de emails, utilize a mesma “fórmula” outras vezes.

Como otimizar sua estratégia para gerar ainda mais resultados

Ao contrário do que muitos pensam, o verdadeiro potencial de um teste A/B não acaba no momento em que você decide a variável vencedora. Para gerar ainda mais resultados, pense sobre o que você aprendeu com o teste, quais ações você pode tomar no futuro e, principalmente, como você pode melhora-lo.

Repetir um mesmo tipo de teste pode ser extremamente eficaz para descobrir informações cada vez mais aprofundadas, além de economizar tempo, já que terá a estrutura básica do teste em mãos.

Por exemplo, realize testes de assunto em emails diversas vezes para descobrir qual combinação de fatores funciona melhor com seus contatos. Faça o mesmo com landing pages e CTAs.

Mantenha seus testes organizados em uma planilha. Adicione informações como: o tipo de teste, qual métrica de sucesso vai utilizar, datas de início e fim, hipótese e resultado obtidos no fim do teste.

Assim, você evita repetir testes que já foram realizados, pode aprimorar os que deram certo e descartar de vez coisas que já foram provadas como ineficazes. Com isso sua estratégia de marketing estará sempre melhorando!

Não se esqueça de comunicar os resultados dos testes para outras pessoas da sua empresa! Eles podem revelar descobertas relevantes para diversos departamentos, não apenas a equipe de Marketing.

Como você pode ver, testes A/B são uma ótima maneira de otimizar as taxas de conversão das suas landing pages, emails e CTAs. Além disso, por meio de testes você e sua empresa vão aprender muito sobre suas personas, e como elas se comportam na Internet.

E aí, você já fez ou faz testes A/B? Ficou com alguma dúvida? Me conte nos comentários!

ebook-marketing-digital-baixe-agora

 
Autor(a)

Escrito por: Clara Borges Analista de Marketing da Rock Content. Quando não está divulgando Marketing de Conteúdo por aí, gosta de boas energias, praticar yoga e venerar os deuses do Netflix.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!