the walking marketing

The Walking Marketing: o Apocalipse Zumbi do Inbound já começou

O mundo Inbound Marketing está sendo colocado à prova.

Mas como uma criança dando os seus primeiros — e muito bem sucedidos — passos já é questionada?

O Inbound nunca foi tão grande. E a cada dia mais e mais empresas passam a investir no tipo de marketing que não é invasivo, mas que atrai os seus clientes.

Só como exemplo, atualmente 70% das empresas brasileiras já dizem utilizar o marketing de conteúdo. É muita coisa.

Mas atualmente surgiram algumas polêmicas. Algumas pessoas já até tentaram matar o Inbound, mas como foi comprovado, as especulações a respeito da sua morte foram bastante exageradas!

O Inbound vive! Para a nossa alegria! Mas ele passa por um momento bastante complicado.

Estamos vivendo o Apocalipse Zumbi do Inbound Marketing!

Talvez você não tenha percebido, mas os os Walkers já estão por toda a parte. E o pior: talvez você seja um deles!

Você pode ter sido mordido e está ajudando nesse Apocalipse do Inbound! Isso mesmo! Talvez você seja o motivo para muitos acharem que o Inbound está morrendo!

Mas relaxa! Vou explicar tudo pra você. Você vai entender o que é esse apocalipse e o melhor de tudo: como se livrar dele!

Confira!

Apocalipse Zumbi no Inbound

Acredito que todos vocês estão familiarizados com um apocalipse zumbi. Já faz um bom tempo que as criaturas são as personagens de terror que mais dão ibope.

Seja em filmes de terror, jogos de videogame, seriados de TV ou até mesmo lutando contra plantas, os zumbis são um sucesso!

Aproveitando o retorno da série mais popular sobre a temática, percebi que hoje, muitos de nós estão caminhando no meio de zumbis sem nem perceber. E essa reflexão me trouxe a este post.

Um dos principais motivos para alegarem que o Inbound está morrendo é porque todo mundo está fazendo.

Como eu disse, 7 a cada 10 empresas já investem em conteúdo. Mas e daí? Todo mundo fazer não é uma coisa boa?

Seria sim. Se todo mundo fizesse direito!

Não é o caso.

Hoje em dia, com essa geração influenciada por “especialistas” como Instagrams fitness da vida que dão conselhos como se todos os corpos fossem iguais e se todo mundo vivesse em função corpo, encontramos conteúdos bem equivocados online.

É fácil você encontrar diversos conteúdos escritos por pessoas que não entendem nada e viram referência.

Hoje em dia você fica rico com 3 dicas, ganha 5 kg de massa magra em duas semanas, se prepara para uma maratona em 1 mês (mesmo que nunca tenha corrido 1 km na vida) e vira especialista em marketing com um ebook.

E é assim que algo maravilhoso como Marketing de Conteúdo (parte essencial do Inbound) passa por um apocalipse zumbi.

Vamos entender melhor quem são esses zumbis:

Os Zumbis

Existem dois tipos de zumbis no Inbound Marketing.

O primeiro é o zumbi que não entende nada sobre um assunto e publica como se fosse autoridade no tema.

Faz uma pesquisa, copia 3 ou 4 referências, muda as palavras à sua maneira e voilá: temos um artigo.

A internet fica infestada de posts iguais com dicas em ordens invertidas e palavras diferentes.

E o pior, muitos desses zumbis conseguem rankear bem pois fazem os seus posts otimizados para buscadores.

E como eu já expliquei uma vez, é muito fácil fazer qualquer tipo de conteúdo parecer absolutamente genial, mesmo sem dizer nada.

the walking marketing

O segundo tipo de zumbi é aquele que entende sobre um tema, até produz bons conteúdos, mas se esquece que marketing de conteúdo é muito mais do que postar artigos em blogs.

Não necessariamente ser um zumbi está diretamente relacionado à qualidade dos artigos. Existem muitos blogs que de qualidade que não passam de mortos-vivos no mundo online.

Falta investir em SEO, ter uma persona bem definida, uma estratégia de divulgação, redes sociais ativas e pertinentes, frequência de postagem, mensuração de resultados, entre várias outras coisas.

Essa falta de preocupação pode fazer com que os zumbis com conteúdo sem relevância tenham melhores resultados do que bons conteúdos sem os devidos cuidados, especialmente quando falamos de otimização para buscadores.

Não adianta ter um ótimo conteúdo se ele não será lido por ninguém.

the-walking-marketing1

Características dos zumbis

Bom agora vocês já sabem quem são os zumbis que invadiram a internet e as páginas do Google.

Vamos ver um pouco das características desses mortos-vivos que tornam a situação tão preocupante, gerando esse verdadeiro apocalipse no inbound marketing.

Vamos a elas:

Acham que estão vivos

Nenhum zumbi sabe que está morto. Eles estão por aí, mantendo as suas funções primárias caminhando errantes pelas páginas dos buscadores.

Vivos, porém mortos.

Produzem conteúdo por inércia. A única coisa que eles precisam para sobreviver é ter tráfego. Caminham, caminham até encontrar alguém que os mantenham vivos.

Não fazem nada diferente e nem produzem nada de valor. E o pior de tudo: acham que estão vivos.

Produzem conteúdo no piloto automático e infestam a internet com produções de baixa relevância.

E você pode ser um deles. Sonde o seu conteúdo e as suas estratégias! A vantagem do Inbound — como veremos mais a frente — é que esse contágio tem cura!

São contagiosos

Todo mundo que já teve contatos com zumbis — filmes, séries, jogos, etc. não zumbis de verdade — sabe que basta um toque, um arranhão de um zumbi que você se torna um deles.

No mundo digital não é diferente. Muitos percebem zumbis na primeira página do Google e acreditam que isso é marketing de conteúdo.

Daí mais e mais empresas se tornam zumbis e aderem à estratégia de caminhar produzindo conteúdos sem valor.

Seja um exemplo! E muito cuidado com os conteúdos que você encontra por aí. Muitos zumbis parecem realmente estar vivos.

Parecem legais, mas não são

Todo mundo — pelo menos no meu círculo de amizades — já se imaginou em um apocalipse zumbi.

Deve ser tão legal não é? Ter um plano de contingência, pegar a espingarda do vovô, salvar as pessoas próximas a você e se refugiar em um lugar estratégico.

Apocalipse zumbi deve ser incrível, não é mesmo?

Porém não!

Um dos principais motivos é esse:

the walking marketing

Você será infectado! Mortos-vivos podem ser divertidos na teoria até você vê-los em cima de você dispersando todo o seu vírus horrível e seu conteúdos podres.

Conteúdos de zumbis não são legais! Ficar abaixo deles nos buscadores é ainda mais revoltante.

Andam em bando

Zumbis nunca estão sozinhos. Eles sempre andam em bando.

E os humanos que tentam combatê-los estão sempre em menor número, batalhando para sobreviver em meio a essa infestação e permanecer firmes em suas estratégias.

Os zumbis se ajudam e se incentivam a permanecer nesse sombrio caminho.

Mas não se preocupe! Existe uma forma de combater esse apocalipse e nós vamos aprender agora!

Sobrevivendo ao Apocalipse

Não! O inbound não vai morrer!

Ainda que existam previsões que digam isso, não acontecerá tão cedo. Como o nosso CMO Diego comprovou nesse post, o Inbound, quando muito bem feito gera resultados incríveis.

Hoje afirmo com convicção que a Rock Content está imune a esse vírus. Não porque somos melhores que os outros. Mas porque não nos conformamos em ser Walkers.

Nossa empresa depende disso!

Queremos gerar valor para os nossos leitores e queremos levar à cura desse apocalipse à todos que estão lendo esse conteúdo.

Ou você acha que a grafia de Rock e Rick é mera coincidência?

Então aqui segue uma lista de ervas medicinais que combinadas podem livrar você de se tornar um zumbi ou curar, se você momentaneamente está caminhando errante nas páginas do Google.

Encontre outros sobreviventes

Se os zumbis não andam sozinhos, não você que vai andar, certo?

Portanto encontre outros sobreviventes. Procure fazer parcerias, mas, acima de tudo, aprenda com eles.

Veja quais são as suas estratégias, como eles se diferenciam e geram valor. Ter mentores é fundamental para não morrer e continuar andando por aí.

Entenda o mundo que você está inserido

Diretamente ligado à erva medicinal acima, entender o mundo que você vive é fundamental. E nada melhor que bons mentores da área para te ajudar.

Além de procurar referências no seu nicho, estude e se capacite em marketing digital! Você precisa conhecer muito bem o mundo para sobreviver.

Muitas pessoas viram zumbis por isso, o povo perece por falta de conhecimento.

Tenha estratégias bem definidas

the walking marketing

Como eu disse, muitos zumbis produzem conteúdo de qualidade. Mas se esquecem de ter estratégias bem definidas.

Aprenda sobre SEO e divulgação de conteúdo e comece a fazer a diferença na internet. Não produza conteúdos sem pensar em como ele será visto.

Se conteúdo é rei, ele só será visto se estiver assentado no trono. Cabe a você entrar no jogo e colocá-lo lá.

Faça um conteúdo que exploda cabeças

Bom, nem todo rei reina com qualidade. Muitos assentam no trono e acabam levando os seus seguidores à ruína.

Não fique apenas na estratégia. Convencer o Google que seu conteúdo tem qualidade não significa que ele realmente tenha.

Produza algo único! Convença os seus leitores da sua qualidade. Não faça o que todo mundo está fazendo, eles provavelmente são zumbis e não sabem.

E também, por favor, não produza conteúdo por produzir. Se você criou uma empresa não foi para ganhar dinheiro, foi para resolver o problema de alguém — espero eu.

O seu conteúdo deve ser produzido da mesma forma.

O que me leva ao próximo antídoto:

Banque o herói

Ao contrário do apocalipse zumbi da vida real, no Inbound marketing você precisa bancar o herói.

Não pense em gerar tráfego ou leads com o seu conteúdo. Pense em resolver e ajudar aqueles que precisam de você.

Se você resolve o problema deles, eles seguirão e confiarão em você!

Tenha um arsenal

Ninguém sobrevive ao apocalipse sem armas. Comece a selecionar as suas!

Muitas delas não serão muito efetivas, então trate de testá-las. Matou muito zumbis com um disparo de email marketing? Continue usando!

Salvou personas indefesas com um post de qualidade? Continue produzindo!

Quanto maior a sua variedade de armas, melhor! Use diferentes tipos de post, faça os melhores email, invista em bons títulos… enfim, no apocalipse zumbi até um porta malas ou um vinil com a trilha sonora do Batman podem ser armas salvadoras!

Todo mundo quase morto

Vivemos uma dura realidade no Inbound. Talvez hoje você seja um zumbi. Mas como vimos temos diversas ervas medicinais que combinadas serão à cura da sua estratégia de Inbound.

Enquanto houver pessoas dispostas a produzir conteúdo único e investir nas melhores estratégias de marketing o Inbound sobreviverá e trará resultados.

Juntos podemos derrubar esses zumbis e gerar valor na internet!

Junte-se a nós. Não conseguiremos sobreviver a esse apocalipse sozinhos. Quanto ao Inbound, não se preocupe.

Ele está vivo e passa bem!

E você?

 
Autor(a)

Escrito por: André Mousinho Cristão, formado em Publicidade, viciado em quase tudo de cultura Nerd e bacon. Embarcando na jornada pela exploração do Universo do Marketing Digital e em busca de se tornar um Mestre Jedi na arte da escrita.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!