Mulher escrevendo diversos tipos de conteudo

Os 13 tipos de Conteúdo que todo blog precisa ter

Blogs são fontes de conteúdo relevante extremamente úteis para a sua empresa.

Mas você sabe quais conteúdos postar, e quando?

Existe uma gama de possibilidades que vão atrair tráfego para o seu blog, mas nem sempre eles veem à cabeça na hora de criar materiais para suas postagens.

Empresas diferentes possuem necessidades diferentes, e o conteúdo que é criado por elas tem um papel bem importante na hora de gerar leads e criar oportunidades para o seu negócio.

Por exemplo: uma startup com um negócio inovador precisa conseguir leads no começo da jornada de compra, para nutri-las com conteúdo relevante até estarem preparadas para fechar o negócio.

Já um e-commerce tem contato com possíveis compradores bem a frente da jornada de compra.

Esses visitantes estão muito mais propensos a comprar, por isso precisam de um incentivo de compra e não materiais educativos.

Hoje, vamos listar os 13 tipos de conteúdo que todo blog precisa ter e te ajudar a criar o seu calendário editorial de publicações.

Preparado? Acompanhe!

Tipos de conteúdo essenciais para qualquer blog:

tipos-de-conteudo, mesa com vários papéis

1. Blog posts educativos

Vamos começar simples!

Blog posts são a base de blogs de sucesso.

Se há algo que o Inbound Marketing ensinou para a gente é que informação relevante nunca é demais.

Por isso, conte com blog posts educativos para atrair tráfego.

Eles são excelentes para posicionar o seu negócio como especialista no mercado, além de ranquearem o seu blog nas buscas do Google.

Uma grande vantagem é que eles são totalmente amplos e personalizáveis. Você pode tratar sobre qualquer assunto em um blog post – mesmo!

Seja uma nota sobre um evento que a sua empresa vai participar ou um post gigante sobre SEO, uma descrição de um vídeo ou webinar, conte com posts!

Não existe um limite de tamanho.

Segundo uma pesquisa da Moz o tamanho ideal de um post, em 2016, é de 2.500 palavras, com a tendência de continuar crescendo!

Esse é um conteúdo educativo, interativo, que mantém o seu blog atualizado, cheio de conteúdo novo e recebendo cada vez mais tráfego!

2. Ebooks.

Se você quer uma isca de leads, essa é uma das suas melhores opções.

Ebooks podem ter o mesmo comprimento de um post — ou até menos — mas eles são extremamente específicos e ainda tem a vantagem de serem muito úteis para aumentar a sua lista de e-mails.

Porém, se pensarmos em como o tamanho médio de um post continua crescendo (em 2012 a média era de 600 palavras) é preciso que os seus ebooks sejam realmente livros.

Ou seja, estejam, pelo menos, duas vezes acima da extensão média de um post.

Eles são disponíveis em diferentes formatos, geralmente através de um PDF que pode ser baixado.

É importante lembrar que ele tem o formato de um livro, logo, divida-o em capítulos para explorar melhor o tema central do conteúdo.

O maior diferencial entre um ebook e um blog post é o design.

Os livros digitais precisam ser ricos em imagens, gráficos, cores e formatação. Essa é a base dos ebooks que valem a pena serem lidos!

3. White papers

White paper é uma forma de documento.

Ele procura aprofundar um determinado problema, mostrando suas causas, conceitos, e principalmente sua solução.

É um material relativamente mais complexo.

É preciso que seus clientes e leitores já tenham passado algum tempo com a sua empresa, e enfrentado alguns problemas comuns dentro do seu mercado.

Quando falamos sobre um problema comum aos nossos leitores, a probabilidade de você convertê-los em novas leads – ou até em um novo cliente – são bem maiores.

Esse é um dos motivos do white paper ser uma ferramenta de geração de leads extremamente efetiva, em alguns mercados até mais do que ebooks!

Para criar um bom conteúdo é preciso entender com clareza qual é o seu problema e pesquisar a fundo as melhores soluções e opções para solucionar esse problema.

4. Webinars

Cada vez mais os usuários querem conteúdo novo, interativo e informativo.

Vídeos costumam ser excelentes para isso – vamos falar um pouco mais sobre isso já já – e uma das formas mais interessantes de gerar leads e compartilhar conhecimento é através de webinars.

Eles são chats de vídeo em tempo real, onde é possível reunir pessoas interessadas sobre um tema.

Webinars são apresentados por um especialista que desenvolve uma espécie de palestra em tempo real sobre um determinado tema.

Após o fim do papo, todo o conteúdo fica disponível para consulta, permitindo que outros usuários vejam o seu webinar (e também revejam!).

5. Vídeos

Se você quer sair na frente da concorrência e entrar de cabeça na maior tendência de conteúdo para os próximos anos, então você precisa pensar em vídeos.

Vídeos são interativos, super didáticos e chamam a atenção dos seus usuários.

Suas aplicações também são bem extensas.

Vídeos curtos são excelentes (entre 60 e 90 minutos) e é possível compartilhar uma quantidade enorme de informações nesse espaço de tempo (talvez mais do que um post que tem o mesmo tempo de leitura).

Com uma audiência mais madura, é possível criar vídeos bem mais longos para seus seguidores, que vai ajudá-los a resolver um problema específico ou tirar insights para seus negócios.

Uma característica interessante é que você pode aliar vídeos a outros conteúdos.

Se você tem um blog post que atrai muito tráfego para o seu blog e aparece bem nas pesquisas, crie um vídeo sobre esse mesmo assunto e insira-o no post!

Além de ranquear para a palavra-chave com mais um conteúdo – o Google exibe primeiro vídeos relacionados a sua pesquisa – o seu post fica ainda mais completo.

Se quiser tomar a sábia decisão de investir em vídeos, leia o nosso guia para iniciantes.

6. Listas

Quantos posts você já viu por aí em formato de listas?

Elas são excelentes porque mostram exatamente o que você vai ver. “7 ferramentas para mídias sociais”, “9 dicas de otimização de sites e páginas”.

Sem enrolação.

Você sabe o que vai encontrar.

E, basicamente, você pode listar qualquer coisa!

Todos gostamos de ler um post com uma série de informações, dicas, ou ferramentas interessantes para uma determinada aplicação, certo?

Use listas para organizar tudo e atrair mais visitantes!

7. Infográficos

Juntar imagem e conteúdo escrito é uma excelente ideia.

E os infográficos sintetizam isso melhor do que ninguém.

Eles são compartilhados, vistos e amados por mais pessoas, se comparados a um blog post normal.

É uma forma bem valiosa de mostrar seu conteúdo para o mundo de forma interativa, dinâmica e com um visual explosivo.

O ideal é que um designer crie infográficos para você. Bons conteúdos precisam de conhecimentos específicos da área e pedir para o um “conhecido que sabe mexer no Photoshop” pode ser um tiro no pé.

Para um conteúdo realmente relevante, faça uma pesquisa extensa sobre o assunto, reúna dados, relatórios e qualquer conteúdo relevante que você encontrar pelo caminho.

8. Reviews

Se você acha que seus usuários e compradores sempre sabem utilizar as ferramentas que você mostra – e até os produtos que você vende – você está bem enganado!

Nem tudo é tão simples quanto parece, e é muito comum que as pessoas tenham diversas dúvidas na prática.

A melhor forma de ajuda-las com isso é criar reviews sobre ferramentas relevantes para o seu mercado, e até dos seus próprios produtos.

Lembre-se de ser imparcial ao fazer reviews! Mas tome cuidado para falar bem dos benefícios do seu produto, hein?

9. “Como fazer”

Os famosos how-to (ou tutoriais) são muito valiosos, tanto para o seu negócio quanto para seus usuários e leitores.

Ao mostrar como usar uma ferramenta ou criar algo, você se posiciona como um especialista na área, e ainda ajuda seus seguidores a fazer o mesmo, com qualidade.

As opções são infinitas!

Imagine o Leroy Merlin com um blog sobre “como fazer coisas”?

Mas o mesmo vale para empresas de marketing digital, ou até profissionais liberais.

Alguém sempre terá algo de relevante para ensinar, e outro alguém sempre estará interessado em aprender!

Procure criar posts de ricos em imagens e detalhes. Se possível, crie vídeos!

10. Estudos de caso

Chegando no fundo do funil, os leitores querem saber quem a sua empresa ajudou a crescer.

Nessa hora, estudos de caso são extremamente importantes, afinal, eles dão detalhes sobre como o seu negócio ajudou os seus clientes e melhorar, aumentar a receita e conquistar uma fatia maior do mercado.

Esses estudos ajudam a explicar como a sua solução realmente ajuda as pessoas.

Procure escrever de uma forma que não seja “marketing puro”.

Crie uma história por trás dos esforços da empresa e insira naturalmente as qualidades e benefícios do seu negócio.

11. Entrevistas

Existem diversas empresas no mercado com soluções bem interessantes e com táticas de crescimento mais interessantes ainda.

Com certeza a sua audiência se interessa por o que profissionais desses negócios tem a dizer.

Principalmente fundadores, CEO’s e CMO’s.

Uma excelente oportunidade de expandir os relacionamentos do seu negócio, fazer um bom networking e ainda atrair mais tráfego para o seu blog é através de entrevistas.

Você pode compartilhar ideias, insights e como profissionais do mercado pensam sobre temas relacionados ao seu negócio – e ao deles também!

Entrevistas podem ter vários formatos.

Você pode sintetizar as informações em um blog post, podcast e até em vídeos!

Para isso, pense na disponibilidade do seu entrevistado (fica difícil combinar a gravação com alguém que mora em outro país, né), e pense no conteúdo que a sua audiência está mais interessada em consumir.

12. Pesquisas

Dados sempre são relevantes para todo mundo.

Se o seu departamento de marketing tem aversão à números, então é hora de repensar se isso realmente é inteligente!

Pesquisas são mais do que alguns números sobre o mercado – ou sobre o negócio – quando você cria uma pesquisa completa sobre um determinado tema relacionado ao seu segmento, automaticamente sua empresa se posiciona como uma especialista.

Afinal, você vasculhou por informações relevantes ao longo de toda a sua área de atuação, não é mesmo?

Esse conteúdo vai servir de base para muitas empresas, além de te dar a oportunidade de se aproximar de outros negócios que podem render parcerias interessantes no futuro.

Pesquisas tomam tempo.

Bem mais tempo do que um blog post ou um vídeo.

Por isso, um bom planejamento é indispensável para quem deseja criar boas pesquisas.

Elas podem ser de mercado, de tendências, sobre o seu segmento, sobre resultados de clientes, enfim, sobre qualquer coisa relevante para o seu negócio e para a sua persona!

Um ótimo exemplo é a Content Trends, a maior pesquisa sobre Marketing de Conteúdo do Brasil, feita pela equipe da Rock Content. Não deixe de conferir!

13. Templates

Você gosta de criar planilhas do excel do zero?

Bom, se você realmente gosta, você é um em um milhão.

Um template cairia muito bem nessa hora, não é mesmo?

E isso vale não só para excel, mas para a criação de personas, planejamento de conteúdo, calendários editoriais e por aí vai.

Por isso, criar templates é uma excelente forma de gerar leads, e ainda ajudar seus leitores a ganhar tempo!

Principalmente se for para uma atividade realizada constantemente.

Se você faz um calendário editorial de postagens – se não faz, deveria fazer! – uma planilha pronta vai ser útil para sempre!

Você só precisa adicionar uma nova aba e continuar preenchendo-a ao longo do tempo.

O mesmo vale para apresentações de power point, infográficos, e-mails e por aí vai.

Toda ajuda é bem vinda!

Conclusão

O seu blog é uma fonte de conhecimento para seus leitores, e você não precisa ficar preso a apenas blog posts.

Existe uma gama de conteúdos que podem ser utilizados para movimentar o blog, atrair tráfego, educar o mercado e gerar leads.

O segredo é planejar bem a criação desses materiais, entendendo bem qual é a sua capacidade de produção.

Não vale a pena sacrificar uma postagem regular de blog posts por um infográfico pontual que vai tomar muito tempo da sua equipe.

Procure planejar quais conteúdos serão compartilhados ao longo de um período de tempo e organizar da melhor maneira a produção desses materiais.

Você já pensou como a produção de conteúdo terceirizada pode ser um benefício para a sua empresa? Separamos um post para você entender como a produção de conteúdo terceirizada pode maximixar os resultados do seu time! Boa leitura.

download enciclopedia de marketing de conteúdo

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!