unbounce brasil

Entrevista com Andrea Amaral, da Unbounce Brasil: landing pages, formulários e estratégia digital

Quem mexe com Marketing Digital já deve ter ouvido falar na Unbounce, uma das maiores e mais respeitadas empresas do mundo quando falamos sobre marketing e, especialmente, conversões.

A Unbounce é uma ferramenta de criação de landing pages otimizadas para ampliar as conversões do seu blog. Através dela você cria landing pages de forma rápida e eficiente, faz testes de conversão e gerencia tudo sem precisar de um técnico de informática.

Além de ser referência em conversões, a Unbounce possui também um dos melhores blog sobre marketing digital internacional e aqui no Brasil também já estão com um blog em ascensão.

A Unbounce tem uma versão brasileira, o que facilita ainda mais a sua vida, caso queira ter landing pages otimizadas por uma empresa reconhecida internacionalmente.

Aproveitamos a oportunidade e conseguimos uma entrevista exclusiva para aprendermos um pouco com uma das maiores empresas de otimizações e conversões do mundo.

E hoje, compartilhamos todo esse conhecimento com vocês!

Entrevista com Andréa Amaral da Unbounce Brasil

Antes de começarmos a entrevista, você deve estar se perguntando quem é a Andréa. Então, deixamos aqui a resposta para a primeira pergunta que vocês está se fazendo, em uma minibiografia nas palavras dela:

Meu nome é Andréa e sou responsável pela Comunidade da Unbounce Brasil. Sou fascinada por Marketing Digital e adoro brainstorms casuais sobre estratégias em conversão & otimização, mídias sociais e landing pages. 

A entrevista foi feita pelo nosso CMO e Co-fundador Diego Gomes. Uma entrevista riquíssima tanto nas perguntas quanto nas repostas.

Confira abaixo como foi:

Olá Andrea, tudo bem? Estamos curtindo bastante o blog da Unbounce Brasil. Como estão sendo os primeiros resultados?

Olá Diego, tudo ótimo! Fico muito feliz ao saber que vocês estão nos acompanhando também.

Quando fui contratada pela Unbounce em março desse ano, fiz uma pequena pesquisa com meus colegas brasileiros do marketing digital e eles me disseram que geralmente buscam recursos e materiais para aprimorar seus conhecimentos em sites estrangeiros, apesar da barreira da língua eles não tinham muita opção, pois são pouquíssimos sites que oferecem conteúdo de alta qualidade em português (aliás, aproveito para parabenizá-los, pois a Rockcontent é um deles).

A necessidade por conteúdos inovadores em português foi até então meu incentivo e missão aqui na Unbounce: decidi então criar o Blog Unbounce Brasil, onde eu selecionaria as postagens que agregaram valor aos nossos leitores do blog em inglês e adaptaria à realidade do mercado brasileiro.

Essa necessidade foi confirmada no lançamento do blog. Foi incrível, assim que publiquei a primeira postagem, recebi vários e-mails, mensagens, DMs agradecendo e parabenizando a criação do blog.

Foi uma experiência inexplicável, a gente recebeu também depoimentos e mensagens de usuários e colaboradores que amam a Unbounce disponibilizando-se a nos ajudar com conhecimento sobre nosso produto, sobre o mercado de marketing digital entre outras parcerias, aproveito aqui para agradecer à todos que contribuíram e vem contribuindo conosco.

Antes da Unbounce, o que você fazia?

Eu trabalhava para outro software de marketing digital aqui no Canadá: a Hootsuite.

Sempre com o mesmo objetivo: educar agências e profissionais brasileiros de marketing digital com estratégias e práticas avançadas usadas no mercado estrangeiro adaptando à realidade e necessidades do nosso mercado, nesse caso por meio das mídias sociais.

Qual foi a primeira landing page que você fez na sua carreira? Como foi a experiência?

A primeiríssima landind page foi na Hootsuite e o mais interessante é que eles são usuários assíduos da Unbounce! 😀

Eu não possuia conhecimento algum em Html e as equipes de marketing e de TI estavam sem tempo para me ajudar a desenvolver essa campanha no prazo que eu precisava, sendo assim obtive acesso à Unbounce e criei uma landing page de geração de leads, com um formulário simples convidando para a participação do meu primeiro webinar sobre monitoramento nas redes sociais em português, … foi a coisa mais fácil do mundo e com essa lista de interessados no tema eu pude oferecer mais material educacional sobre o mesmo tópico para esse público. Acho que foi destino… eu não fazia ideia que depois de alguns meses eu seria convidada para uma entrevista com a Unbounce.

E na Unbounce, qual foi?

A última que criei foi essa página para teste da Unbounce, ela foi solicitada por um leitor do nosso blog. Essa em específico não é uma landing page propriamente dita, já que não possui um único botão CTA, é o que consideramos um hotsite.

Esse é um exemplo de outros projetos que podemos fazer usando a Unbounce: hotsites, landing pages, microsites, etc.

Mas a primeira mesmo foi na minha contratação, bom, deixa eu explicar melhor… parte do processo de contratação da Unbounce é por meio de landing pages, isto é, você não envia seu curriculum caso tenha interesse em trabalhar para eles, você cria uma landing page sobre você: “Venda o que há de melhor em você!”

Fica a dica para os recrutadores, eu sinceramente eu achei o máximo, pois faz com que o aplicante interaja com o produto antes mesmo de ser contratado!

Hoje, olho pra traz e vejo falhas e oportunidades que eu poderia ter feito na minha “página curriculum”, ainda mais agora que eu conheço os cinco elementos essenciais de uma landing page! Aliás, para os que estão se perguntando que elementos são esses, eu fiz um mini video para explicar.

 

Se pudesse em um parágrafo, compartilhar dicas práticas de criação de boas landing pages, quais seriam?

Ai, em um parágrafo eu acho difícil pois como citei no vídeo anterior, para começar existem cinco elementos essenciais que toda landing page deve conter. E sabemos que cada projeto, produto, campanha, tem sua particularidade, sendo assim um parágrafo não é o bastante, mas posso oferecer essa lista com 50 dicas que podem ser aplicadas à qualquer landing page e tenho certeza que esse material vai ser de grande valia para todas suas campanhas futuras.

Numa estratégia de marketing internacional, você prefere traduzir ou publicar conteúdos originais? Quais tem funcionado melhor?

Meu objetivo principal é adaptar os conteúdos pré-existentes do blog original da Unbounce para o português, eu ressalto aqui o “adaptar”, pois de maneira alguma eu traduziria palavra por palavra o material! Tenho horror à traduções mal feitas! Acho um desrespeito com o leitor brasileiro.

Eu quero trazer uma experiência sólida e gratificante aos nossos leitores, que eles leiam o material e entendam não somente sobre o que estamos falando, mas que tenham exemplos práticos e detalhados de como podem aplicar o conteúdo no dia a dia.

Um exemplo de conteúdo adaptado foi o guest post escrito por um parceiro internacional: o Jonathan Dane. Eu achei o conteúdo incrível (eu e mais 257 leitores!!!) e por ser um tópico bastante solicitado no Brasil eu decidi adaptá-lo para o português.

Se você comparar notará a diferença até no título, fiz questão que colocar imagens e cronogramas em português e busquei os termos usados por nossos profissionais de marketing no Brasil. Por mais que façamos o uso do anglicismo, eu queria que fosse perfeitamente localizado.

Recebi vários comentários por e-mail, mas o que eu gostei mais foi que essa postagem instigou outros profissionais da área a dar sua própria opinião, seja ela concordando ou discordando com o conteúdo.

Outra estratégia cuidadosamente usada pela nossa equipe internacional é o mix de conteúdos — 70% adaptação e 30% conteúdo original. Ela funciona muito bem em novos mercados.

No Blog Unbounce Brasil você pode encontrar exemplos desse tipo de material também, como o do nosso parceiro Tiago Amaral que inspira-se no post da nossa escritora Amy Wood, que por sua vez inspira-se no infográfico da Curata.

Acho que não existe um certo e errado, o que funciona melhor é o que traz benefícios aos nossos leitores e, até então, temos tido uma resposta extremamente positiva. Por isso mesmo já possuímos projetos para criação de conteúdo original em breve. Ainda queremos conhecer melhor nossos leitores.

Eu adoraria saber quais os temas do marketing digital que eles estão interessados em aprender conosco e ainda mais… como querem receber essas informações… com as postagens do blog? Vídeos? Aproveito essa oportunidade para lançar essas perguntas aos nossos profissionais de marketing AQUI .

Como está organizado o time de marketing da Unbounce no Brasil?

No momento eu sou o time de Markerting Brasil, mas esperamos expandir em breve e colocar em prática nosso projeto de embaixadores, caso haja interesse do leitor em ser um Embaixador Unbounce entre em contato comigo.

De qualquer forma eu não estou sozinha, possuo 100% de apoio, recursos e suporte da nossa equipe interna: a Stefanie Grieser, responsável pela equipe internacional e primeira funcionária da Unbounce, é nossa mentora aqui e estará comigo no final do ano aí no Brasil no RD Summit prestigiando a palestra do Oli Gardner, co-fundador da Unbounce e mestre em técnicas de conversão.

Também na minha equipe, conto com o apoio do Ben Harmanaus, nosso primeiro gerente internacional, ele é responsável pelo mercado alemão. Com ele aprendi dicas valiosíssimas de como iniciar um mercado do zero.

Ainda tenho ao meu lado o Pablo Penades, do mercado hispanohablante, ele iniciou conosco no mês passado, profissional bastante experiente e que já está agregando muito valor em nosso time.

Possuo o apoio de programadores, designers e videógrafos: a Ainara Sainz, o Luis Francisco Baroni, o Felix Cha e o Sam Shen cuja presença é fundamental para a alta performance dos nossos projetos e campanhas. Fico feliz também em apresentar nossa mais nova contratação: a Milly Barreto, nossa tão esperada suporte ao cliente em português!

Esse é o meu time, nós trabalhamos “juntos-separados” compartilhando e aprimorando, testando e adaptando idéias e conceitos nos diferentes mercados, buscando sempre agradar e agregar conhecimento ao nosso público onde quer que eles estejam.

Quais os melhores incentivos para que as pessoas preencham uma landing page em 2016?

O melhor incentivo é: “que REALMENTE agreguem valor” à pessoa que vai preencher.

Sendo assim eu inverteria a pergunta para quem está criando a landing page: “Qual é o melhor incentivo que VOCÊ pode oferecer para os visitantes da sua landing page?” SIM! A resposta está nas suas estratégias, Sr. Profissional de marketing e vendas digitais 😉

Dica número 1: Nunca, de forma alguma prometa algo que você não poderá entregar, você está somente destruindo a confiança do seu leitor/lead/cliente!

Dica número 2: Conheça seu visitante, entenda suas necessidades, o que eles estão buscando, o que esperam do seu produto, serviço, blog, conteúdo?

Dica número 3: Seja transparente, entregue o que eles querem, não segure informação, a confiança é construída pela transparência, foram esses valores e atitudes que levaram a Unbounce onde ela está agora.

Dica número 4: Crie expectativas sólidas. Crie landing pages que tragam uma experiência positiva ao aterrissar em uma, que seja clara, breve e entregue o que seu visitante estava buscando.

Dica número 5: Coloque-se no lugar do seu leitor. Pergunte-se “porque eu preencheria esse formulário? As perguntas são válidas? Fazem sentido para me direcionar a um material mais personalizado à minha necessidade?”

Essas são as perguntas que seus visitantes se perguntarão, entenda como será sua reação ao receber o material que você está oferecendo, seja um e-book, um curso online, um webinar, um e-mail automático, um vídeo… esse material somente será consumido e apreciado se for útil para o leitor, caso contrário você está perdendo tempo e conversões!!

E não me venha com desculpas sobre a falta de tempo ou de recursos técnicos para criar landing pages ou fazer testes A/B para cada campanha. Afinal, existem ferramentas poderosas que ajudam profissionais de marketing a testar e otimizar suas campanhas de maneira rápida, editores simples onde qualquer um pode clicar em uma imagem ou texto, arrastar e soltar na página principal criando páginas personalizadas e incríveis, e para isso, nem precisa saber html!

Aliás, essa foi a principal razão pela qual a Unbounce foi criada ! 🙂

Abraços e obrigada pela oportunidade Diego!


E aí? Gostaram da entrevista do Diego com a Andréa? Deixe nos comentários o que vocês acharam.

E se ficou alguma dúvida sobre landing pages, confira o nosso post completo!

ebook de landing pages

 
Autor(a)

Escrito por: André Mousinho Cristão, formado em Publicidade, viciado em quase tudo de cultura Nerd e bacon. Embarcando na jornada pela exploração do Universo do Marketing Digital e em busca de se tornar um Mestre Jedi na arte da escrita.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!