url builder: criar URLs rastreáveis

URL Builder: aprenda como criar uma URL rastreável!

O marketing digital se destaca de estratégias offline pela capacidade que possui de oferecer métricas sólidas do desempenho do site, de campanhas, mídias sociais e outras oportunidades de negócios online.

Mas para conhecer os números de uma campanha é fundamental associar técnicas distintas, como usar uma URL rastreável e ter o Google Analytics instalado no site.

Instalar o Google Analytics no site é fundamental para conseguir acompanhar diversas métricas importantes sobre tráfego, taxa de clique, taxa de rejeição de páginas, entre outras informações relevantes.

Já a URL rastreável é mais indicada quando o objetivo é acompanhar o desempenho de campanhas específicas e para isso é possível criar parâmetros de rastreamento.

Existem algumas formas de criar URL rastreáveis, hoje vamos ver como fazer esse procedimento pelo próprio Google, usando o URL Builder.

Por que ter URL rastreável no site?

Primeiramente, é importante saber por que trabalhar com URLs rastreáveis irá ajudar no desenvolvimento das estratégias online de uma empresa.

Imagine uma campanha de email marketing, por exemplo, com um link para download de uma oferta.

Caso a URL da oferta não seja rastreável, a equipe de marketing não poderá saber se o material rico foi acessado por 10 ou por 100 usuários e a falta de métricas colocará toda a campanha em risco.

Já se a URL for rastreável será possível comparar a taxa de clique com a taxa de abertura do email, por exemplo, e assim determinar a taxa de êxito da campanha.

A partir dos dados também é mais viável identificar quais aspectos dela podem ser otimizados e melhorá-la para impactar mais usuários.

Esse é apenas um dos exemplos do porque é importante utilizar-se das ferramentas digitais para melhorar o desempenho de campanhas e estratégias.

O que é o URL Builder?

Além de saber quais as vantagens de utilizar URLs rastreáveis é necessários conhecer melhor os métodos que permitem isso.

O URL Builder é uma ferramenta do próprio Google e ajuda a criar os parâmetros necessários para acompanhar o desempenho de uma URL.

É possível também fazer esse rastreamento por meio do código da página, entretanto, exige-se conhecimento em codificação, enquanto com a ferramenta é possível alcançar os mesmos resultados com procedimentos mais simples e rápidos.

Com o URL Builder, quando um link for acessado pelo usuário, as informações serão encaminhadas diretamente para a conta do Google Analytics associada e será possível identificar o desempenho de cada campanha criada e os resultados obtidos pela URL, permitindo conhecer a eficiência dos conteúdos e também das chamadas.

Como usar o URL Builder?

Para que seja possível criar uma URL rastreável é preciso saber como utilizar o URL Builder. São seis campos que devem ser preenchidos.

Vamos explicar cada um deles a seguir, mas primeiramente é preciso acessar o site do URL Builder clicando aqui (o Google indica o uso do navegador Chrome durante o processo)!

1. URL

O primeiro campo solicitado no formulário do construtor é a própria URL que será rastreada. ]Deve ser inserida a URL original.

No caso da oferta do e-mail marketing usada como exemplo acima deverá ser utilizada a URL da oferta, por exemplo.

2. Campaign Source (origem da campanha)

Neste campo deve ser inserido o local que a campanha está sendo executada, por exemplo, no Google, e-mail, blog etc.

3. Campaign Medium (mídia da campanha)

Em mídia da campanha o objetivo é adicionar qual o tipo de mídia está sendo utilizada para divulgação do link.

Neste campo pode ser adicionada a opção adequada, como e-mail marketing, links patrocinados, banners, mídias sociais etc.

4 – Campaign Name (nome da campanha)

É o nome da campanha que será usado para encontrá-la no Google Analytics, sendo que as demais informações podem ser encontradas a partir do nome selecionado.

Podem ser usados termos como o nome do produto ou da campanha.

5 – Campaign Term (termo da campanha)

Esse campo é opcional e será usado mais para controle interno das campanhas. Ele é usado quando a campanha possui mais de um link e é necessário identificar qual é o redirecionamento por meio de uma palavra-chave.

Esse recurso é usado, por exemplo, quando dois call to action iguais direcionam o usuário para páginas diferentes.

6 – Campaign Content (conteúdo da campanha)

O preenchimento do campo também é opcional e pode ser usado como controle interno.

Normalmente voltado para companhas com teste A/B, sendo que o conteúdo é o mesmo, mas o CTA, por exemplo, tem algumas características distintas.

7 – Nova URL

Após o preenchimento de todos os dados é só clicar no botão “Gerar URL”. O formulário irá informar uma nova URL e ela é a que deve ser usada na campanha.

Otimizando o processo

Para que a URL não fique muito grande é indicado que os parâmetros que serão adicionados ao formulário sejam curtos, preferencialmente com um único termo.

Em casos nos quais mais de uma palavra seja usada, elas podem ser conectadas pelos símbolos ‘-‘, ‘_’ ou ‘+’.

Também é indicado que as URLs rastreáveis sejam de campanhas personalizadas e não todas as URLs do site, por exemplo.

Dessa forma, é frequente associar o uso da ferramenta a páginas de destino que exijam uma conversão para download de uma oferta, por exemplo, pois será possível monitorar o sucesso da página e da campanha.

Análise dos resultados

Após o procedimento utilizando o URL Builder para tornar os links rastreáveis o Google demora, em média, 24 horas para começar a encaminhar as primeiras informações sobre o link.

Elas podem ser acessadas no Google Analytics pelo caminho:

Aquisição > Campanha > Todas as campanhas

Nessa página será possível verificar todas as campanhas, por ordem de volume de tráfego e também com os nomes de campanha que foram adicionados na criação das URLs.

A campanha pode então ser acessada para dar acesso a mais informações, com os dados específicos de cada link.

Quando criar uma URL rastreável?

São diversas as situações nas quais uma URL rastreável pode ser útil para o monitoramento do sucesso de uma campanha.

Ainda que muitas informações das páginas possam ser acompanhadas pelo Google Analytics sem a necessidade do rastreamento, apenas ele irá garantir um acesso detalhado às métricas obtidas em uma campanha.

A partir desses dados coletados, a equipe de marketing terá condições de fazer análises mais precisas da campanha, identificar os pontos de podem ser aprimorados e intensificar o uso das estratégias que tem uma melhor aceitação do público, de acordo com a taxa de clique e conversão, possíveis de serem identificadas com a ferramenta.

A seguir apresentamos algumas situações nas quais a URL rastreável pode ser usada visando melhorar a capacidade de obtenção de métricas e de análise de resultados das campanhas, permitindo a otimização da taxa de conversão, CRO.

Email marketing

Como já citado anteriormente, o email marketing é uma das mídias nas quais a URL rastreável pode ser de grande utilidade.

No exemplo anterior utilizamos o caso de uma oferta e a capacidade de identificar a taxa de clique na oferta.

No email marketing, entretanto, a URL rastreável pode ser usada para outros fins, como:

  • Verificar a melhor localização de um banner ou de um CTA no e-mail. Criando URLs específicas pra cada um deles;
  • Analisar se a taxa de clique é mais elevada quando o usuário é redirecionado para uma página de destino ou se para uma oferta diretamente;
  • Acompanhar qual conteúdo informativo é mais clicado e, portanto, possui mais aceitação do público.

Banners

No caso dos banners, a URL rastreável permite identificar o sucesso da campanha na mídia paga, se o tráfego é mais intenso a partir de display ou pesquisa, em quais mídias sociais o banner tem uma melhor aceitação etc.

Nesses casos também é possível determinar por meio da URL quais os tipos de banners possuem uma melhor aceitação do público e fazer testes envolvendo mensagem, cores e ofertas dos banners.

Links Patrocinados

Um dos usos mais comuns de URLs rastreáveis são nas campanhas de links patrocinados.

Nesses casos, é fundamental que os links das campanhas sejam sempre monitorados para que seja possível identificar qual tem sido o desempenho de cada campanha e oferta.

A ferramenta pode auxiliar diferentes tipos de mídias pagas, como:

  • Rede de pesquisa;
  • Rede de Display;
  • Remarketing;
  • Facebook Ads;
  • Instagram Ads etc.

No caso dos links patrocinados, a URL poderá esclarecer qual a taxa de clique de um determinado anúncio e permitir análise do conteúdo da chamada em si, mas também a taxa de conversão na página de destino, monitorando a qualidade das informações contidas na página.

Quando a taxa de saída é elevada na página de destino são comuns testes A/B com o conteúdo da página e também com os campos do formulário de conversão, visto que, a exigência de muitas informações pode desestimular o usuário a efetivar a ação, dependendo da fase que o lead se encontra no funil de vendas.

Com esses recursos uma URL que possa ser monitorada pode indicar quais alternativas apresentaram melhores resultados e consolidar as estratégias mais bem-sucedidas.

Pop-ups

O uso de pop-ups é comum principalmente em páginas de conteúdo, de forma que o rastreamento da URL pode ser usado para determinar qual o tipo de pop-up é mais atraente para o usuário, assim como algumas informações, como:

  • Localização do pop-up na página;
  • Cores utilizadas;
  • Tipo de chamada;
  • Conteúdo usado.

Com essa estratégia, para cada pop-up é criada uma URL pela qual é possível identificar o caminho realizado pelo usuário até chegar até determinada página.

Testes A/B

Como pudemos ver nos demais exemplos, as URLs rastreáveis são especialmente benéficas para quem deseja realizar testes A/B em diferentes tipos de campanhas.

Esse tipo de prática é extremamente importante, pois permite aprimorar os pontos positivos e melhorar aqueles que possam limitar um bom desempenho da campanha.

Vantagens da URL rastreável

Por fim, as vantagens de adotar uma estratégia de marketing digital utilizando a URL rastreável são variadas. Podemos destacar algumas:

  • Métricas obtidas: as métricas que podem ser obtidas com a estratégia é o que a torna mais relevante para a estratégia online, sendo possível identificar o volume do tráfego para uma determinada página e a origem dele;
  • Monitoramento de campanhas: ao poder monitorar as URLs é possível acompanhar o desenvolvimento de toda a campanha, visto que sabe-se quais estratégias têm originado o fluxo de visitas e com qual intensidade;
  • Ajuste de campanha: a partir das métricas e monitoramento o gestor da campanha pode ajustá-la com mais assertividade, pois é capaz de identificar quais os pontos fortes e os pontos fracos dela e dessa forma melhorá-la e otimizá-la de acordo com as tendências apresentadas pelos usuários;
  • Diferentes mídias: o URL Builder permite criar ULRs rastreáveis para campanhas realizadas em diferentes mídias, como e-mail marketing, mídias sociais, Google, links patrocinados, site, entre outros. A criação do link em uma única ferramenta facilita o procedimento e faz com que os gestores tenham mais domínio dos recursos disponíveis;
  • Google Analytics: o fato das informações sobre o link serem encaminhadas para o Google Analytics é uma vantagem, pois quem trabalha com marketing digital já está habituado com a ferramenta e assim possui mais agilidade em obter as informações nessa plataforma;
  • Otimizações: por fim, as otimizações possíveis de serem realizadas, tanto na campanha em execução, como em futuras campanhas também é um ponto positivo para a empresa. A ferramenta fornece o know how necessário para aprimorar campanhas e melhorar os resultados obtidos com as campanhas como um todo.

Como toda estratégia de marketing, o uso isolado do monitoramento de URL não trará os resultados desejados para as campanhas.

Ele deve ser associado a outras estratégias e oportunidades de otimização que façam com que o rastreamento da URL torne-se uma prática entre outras de igual eficiência.

Outro aspecto fundamental é que o responsável pela campanha seja capaz de interpretar as informações disponíveis e os dados do link e transformá-los em mudanças efetivas na estratégia da campanha, seja com mudança na mídia, no conteúdo, na chamada, nas cores, entre outras possibilidades que tornem a chamada mais atraente para o cliente.

Como vimos, as métricas são a alma do marketing digital e para aproveitá-lo é preciso saber identificar quais as melhores métricas para acompanhar nas suas estratégias digitais.

Confira o conteúdo “Principais métricas de Marketing que você deve mensurar para validar seus esforços” e conheça quais são elas!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!