O que é e como apresentar um webinar de sucesso

Esqueça quase tudo que costumava envolver uma palestra ou seminário tradicional: aluguel de sala, cadeiras, sistema de som, projetor, telão e até estacionamento. Hoje em dia já é possível dar palestras e aulas pela internet em tempo real, tornando tudo mais fácil e atingindo muito mais pessoas.

É isso que chamamos de webinar, também conhecido como hangout. Um webinar nada mais é do que um seminário online sobre um tema específico, geralmente transmitido ao vivo.

O objetivo desse post é justamente ser um guia para quem deseja fazer webinars. Aqui você vai conferir um passo a passo para colocar tudo em prática. Fique com a gente!

Benefícios: o que você ganha com um webinar

As marcas e empresas têm investido cada vez mais em webinars devido aos inúmeros benefícios que eles trazem.

Veja cada um deles e entenda como produzir um pode trazer resultados incríveis na sua estratégia de Marketing Digital!

Atenção

Enquanto muitos sites brigam pela atenção do público, quem faz um webinar costuma sair na frente. Muitas pessoas preferem participar de um evento ao vivo do que ler um artigo em um blog, por exemplo.

Quando você convida sua audiência para um evento, fica mais difícil ser ignorado.

Engajamento

Para o seu público, ver seu rosto ao vivo na câmera é excelente. Isso cria uma conexão muito maior entre vocês do que a comunicação através de texto, áudio ou vídeos gravados.

E a interação também cresce, já você pode responder dúvidas em tempo real. Como consequência, você ganha um público mais engajado e propenso a fazer o que pede.

Autoridade

Só o fato de você aparecer como apresentador já cria uma espécie de autoridade instantânea. Além disso, quando você assiste a um seminário ao vivo, fica fácil perceber quando o palestrante domina o assunto.

Se você se concentrar em entregar conteúdo de alto valor ao seu público, pode ter certeza que sua autoridade vai aumentar.

Tráfego

Webinars são ótimos para trazer visitantes até seu site, além de gerar inscrições para sua lista de e-mails.

Muitas vezes, só o fato de você fazer uma aula ao vivo para seu público gera uma série de consequências positivas, desde curtidas na fanpage até venda de produtos secundários que não foram anunciados no webinar.

Vendas

Dizem que a melhor forma de vender qualquer produto ou serviço é pessoalmente.

Porém, a segunda melhor forma é um webinar. A diferença é que, através da internet, você consegue escalar o seu alcance.

Dessa maneira, você transmite seu conteúdo para uma série de pessoas e também faz a oferta de venda para todas elas.

Um webinar com bom conteúdo é a melhor preparação antes de vender algo. Além disso, responder dúvidas ao vivo ajuda a fechar muitas compras de pessoas que estavam indecisas.

Objetivo: o que você espera do seu webinar?

Agora que você já sabe quais são os benefícios de um webinar, é hora de conhecer os diferentes objetivos que sua apresentação pode ter.

Algumas das metas mais comuns são:

Gerar novas leads: quando o tema do seu webinar é amplo, você tem a chance de atrair a atenção de muitas pessoas, gerando novos inscritos na sua lista de e-mails.

Qualificar suas leads atuais: você pode rodar um webinar para quem já está na sua lista de e-mails, apresentando um conteúdo mais avançado ou detalhado.

Dessa forma você educa seu público e deixa ele mais próximo da decisão de compra.

• Converter leads em clientes: como falamos anteriormente, webinars são ótimas oportunidades para fechar vendas (e costumam apresentar altas taxas de conversão).

É importante lembrar, entretanto, que para vender você precisa entregar conteúdo de qualidade durante o próprio webinar.

• Melhorar o relacionamento com os clientes: é muito comum fazer webinars exclusivos com conteúdos extras, tutoriais e respostas ao vivo. Isso é muito bem visto por quem já comprou de você e ajuda a reter os clientes.

Tema: você vai falar sobre o quê?

webinar - 3

Uma vez definido o objetivo do seu webinar, você precisa escolher um tema para ele. A maioria das pessoas está muito ocupada no cotidiano, por isso o título do seu seminário precisa ser bastante atrativo.

Se você não sabe por onde começar, analise os conteúdos de maior sucesso entre seu público. Eles costumam ser um ótimo ponto de partida.

Vejamos um exemplo:

Se um dos posts mais acessados no blog de uma empresa é “Como automatizar a emissão de notas fiscais”, este tema pode ser transformado em uma aula ao vivo.

Durante o encontro, o apresentador pode mostrar um tutorial de como fazer o processo passo a passo, quais ferramentas usar, etc.

Outra dica é olhar com atenção para as palavras-chave que trazem mais visitantes ao seu site.

Se determinados tópicos têm despertado o interesse da sua audiência, a tendência é que eles também funcionem para webinars.

Preparação técnica e logística: como deixar tudo funcionando

Webinar - 2

Depois de escolher o tema do webinar você estará empolgado para criar o conteúdo.

Mas antes disso é importante adiantar alguns outros aspectos da preparação:

Data

Quanto antes você marcar o dia e horário no calendário, mais rápido conseguirá se programar.

Além disso, lembre-se da meta estipulada. Se o objetivo do seu webinar for vender, por exemplo, pode ser interessante marcar para o início do mês (período em que as pessoas têm mais dinheiro).

Convidados

Ter convidados especiais é ótimo para atrair ainda mais pessoas, dar um tom de novidade e trazer conteúdos ainda melhores. Se você for contar com outros palestrantes, é importante avisá-los com antecedência.

Plataforma de transmissão

Do ponto de vista técnico, fazer webinars nunca foi tão fácil. Atualmente o Google Hangouts on Air permite fazer transmissões gratuitas sem limite de participantes!

A ferramenta é integrada com o Youtube, portanto seu webinar será transmitido ao vivo justamente através da sua conta do Youtube.

Para isso você terá que integrar sua conta do Gmail com o Google+ e Youtube. Os passos são os seguintes:

1. Crie uma conta no Gmail.

2. Abra uma conta no Google+

3. Comece um canal no Youtube.

4. Faça a integração do Google+ com o Youtube.

5. Faça o download e instale o plugin do Hangouts no seu navegador.

Com o Hangouts on Air você terá uma ótima plataforma a custo zero.

Só não esqueça de testar a transmissão previamente e se certificar de que tudo está funcionando!

Se no futuro você desejar dar um toque ainda mais profissional, poderá testar outras ferramentas, como o WebinarJam ou o Easy Webinar Plugin.

Essas plataformas apresentam recursos extras, como integração com serviços e e-mail marketing, envio de lembretes por SMS aos participantes, questionários ao vivo na tela, entre outros.

Landing Page

Uma landing page ou página de captura nada mais é do que a página em que as pessoas farão a inscrição para participar do seu webinar.

Lá elas terão que inserir pelo menos o e-mail para que sejam avisadas de tudo que estiver relacionado ao evento.

Além disso, a página deve conter o tema do seminário, data e outras informações relevantes.

Divulgação: como atrair audiência para sua apresentação

Chegou a hora de atrair inscritos para o seu webinar. Aqui você pode contar com diferentes canais de comunicação, usando tanto tráfego orgânico como tráfego pago.

As principais dicas são:

Envie um e-mail para os seus assinantes

Se você possui assinantes de newsletter no seu blog ou qualquer outra lista de potenciais clientes, essa é a hora de mandar um convite para eles.

Afinal de contas, são pessoas que já acompanham o seu trabalho e provavelmente terão interesse em participar.

Divulgue nas suas redes sociais

Prepare chamadas em todos os seus canais convidando o público para participar do webinar.

Experimente usar vídeos curtos no Facebook, Instagram, Snapchat e Youtube.

Também vale usar cards e imagens, tanto no Facebook como no Instagram. Não esqueça de sempre deixar um link para a sua landing page.

Faça anúncios

Caso você tenha alguma verba para investir, vale apostar em mídias pagas como o Facebook Ads e Google AdWords.

No caso do Facebook, você pode fazer um post na sua fanpage falando sobre o webinar e depois apenas impulsioná-lo.

Inclua alguns Call-to-Action no site

Um call-to-action (ou simplesmente CTA) é uma chamada para ação, convidando o usuário a tomar uma determinada iniciativa.

Nesse caso, você pode incluir banners na lateral do site ou até mesmo no meio e no final dos posts do seu blog.

Além disso, pode incluir links no próprio texto do blog, caso o assunto do post esteja relacionado com o que você vai mostrar na apresentação.

Avise seus parceiros

Se você tiver outros palestrantes convidados no webinar, é provável que eles estejam dispostos a divulgar o evento também.

No entanto, é importante que eles não se sintam obrigados a fazer nenhuma divulgação, a não ser que isso seja parte do acordo entre vocês.

Conteúdo: o que você precisa para encantar o seu público

webinar - 1

Até agora você já conheceu os benefícios de um webinar, os prováveis objetivos da sua apresentação, a definição do tema, a parte técnica para colocar seu seminário no ar e as principais dicas para a divulgação.

Mas tudo isso só faz sentido se você tiver uma peça-chave: um conteúdo matador.

O erro nº 1 dos iniciantes

Ao preparar o conteúdo para um webinar, muitos iniciantes pensam o seguinte:

“Se eu ensinar tudo que sei, ninguém vai comprar meu produto ou serviço”.

Essa percepção até faz sentido do ponto de vista do organizador, mas tente se colocar no lugar da audiência.

Quando você vê que uma pessoa está entregando um conteúdo de alto valor e passando o máximo de conhecimento a você, sem dúvida a sua admiração e confiança por ela crescem.

Consequentemente, as suas chances de fazer negócio com essa pessoa também aumentam.

Ou seja, na hora de planejar o conteúdo do seu webinar, não tenha medo de entregar o que você tem de mais valioso.

É dessa forma que você vai gerar o máximo de engajamento possível.

Roteiro

Por mais que você tenha pleno domínio do assunto que vai tratar no webinar, não deixe de fazer um roteiro.

A quantidade de detalhes pode variar conforme a sua necessidade, mas o ideal é que você tenha pelo menos os pontos principais.

Aqui vai a nossa dica de estrutura:

• Introdução e sua história pessoal (5 a 10 minutos)

• Apresentação principal (25 a 30 minutos)

• Perguntas e respostas (10 minutos)

Além disso, lembre-se de que você deve terminar sua apresentação principal com um call-to-action (chamada para ação).

Você pode usar os últimos 5 minutos da apresentação principal para fazer a oferta de um produto, sugerir que a sua audiência assine uma lista de e-mails exclusiva ou simplesmente pedir que as pessoas curtam a sua página do Facebook.

Apresentação visual

É muito comum usar uma apresentação de slides durante o webinar.

O fato de ter textos e imagens na tela facilita para o próprio organizador e também para o público, que consegue acompanhar e fazer anotações.

Algumas opções para montar os slides são o famoso PowerPoint, o Keynote (caso você use Mac), o Prezi ou até mesmo o Google Slides, que pode ser acessado pelo Google Drive.

Contudo, você não vai querer fazer uma palestra chata. Pelo contrário: sua missão é captar e reter a atenção da audiência, mantendo todos engajados.

Para isso, você deve preparar um design agradável e chamativo. Separe um tempo para testar diferentes cores, fontes e imagens a fim de deixar sua apresentação bonita e moderna.

As dicas gerais são: use fontes de tamanho grande; resuma o conteúdo em frases curtas; ilustre com ícones e imagens; e varie as cores ao longo da apresentação.

Recapitulando

Usar webinars no seu negócio é, sem dúvida, uma das melhores formas de se conectar com a sua audiência.

Através das apresentações ao vivo e online, você pode facilmente conseguir mais tráfego, mais engajamento, mais vendas e mais clientes felizes.

Então que tal recapitular os passos para apresentar um webinar de sucesso?

Ah, também incluímos aqui uma sugestão de cronograma para te ajudar ainda mais:

Três semanas antes do evento:

• Definição do objetivo

• Definição do tema

• Definição da data

• Contato com palestrantes parceiros

Duas semanas antes do evento:

• Configuração da landing page

• Divulgação (e-mail, redes sociais, site ou blog, parceiros, anúncios pagos)

Na semana do evento:

• Testes com a plataforma de transmissão

Preparação do conteúdo (roteiro, slides)

No dia do evento:

Teste da conexão com a internet

Teste do áudio, câmera, enquadramento, luz, microfone, etc.

• Envio de e-mail de lembrete aos inscritos

• Apresentação do webinar (introdução, interação com o público, apresentação principal, call-to-action, perguntas e respostas, agradecimentos)

Após o evento (caso se aplique):

• Envio dos slides por e-mail para os participantes

• Envio da gravação para quem não conseguiu assistir

• Pesquisa de satisfação

• Configuração de landing page para novas pessoas que quiserem acessar a gravação

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender melhor os passos necessários para um webinar de sucesso.

Por mais que pareça muito difícil agora, não deixe de fazer o seu. Com o tempo, só vai ficar mais fácil. Além disso, os benefícios são muito maiores do que qualquer imprevisto ou nervosismo que possa surgir.

Ei, não vá embora ainda. Temos conteúdo complementar que pode ser útil para você: Checklist incrível para Webinars!

ebook-marketing-digital-baixe-agora

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!