Análise de concorrentes em uma estratégia de conteúdo

Análise de concorrentes para otimização da sua estratégia de conteúdo

A análise de concorrência é essencial em diferentes estratégias de Marketing Digital, e na estratégia de conteúdo não poderia ser diferente. Entenda como fazer uma análise de concorentes para uma estratégia consistente de conteúdo!

Não importa se você está começando do zero ou otimizando uma estratégia de conteúdo: conhecer, entender e acompanhar o que os seus concorrentes fazem é essencial para tomar decisões que realmente entreguem resultados para sua empresa.

E é importante destacar: não estou falando de copiar conteúdos que seus concorrentes produzem.

A ideia aqui é tirar o máximo das lacunas que existem na produção de conteúdo no seu nicho de mercado.

Você vai terminar esta leitura com os conhecimentos para analisar seus concorrentes mais importantes e tirar daí planos de ação que ajudem sua empresa a se destacar como produtora de conteúdo autêntico que entregue valor para sua audiência.

Vamos lá?

Quem são seus verdadeiros concorrentes?

Você certamente já tem em mente alguns nomes, mas essa etapa requer um pouco mais de atenção.

Definir quem são seus concorrentes em sua estratégia de conteúdo vai além de mapear as empresas que competem diretamente pelo mesmo mercado que você.

Normalmente, empresas que vendem um produto/serviço similar ao seu também são concorrentes na criação de conteúdo. Afinal, seus concorrentes estão resolvendo dores de uma persona muito similar, muitas vezes a mesma que a sua.

Mas, para uma análise de concorrência em uma estratégia de conteúdo, você precisa levar em conta empresas que criam conteúdo direcionado para a mesma persona que a sua, mesmo que os produtos/serviços em si não sejam competidores diretos.

Estes são seus concorrentes de conteúdo.

E por onde começar a identificar seus concorrentes?

Bom, a resposta é onde todas nossas dúvidas costumam ser resolvidas: no Google.

Faça uma pesquisa pelos principais termos relevantes de topo, meio e fundo de funil para a sua persona. Quais empresas se destacam?

Leve em consideração seus concorrentes diretos que estão atrasados na produção de conteúdo. Mesmo tendo pouca participação nos resultados de busca, eles competem pela mesma fatia de mercado que você e merecem sua atenção.

Nessa etapa, uma ferramenta que pode ajudar muito é o SEMrush. Ao fazer uma análise geral do domínio marketingdeconteudo.com, por exemplo, esta ferramenta apresenta os principais domínios que concorrem pelas palavras-chave que você ranqueia.

SEMrush principais concorrentes orgânicos

Essa análise mostra quais os principais concorrentes de conteúdo do nosso domínio, quantas palavras-chave ele tem indexadas, e quantas palavras-chaves outros domínios têm em comum conosco.

O SEMrush é uma ferramenta paga, mas que oferece uma quantidade enorme de informações que podem ajudar a analisar seus concorrentes. Por isso, ela vai aparecer outras vezes neste post.

A partir dessas análises, monte sua lista de concorrentes com aqueles que você realmente precisa acompanhar.

Registre a estratégia de conteúdo de cada concorrente

Essa é a etapa mais operacional do processo. O tempo gasto nela vai variar muito dependendo do nível de investimento em conteúdo dos seus concorrentes.

É hora de dissecar a estratégia de conteúdo, e isso deve ser feito levando em conta:

  • canais;
  • tipo de conteúdo;
  • quantidade de conteúdo;
  • frequência de postagem;
  • tópicos abordados.

Você pode fazer isso por meio de uma planilha na qual vai registrar cada dado de um concorrente para facilitar sua análise depois. Um exemplo simples de tabela para registrar seus resultados fica assim:

Tabela de concorrentes em conteúdo

Planilha para análise dos concorrentes

Preencha o seu email e receba esse template gratuitamente!


O direcionamento do conteúdo para a etapa do funil de vendas é muito importante para uma estratégia de conteúdo, entretanto vou deixá-lo de fora desta análise.

Uma empresa tem que ter materiais de todas as etapas do funil para cada canal e tópico, portanto esta análise não vai trazer grandes insights.

Mas lembre-se: não deixe de levar a etapa do funil em consideração em sua estratégia de conteúdo!

E como analisar cada aspecto de uma estratégia? Vamos por partes.

Canais

Analise em quais canais seu concorrente publica conteúdo.

É importante descobrir se ele tem mais de um blog, se publica materiais ricos em seu site, se tem uma conta no Youtube, se promove Webinars (e onde os transmite), se produz material exclusivo para alguma rede social ou qualquer outro canal de comunicação que receba conteúdos.

O SimilarWeb é uma ferramenta gratuita que pode ajudar a entender quais canais levam tráfego para o site de seu concorrente.

Ela permite mapear qualquer domínio e dá informações como tráfego (em uma previsão aproximada), tempo no site, páginas por acesso, e o mais relevante aqui: fontes de tráfego.

Origem do tráfego Similar Web

Além de mostrar de onde vem as visitas que um domínio recebe, você pode ainda visualizar as fontes separadas por área. Por exemplo, é possível saber de quais redes sociais específicas vem os acessos originados de mídias sociais.

Origem tráfego por canal Similar Web

Com isto, você vai ter um panorama de onde seu concorrente atua e quais nichos específicos ele procura atingir.

Tipo de Conteúdo

Mapeie toda a produção de conteúdo do seu concorrente, buscando identificar quais tipos de conteúdo são produzidos para cada canal. Alguns dos mais comuns são:

  1. Blog posts
  2. Ebooks
  3. Webinars
  4. White papers
  5. Vídeos
  6. Listas
  7. Infográficos
  8. Reviews
  9. Tutoriais
  10. Estudos de caso
  11. Entrevistas
  12. Pesquisas
  13. Templates
  14. Ferramentas

Cada um desses tem um objetivo estratégico, e entender como seu concorrente distribui seus investimentos de criação de conteúdo mostrará um pouco do seu planejamento de marketing.

Quantidade de conteúdo e frequência de postagem

Mapeie quantos conteúdos seu concorrente tem em cada canal e com qual frequência ele publica novos artigos. Para acompanhar seus lançamentos é importante seguir suas redes sociais e monitorar o blog e as newsletters.

Além disso, este acompanhamento mostrará como seu concorrente está direcionando seus investimentos e esforços mensalmente.

Tópicos

Procure entender quais os tópicos que seu concorrente aborda nos conteúdos. Pense em uma perspectiva macro, selecionando temas mais abrangentes, e divida em categorias mais específicas na medida do possível.

Normalmente, empresas focam sua produção de conteúdo em tópicos que seu produto/serviço oferece e tem como ponto forte.

À medida que os tópicos de primeira relevância vão se esgotando, as empresas começam a produzir conteúdos sobre seus pontos fracos ou assuntos que não se relacionam com seu produto diretamente.

Nesta análise, o SEMrush volta a ser muito útil. Ele permite avaliar quais são as palavras-chave que seu concorrente ranqueia. Ao fazer isto, é possível identificar tópicos que são mais abordados.

Segue um exemplo de como uma análise desta poderia ser feita no marketingdeconteudo.com:

Tópicos SEMrush

Você pode organizar as palavras-chave de acordo com a posição nos resultados de busca que seu concorrente ocupa, volume de busca, tendência, entre outras opções. Isto te mostrará muito sobre tópicos abordados e a qualidade dos conteúdos (spoiler do próximo passo).

Analise a qualidade dos conteúdos

Com todos estes dados devidamente documentados, é hora de passar para uma parte mais analítica do processo. Você precisa avaliar os conteúdos do seu concorrente, buscando enquadrá-los em uma escala de qualidade.

Nesse ponto, você pode estar com uma dúvida importante: o que é conteúdo de qualidade?

Não existe fórmula perfeita, mas basicamente estamos falando de um conteúdo que una Marketing de Conteúdo (direcionamento estratégico e foco na dor da persona), SEO (entender o Google e como ele lê seu texto), uma boa escrita e produção visual (organizada e adequada à sua persona).

É importante lembrar que um post de 500 palavras pode ter tanta qualidade quanto um Ebook de 3.000 palavras, assim como um conteúdo de topo de funil pode ser tão bom quanto um de fundo de funil.

Qualidade não vem de tamanho, mas de quão bem um conteúdo atende aos requisitos que mencionei anteriormente.

O SEMrush pode te ajudar a avaliar a qualidade e relevância dos conteúdos criados pelo seu concorrente, afinal, ele te mostra como o Google vê a qualidade de um conteúdo.

Procure pelo ranqueamento dos conteúdos do seu concorrente e tente entender o que o leva a aparecer ou não entre os melhores resultados para buscas de palavras-chave importantes para seu negócio.

Outra dica é levar em consideração o desempenho dos conteúdos em redes sociais. As publicações de lançamento de cada material geram engajamento? Pessoas deixam feedbacks nos comentários?

No nosso Kit de Análise de Concorrentes Digitais, selecionamos ferramentas que podem te ajudar a acompanhar o impacto de empresas nas redes sociais. Confira aqui!

Estabeleça um padrão de medida. Pode ser uma nota de 1 a 5, uma escala que vá de qualidade baixa a alta, enfim: o importante é ter um método de classificação único. Isso será muito importante na próxima etapa da análise.

Entenda como criar conteúdo competitivo autoral

Se você seguiu cada uma das etapas anteriores, já tem muitos dados sobre a estratégia de conteúdo de seus concorrentes.

É hora de cruzá-los e analisá-los, a fim de entender como você pode otimizar a sua estratégia de conteúdo com base nas suas forças e diferenças.

Sua análise deve partir de alguns pontos cruciais, mas pode ser estendida de diversas formas. Listei as análises mais importantes a serem feitas e quais otimizações você pode fazer em sua estratégia de conteúdo com base nelas.

Quantidade de conteúdo X Tópico X Qualidade

Talvez a análise mais valiosa em uma avaliação de conteúdo.

Entender com qual profundidade seu concorrente aborda cada tópico vai mostrar como ele organiza sua prioridade de investimento dentro da sua estratégia.

Você conseguirá visualizar quais tópicos ele entende como sendo os mais importantes para gerar oportunidades, e quais ele considera secundários.

Essa análise vai mostrar várias lacunas de tópicos de conteúdo nas quais você pode focar para ganhar visibilidade e autoridade online.

E, o mais importante aqui: você pode identificar temas para os quais seu concorrente gera muitos conteúdos, mas que não estão sendo produzidos com grande qualidade. Essa é uma oportunidade de investir em conteúdos melhores, que concorram pelo lugar mais alto nas ferramentas de busca.

Ao olhar para os resultados desta análise, não deixe de comparar sempre com o que você faz.

Diferenças no foco temático dizem muito sobre como a empresa enxerga suas forças competitivas e vão fornecer insights sobre em quais áreas você deve concentrar sua produção de conteúdo.

Lembre-se: se um concorrente tem um tópico muito abordado e com qualidade, reflita sobre a importância que ele representa para sua estratégia de Inbound Marketing.

Avaliar com clareza suas chances de competir por um tópico pode maximizar suas chances de gerar resultados com seu conteúdo.

A análise tópico x tópico é essencial para gerar insights. Por sorte, o SEMrush permite fazer isso com extrema facilidade. Ao comparar dois domínios, você pode visualizar:

Palavras-chave que vocês concorrem diretamente:

Palavras-chave concorrência direta SEMrush

Palavras-chave que seu concorrente rankeia e você não:

Palavras-chave concorrentes SEMrush

Palavras-chave que você rankeia e seu concorrente não:

Palavras-chave dominio SEMrush

Nunca perca de vista suas forças em relação ao concorrente. Em que seu produto/serviço é melhor que o dele? Isso vai ser um guia importante na hora de definir os tópicos prioritários em sua estratégia.

Template de apresentação para Análise SWOT

Acompanhe suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças com a ajuda do nosso template gratuito. Basta preencher o seu email:


Quantidade de conteúdo X Canal

Essa análise vai te mostrar qual a importância que seu concorrente dá para cada canal. A escolha de um canal de comunicação parte da demanda da persona, e não o contrário.

Mapeie qual canal seu concorrente está deixando de lado e avalie se é uma oportunidade de criação de conteúdo. Lembre-se sempre de que esse mesmo canal tem que ser relevante para sua persona. Você precisa estar onde ela vai encontrar você.

Procure também canais em que você compete diretamente com seu concorrente, mas poderia investir mais esforços para ganhar a frente e conseguir mais tráfego e relevância.

A frequência de postagem por canal pode mostrar como seu concorrente está direcionando os esforços dele em períodos mais curtos.

Quantidade de conteúdo X Tipo de conteúdo

Quais formatos de conteúdo seu concorrente prioriza? Quais ele deixa passar? A resposta para essas perguntas pode ser encontrada por meio dessa análise.

Procure entender por que alguns formatos são priorizados em detrimento de outros, e como você pode tirar vantagem dos tipos de conteúdo que seu concorrente não produz.

Tente entender se os tipos de conteúdo que ele produz estão alinhados com os canais escolhidos e como você pode usar os canais que você tem como diferencial para sair na frente.

Se puder, coloque o fator qualidade nesta análise.

Entender onde estão os grandes esforços de produção dos seu concorrente pode te ajudar a entender quais tipos de conteúdo geram mais valor para sua persona e devem ser priorizados.

Frequência X Tópico

Essa análise vai te mostrar como seu concorrente divide sua produção de conteúdo entre cada tópico.

Entender em qual assunto ele concentra seus esforços pode indicar direções estratégicas que ele pretende levar seu negócio, assim como tópicos que vêm recebendo pouca atenção.

Quando vários novos conteúdos têm foco claro em um tópico, seu concorrente pode estar tentando uma estratégia de gerar volume para ganhar as primeiras posições para aquele assunto.

Esta pode ser uma informação importante para você se precaver e investir em proteção para seus artigos que já rankeam entre os primeiros.

Se um tópico importante está “esquecido”, tente entender o motivo.

Seu concorrente já ranqueia bem para este assunto ou simplesmente preferiu direcionar seus esforços para outros tópicos?

Esses são quatro exemplos de análises simples, mas que podem trazer muitas informações sobre a estratégia de conteúdo de seus concorrentes, assim como ideias para otimizar sua própria produção de conteúdo.

Uma atividade importante para alguns nichos é acompanhar concorrentes de conteúdo estrangeiros. Em alguns mercados, as inovações e tendências começam na Europa ou América do Norte antes de chegar ao Brasil

Mesmo normalmente não concorrendo pelo mesmo espaço de visibilidade que o seu, saber quais os tópicos estão sendo abordados, por quais canais e com qual estratégia de conteúdo pode colocar você em uma posição de vanguarda no seu mercado.

Existem diversas outras análises que podem ser feitas para descobrir como seu concorrente pensa e executa suas produção de conteúdo.

Uma vez que você faz um acompanhamento periódico de como ele executa a estratégia, você terá em mãos a capacidade de tomar decisões mais alinhadas com os objetivos estratégicos da sua empresa.

Para acompanhar de perto seus concorrentes, preparamos um kit com as melhores ferramentas para analisar seus concorrentes. Quer conferir? Baixe agora mesmo!

Analise Concorrentes Digitais

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo