Pós-venda e automação de marketing

Como trabalhar a pós-venda com automação de marketing?

Que a automação é essencial para marketing você provavelmente já sabe. Mas como usá-la no pós-venda para aumentar o engajamento e satisfação do consumidor e ainda possibilitar novas vendas? Entenda agora mesmo!

O assunto de automação de marketing é muito quente no momento. E isso não acontece sem razão!

Cada vez mais as empresas estão percebendo que vale a pena investir em uma ferramenta de automação de marketing para liberar mais tempo para sua equipe. Menos trabalho com mais impacto — esse é o sonho!

Trabalhar no relacionamento com o cliente nunca foi tão fácil.

Manter uma comunicação frequente com o cliente é uma forma de trabalhar o seu relacionamento com ele e aproveitar para fidelizar os seus usuários — tudo isso sem gastar muito tempo nem investir esforço.

Tudo que você precisa é um software de email marketing e a sua base de dados.

Mas mesmo com a maioria concordando que a automação de marketing oferece muito potencial para todos os tipos de marcas, muitas lojas online ficam sem saber o que fazer para implementar a automação de marketing no seu dia a dia.

Sim, a teoria é bastante simples — mas as ações concretas podem ser mais difíceis de definir.

Por isso, damos aqui algumas dicas que todas as empresas podem implementar para aproveitar de todo o potencial de automação de marketing no pós-venda.

automaçao de marketing CTA de post

1. Automação de marketing para ativação

Essa dica é para aquelas empresas que oferecem um produto que pode ser difícil de usar ou tem muitas funcionalidades.

A questão é que, quando o cliente compra o seu produto, ele comprou pelo valor desse produto — e se o cliente não sabe usar, então não obtém o valor que foi prometido.

O truque é enviar uma série de emails que vão educar e guiar o cliente no uso no seu produto. As empresas que mais usam este tipo de estratégia com automação de marketing são aquelas que vendem softwares: um item que exige tempo para aprender a ser usado de maneira adequada.

Na sua marca, procure se informar e descobrir se existe certo aspecto do seu produto que confunde os seus clientes, ou alguma funcionalidade que eles não usam — sim, eles podem apenas não precisar dessa funcionalidade, mas, na dúvida, é melhor instruí-los para que possam aproveitar tudo que a sua empresa tem para oferecer.

Assim, você vai ativando os seus clientes, para que eles usem cada vez mais o seu produto e que vejam que o valor inicial que você vendeu realmente existe e traz certos benefícios aos que o usam.

2. Automação de marketing para retenção de clientes

Sim, vale a pena trabalhar na retenção de clientes, já que é muito mais fácil e barato do que conquistar novos clientes.

Para isso, a sua marca precisa formar uma conexão com o cliente, mostrar que existe um relacionamento — construir certa confiança.

Embora isso não seja algo fácil, pense em como você poderia ter um relacionamento melhor com o cliente com uma comunicação clara e frequente — o que o cliente tem a ganhar? O que você tem a oferecer?

Tudo isso parece abstrato, mas na verdade é bem simples. Confira alguns exemplos práticos:

Manter o cliente bem informado sobre onde a compra feita está

 

Certas ferramentas chamam este tipo de gatilho para disparos “disparo de atualização”.

Todos nós ficamos ansiosos quando compramos algo online — é natural querer saber onde está a compra e quanto tempo mais ela vai demorar para chegar. Aproveite o fato que a automação de marketing é fácil e informe o cliente com cada nova etapa da jornada do produto.

Um email quando o produto estiver embalado e pronto para ser enviado. Outro email quando o produto for enviado. Mais um email justo antes da entrega.

A grande maioria dos clientes preferem ser informados da entrega — assim eles podem se programar e ter alguém em casa para receber o produto.

Oferecer descontos ou cupons

Faça bom uso de datas especiais, como feriados e aniversários.

Oferecer algo para ajudar o cliente a celebrar uma data especial é sempre uma boa iniciativa — desta maneira, você não só está trabalhando no seu relacionamento com o cliente, mas efetivamente encorajando as vendas da sua empresa.

Manter o cliente por dentro das últimas da empresa

Isso é feito pela grande maioria das empresas que fazem marketing de conteúdo.

O que você precisa para fazer isto é informação que tenha algum tipo de valor para o cliente.

Esse valor pode ser informar o cliente sobre um novo produto que ele pode gostar ou uma notícia do setor que vai afetar a sua empresa.

O importante é você não mandar emails com coisas que não estão diretamente relacionadas com a sua marca ou com o cliente.

3. Automação de marketing para cross-selling

Sim, é empolgante enviar mensagens para os seus clientes com outros itens na esperança que eles voltem a comprar.

Mas para você conseguir fazer o cross-selling com automação de marketing existe um fator crucial: a segmentação.

Tudo vai depender de quanta informação você possui dos seus clientes e como você consegue usar essa informação para dividir os clientes em grupos pequenos de pessoas que são mais ou menos parecidas entre si.

Com isso, você pode programar a ferramenta de automação de marketing para enviar emails de acordo com o comportamento do cliente no passado.

Mais especificamente para uma loja online, alguns indicadores de como dividir os seus cliente podem ser:

  • Tamanho da roupa (especialmente útil para lojas que vendem roupas extra grandes ou extra pequenas)
  • Estilo/escolha de cores (roupa de escritório ou roupa de praia?)
  • Tipo de roupa (é uma mulher que adora usar vestidos e nunca calças? Ou um homem que apenas usa calças e nunca shorts?)

Outra maneira de encontrar itens adicionais para mostrar para o cliente é ver os itens comprados no passado e encontrar itens complementares.

Um exemplo prático seria uma empresa que vende acessórios para eletrônicos: se uma pessoa comprou uma capa para um Iphone divertida com flamingos, ela pode ter chances altas de se interessar em fones de ouvido com combinam com a sua nova capa de telefone.

4. Automação de marketing para indicações

Encontrar uma maneira de trabalhar a pós-venda e ao mesmo tempo conseguir novos clientes pode ser incrivelmente difícil para qualquer empresa.

Mas, felizmente, existe uma forma de fazer ambos com automação de marketing: as indicações dos clientes aos seus amigos.

A chave é identificar os clientes que interagem com a sua empresa, as pessoas que gostam do seu produto e da sua marca.

Entre os seus clientes, essas pessoas podem ser aqueles que deixam comentários ou resenhas, os que são fiéis e sempre voltam para comprar mais, ou os que compartilham os seus posts em redes sociais.

Uma vez que você encontrar uma métrica para decidir quais clientes mais interagem, programe a sua ferramenta para enviar emails pedindo recomendações a amigos.

Um simples email oferecendo um desconto de 10% para qualquer amigo que recebeu a recomendação e logo fez uma compra pode trazer muitos novos clientes com um custo extremamente baixo.

No final das contas, sistemas de automação de marketing podem fazer toda a diferença na experiência de compra do seu cliente. E aí? Já está pronto para implementar estas dicas e oferecer ainda mais valor aos seus clientes?

Este conteúdo foi produzido pela Mailify.

email marketing trends

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo