computador e mesa

Como criar um design incrível para seu blog e se destacar

Ter um bom design para seu blog é fundamental para tornar a experiência do usuário melhor e conseguir engajá-lo com o conteúdo oferecido. Entenda os elementos de um bom design para blogs!

Não adianta apenas produzir conteúdo de qualidade. Criar um bom design para o blog faz toda a diferença no momento de atrair mais leitores e fazer com que eles naveguem e compartilhem os posts.

Afinal, aqueles velhos ditados de que “a 1ª impressão é a que fica” e de que “uma imagem vale mais do que mil palavras” trazem algumas verdades.

Querendo ou não, o ser humano é muito visual, e a aparência pode, sim, fazer com que uma pessoa goste ou não do seu blog.

Mas como criar um bom design para o blog, então? Será que é preciso jogar tudo fora e começar do 0? O que priorizar em meio a tantos elementos visuais?

Confira algumas dicas que vão te ajudar nessa tarefa!

Por que o design importa

O design compreende todos os elementos que vão compor o seu blog. Ou seja, desde o logo até o estilo da fonte e a formatação dos posts.

Quando alguém acessa o blog pela 1ª vez, é o design que vai criar identificação e fazer com que a pessoa sinta que está no lugar certo.

Ao mesmo tempo, ele também será responsável por determinar com que o usuário navegue pelos conteúdos, compartilhe os posts e volte mais vezes.

Tudo isso significa que o design é determinante para ter um blog de visibilidade e, claro, que traga algum retorno para o seu negócio.

Assim como um site precisa ser pensado com base experiência do usuário e trazer um layout atrativo, o blog também precisa seguir alguns princípios para se tornar relevante.

Como criar um bom design para o blog

Mantenha a simplicidade

Menos é sempre mais, e isso também vale para um bom design para o blog. Tentar enfeitar muito a página e enchê-la de elementos vai mais atrapalhar do que ajudar na leitura dos posts.

Por isso, a partir do momento em que você começar a mexer no layout, cores e demais elementos, não tire da cabeça a seguinte regra: “deixe o mais simples possível”.

E, sempre que você achar que algo está faltando, experimente tirar um elemento em vez de colocar ainda mais coisas.

Lembre-se da funcionalidade

De nada adianta o seu blog ficar lindo se ele não for funcional e se os usuários não conseguirem navegar ou encontrar informações com facilidade.

E é exatamente por isso que um bom design para o blog compreende tanto a parte estética quanto a experiência de navegação.

A maioria das pessoas quer encontrar as informações que elas precisam de maneira fácil e rápida. Por isso, você deve se perguntar qual será o propósito do seu blog para começar a pensar no layout.

Uma boa dica é estudar as personas do seu blog e pesquisar quais os sites e outros blogs que elas estão acostumadas a acessar. Quanto mais dentro do “padrão” você conseguir se encaixar, mais familiarizadas elas se sentirão, diminuindo as chances de rejeição.

Isso significa que, por mais tentador que seja inovar, é preferível se manter na área comum do que optar por layouts muito diferentes daquilo que já é feito.

Torne a leitura agradável

Um post nunca deve conter apenas texto. As imagens são fundamentais para tornar a leitura mais agradável e interessante. Além disso, recursos visuais têm o poder de comunicar ideias de forma mais rápida e simples.

Para criar uma boa imagem para ilustrar o seu post, no entanto, você deve seguir uma regra simples de distribuição dos elementos. Divida-a em 9 partes iguais e deixe os elementos mais importantes nas intersecções entre elas.

Essa estratégia tornará a imagem mais atrativa e a compreensão ainda mais fácil.

Coloque a clareza acima de tudo

Quando um usuário visitar o seu blog pela 1ª vez, ele deve conseguir responder algumas questões imediatamente:

  • por que esse blog é útil?
  • o que eu posso fazer ou conseguir aqui?
  • qual é o propósito desse blog?

Se essas perguntas não podem ser respondidas atualmente, é sinal de que você não tem um bom design para o blog.

É importante que o objetivo que você se propõe a alcançar seja claro e facilmente identificável.

Digamos que o seu blog apresente as últimas novidades de tecnologia. Transmita essa mensagem logo no topo para que as pessoas se identifiquem e, assim, interessem-se em navegar pelo conteúdo.

Lembre-se de que as pessoas começam a ler uma página pelo canto superior esquerdo. Então, considere essa como uma área nobre para dar as respostas.

Tome cuidado com a leitura dos posts

Quem nunca acessou um blog com o fundo preto e as letras amarelas e sentiu uma enxaqueca quase que imediatamente?

Se o objetivo do seu blog é justamente fazer com que as pessoas leiam o conteúdo, você também precisa pensar na formatação do texto para facilitar a ação.

Use fontes grandes e de, ao menos, 14 pixels e tente manter as frases curtas para não tornar a leitura cansativa. Também é recomendável que cada parágrafo tenha até 4 linhas.

Não deixe de incluir bastante espaço em branco e de dividir o texto em subtítulos para facilitar a leitura. Usar o negrito também ajuda na escaneabilidade das palavras e, inclusive, para que a pessoa identifique se aquele conteúdo é interessante para ela.

Cuidado com os bancos de imagens

Os bancos de imagens são de grande ajuda para ilustrar os posts e, até mesmo, para criar o layout do blog.

No entanto, você deve tomar cuidado para não abusar desse recurso e afastar os leitores em vez de aproximá-los.

É difícil encontrar imagens que reflitam a nossa cultura e, principalmente, as pessoas brasileiras. Além disso, algumas dessas fotos já estão bastante batidas, e você pode passar a impressão de que o conteúdo não tem nada de novo.

Se possível, opte por criar as próprias imagens e, principalmente, trabalhar gráficos e infográficos que facilitem o entendimento da informação do post.

Mantenha sua atenção além da 1ª página

Quando falamos de um blog, é importante lembrar que grande parte dos visitantes serão direcionados para um post específico. Por isso, alguns deles nem ao menos chegarão a visualizar a sua home.

Isso significa que você não deve focar exclusivamente na 1ª página e deixar as demais como um trabalho secundário.

Tenha em mente que cada URL conta pontos no momento de atrair e manter os visitantes. Por isso, mantenha uma coerência e crie um bom layout e navegação em cada uma delas.

Faça as pessoas navegarem pelo blog

Outro grande objetivo de um blog é fazer com que as pessoas naveguem por diversos conteúdos, certo?

Por isso, de nada vai adiantar ter um monte de posts incríveis se ninguém jamais souber que eles estão lá.

Pense em maneiras de tornar mais fácil encontrar esses posts. Além de trazer os conteúdos em destaque ou temas relacionados a cada página, pense em como organizar as categorias de forma simples e intuitiva.

A regra do “menos é mais” se aplica novamente aqui. Foque em poucas categorias e, a partir delas, vá desenvolvendo os conteúdos para que qualquer novo visitante não sinta nenhuma dificuldade em encontrar o que precisa.

Não se esqueça do design responsivo

É claro que a adaptação a diferentes plataformas não poderia ficar de lado quando falamos de criar um bom design para o blog.

É cada vez maior o número de pessoas que consome conteúdo pelo celular. Por isso, você precisa garantir que eles também terão uma excelente experiência ao acessar o blog.

Faça o teste em diferentes dispositivos para ver como o conteúdo é carregado em cada um deles. Para ajudar, uma boa dica é acompanhar pelo Google Analytics quais são os aparelhos mais usados e, a partir daí, priorizar os mais comuns ou importantes.

O que não pode acontecer é a pessoa precisar dar zoom na tela ou, pior ainda, ter o conteúdo cortado porque ele não se adaptou ao celular ou ao tablet que ela está usando.

Mude apenas quando necessário e quebre as regras

Por fim, é importante dizer que você não deve trocar o design do seu blog todos os anos para acompanhar as últimas tendências.

Como dissemos no tópico anterior, as pessoas precisam se sentir familiarizadas com o layout para que continuem navegando. Por isso, muitas mudanças podem atrapalhar em vez de ajudar.

Faça alterações apenas quando elas estiverem prejudicando os resultados do blog ou realmente estiverem defasadas.

Também vale dizer que, de vez em quando, é importante quebrar algumas regras. Para isso, primeiramente você deve conhecê-las a fundo e entender o que realmente dá certo para o seu público e o que não funcionou como o esperado.

Tenha sempre em mente que nenhuma verdade é absoluta. Pode ser que fazer o oposto do que todo o mundo está fazendo torne o seu blog mais relevante. Mas isso você só saberá após estudar o comportamento dos leitores e realizar muitos testes!

Quer conhecer mais algumas dicas para o seu blog se destacar e trazer mais retorno para o negócio? Então não deixe de ler o nosso guia para aprender a personalizar e a mensurar os resultados das suas páginas!

guia definitivo do blog corporativo

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo