Buzz Content

Descubra o que é Buzz Content e se você deve investir nessa estratégia

Investir apenas em conteúdo evergreen pode não ser a chave para o sucesso. Quer descobrir novas estratégias para seu blog? Conheça o buzz content!

Imagino que você já ouviu que deve-se sempre priorizar conteúdos evergreen. Mas será que essa é uma verdade inquestionável?

O conteúdo evergreen tem vantagens inquestionáveis, mas estamos buscando sempre novas maneiras de inovar aqui na Rock para conseguir um aumento constante no tráfego do maior blog de marketing digital do Brasil.

Para que isso aconteça, é necessário estratégia, envolvimento e criatividade.

Em nossas várias tentativas de chegar à uma nova fonte geradora de tráfego constante, nós descobrimos uma estratégia: o buzz content.

Buzz content são conteúdos que geram um tráfego alto no momento de divulgação, mas não geram resultados orgânicos nos buscadores ao longo do tempo.

E então, fica a pergunta: será que vale mesmo a pena investir em buzz content?

Bom, vou te explicar tudo sobre o assunto com números reais da nossa estratégia para que cheguemos à uma conclusão ao fim do texto.

O que é Buzz Content?

Buzz Content são conteúdos produzidos com o objetivo de gerar buzz em torno de algum assunto, ou seja, ter pessoas falando sobre aquilo.

A característica principal do buzz content é que ele é momentâneo: ele explora um assunto atual e/ou diferente que engaja as pessoas durante um período específico.

Os principais tipos de buzz content são:

  • trending topics;
  • humorísticos;
  • notícias.

Vamos entender melhor cada um deles?

Trending Topics

São conteúdos que aproveitam um assunto específico em um momento específico para abordá-lo de uma maneira pertinente ao nicho da persona.

Imagine o lançamento de um filme ou da nova temporada de uma série, por exemplo. Esses eventos geram grande expectativa nas pessoas.

Se o filme (ou a série) estiver relacionado com o universo da sua persona, por que não produzir um conteúdo que aborde-o sob uma perspectiva do seu mercado?

Nós, por exemplo, temos um maravilhoso quiz de Game of Thrones, que relaciona a série (tema de interesse da nossa persona) com o marketing! Provocamos nossa persona a responder e descobrir quem ela é no “jogo dos tronos do marketing”.

Quiz Game of Thrones

Toda vez que uma nova temporada da série é lançada, nós postamos esse conteúdo nas redes sociais e ele gera um engajamento muito bom.

Humorísticos

Os posts de humor trazem algum assunto do quotidiano da persona de forma engraçada e leve, para que ela sinta-se representada ali.

Todos temos assuntos sobre os quais falamos todos os dias, inclusive no nosso mercado de trabalho. Tratar esses assuntos de forma diferente e bem humorada gera uma identificação das pessoas com o seu conteúdo.

Um exemplo é nosso post de Reações de Email Marketing. Profissionais de marketing acessam nosso blog constantemente e muitos deles trabalham diariamente com email marketing e sabem as dificuldades, desafios e conquistas que essa estratégia envolve.

Ao fazer esse tipo de post, conseguimos reunir esses sentimentos, trazendo uma forma mais descontraída do profissional se identificar com suas atividades.

Reações de email marketing

Esses posts também geram um engajamento positivo, trazendo tráfego para o blog.

Notícias

Notícias são conteúdos voltados para informar sua persona sobre novidades relevantes em do mercado ou relativo a assuntos que sejam do interesse dela.

Como sua função é realmente trazer novidades, não precisam ser conteúdos longos: o objetivo aqui é informar assuntos que podem ajudá-la e mudar a rotina profissional.

Podemos trazer como exemplo uma notícia que fizemos sobre o Facebook ter limitado 17 tipos de posts a virarem anúncios. Muitos profissionais de marketing investem em anúncios no Facebook e essa notícia com certeza fará diferença em suas atividades diárias.

Assim, com essa notícia, conseguimos despertar o interesse dessas pessoas e, consequentemente, atingir nosso objetivo de gerar tráfego.

Buzz Content X Conteúdo Evergreen

O Buzz Content é muito interessante por vários motivos, mas imagino que possa pensar: mas eu não deveria investir em conteúdo evergreen?

A resposta é sim, mas ela também pode ser depende. Antes de responder essa pergunta, vamos entender as especificidades de cada um, fazer uma análise real dos números do Marketing de Conteúdo e, no fim, apresento minhas conclusões.

O que é conteúdo evergreen?

O conteúdo evergreen, que em português traduzimos como conteúdo perene, é um conteúdo que sempre será relevante, porque é um tema que não perde a importância com o tempo e não enfrente sazonalidades significativas.

Um exemplo? Publicidade.

A publicidade é uma área do conhecimento, de atuação e de estudo. É um tema relevante há bastante tempo e dificilmente deixará de ser.

Por isso, é bem interessante ter posts sobre assuntos evergreen relativos a sua área de atuação.

Eles vão demorar a rankear, mas, se otimizados para SEO, vão conseguir melhores posições e trazer cada vez mais tráfego.

Ambas as estratégias terão pontos positivos. Enquanto o conteúdo evergreen vai ser capaz de trazer tráfego constante e crescente para a estratégia, o buzz content vai gerar picos de tráfego com o diferencial de aumentar o reconhecimento de marca.

Agora é hora de entender melhor essa estratégia com exemplos reais do nosso blog. Vamos lá?

Nossa experiência com conteúdos noticiosos

Neste post vou explorar o buzz content principalmente abordando notícias, que foram o tipo de buzz que mais investimos por aqui, mas os trending topics e posts humorísticos também serão abordados.

Aqui na Rock nós dividimos nossos objetivos, metas e trabalhos em trimestres. Assim, no terceiro trimestre de 2017 produzimos 21 notícias que trouxeram mais de 40.000 sessões para nosso blog.

Isso equivale à uma média de nossos posts mais acessados, que são todos de conteúdo evergreen.

É claro que foram necessários 21 notícias para trazer o tráfego de um post. Em contrapartida, as notícias são rapidamente produzidas, não demorando mais que uma hora para estar no ar.

A principal característica de todas essas notícias é que elas geram picos de tráfego, o que é exatamente o intuito de cada uma delas. Afinal, esse tipo de conteúdo tem exatamente como objetivo gerar um buzz no momento de sua publicação.

É importante salientar que isso não é saudável para toda a estratégia de marketing de conteúdo. Mas, quando bem aplicados, esses conteúdos vão trazer vários benefícios para sua estratégia.

Nossos números

Vamos ao que interessa: trouxe de perto nossos números direto do dashboard do analytics para mostrar os resultados reais das nossas notícias.

Notícia: Contas verificadas no WhatsApp: conheça essa novidade para sua empresa

Analytics contas verificadas no WhatsApp

Essa notícia teve um tráfego total de 1.232 acessos. Observe que ela teve um pico de tráfego no momento de sua divulgação e depois quase não recebeu mais acessos.

Notícia: Facebook vai impedir que 17 tipos de anúncios virem Ads: confira quais são

Analytics Facebook limita anúncios

Já essa notícia trouxe quase 9 mil visitas para nosso blog! E um fator bem interessante dela foi que ela foi publicada na sexta-feira e contribuiu para um dos melhores finais de semana do blog.

Notícia: Google lança 18 especializações gratuitas em português para você se preparar para o mercado

Analytics Google Primer especializações gratuitas

Essa notícia trouxe quase 32 mil acessos desde o dia de sua publicação. Ela é a única dessa postagem que preferi não colher apenas os números do terceiro trimestre, e sim de tudo, para mostrar mais significativamente seu impacto.

Tá, mas e daí?

Esses números são interessantes, mas qual o real benefício deles?

Aqui na Rock nós não acreditamos em tráfego por tráfego! Todo conteúdo deve ter um objetivo, então vamos mostrar os principais dos buzz content.

Benefícios de investir em Buzz Content (principalmente em notícias)

1. Aumentar o engajamento nas redes sociais

O principal canal de divulgação de buzz content são as redes sociais.

Embora o email seja excelente em vários aspectos, as redes sociais são mais imediatas e são onde, de fato, o buzz pode ser gerado, uma vez que é lá onde encontramos um grande volume de pessoas dispostas a conversar sobre algum assunto.

A produção constante de conteúdos relevantes e que chamem a atenção acabam por gerar um engajamento crescente em social.

No nosso terceiro trimestre de 2017 aqui na Rock, os 5 top posts em engajamento foram todos notícias:

posts com mais compartilhamento rock content q3 2017

Isso é extremamente importante, pois traz impactos positivos para o engajamento como um todo, ou seja, impacta toda a nossa página e faz com que os outros posts também recebam mais cliques e compartilhamentos.

Além disso, isso faz com que o tráfego vindo para o blog das redes sociais aumente cada vez mais.

Analytics tráfego Social

O gráfico acima é referente ao tráfego vindo de redes sociais no terceiro trimestre. As setas vermelhas, que apontam os picos de tráfego, estão relacionadas à publicação de algum tipo de buzz content.

É perceptível como esse tipo de conteúdo impacta o tráfego do blog, principalmente quando comparamos com dias em que não houve a publicação de conteúdos de buzz.

2. Geram mais tráfego

Como já falamos, esses conteúdos geram picos de tráfego que, ao longo do tempo, potencializam a aquisição por meio de social e ainda trazem visitas consolidadas para o blog.

No entanto, não é apenas o blog que se beneficia desse tipo de conteúdo!

Aqui na Rock, além do Marketing de Conteúdo, temos 4 outros blogs: Saia do Lugar, Comunidade Rock Content, Inteligência Rock Content, Growth Hackers (nosso canal no Medium) e o Marketing de Contenidos. Além deles, ainda contamos com diversos materiais ricos.

Ao publicar os conteúdos de buzz, geramos tráfego também para esses canais, principalmente quando fazemos um CTA que leva até eles.

No caso de materiais ricos, isso pode gerar várias leads de interesse, no caso de elas chegarem a baixar algum material.

Como exemplo, pegue essa notícia que produzimos sobre as contas verificadas no WhatsApp.

Nosso CTA era para um post do Saia do Lugar sobre Marketing no WhatsApp. Isso resultou em um pico de tráfego neste conteúdo que impactou positivamente o blog, veja:

saia do lugar marketing no whatsapp

Os próximos benefícios a seguir se referem principalmente as notícias.

3. Ser referência

Atualmente, minhas principais referências para conhecer as atualidades do mercado de tecnologia e marketing são:

O que tentamos fazer no Marketing de Conteúdo é ser, também, um canal de informação confiável e essencial para quem nos lê.

Esse não é nosso objetivo principal! Na verdade, nosso blog tem o principal objetivo de gerar receita para a Rock.

Mas, dentro de uma estratégia de marketing de conteúdo, vários outros pontos podem (e devem) ser explorados.

Precisamos estar preocupados em educar o mercado e oferecer informação valiosa. A partir do momento que percebemos que nossas personas se interessam por conteúdo noticioso da área, queremos nos comprometer em suprir essa demanda e nos consolidar como referência no mercado.

Isso ainda gera uma visão positiva da nossa marca, já que estamos levando conteúdo relevante, útil e no momento certo para a nossa persona. Assim, ela vai cada vez mais nos reconhecer como uma fonte de informação útil e confiável.

4. Uma notícia pode virar um conteúdo evergreen

Muitos conteúdos que inicialmente são produzidos como notícia, por trazer uma inovação ou uma nova plataforma, serão atualizados para, posteriormente, virar um conteúdo sobre aquele tema.

Ficou confuso? Tudo bem! Vou explicar melhor.

Uma notícia inicialmente traz um novo fato. Não sabemos muito sobre ele ainda: como funcionará, quais os recursos disponíveis, boas práticas a serem aplicadas. Apenas sabemos de sua existência e mais algumas informações.

Com o tempo, essa novidade passa a ser usada pelo mercado e conseguimos identificar melhor tudo sobre ela.

Assim, existe a necessidade de atualizar o post e colocar tudo o que sabemos e que pode ajudar nossa persona.

Um ótimo exemplo que temos disso é nosso post sobre o Search Console. Em um primeiro momento, esse conteúdo foi postado como notícia para anunciar que o Webmaster Tools tinha sido renomeado como Google Search Console e teria algumas novidades.

Depois, com a importância do uso dessa ferramenta em marketing digital e SEO e pensando na relevância desse tema, nós atualizamos o texto e produzimos um guia completo sobre a ferramenta.

Mas então não bastaria fazer o guia um tempo depois, em vez de publicar a notícia e atualizar depois?

Bom, isso pode sim ser feito e não traz nenhum problema. Mas quando publicamos uma notícia, já saímos na frente nos buscadores e conseguimos rankear mais fácil para aquele tema.

Além disso, quando aquele termo começar a ser mais procurado, seu conteúdo será o mais acessado.

Afinal, vale a pena investir em buzz content?

Antes de responder essa pergunta, eu preciso afirmar que você deve investir em conteúdo evergreen se está elaborando uma estratégia de marketing de conteúdo.

O conteúdo evergreen é quem vai conquistar leads a partir de um conteúdo otimizado para SEO e permitir que você trabalhe com elas através do funil de vendas.

Tendo isso claro, eu digo que vale muito a pena investir também em buzz content.

Se você tem disponibilidade para produzir uma notícia da sua área, abordar algum trending topic ou produzir um conteúdo divertido sobre sua área, você poderá colher resultados maravilhosos.

Como já mostramos, com eles você vai aumentar o engajamento da sua marca em social e trazer temas relevantes para sua persona, com os quais ela pode se relacionar.

Além disso, você vai causar uma percepção positiva da sua marca, aumentar a autoridade do seu blog e gerar um volume considerável de tráfego.

Por isso, o conteúdo evergreen e o buzz content funcionam muito bem juntos e, dentro das possibilidades, use os dois em sua estratégia: o primeiro como o alicerce e o segundo como o chamariz.

E aí, preparado para produzir conteúdos assim para encantar e engajar seus leitores?

Se tiver qualquer dúvida em relação à estratégia, deixe seu comentário que vou ter muito prazer em responder!

Bônus: Como fazer uma notícia?

Falamos tanto em notícias neste post que eu não poderia deixar de encerrá-lo com um rápido tutorial de como fazer uma boa notícia sem gastar muito tempo!

Não vou ensinar como fazer uma notícia de forma profissional e digna de estampar a capa de um jornal. Nesse caso, o melhor é realmente fazer um curso de jornalismo.

Vou ensinar o que funciona para nós aqui na Rock conseguirmos produzir tanto conteúdo noticioso sem gastar muito tempo e trazendo resultados incríveis.

1. Esteja sempre atento

Encontre as referências da sua área e siga-os no Twitter, acesse a newsletter e, principalmente, acesse o site todos os dias! Assim, você sempre saberá as novidades em primeira mão.

Além disso, esteja sempre atento para as novidades que surgem. Muitas vezes, percebemos pequenas mudanças nas redes sociais, por exemplo, e já podemos produzir um conteúdo a partir disso.

2. Informe-se o máximo que puder acerca do tema da notícia

Encontrou um tema que é notícia? Agora é a hora de descobrir tudo que você puder sobre ele.

Encontre várias referências, leia o comunicado oficial da novidade (sempre que produzimos uma notícia sobre o Facebook ou Instagram, por exemplo, conferimos se o blog dessas redes anunciaram algo sobre o assunto), procure tweets de pessoas que já tiveram acesso a novidade, use a novidade se ela já estiver disponível para você, enfim: recolha o máximo de informações que puder.

Isso é fundamental para que você escreva uma notícia com propriedade e tenha mais domínio sobre o assunto que qualquer outra pessoa, produzindo o melhor conteúdo possível sobre aquele tema.

3. Produza o conteúdo destacando os pontos mais relevantes

O fundamental de uma notícia é que ela mostre de forma rápida e fácil para os leitores qual a novidade, por quê ela é importante, para quem estará disponível, como pode ser usada e os impactos que pode causar.

É claro que você pode (e deve) destacar outros pontos de acordo com a relevância de cada um deles, mas é fundamental que o leitor consiga identificar qual o impacto daquela novidade em sua vida.

4. Crie um bom título e uma boa chamada

Uma notícia, para realmente trazer engajamento, precisa ter um bom título e uma boa chamada.

Isso porque a pessoa só entrará no seu conteúdo se entender o imediatismo daquela situação.

Por isso, destaque os principais pontos da notícia e faça com que ela intrigue o leitor, de forma que ele queira saber mais sobre o assunto. Além disso, é fundamental que ele entenda que aquilo é uma novidade e que exige sua atenção naquele momento.

Se for possível para você, também crie uma imagem que chame atenção. Você pode, por exemplo, usar uma imagem relacionada ao tema e aplicar um filtro do Canva com “Notícia”, apontando logo de cara a importância daquele conteúdo.

5. Divulgue nas redes sociais

Esse é o passo final, mas é o que garante que as pessoas vão encontrar seu conteúdo, uma vez que, nesse caso, elas não vão procurar o assunto no Google.

Ao contrário, as redes sociais é que vão mostrar para o leitor a urgência daquele tema. E é assim que gera-se o buzz: urgência, novidade e compartilhamento.

Se você quer divulgar seu conteúdo com maestria, aprenda com nosso ebook: Guia prático para divulgação de conteúdos.

Guia prático para divulgação de conteúdos

Bem simples, né?

Investir em buzz content não é nenhum bicho de sete cabeças!

Além de produzir uma notícia (que como você viu, é bem tranquilo), você pode incentivar os membros da sua equipe a escreverem sobre temas que eles gostem, relacionando-os à área de atuação da sua empresa, ou abordar um tema recente sob uma ótica diferente.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado e inspire você a sempre inovar e buscar novas formas de ter sucesso para o seu blog!

Até a próxima!