computador com um calendário editorialO caminho do marketing de conteúdo pode ser muito compensador, desde que a gente consiga dar conta de entender e ultrapassar os obstáculos que se apresentam.

">

Calendário editorial: 5 desafios que todo profissional de marketing encontra

O caminho do marketing de conteúdo pode ser muito compensador, desde que a gente consiga dar conta de entender e ultrapassar os obstáculos que se apresentam.

No caso do calendário editorial, é preciso enfrentar, algumas vezes, a nossa própria ideia errônea de praticidade a fim de perceber que algumas ferramentas são fundamentais para garantir o bom funcionamento dos processos e, com isso, alcançar o sucesso.

Separamos abaixo os cinco principais desafios que todo profissional de marketing encontra ao começar a usar um calendário editorial.  

Que conhecermos cada uma para podermos corrigi-las e evitá-las?

1. Falta de disciplina

No início, tudo são flores.

As equipes estão coesas (ou pelo menos parecem estar), os objetivos delineados e tudo que diz respeito ao projeto promete correr de forma tranquila.

Mas, como já sabemos, essa aparência de tranquilidade é apenas inicial.

Aos poucos vão surgir mudanças, outros projetos, rotinas diárias e tudo mais que vai se somar ao marketing de conteúdo, uma espécie de Lei de Murphy perversa que faz com que as falhas e furos comecem a surgir.

Disciplina é fundamental para tudo na vida, por mais trabalhosa que possa ser.

E os resultados possíveis de serem alcançados certamente valerão a pena.

Não estamos dizendo que, com isso, será necessário se tornar O Carrasco – com perdão do apelido –, mas apenas fazer com que você e a sua equipe reforcem três ideias básicas:

  • O Calendário Editorial deve se integrar à rotina – mais do que um arquivo de Excel que acaba ficando esquecido entre pastas e tarefas, é preciso que ele seja parte viva e orgânica da equipe, independente do formato adotado.
  • Delegação de responsabilidades – ninguém consegue saber tudo. E por mais que o conhecimento nunca seja demais, é preciso dividir as responsabilidades para não se perder entre as tarefas – ou pior, se afogar nelas.
  • Constância como chave para o sucesso – marketing de conteúdo bom não é aquele que lança apenas ótimos materiais, mas é aquele que consegue fazer isso de forma contínua e calculada.

Como consequência desse pensamento, será possível começar a absorver os processos envolvidos e, assim, adquirir a disciplina necessária para ajudar o público a confiar na marca para apresentar sempre novos – e excelentes – materiais.

2. Perceber o marketing de conteúdo como um esforço de equipe

Falamos acima que delegar responsabilidades é necessário.

Sabemos que às vezes, na realidade de empresas menores, pode ser difícil contar com muitas pessoas para ajudar.

Mas também não adianta querer abraçar todos os processos e achar que será possível dar conta.

Para poder criar, manter e administrar um calendário editorial você deve criar o seu exército: ferramentas de gestão, plataforma de qualidade e equipes atentas – seja dentro ou fora da empresa – de acordo com a sua realidade.

E vale lembrar que para ser vencedor nas batalhas é preciso não apenas bom profissionais, mas uma ótima rede de comunicação entre todos.

3. Manter-se atualizado com as novidades da sua área – sem ser refém das novidades

Basta dar uma olhada no Twitter ou no Facebook para perceber como é alta a velocidade e a quantidade de notícias que são publicadas.

É nesse ponto que algumas pessoas acabam abandonando o calendário editorial, por achar que ele não vai dar conta das novidades da sua área de negócios.

E eles até que estão certos em pensar que o calendário editorial não tem poderes de prever o futuro com tamanha precisão.

Só que eles erram ao achar que essa é a função dele.

Na verdade, assim como qualquer outra ferramenta, ele deve ser pensado dentro de um conjunto estruturado de ações de um projeto, algo que leva em consideração mudanças e outros materiais que irão enriquecer e manter em foco a estratégia principal.

O conhecimento serve para enriquecer o seu conteúdo e não para que você se torne refém dele.

O marketing de conteúdo precisa ser constante nas mensagens passadas e elaboradas, por isso aprender e estar a par do que acontece no mundo é fundamental para estar à frente, mas isso não significa que você deve modificar o os seus objetivos.

4. Equilibrar estratégias e calendário editorial

Um outro obstáculo constante está na necessidade de buscar o equilíbrio.

Às vezes pode parecer que as estratégias e o calendário editorial são partes opostas numa luta de vida ou morte, mas, na verdade, elas são complementares.

Como? Explicamos.

Se temos um calendário com tipos de conteúdo, palavras-chave, temáticas, links organizados por períodos e datas, ele pode ser considerado um mapa que desenha os caminhos para estabelecer as mensagens de marketing desejadas pela sua marca junto a sua persona.

E essas rotas da informação são essenciais para que o que precisa ser dito chegue aos ouvidos e ao entendimento dos leitores.

Não basta pensar nos objetivos que você deseja alcançar e achar que é só chegar lá.

As estratégias – as rotas – ajudam que a comunicação seja estabelecida, tanto entre os membros da equipe quanto entre a marca e o público.

O equilíbrio aí entra como a chave para que o conteúdo encontre, dentro do calendário, a melhor maneira para se destacar e atrair.

5. Administrar o ciclo de vida do conteúdo

Talvez esse seja um dos mais complicados obstáculos a serem superados pela sua equipe de marketing.

Até porque muitas pessoas não sabem (ou não se dão conta) de que o conteúdo tem um ciclo de vida.

O conceito é mais simples do que parece: falamos acima sobre as constantes novidades e publicações na internet, muitas divulgadas com velocidade absurda através das redes sociais.

E isso significa que muitos conteúdos, com o passar do tempo, ficam velhos, incompletos ou ultrapassados. 

E o calendário editorial aí se torna o melhor amigo de toda marca que está se estabelecendo no marketing de conteúdo.

Ela vai permitir, sem a necessidade de trabalhosas pesquisas de todo material produzido, criar períodos de avaliação do que foi feito até aquele ponto e rever quais os materiais que poderiam ser beneficiados a partir de uma simples revisão.

Uma atitude simples que garante aos novos leitores materiais de pesquisa e aos antigos, o fortalecimento da confiança na marca como alguém antenada à realidade de mercado.

Algumas palavras finais

Obstáculos existem para mostrar que somos capazes de perceber e modificar a realidade à nossa volta e no caso do uso do calendário editorial não é diferente.

Uma ferramenta simples que vai ajudar na gestão do marketing de conteúdo dentro de toda a sua complexidade. É a bússola para conseguir navegar sem perder de vista o que se deseja alcançar no final da jornada.

Quer aprender tudo sobre marketing de conteúdo? Leia nossa enciclopédia, o maior material em lingua portuguesa sobre o assunto!

marketing de conteúdo