como se tornar profissional de marketing

Saiba como se tornar o profissional de marketing digital mais desejado do mercado

O diretor de marketing da Rock Content, Renato Mesquita, preparou este conteúdo para falar sobre sua trajetória no mercado do Marketing Digital.

O universo do marketing digital oferece uma infinidade de possibilidades para carreira de quem se interessa na área. São muitas opções de especializações para capacitar os profissionais que vão trabalhar em empresas que têm o investimento cada vez maior em digital.

Em 2013, quando eu entrei de cabeça nesse mundo fugindo do jornalismo tradicional (minha formação) a convite de um grande amigo (Obrigado, Alberto <3), a minha vida mudou.

Tudo mudou mesmo! O conteúdo não era mais só um texto. Tinha que ser otimizado para buscadores e focado em personas. O lead também não era o mesmo do jornalismo. O que antes eram partes do meu texto viraram contatos que eu precisava aprender a gerar e passar para vendas.

Resumindo, eu tive que começar do zero mesmo.

Como eu estava correndo atrás do prejuízo e contra o relógio, eu precisei me dedicar muito para começar a gerar valor. Além disso, para me sentir bem por estar fazendo um bom trabalho.

Passei por um período absurdo de evolução e aprendizado que, certamente, foram facilitados pelo mercado que resolvi me aventurar. Trabalhar com marketing digital é uma maravilha pela facilidade de aprendizado que podemos ter de forma rápida, dependendo apenas do nosso esforço.

Temos uma quantidade absurda de conteúdos gratuitos e pagos, de diferentes formatos (texto, áudio, vídeo e imagens) que acabam quase se equiparando à necessidade de uma graduação na área.

Resolvi escrever esse artigo para ajudar quem está nesse mesmo desafio que eu já estive e também para que está alguns passos além. Desenvolvimento profissional é um assunto muito importante e cada um tem sua opinião. Aqui eu vou compartilhar algumas das questões que acho relevante.

Para começar, na minha humilde opinião, o maior erro de qualquer pessoa é assumir que sabe demais.

O princípio mais importante sobre desenvolvimento profissional

Existem alguns pontos que podemos traçar para identificar o momento que você está atualmente em sua carreira.

Como bom nerd que sou, vou imaginar que estamos em um RPG e que vamos dividir o conhecimento/estágio da carreira de cada um em níveis:

  • Level 1 – Você está no início: Possivelmente ainda não tem experiência ou apenas um breve conhecimento que adquiriu por meio de estudos. Efetivamente nunca botou a mão na massa. 100% curioso e disposto a fazer o que aparecer na frente.
  • Level 2 – Você sabe uma coisa ou outra: Apesar de não ter uma vasta experiência você já gastou boas horas lendo e até mesmo botou a mão na massa para executar alguma coisa. Talvez teve uma experiência durante um estágio ou até mesmo um projeto pessoal. Aqui você tem segurança para encarar um desafio e confia mais no seu conhecimento.
  • Level 3 – Você sabe bem o que está fazendo: Nesse momento você tem segurança e tranquilidade para executar tarefas e entrar em discussões sobre seu trabalho. Seu conhecimento e experiência te permitem fazer análises relevantes e seu trabalho dificilmente é contestado.
  • Level 4 – Você é bom/foda no que faz: Aparentemente você é uma referência na sua área de atuação ou especialidade. Tem cases de sucesso de estratégia que criou e executou. Já treinou pessoas e conseguiu deixar sua marca onde trabalha ou com projetos freelancers que faz.

Para cada um desses quatro níveis é preciso um grau de comprometimento diferente para alcançar seus objetivos. Certamente alguém que está nos dois primeiros níveis precisa ralar muito mais do que quem já está um pouco mais consolidado na carreira.

Apesar disso, acredito que é nos níveis 3 e 4 que encontramos o maior número de profissionais que acreditam ter alcançado o “nirvana” de suas carreiras e que sabem muito.

Gastar algumas horas estudando, lendo e até mesmo conversando com outros profissionais da área pode parecer desnecessário. Afinal, seus conhecimentos já estão mais do que consolidados, certo?

Errado.

Os profissionais mais fantásticos que eu conheci até hoje são pessoas que, independente do nível que elas estejam, são comprometidas em sempre aprender mais.

Ponto chave: não seja arrogante ao acreditar que não existe mais nada a ser aprendido. Possivelmente você sabe muito sobre a bolha que sua área de atuação te permite ver. Lembra da infinidade de oportunidades do marketing digital? Pois é, com certeza existem novas áreas para você começar a se aventurar e se tornar um profissional mais completo!

Como identificar suas prioridades de desenvolvimento

Então, você já entendeu que vai continuar aprendendo e se desenvolvendo para sempre? Ótimo! Chegou o momento de definir por onde começar, ou quais vão ser as suas prioridades. Possivelmente essa prioridade estará ligada à sua realidade, que deve se encaixar em um dos três cenários à seguir:

  • Você já tem uma noção do que quer fazer ou qual especialidade quer seguir;
  • Você ainda não decidiu, mas já trabalha e sua rotina vai ditar seu aprendizado;
  • Você não tem ideia de nada, mas que aprender.

Se você já possui um objetivo claro de trabalhar em alguma empresa ou área de marketing, isso vai te ajudar bastante. Focar seus esforços em um canal por vez pode ser uma boa alternativa.

Na grande maioria dos casos, quem está entrando na área de marketing vai ter que fazer um pouco de tudo. Vamos nos deparar com times de marketing bem reduzidos e pouco especializados. Isso quer dizer que você vai botar a mão na massa o tempo todo e em todas as áreas de atuação do marketing. Na minha opinião, essa é a forma mais interessante de aprendizado.

Além de conseguir a oportunidade de aprender a aplicar uma estratégia completa de marketing digital, você nunca estará confortável no seu trabalho (o que garante um crescimento constante).

Agora, se você não sabe nada de marketing digital e quer aprender mesmo assim, um bom ponto de partida é o framework do T-shaped marketer

Recomendo a leitura do artigo do pessoal da Growth Tribe para entender mais sobre isso com calma.

profissionais de marketing

T-shaped Marketer Framework

Faça o download gratuito dessa planilha e avalie os seus conhecimentos em Marketing:




Esse framework define de forma bem abrangente quais são os conhecimentos necessários para um profissional de marketing de ponta. Não se desespere achando que você precisa ser especialista em tudo, mas aqui vão grandes conceitos que realmente podem fazer a diferença na sua carreira.

Como encontrar a melhor forma de aprender

Encontrar conteúdo nunca foi tão fácil. Apesar de parecer ser simples, às vezes a gente acaba se perdendo nesse ponto. Basta jogar no Google o que você precisa aprender e devorar o conteúdo que encontrar? Talvez isso realmente te ajude bastante no nível 1 e 2. Possivelmente isso não te ajudará nos níveis 3 e 4.

O conteúdo básico de quem está começando e engatinhando em alguns assuntos é bem tranquilo de encontrar.

Quanto mais avançados forem seu conhecimento e experiência (em qualquer área), mais difícil será encontrar novas referências relevantes para aprender. É nessa hora que as pessoas começam a ficar preguiçosas para buscar mais conhecimento.

Talvez você precisará gastar uma energia extra para conversar com alguém de outra empresa, gastar um dinheirinho a mais para ir num evento ou até mesmo aceitar fazer uma certificação digital/presencial.

A minha fórmula (nada secreta) para continuar aprendendo sempre é simples: invista em todos os formatos possíveis.

Existem alguns tipos de conteúdo que realmente vão te fazer enxergar as coisas de outra forma e também pegar mais informações que o comum: palestras, podcasts, entrevistas e cases de sucesso.

Já escrevi um artigo sobre as referências que eu utilizei. Caso você queira mergulhar mais nesse assunto, recomendo a leitura desse conteúdo.

A arma secreta do aprendizado

Além desses formatos, acredito que o bom e velho networking nunca falha. Aqui também vemos um erro muito comum. Expandir sua rede de contatos não está 100% ligada a conectar com as pessoas no LinkedIn ou Facebook para pedir ajuda.

Antes de pedir, ofereça ajuda.

Sou uma pessoa extremamente tímida e realmente sofro cada vez que preciso fazer uma palestra ou falar para um grande número de pessoas. Apesar disso, sempre conversei muito com pessoas de outras empresas para ajudar com estratégias de conteúdo, marketing digital ou até mesmo gestão de equipes de marketing.

Sempre ajudei sem pedir nada em troca. Sinto que vivemos numa bolha onde poucas pessoas estão realmente dispostas a ajudar umas às outras e isso é um erro na minha opinião. Apesar de nunca ter feito nada esperando algo em troca, sempre que precisei da ajuda de alguém eu fui 100% atendido.

Conecte-se, gere valor mutuamente e não espere nada em troca.

Sobre oportunidades, energia gasta e ir atrás de algo que você realmente quer

Sempre que eu converso sobre carreira e desenvolvimento me perguntam a mesma coisa: “Renato, o que você acha que foi o principal responsável por te fazer chegar tão longe em pouco tempo?”

Eu gosto de dividir essa resposta em duas partes:

1º: Nunca fiz nada esperando algo em troca. Sempre me dediquei para fazer tudo que me foi proposto e isso impactou diretamente no meu desenvolvimento. Sempre encarei os desafios que me foram propostos e os que eu mesmo me propus, da mesma forma.

Não espere nem ache que você merece receber algo em troca apenas por ter realizado uma tarefa. Faça tudo da melhor forma possível para o seu próprio bem!

Independente de ter o retorno/reconhecimento ou não, você teve a oportunidade de se desafiar além da sua zona de conforto e sempre que isso acontece nós aprendemos muito!

2º: Outro fator primordial para o meu desenvolvimento foi não acreditar que 8 horas por dia bastariam para me fazer chegar onde eu queria.

Durante minhas 40 horas semanais como qualquer CLT, eu tinha a oportunidade de botar a mão na massa, aceitar muitos desafios e realmente testar tudo que eu estava aprendendo fora das horas de trabalho.

O investimento que você faz no seu desenvolvimento está diretamente ligado ao número de horas que você gasta.

Já tive uma época de acordar às 5 da manhã para ler e escrever. Já tive época de ficar acordado até muito tarde lendo, assistindo palestra e ouvindo podcast. Já tive época de chegar muito cedo e sair muito tarde do trabalho.

Enfim, acredito que todos esses momentos devem e precisam existir caso seu objetivo não seja ser apenas mais um profissional no mercado. Meu objetivo nunca foi esse.

Se seu objetivo é grandioso, invista a energia necessária para alcançá-lo ou alguém fará isso no seu lugar.

CONTEÚDOS RECOMENDADOS
👉 Kit Marketing Digital: Primeiros Passos
👉 Guia do Inbound Marketing
👉 Marketing de Conteúdo: Primeiros Passos
👉 Enciclopédia do Marketing de Conteúdo

Duas frases motivacionais para embalar seu desenvolvimento

Sim, eu sou cafona e gosto de frases motivacionais para me animar! 😀

Existem duas frases que me deixam pensando bastante sobre continuar aprendendo e crescendo na minha carreira. Apesar de ser diretor de marketing na maior empresa de Marketing de Conteúdo da América Latina eu ainda tenho muito chão e aprendizado pela minha frente.

Sem mais delongas:

  • The wolf on the hill is not as hungry as the wolf climbing the hill
  • What got you here won’t get you there

Ambas as frases possuem um tremendo significado para continuar se desenvolvendo sempre. Independente do nível que você está e do que você já alcançou, sair da sua zona de conforto permite que você alcance sempre mais.

Para nós que trabalhamos com marketing digital isso deve ser uma rotina.

Muita coisa muda o tempo todo e se você não está disposto a evoluir sempre, você ficará para trás.

Sobre como se tornar o profissional de marketing mais desejado do mercado

Ao contrário do que você pode ter pensado, o título desse conteúdo não é para me promover. De verdade mesmo!

Acredito que todos os passos que escrevi nesse artigo podem ajudar qualquer pessoa a se tornar um profissional diferenciado. Durante qualquer processo seletivo fica claro para os entrevistadores quem são as pessoas que realmente querem crescer e fazer algo maior.

Como diretor de marketing da Rock Content esse é, quase sempre, o perfil do profissional que buscamos. Queremos pessoas que estão dispostas a aprender e evoluir constantemente. Isso é realmente diferencial no mercado.

Agora eu quero saber a sua opinião

Concorda, discorda, acha que eu viajei muito ou gostaria apenas de comentar pelo artigo?

Escreve aí embaixo o que você achou e bora conversar.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo