5 Conceitos básicos de marketing que todo profissional precisa saber 2Ter um blog é essencial em uma estratégia de marketing, mas torná-lo efetivo e bem sucedido é um trabalho longo e que demanda muita dedicação. Muitas empresas começam seus blogs com as melhores intenções, mas falham em adicionar conteúdo relevante com regularidade. Postar algo novo e de qualidade com frequência pode parecer árduo e complexo mas traz vantagens e cria diferenciais.

">

5 Conceitos básicos de marketing que todo profissional precisa saber

Atualmente, todo mundo precisa de investir em marketing, seja para promover seus produtos, seus negócios e até a si mesmo. Se antes as ferramentas de Marketing eram confinadas às salas de grandes empresas com imensos orçamentos e investimentos, hoje elas são acessíveis a todos. Um dos grandes responsáveis são as inovações do Marketing Digital.

Como é relativamente fácil abrir um negócio online, ter um blog e anunciar em redes sociais é importante saber que alguns conceitos são essenciais. Como o profissional da área atualmente investiga o que o público deseja e quais ações devem ser feitas para alcançá-lo? Como saber se essas ações estão tendo efeito e dando retorno? Confira aqui alguns conceitos básicos  de Marketing tradicional que os profissionais da área precisam saber (e não esquecer mais!) para ajudar a responder essas perguntas.

Mas, antes de tudo

Antes de medir, ajustar, investir ou fazer qualquer ação, você precisa saber quem é o consumidor da sua marca. Descubra o que ele gosta, suas preferências e seus desejos. Converse com seu cliente, peça sugestões, escute críticas e ideias. Com essas informações, você poderá traçar suas estratégias mais voltadas para seus clientes, criando um diferencial do mercado. Como diria Seth Godin, um dos mais importantes autores sobre o assunto da atualidade, “Marketing marcante é a arte de construir coisas dignas de serem ditas sobre seu produto ou serviço”. E para isso você precisa conhecer bem seu público.

New Call-to-action

1. Engajamento

Basicamente, engajamento é o grau de interação entre os usuários e o conteúdo que sua marca disponibiliza. Podemos separar o engajamento em envolvimento, interação, intimidade e influência, sendo:

Envolvimento é o ponto inicial. Ele mostra os aspectos mensuráveis da relação do cliente com a marca. Podemos citar como exemplo o número de visitas ao site da empresa ou a quantidade de likes recebidas na página do Facebook. Esses indicadores, apesar de não serem definitivos, são essenciais para o cálculo do engajamento.

Interação compreende as conexões feitas pelos clientes, como comentários em posts e blogs e pedidos de informações em fóruns e mídias sociais.

Já a intimidade é o sentimento que uma pessoa possui pela marca. Sua opinião, perspectiva ou paixão que são apresentadas pela forma com que a pessoa escreve ou cria conteúdos que envolvam a marca.

Por fim, a influência é a probabilidade de uma pessoa retornar à aquela empresa, ou recomendá-la a outra pessoa. Esse é o ponto crítico visado pelas estratégias de marketing: a criação de um relacionamento de confiança entre marca e consumidor que leve a novos negócios.

2. KPI

Se você fez várias ações e campanhas para chamar atenção do seu consumidor, terá que saber se seus objetivos vem sendo alcançados e se vale a pena continuar a gastar dinheiro com isso. KPI é a sigla que corresponde a Key Performance Indicator, (Indicador-chave de Desempenho) e é a medida usada para compreender se os objetivos estão sendo atingidos.

Ao se criar um planejamento de marketing o profissional precisa definir claramente quais são os KPIs a serem medidos e acompanhá-los para determinar o sucesso ou não da campanha e saber se é preciso alterar a direção para melhorar os resultados atuais.

Copyright: ratch / Shutterstock

Copyright: ratch / Shutterstock

3. Taxa de Conversão

Taxa de conversão é o percentual de pessoas atingidas por uma campanha que efetuou uma conversão (objetivo). Para isso é importante definir o que será a conversão para o seu negócio: um banner clicado? um artigo lido? a venda final por si?

Se você fez uma campanha no Google que obteve 1000 visualizações, que geraram 100 leads e resultou em 10 vendas, sua taxa de conversão pode ser tanto 10% (se seu objetivo era gerar leads) quanto 1% (se seu objetivo era diretamente gerar vendas)

4. CPC, CPM e CPA

CPC, CPM e CPA são modelos de publicidade paga na Internet. A forma de cobrança varia entre os modelos, seus anúncios e visibilidade vão depender de uma série de atividades e planejamento e sua escolha depende do objetivo da campanha:

No CPC, custo por clique, você paga quando um usuário clica em seu anúncio, banner ou link patrocinado. É provavelmente o modelo mais usado na Internet e é útil para trazer tráfego e conversões diretas.

Já no CPA, custo por aquisição, é quando se paga pela conversão do seu objetivo. Ou seja, ao se concluir uma venda, um cadastro ou fazer um download. O custo por conversão nesse caso é muito alto, mas pode ser útil para quem quer ter um gasto preciso e valoriza muito o resultado de uma conversão direta

Com o CPM, custo por mil impressões, sua empresa pagará pela veiculação de mil exibições de anúncios, independente dos cliques. A ideia desta estratégia é viabilizar e baratear anúncios em larga escala e gerar visibilidade para uma marca. Geralmente é usado em campanhas para aumentar o brand awareness, através principalmente de anúncios gráficos.

New Call-to-action


5. ROI

Esse é o indicador mais importante de qualquer estratégia de marketing, pois você precisa saber se todos seus investimentos estão lhe trazendo retorno. Basicamente é o indicador que mostra que para X gasto eu gerei Y em resultados. Se Y não for maior do que X, algo está muito errado e sua estratégia precisa ser repensada.

Para medir o seu ROI, subtraia seus custo em marketing do valor ganho através de suas ações, em seguida, divida o valor pelos custos de marketing totais e multiplique por 100. Quanto maior esse número, maior o retorno obtido.

Por exemplo: João investiu R$1.000,00 em uma campanha e isso gerou um retorno de R$1.500,00. O cálculo do ROI então é: (1500-1000)/1000 = 0.5 x 100 = 50% será seu retorno sobre o investimento.

Para aprender mais sobre o que é ROI, acesse esse blog post.

Aprenda como calcular o ROI do seu marketing de conteúdo!

Esperamos que esses conceitos básicos de marketing possam lhe ajudar a pensar um pouco melhor suas estratégias de marketing e as ações que você irá tomar para cativar mais clientes. Aproveite a visita e utilize e-books e materiais gratuitos oferecidos pela Rock Content como apoio. Depois conte pra gente como foi!