Conteúdos que não geram leads

5 motivos que fazem com que seus conteúdos não gerem leads

Conteúdos que não geram leads podem levar uma estratégia de Marketing Digital por água abaixo. Entenda o que pode causar isso.

Investir na atração de visitantes para um site é uma estratégia indispensável no marketing digital. Porém, não basta gerar tráfego, é preciso construir uma audiência, uma base de contato dos seus potenciais clientes. Afinal de contas, as pessoas que acessam a página são anônimas, mas as leads não.

A principal vantagem de criar táticas eficientes para a geração de leads é ter a oportunidade de se aproximar e educar o público ao longo da sua jornada. Com isso, é possível estabelecer um relacionamento íntimo com esse público.

Dessa forma, ao chegar mais próximo da decisão de compra, o consumidor estará mais propenso ao consumo. Consequentemente, os vendedores precisarão gastar menos tempo para convencê-lo.

Muitas empresas já perceberam que gerar leads é essencial para aumentar as vendas. Mas algumas marcas têm surpresas desanimadoras quando o assunto é gerar resultados.

Para ajudar a identificar as causas desse problema bastante comum entre as empresas, resolvemos abordar os 5 motivos pelos quais as marcas criam conteúdo, mas não geram conversões.

1. Você não escreveu para sua persona

É bastante frequente encontrar empresas — principalmente as que estão dando os primeiros passos no ambiente digital — que não têm personas definidas. Essa é a maior causa do fracasso de muitas estratégias na geração de leads. Afinal, se a marca não conhece o seu público, fica difícil criar um conteúdo relevante para ele.

Assim, é muito provável que a persona não se sinta interessada pelo material oferecido. Se as pessoas não considerarem o conteúdo útil e valioso, com certeza não disponibilizarão suas informações de contato em troca dele.

Para evitar que isso aconteça com o seu negócio, defina a sua persona para guiar com mais qualidade suas ações futuras. O ideal é entrevistar os principais clientes e reunir informações demográficas e comportamentais. Quanto mais detalhes, mais a empresa conhece o seu público e aumenta as chances de produzir conteúdo atraente.

Após o levantamento das informações, é preciso personificar, ou seja, criar a personagem que representa o cliente ideal. Dê um nome ao potencial cliente e divulgue a todos da empresa. A partir daí, a persona deverá orientar todas as estratégias de marketing de conteúdo.

Para te ajudar, conheça o nosso Fantástico Gerador de Personas.

2. Seu conteúdo gera pouco valor

Não gerar valor está intimamente ligado ao que a persona valoriza. Por isso, é de suma importância conhecê-la antes de produzir conteúdo. Além disso, identificar as dores do seu público faz parte dessa estratégia, bem como traçar a jornada de compra.

Antes de uma lead tornar-se um fiel cliente, ela percorre um trajeto e cada fase desse caminho precisa de um conteúdo apropriado. De maneira geral, para atrair leads é necessário oferecer um material muito valioso.

Os eBooks com conteúdos específicos são excelentes formatos para aumentar as conversões. O objetivo de cada conteúdo é sempre conduzir a persona ao longo da jornada até que se ela torne cliente. Por isso, busque detectar as verdadeiras dificuldades enfrentadas pelo seu público e o ajude a solucionar esses problemas.

3. Suas Landing Pages não estão bem visíveis

Mesmo que o conteúdo seja irresistível, ele precisa de algumas técnicas para ser encontrado pela persona. Muitas landing pages não são localizadas pelo público nos mecanismos de busca e isso impacta negativamente as conversões.

Invista nas táticas de SEO para que o site alcance uma posição de destaque na primeira página do Google. Escolha as palavras-chave relevantes para o negócio, crie URLs amigáveis, use os termos nos títulos e subtítulos das páginas e tenha um layout que carregue rapidamente e que seja adaptado aos dispositivos móveis.

Basicamente, esses são os principais fatores que contribuem para a otimização de um site. Com essas dicas, o seu conteúdo pode ganhar mais visibilidade e, consequentemente, mais pessoas terão acesso à sua landing page.

4. Seus conteúdos e Landing Pages não têm CTAs

As chamadas para ação são fundamentais, pois estimulam ainda mais a conversão. Todo formulário precisa ter uma frase incentivando a lead a tomar alguma atitude. Pode ser “baixe grátis”, “solicite um orçamento”, “assine a newsletter”, “quero meu material agora”, dentre outras frases.

O objetivo aqui é fazer com que o visitante se depare com a landing page e torne-se uma lead em poucos instantes. Outra tática interessante é inserir essas chamadas em botões com cores contrastantes e logo abaixo do formulário.

Mesmo que a landing page seja encontrada e possua uma chamada atraente, isso não é o suficiente para ter sucesso. Na geração de leads não há fórmulas prontas e, por isso, é preciso testar com frequência.

Utilize a técnica do Teste A/B para identificar qual formulário gera mais conversões. É importante ressaltar que apenas um elemento por vez deve ser testado. Desse modo, será possível detectar qual componente trouxe mais resultados positivos.

Se você deseja maximizar o retorno sobre o investimento, faça um teste variando apenas as cores dos botões, por exemplo. Isso pode fazer muita diferença na geração de leads.

5. Seu material não foi bem promovido

Apesar de as táticas de SEO serem extremamente eficazes na divulgação de um conteúdo, elas geram retorno significativo somente em longo prazo. Por essa razão, investir em anúncios para promover landing pages é uma estratégia muito interessante e o melhor, mais rápida.

Procure investir na promoção do conteúdo por meio dos links patrocinados para que a oferta ganhe destaque na primeira página e acima dos resultados orgânicos. As redes sociais também oferecem excelentes soluções de publicidade com custo acessível.

Outra maneira de divulgar o conteúdo é fazendo email marketing. Mas lembre-se de que a segmentação é indispensável para não correr o risco de virar SPAM. É muito importante enviar mensagens para as pessoas que de fato têm interesse em recebê-las. Sendo assim, segmente a sua audiência para não perder a oportunidade de ser relevante para as pessoas.

Além disso, você pode criar um relacionamento com influenciadores do seu mercado e aumentar as chances de alcançar outras pessoas com o seu conteúdo. Identificar os veículos de comunicação que abordam o tema do seu segmento também é uma ótima ideia. Assim você poderá enviar conteúdos que gerem mais visibilidade para sua marca e para o seu conteúdo.

A geração de leads é apenas uma parte da estratégia no ambiente digital. Contudo, essa tática é poderosa no alcance das pessoas que possuem interesse pelo seu negócio. Por isso, siga as dicas valiosas compartilhadas nesse post para impulsionar as suas conversões imediatamente.

Ainda tem dúvidas sobre como gerar cada vez mais leads para o seu negócio? Deixe o seu comentário aqui no post!

  • Pedro Paulo

    Opa, concordo. Todo conteúdo deve ter uma finalidade e uma delas é a geração de leads. Antes de tudo o mais importante para se começar uma boa estratégia de conteúdo é definir a sua persona (conhecer as dores, os medos, desejos, etc) para poder então direcionar a linguagem correta. E uma coisa é certa CTA faz toda diferença pois existem blogs com conteúdos fabulosos com condições de gerar vendas e sem nenhuma chamada de ação. Exelente artigo.
    -> http://pedrosantospro.com/

  • Emerson

    Estou acompanhando seu blog e seus artigos são de excelente sempre estou voltando para ler mais e ter aprendizagem com você.
    http://blogdoemerson.com/