como continuar crescendo um blog quando se atingiu um patamar alto

Como continuar crescendo um blog quando já se tem resultados estratosféricos?

O que fazer quando já se atingiu um patamar alto em uma estratégia de marketing de conteúdo? Como inovar quando já se tem uma estratégia consolidada com grandes resultados? Confira as dicas da Luiza Drubscky, nossa Supervisora de Aquisição, sobre como alavancar resultados que já são estratosféricos!

“Olá, bem-vinda à equipe de Marketing da Rock Content. A sua missão vai ser contribuir para o crescimento do blog marketingdeconteudo.com, que já tem um tráfego mensal de milhões de sessões, e dos blogs marketingdecontenidos.com, comunidade.rockcontent.com e inteligencia.rockcontent.com, que estão crescendo a taxas de 50 a 80% mês a mês. Boa sorte!”

Já imaginou você ouvir uma bomba dessas?

A primeira reação é um leve desespero: “E agora? O que vou fazer para conseguir crescer ainda mais esses blogs? Eles já devem estar estagnando, não têm mais para onde crescer”.

Confesso que quando eu recebi, em outubro de 2017, o desafio de ser Supervisora de Marketing na Rock, responsável por todas as nossas estratégias de Aquisição e Geração de Demanda, foi mais ou menos esse o meu primeiro pensamento.

Porém, depois dele — e de algumas reuniões com o diretor de Marketing — consegui me acalmar e entender que, apesar de não ser uma tarefa fácil, todos os nossos blogs ainda teriam muito espaço para crescer.

Hoje, depois de alguns meses de experiência (e com muito espaço para aprender ainda), decidi escrever um pouco do que aprendi para conseguir manter o crescimento dos nossos blogs mesmo quando eles já estão em níveis estratosféricos de autoridade!

Vou dar exemplos reais de experiências que passamos aqui na nossa equipe de Marketing e que nos fizeram perceber a importância de cada um desses novos aprendizados.

Confira as minhas dicas e, se você já tiver passado por alguma situação similar na sua carreira, deixe um comentário sobre os seus aprendizados também!

1. Não se esqueça que o blog é um canal de geração de receita!

Uma das principais mudanças que o Marketing Digital trouxe para as empresas que estão investindo neste tipo de estratégia é o fato de que os resultados podem ser mensurados com mais facilidade.

Assim, sabe-se muito bem quantos acessos resultaram de um conteúdo, os níveis de engajamento, quantas leads foram geradas, qual a faixa etária alcançada com um anúncio etc.

Além de fazer com que o trabalho dos profissionais de marketing fosse mais direcionado para o lado de exatas do que para o lado artístico, como antes da era digital, essa mudança também fez com que o marketing tivesse uma atuação mais marcante no processo de aquisição de clientes.

Ou seja, o papel que era exclusivo do time de vendas foi dividido para que o marketing atuasse como um primeiro passo na captação dos potenciais clientes para a empresa, otimizando todo o ciclo de vendas.

Tudo isso você provavelmente já sabia desde que começamos a pensar em Inbound Marketing, não é mesmo?

Mas o que muitas empresas acabam esquecendo e que é sempre bom lembrar, é que todas as ações de Marketing Digital devem estar de acordo com o objetivo comercial da sua empresa!

Em termos práticos, o que isso significa?

Que, se a sua empresa está focando em um nicho de clientes, por exemplo, você pode ter o blog mais bonito do mundo, com milhões de sessões mensais, mas se não converter esse tráfego em verdadeiras oportunidades de negócio, todo o investimento está indo para o ralo!

O tráfego por si só não significa muita coisa. O número de curtidas nos seus perfis nas redes sociais não significa nada quando analisado sozinho. Até mesmo o número de leads que o marketing entrega para vendas pode ser uma métrica de vaidade se não forem leads que podem realmente se transformar em novos negócios para a empresa!

À medida que as estratégias vão crescendo e evoluindo, é comum que as equipes de marketing se percam em tarefas de rotina e em métricas de acompanhamento e se esqueçam desse fator tão importante que é o alinhamento do marketing com o objetivo da empresa. Por isso, a primeira dica deste post não poderia ser outra!

CASE ROCK CONTENT
Estamos sempre muito focados em ter uma taxa de conversão constante em nossos blogs para gerar as oportunidades ideais para o nosso time de vendas. Por isso, temos um calendário editorial de lançamento de materiais ricos que se conecta com o calendário editorial de publicações nos blogs, alinhando muito bem o nosso funil de vendas.
Um exemplo direto disso foi exemplificado neste post que conta com um só blog post foi responsável por trazer mais de 2 milhões de reais de receita para a Rock ao longo do tempo. Recomendo a leitura!

2. Domine o básico

Se o blog que você tem em mãos já é tão grande, é porque provavelmente já tinha uma estratégia de sucesso.

Até chegar naquele ponto, com certeza tiveram algumas receitinhas que sempre funcionaram, como algum tipo de postagem específica, uma certa frequência de publicação ou outro fator.

Portanto, para que o seu blog continue no caminho de crescimento (ou saia do efeito platô), é fundamental que você domine completamente essas rotinas. Veja essa dica como “faça o feijão com arroz bem feito antes de atacar a receita mais complexa”.

Se você e sua equipe ainda não souberem o que levou vocês até esse ponto, sugiro fazer uma análise mais aprofundada das ações antes de avançar para as próximas dicas.

Somente entendendo quais são os pontos fortes da sua estratégia e as ações que você deve fazer para continuar tendo pelo menos os mesmos resultados é que você vai conseguir pensar nas estratégias diferenciadas para crescer ainda mais o seu tráfego.

CASE ROCK CONTENT
Para orientar a nossa equipe e garantir que todos estão seguindo os mesmos processos  e, consequentemente, alcançando resultados similares, utilizamos algumas checklists básicas. Decidimos produzir um material que ofertasse todas essas checklists para nosso público pois percebemos que essa é uma grande dificuldade de algumas das empresas que estão escalando as suas estratégias de Marketing de Conteúdo.
Nesta oferta, você vai encontrar passo a passos essenciais para cada um dos nossos processos principais, como postagem de conteúdo no blog, correções de erros de SEO, publicações em redes sociais etc.

3. Documente muito bem os seus processos

Esta dica é praticamente uma extensão da dica anterior.

Para entender quais são as ações que você faz que dão certo e replicá-las com sucesso, o melhor que você pode fazer é documentar muito bem os seus processos.

Isso significa fazer planilhas, calendários editoriais, tutoriais em vídeo, criar checklists e quaisquer outras ações que vão garantir que todas as atividades-chave da sua estratégia de Marketing estão rodando da maneira mais otimizada possível.

Essa documentação, além de facilitar a execução das tarefas de dia a dia, também é um grande ativo no momento de treinar novos membros da sua equipe.

Se a sua estratégia de marketing está crescendo, com certeza a sua equipe está acompanhando esse crescimento.

Porém, sabemos que nem sempre o gestor tem disponibilidade de acompanhar cada novo membro em suas atividades de rotina, não é mesmo? A documentação é essencial para guiar esse momento de treinamento da equipe também.

CASE ROCK CONTENT
Aqui na Rock, percebemos que temos uma metodologia que aplicamos tanto em nossos blogs quanto nas estratégias dos nossos clientes. Documentamos essa metodologia com um passo a passo bem detalhado do que fizemos para que nossos blogs funcionem como funcionam. Se quiser conferir, é só acessar aqui a Metodologia Rock Content!

4. Gaste sua energia com novas ideias

Se você já está seguindo as duas primeiras dicas, ótimo! Você tem uma estrutura para manter o seu blog em taxas constantes. Porém, o nosso desafio é continuar crescendo!

Como a nossa estratégia básica já está sob controle de acordo com os processos básicos que foram previamente determinados, para sair do ritmo normal, você tem também que pensar fora da caixa. Não podemos nos conformar só com a mesma taxa de resultados.

Por isso, é fundamental que você esteja sempre pensando em novas estratégias, novos canais, tipos diferentes de conteúdos, divulgações diversificadas e quaisquer outras variações possíveis para trazer resultados para a sua estratégia.

Mas, antes de começar a fazer vários testes dentro do seu blog, pense com calma.

Tudo deve ser feito com muito planejamento para priorizar os testes que fazem sentido dentro da estratégia, que têm potencial de gerar resultados reais e que você conseguirá implementar do começo ao fim.

De nada adianta fazer um teste que não seja relevante para o seu público ou que você não consiga mensurar os resultados, não é mesmo?

CASE ROCK CONTENT
Estamos sempre com o desafio de diversificar os nossos canais de aquisição aqui na Rock, então encontrar novas oportunidades faz parte da nossa rotina. Por exemplo, recentemente, estruturamos revistas para os nossos blogs dentro do aplicativo Flipboard. Este é um aplicativo de notícias e conteúdos segmentados por temas, então estamos testando a nossa presença digital e o engajamento com os leitores por lá também.
Confira as nossas revistas:
Revista Marketing de Conteúdo
Revista Blog Inteligência
Revista Marketing de Contenidos
Revista Comunidade Rock Content

5. Encontre o público que é realmente evangelista da sua marca e dê uma atenção especial para eles

Nesse ponto da sua estratégia, provavelmente o seu blog já tem uma audiência fiel e consolidada. E isso é ótimo!

O que muitas empresas esquecem de fazer é de valorizar esse público frequente e que confia nos seus conteúdos, pois não percebem que eles são uma ótima oportunidade de desenvolver evangelistas da sua empresa, ou seja, pessoas que gostam tanto dos seus conteúdos e das características da sua empresa que a defendem com unhas e dentes e recomendam os serviços por livre e espontânea vontade.

E não é só para se “aproveitar” do potencial de compartilhamento dos seus leitores que vale a pena investir nesse tipo de relacionamento.

É para realmente conhecer um pouco melhor o seu público e aprender ainda mais sobre os possíveis conteúdos que você pode fazer para solucionar as dúvidas deles.

CASE ROCK CONTENT
Uma das nossas principais estratégias aqui é a de aquisição de freelancers para trabalharem com produção de conteúdo para web. Sendo assim, além do blog Comunidade Rock Content, temos um grupo no Facebook com os freelancers que já se cadastraram na nossa plataforma.
Nesse grupo, alguns freelancers realmente se destacam por responderem uns aos outros por livre e espontânea vontade, garantindo o aspecto de comunidade do grupo, sem precisar de uma moderação interna. Por isso, fizemos um evento especial presencial na nossa sede em Belo Horizonte, convidando alguns desses freelancers que já são parte fundamental da nossa estratégia.

Comunidade de Freelancers Rock Content

Da esquerda para direita: Fernanda Rezende, Lívia Noronha, Mariana González, Kenia Teixeira, Willian Porto,  Amanda Gusmão, Lívia Feu, Gabriel Nascimento, Laura Ferreira, Marcelo Faria, João Pedro Ferreira, Helena Contaldo, Anna Gabriela Cardoso, Arthur Guedes, Thiago Murça

6. Fique atento no que as pessoas estão comentando no seu blog

O melhor canal de comunicação direta com o seu público provavelmente é dentro do seu próprio blog. Ali é o local em que a maioria das pessoas se sente totalmente à vontade para conversar com os editores do blog e tirar dúvidas com os demais leitores do conteúdo.

Como estava falando no tópico anterior, se vamos procurar pelos evangelistas e leitores fiéis dos nossos blogs, nada melhor do que dar uma atenção especial aos comentários do seu blog.

Além de garantir esse relacionamento com o seu público, você pode ter ótimas ideias de conteúdos para produzir no blog e solucionar dúvidas que você ainda não tinha mapeado e que realmente solucionam as dúvidas da sua persona.

Para dar o exemplo da nossa equipe de marketing, quando recebemos um comentário no nosso blog, os editores mesmo já respondem (normalmente dentro de 24 horas). Se for um comentário com dúvidas mais técnicas sobre alguma área específica, como automação de marketing ou mídia paga, por exemplo, os editores direcionam o comentário para algum especialista no tema dentro da nossa própria equipe.

Assim, as discussões sobre os temas são sempre ricas (pois contam com as experiências dos especialistas) e garantimos que o nosso público vai estar interessado em continuar interagindo com os conteúdos.

Inclusive, se tiver ficado com alguma dúvida até aqui, não hesite em comentar! Vou ficar honrada em responder cada um dos comentários. 🙂

CASE ROCK CONTENT
Como disse, aqui temos o padrão de responder os comentários com dúvidas sempre o quanto antes, normalmente acionando o especialista técnico da área ou pelo autor do post. No conteúdo 12 hacks de conteúdo avançados para você multiplicar o tráfego do seu blog em 2018, do André Mousinho, temos quase 20 comentários, todos com a resposta do autor, como você pode ver nesse print: Respondendo os comentários do blog

7. Faça parcerias de marketing

Quando a nossa estratégia de conteúdo está estagnada, uma ótima maneira de alcançar novos horizontes é fazendo parcerias de marketing com empresas que estejam conversando com um público similar à sua persona.

Você pode fazer guest posts, co-marketing, parcerias de divulgação de materiais, webinars compartilhados ou qualquer outro tipo de estratégia em que as duas (ou mais) empresas combinem e que gerem resultados que serão compartilhados entre as duas.

Ao selecionar uma empresa que tenha uma persona similar à sua (e que não seja concorrente, claro), você acrescenta esse canal de aquisição de novos contatos e potenciais clientes!

Como aquelas pessoas já se interessaram previamente pelas propostas que a sua empresa parceira tinha pra oferecer, pode ser que eles tenham interesse no que a sua empresa tem a dizer também.

CASE ROCK CONTENT
Temos alguns parceiros que são recorrentes tanto em publicações nos nossos blogs, quanto em lançamento de materiais em parceria. Quando estamos falando sobre essas ofertas compartilhadas, normalmente trabalhamos com apenas uma landing page (para facilitar a experiência do usuário) e as duas empresas se organizam para compartilhar os resultados obtidos, ou seja, divulgar para a parceira a lista completa de contatos que converteram naquele material.
Por exemplo, um dos materiais que fizemos em parceria com a Smartalk é o Kit de Super Apresentações. Ficou curioso? Confira o material agora mesmo!

Kit Super Apresentações

8. Não se esqueça de utilizar mídia paga para potencializar resultados

Quando estamos falando sobre o começo de uma estratégia digital, é comum que algumas pessoas entendam que existem 2 opções e que elas se excluem: investir em mídia paga OU em mídia orgânica.

Pode até ser que, para conseguir fazer uma estratégia de qualidade e com uma equipe reduzida, escolher um dos dois caminhos seja melhor.

Mas quando estamos lidando com uma estratégia mais evoluída, é necessário tirar esse conceito da cabeça!

Provavelmente, você já está em um momento da sua estratégia digital que tem uma equipe dedicada e já alcançou um certo nível de maturidade com as ações que está tomando, certo?

Por isso, é fundamental entender que a mídia paga pode ser utilizada para potencializar os seus resultados, para conseguir cobrir gaps ou até mesmo agilizar algum resultado específico que você esteja precisando alcançar.

CASE ROCK CONTENT
Nossa estratégia principal de captação de clientes é o Marketing de Conteúdo e, consequentemente, nosso canal orgânico é muito forte. Mesmo assim, temos um investimento em mídia paga para expandir a nossa capacidade de novos públicos ou de nichos muito específicos. Uma estratégia é complementar à outra, e não excludente!
Por exemplo, um dos anúncios que fizemos na nossa página do Facebook, divulgando o nosso vídeo de comemoração de 5 anos de Rock: Vídeo Rock Content

9. Use bem os seus canais nas redes sociais

Sabemos que, ao lidar com Marketing Digital, estamos sempre pensando em mudanças rápidas de cenário e atualizações de padrões de comportamento dos usuários e das plataformas com que trabalhamos.

As redes sociais são grandes exemplos dessas mudanças recorrentes, como atualizações de algoritmo e regras de privacidade, por exemplo.

Portanto, o cenário para perfis comerciais nas redes sociais está cada vez mais direcionado para o uso de anúncios. Ou seja, as publicações que você faz no seu perfil com o objetivo de levar pessoas das redes sociais para dentro do seu site ou blog não têm tanto efeito de alcance para a sua base se você não investe uma certa quantia de dinheiro em impulsionamento de publicações.

Sendo assim, redes sociais de alcance em massa, como Facebook e Instagram, já não estão desempenhando um papel tão importante na estratégia de geração de tráfego para um blog.

E então, o que fazer? Parar de publicar em redes sociais?

CASE ROCK CONTENT
Na minha opinião, parar de publicar é um posicionamento extremista demais, afinal de contas, as pessoas realmente já estão inseridas nessas plataformas. Então, o que temos percebido que tem trazido resultados legais para a Rock Content, por exemplo, é utilizar as nossas redes sociais como canal de branding e de posicionamento de marca, e não só de geração de tráfego.
Além da mudança de objetivo da estratégia, essa alteração no mindset de uso das redes sociais faz com que as postagens sejam realmente mais focadas na experiência do usuário, gerando interesse e engajamento com a sua marca dentro daquele contexto, sem necessariamente sair da plataforma para ir consumir o conteúdo dentro do seu blog.
Para exemplificar esta mudança de tipos de conteúdos, veja só estas duas postagens da nossa página do Facebook:
Infográfico nas redes sociais
Imagem nas redes sociais
A primeira imagem é um convite claro para o download do ebook Resultados Orgânicos no Instagram, mostrando quais são alguns dos tópicos que você vai encontrar no material. Este post tem o objetivo de levar as pessoas do Facebook para a landing page do nosso material e, consequentemente, converter mais leads.
A segunda imagem, sobre Insights de Instagram para 2018, já fala alguns dos insights na própria imagem, ou seja, é possível que o usuário consuma este conteúdo dentro da própria timeline. Ainda não temos dados comprovados para mostrar a eficácia deste tipo de estratégia em relação ao outro tipo de postagem, porém esta tem sido uma grande aposta nossa para nossas estratégias para o futuro próximo das redes sociais.

(Buzz Content)

Abrindo, literalmente, um parêntesis aqui neste tópico sobre redes sociais, acho interessante apresentar outro tipo de conteúdo que temos produzido nos nossos blogs recentemente com o objetivo de engajar o público das redes sociais e, ao mesmo tempo, trazer um pouco de tráfego para nosso site.

É o que chamamos de Buzz Content e diz respeito a conteúdos que estão sendo mais falados no momento, sendo o contrário dos conteúdos evergreen.

Ou seja, postamos algumas notícias interessantes para o nosso mercado e conteúdos relacionados a acontecimentos de grande repercussão, como lançamento de novas séries, por exemplo.

Assim, por serem temas muito falados no momento, é possível que as pessoas da área se interessem por clicar e consumir o conteúdo no nosso blog, mesmo que isso signifique sair da linha do tempo.

10. Considere ter algum especialista em CRO

Conversion Rate Optimization (CRO) é uma das áreas do marketing que tem mais crescido recentemente devido à grande aplicação do trabalho desses especialistas, que consiste em garantir que as presenças online da sua empresa, como site, blog e ferramentas, por exemplo, estejam todas otimizadas para a conversão.

Você lembra lá da primeira dica que eu dei sobre o alinhamento da estratégia de marketing com o objetivo comercial da empresa?

O profissional de CRO vai poder atuar diretamente nessas presenças para garantir que a sua comunicação esteja clara e eficiente para alcançar o seu público ideal.

CASE ROCK CONTENT
Temos na nossa equipe de marketing o Werik Gonçalves, que é o nosso especialista em CRO. Ele é responsável por desenvolver códigos de front end para fazer com que as nossas presenças online estejam alinhadas de acordo com a identidade de marca, além de desenvolver várias ferramentas para a nossa estratégia, como o Gerador de Assunto de Emails.

11. Invista ainda mais em conteúdo de Sales Enablement

Conteúdos de Sales Enablement são aqueles que podem ser utilizados pelo time de vendas para construir uma boa argumentação com os potenciais clientes no momento de negociação, ajudando a esclarecer as dúvidas do prospect e diminuir objeções.

Se você já tem um blog grande e com muita autoridade, publicar este tipo de conteúdo que tem o objetivo de educar a persona em um momento em que ela já está mais próxima do momento de compra pode ajudar não só na argumentação, mas também na percepção de que a sua empresa realmente é uma especialista no segmento e está preparada para sanar todas as dúvidas que ele pode vir a ter no futuro.

Para isso, é necessário ter um alinhamento muito próximo com o seu time comercial, aplicando as boas práticas de Vendarketing.

Faça reuniões recorrentes com vendedores chave do time comercial para conseguir mapear os conteúdos que podem ser produzidos pela equipe de marketing para sanar essas dúvidas.

CASE ROCK CONTENT
Além de produzir materiais ricos sobre o assunto, como o ebook sobre Vendarketing, por exemplo, aqui temos reuniões semanais dos gestores de marketing com os gestores de vendas. Nestas reuniões, conseguimos alinhar gaps de resultados e novas oportunidades de conteúdos ou estratégias que podemos começar a investir.
No ebook sobre o tema explicamos com mais detalhes sobre como é a nossa experiência de vendarketing, confira!

Ebook Vendarketing

12. Domine as palavras-chave long tail

Long tail são as palavras-chave mais específicas sobre a intenção de busca do usuário.

São aqueles termos mais extensos, que normalmente têm um volume de busca menor, mas tendem a converter mais na SERP, já que dizem respeito ao tópico exato que a pessoa estava procurando no Google.

Se você já tem um blog grande, provavelmente já falou sobre todos — ou quase todos — os grandes problemas e dificuldades da sua persona, certo? Então, possivelmente, também já produziu conteúdos com todas as palavras-chave head tail do seu nicho.

Portanto, para garantir o crescimento sem que tenha muitos posts repetitivos, é necessário investir mais em posts que falem sobre as palavras-chave long tail, pois são ótimas formas de você rankear no Google e podem ajudar a construir a autoridade do seu blog também.

Com a estratégia de posts satélites, você linka os posts de palavras-chave long tail para os textos com o tema macro que é abordado neste conteúdo.

Assim, você informa ao mecanismo de busca que os seus conteúdos se relacionam entre eles e também facilita a experiência do usuário dentro do seu blog, pois ele vai conseguir navegar com facilidade de um post para o outro.

CASE ROCK CONTENT
No nosso blog, temos alguns conteúdos que são os nossos principais, que falam sobre grandes temas no nosso nicho, como Marketing de Conteúdo, Marketing Digital e Inbound Marketing, por exemplo. Estes são os nossos posts âncoras e os principais de cada tema.
Linkados a eles, produzimos textos relacionados como Livros de Marketing Digital e Benefícios do Marketing Digital, por exemplo. Assim, a autoridade do domínio aumenta perante ao Google e garantimos que os nossos usuários estão tendo as melhores experiências possíveis dentro do blog.

13. Otimize a sua análise de resultados

Um dos maiores pontos de virada em uma estratégia que já é mais madura é quando acrescentamos um certo nível de análise dos resultados alcançados.

Sabemos da importância de acompanhar os números alcançados em cada campanha ou depois do lançamento de cada material, por exemplo. Porém equipes muito novas ou inexperientes tendem a se prender a métricas que não são necessariamente as ideais.

Por mais que poucas pessoas digam isso no mercado hoje em dia, acredite no que vou te dizer agora: invista um tempo para aprender mais sobre Excel e sobre melhores formas de metrificar os seus resultados. Você vai me agradecer no futuro, quando tiver uma maturidade de análise de resultados muito maior.

Além disso, uma outra coisa que pode ajudar bastante a compreender melhor os seus resultados é o uso de ferramentas de marketing, pois elas têm diversos usos diferentes como automatização de processos, otimização de tempo e rotina, organização de demandas, agendamento em redes sociais, controle de gastos em anúncios e muito mais!

Utilize o potencial de todas essas ferramentas justas para construir uma estratégia elaborada, pois assim você conseguirá ter mais insights sobre mudanças importantes no decorrer da sua estratégia digital.

CASE ROCK CONTENT
A equipe de Marketing da Rock possui hoje cerca de 30 pessoas das mais diversas especialidades. Sendo assim, utilizamos diversas ferramentas que se integram para que nós tenhamos os resultados mais otimizados possível.
Fiz uma apresentação com algumas das principais ferramentas de marketing que utilizamos no nosso dia a dia e você pode conferir aqui.


Esses 13 tópicos foram alguns dos principais aprendizados que tive nos meus primeiros meses como Supervisora de Marketing aqui na Rock Content.

Espero que essas dicas também ajudem você a estabelecer estratégias interessantes para os seus blogs que já têm um certo grau de maturidade online assim como me ajudaram — e ainda ajudam diariamente!

Abraços e até a próxima!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo