Dicas para Facebook Ads

Confira dicas fundamentais para gerar resultados e converter mais no Facebook Ads!

Uma estratégia de redes sociais atualmente precisa envolver também um bom planejamento de investimento e execução de anúncios. Entenda como fazer isso na principal plataforma de anúncios da atualidade: o Facebook Ads!

O Facebook não se tornou a maior rede social do planeta, com mais de 2 bilhões de usuários ativos, à toa.

Os recursos que a rede oferece para conectar pessoas a conhecidos, amigos e marcas favoritas são completos a ponto de manter um alto engajamento de forma sutil.

Essa mesma sutileza é usada nos negócios, que a plataforma conduz de forma inteligente, ao diminuir gradativamente o alcance orgânico e priorizar o sistema poderoso de anúncios que o time de Mark Zuckerberg criou.

Assim, o Facebook Ads se tornou o principal concorrente do Google Adwords para links patrocinados.

Um dos principais formatos é o remarketing, forma de recapturar a atenção de alguém que esteve em contato com a empresa, mas perdeu o interesse em algum momento antes da compra.

Quer aprender como fazer remarketing no Facebook Ads? Veja algumas dicas valiosas para isso!

Guia Prático do Facebook Ads

Aprenda a criar anúncios incríveis e gerar mais resultados nas redes sociais!


4 dicas valiosas para otimizar suas campanhas no Facebook Ads

O Facebook Ads é uma plataforma muito poderosa, mas precisa ser configurada da forma correta para dar às suas campanhas todo o seu potencial.

Se você nunca criou campanhas na rede, ou se teve resultados abaixo do esperado em investimentos anteriores, pode ser porque não deu atenção a algum dos pontos abaixo.

Observe 4 maneiras simples de otimizar suas campanhas e conseguir ROI e ROAS melhores sobre cada anúncio:

1. Instale o Facebook Pixel

O Facebook Pixel é um código que a rede social oferece para ajudar a rastrear quantas pessoas realizaram uma compra (ou algum outro tipo de conversão) depois de ver ou clicar em seus anúncios.

Basta colocar o código na página de confirmação de compra ou de agradecimento. Assim, o Facebook vai saber que a conversão aconteceu.

Além disso, com o Pixel instalado você recebe uma série de relatórios que ampliam a compreensão sobre seu público e permitem criar campanhas melhores. Então, não deixe de fazer a instalação.

2. Fique atento ao medidor de alcance potencial

Um recurso muito interessante do Facebook Ads é o medidor de alcance potencial dos anúncios. Mas como ele funciona?

Conforme você configura os parâmetros da sua campanha, como o público-alvo, esse medidor mostra o número de pessoas que pode ser impactado com o anúncio.

Ele também mostra se a campanha está vaga ou específica demais, dois extremos que poderiam prejudicar os resultados. A dica não poderia ser mais básica: fique atento a esse medidor.

Se fizer isso, você não vai correr o risco de ter anúncios que não convertem por um erro básico de configuração.

3. Crie públicos semelhantes (Lookalikes)

Pode ser difícil criar campanhas que convertem caso ainda não tenha uma persona bem definida.

Mesmo assim, ainda existe uma funcionalidade que pode ajudar bastante: a criação de públicos semelhantes (também chamados de Lookalikes).

É possível criar públicos personalizados a partir dos visitantes do seu site ou pessoas que curtiram a sua página.

Então, o Facebook vai buscar pessoas com perfil semelhante (de interesses, demografia etc.), que poderiam se interessar pela sua oferta e converter seu anúncio.

4. Varie nos formatos de anúncios

O algoritmo do Facebook favorece quem usa formatos variados de anúncio, então essa pode ser uma boa alternativa para aumentar a eficiência da sua campanha.

Esse também é um método confiável de testar o que funciona melhor com a sua audiência e criar campanhas mais eficazes no futuro.

Se não tiver orçamento suficiente para testar vários formatos de anúncio ao mesmo tempo, faça pequenas iterações e teste cada formato em uma campanha separada, mas que tenha objetivos parecidos.

Como criar anúncios que convertem: 4 passos simples

Você pode analisar uma série de anúncios, nos mais variados formatos que a rede do Facebook Ads oferece. Em todos, vai descobrir que as mesmas características se aplicam para fazer dele uma oferta bem-sucedida ou não.

Então, quer saber como criar anúncios que convertem? Então pare de se preocupar tanto com o formato que vai veicular, e comece a fazer o seguinte:

1. Capriche no visual

O Facebook está cheio de textos, mas não se engane: esta é uma rede altamente visual. Bons exemplos disso incluem a aposta forte na produção de vídeos com a plataforma Watch, e os recursos de transmissão ao vivo da rede.

O tempo todo, há um milhão de coisas acontecendo no feed de cada usuário, e os anúncios brigam por atenção com qualquer outro tipo de post.

Portanto, o primeiro passo para um anúncio que converte é ser visualmente claro e atrativo.

2. Seja relevante

Toda vez que alguém vê ou clica no seu anúncio, você gasta dinheiro. Então, é importante que ele seja tão relevante quanto possível, para alcançar as pessoas certas e converter.

O Facebook até dá uma pontuação por relevância aos anúncios, que depende muito da qualidade da imagem, do texto e da página de destino escolhida.

Dê atenção a essa pontuação e faça o máximo para adequar sua campanha ao nível de qualidade que o Facebook espera.

3. Faça uma proposta de grande valor

De nada vai adiantar todo o seu esforço em segmentar e personalizar seu público se a oferta não levar valor real para o público.

Muita gente faz tudo certo, mas falha em mostrar os benefícios do produto, serviço ou conteúdo que oferece, atrapalhando os resultados.

Para não correr esse risco, garanta que a sua proposta de valor não é igual à de todos os seus concorrentes, em termos de qualidade e apresentação. Não basta ter um produto bom, é preciso mostrar isso de forma cristalina.

4. Use uma CTA clara e direta

Por mais que os usuários achem seu anúncio interessante, ainda é improvável que deixem a inércia de lado e tomem a ação que você deseja sem um incentivo claro.

Esse incentivo é a chamada à ação, que precisa ser clara e direta para funcionar. Pense na CTA como o convite final, que vai fazer a conversão parecer a única escolha viável.

Isso requer criatividade da sua parte. Usar gatilhos mentais, como escassez e urgência, é um método poderoso de persuasão que deve aumentar suas conversões.

otimize suas conversões com facebook ads

4 ações que você precisa tomar ao fazer remarketing no Facebook Ads

Agora sim, vamos à cereja do bolo: as campanhas de remarketing. O que você precisa fazer para retomar a atenção de alguém que se dispersou e fazê-lo comprar?

O fato de o Facebook Ads oferecer muitos recursos e ferramentas não é, por si só, garantia de que o seu investimento vai ter retorno. É necessário entender como funciona cada parte do mecanismo, e usar isso do jeito certo.

A seguir, veja mais 4 dicas que vão te ajudar a alcançar as pessoas certas e não desperdiçar nem um centavo para reconquistar quem já se interessou pela marca:

1. Aborde quem já segue a sua marca

Talvez você pense em fazer remarketing apenas para as pessoas que visitaram seu site e abandonaram a compra.

No entanto, quem já segue a sua marca na rede tem maior chance de ter, em um momento ou outro, interesse por um ou mais dos itens que você vende.

A estratégia é ainda mais interessante para quem comanda negócios de receita recorrente, como SaaS, ou um e-commerce.

Afinal, quanto maior o contato dos seus fãs com suas ofertas, maior a probabilidade de compra, e usar apenas o alcance orgânico do Facebook para conversar com esse público está cada vez mais difícil.

2. Use os recursos de segmentação por tráfego e público

Além dos públicos semelhantes, que citamos acima, o Facebook conta também com opções de segmentação personalizada por tráfego e público.

A segmentação personalizada por público é criada a partir de uma lista de e-mails ou telefones de quem já consome seu conteúdo ou comprou da empresa.

Já a segmentação por tráfego do site envolve pessoas que acessaram seu site, ou algumas páginas específicas dele.

3. Baseie os anúncios no comportamento dos clientes

Uma regra de ouro quando o assunto é remarketing no Facebook: seja específico. A ideia é pegar quem está pronto para comprar e fechar negócio de forma direta.

A melhor forma de fazer isso é se basear no comportamento dos clientes. Como assim? Você se lembra do senso de urgência? Para quem quase comprou um produto, vale a pena enviar uma oferta com desconto especial, válido por pouco tempo.

Tire da campanha quem acessou páginas de confirmação de compra. Isso vai evitar que alguém que abandonou a compra e depois voltou para finalizá-la receba novamente a mensagem.

4. Estabeleça prazos de acordo com a duração das ofertas

Seus anúncios devem durar, no máximo, o mesmo tempo pelo qual as ofertas contidas neles continuam válidas.

Já pensou como seria uma experiência ruim para o cliente se ele clicasse no anúncio que oferece um desconto ao descobrir que a oferta já expirou?

Se decidir oferecer descontos por tempo limitado, não escolha a opção de rodar os anúncios de forma contínua, estabeleça um prazo para ela sair de circulação.

Fazer remarketing no Facebook Ads pode ser uma ótima forma de recapturar os leads que, por algum motivo, desistiram de comprar no seu site. Cada oportunidade recuperada é um cliente a mais que pode ser fidelizado. Então, não descarte as dicas mostradas aqui, elas vão te ajudar a ganhar muito mais dinheiro.

Nem só de anúncios vive uma estratégia de redes sociais, não é mesmo? Por isso, confira como obter resultados orgânicos no Instagram:

Como melhorar seus resultados orgânicos no Instagram ebook

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo