Email falso

Email falso: como evitá-los na sua base de contatos

Para muitos profissionais de email marketing um dos maiores problemas são os emails falsos da base. Aprenda como identificar e solucionar esse problema!

O email marketing, ao contrário do que alguns iniciantes pensam, está longe de desaparecer.

Apesar de o atual foco ter se voltado para as redes sociais, ainda há muita utilidade aqui, especialmente para newsletter e geração de estatísticas. Porém, há uma coisa que sempre atrapalha este processo: o cadastro de email falso.

Sim, você inevitavelmente terá alguns nomes na sua lista de inscritos que não são realmente os seus leads. Em geral, são pessoas que inseriram um endereço apenas para ter acesso a algum material, mas que não estão interessadas de verdade na sua newsletter.

Ou pior, robôs de spam entrando em todos os formulários possíveis e criando cadastros falsos. “Mas por que alguém faria isso?”, você se pergunta. Existem 2 hipóteses:

  • há um concorrente querendo sabotar o seu email;
  • o robô trabalha para roubar dados e estatísticas da sua base.

De qualquer forma, um email falso pode prejudicar bastante o seu negócio.

Por isso, vamos falar sobre os riscos que eles trazem e como você pode evitar a maior parte deles. Acompanhe:

Os problemas de ter uma lista de emails falsos

Perda da precisão de dados

A sua lista de cadastros não serve apenas para pendurar na parede e sentir orgulho de si mesmo.

Ela te ajuda a gerar estatísticas sobre os usuários, registrar dados como localidade, faixa etária, taxa de resposta, entre outras informações úteis.

Consequentemente, se há muitos nomes falsos nessa lista, os percentuais obtidos estarão poluídos com uma enorme quantidade de dados inválidos.

Como boa parte das análises de desempenho de ações empresariais — incluindo email marketing — são medidas em porcentagem (taxa de eficiência), a sua avaliação pode cair consideravelmente rápido.

Então, quando você tiver um aumento explosivo de endereços na sua lista, suspeite!

Aumento do custo dos provedores de email

Quando uma empresa trabalha com um grande movimento de emails, ela precisa pagar pelos serviços de um provedor empresarial.

E cada email a mais que é disparado por dia impacta nesse custo. O mesmo vale para cada email falso!

Digamos que você esteja com um plano que cobra mil emails diários dentro da sua plataforma. Você tem, no momento, 700 assinantes e todos interagem com suas mensagens (um mundo ideal). Tudo dentro dos seus limites.

Mas, do nada, um robô gera 400 novos cadastros, passando seu total de assinantes para 1,1 mil, te obrigando a buscar um plano mais caro.

Porém, esses 400 cadastros não respondem as suas mensagens, o que reduz consideravelmente a eficiência do seu email marketing.

No fim das contas, você paga por 400 mensagens enviadas que não oferecem nenhum resultado.

Risco de ser considerado um spammer

Por fim, o maior temor de todo empreendedor é cair na caixa de spam.

A maioria dos provedores determina se você vai ou não parar nesse limbo por meio da sua reputação, verificando a proporção entre o número de envios para endereços falsos e verdadeiros — taxa chamada de hard bounce.

Em resumo, cada novo cadastro falso que você atende pode comprometer as suas chances de alcançar os seus verdadeiros leads.

Como evitar mais um email falso na sua lista

Sempre tenha um captcha

Sabe quando o site pergunta se você é um robô? Os captchas são uma boa forma de evitar a ameaça dos cadastros automáticos.

Por mais que as máquinas fiquem cada vez mais espertas, a tecnologia necessária para ler uma imagem distorcida, sem código, não é tão acessível.

Dizer, por exemplo, em quais quadrantes da foto há uma criança, ainda é uma tarefa para humanos.

Para ter um captcha na sua página, basta instalar um plugin e configurá-lo de acordo com as instruções.

Lembre-se de mantê-lo atualizado! Nunca se sabe quando os robôs vão ficar mais espertos.

Aplique uma verificação em 2 estágios

Algo que costuma evitar a entrada de um email falso na sua base é a necessidade de uma verificação dupla.

Por exemplo: fazer um cadastro e depois confirmá-lo através de um link enviado por email.

Dessa forma, o usuário terá que abrir a conta cadastrada e seguir o procedimento, o que aumenta as chances de que aquele seja um endereço real.

Esse método possui 2 benefícios:

  • usuários pouco interessados no seu material podem desistir de fazer o cadastro (sim, mais de 2 cliques é muita coisa), o que ajuda a filtrar leads melhores;
  • os robôs nem sempre estão programados para acessar um email e responder um link novamente. A menos que seja uma máquina muito bem programada (e elas existem), haverá alguma falha nesse processo.

Remova cadastros inativos da sua lista

Por mais que você se esforce para manter a audiência, alguns dos seus leads vão deixar a sua base — ou nunca foram parte dela, no caso de um email falso.

Por causa de ambos os casos, vale a pena limpar a sua lista de tempos em tempos.

Alguns critérios comuns para determinar quando o lead não é mais o seu lead são:

  • taxa muito baixa de abertura de email por tempo prolongado;
  • os nomes no endereço e no cadastro simplesmente não coincidem;
  • o IP de origem do email já foi comprometido.

Há outros critérios mais aprofundados, mas acreditamos que isso já explique o nosso ponto.

Nunca compre uma lista de emails

Essa é uma lição reforçada a todo momento e que muitos insistem em não seguir.

Algumas pessoas acham interessante enviar mensagens para tantas pessoas quanto possível, mas se esquecem de que um bom marketing é focado no seu público específico.

Se você vende brinquedos, por exemplo, não há motivo para falar com pessoas solteiras de 20 a 30 anos, a menos que sejam colecionadores.

Apenas lembre-se: o seu aproveitamento de uma lista comprada é muito baixo. Sem falar que, dependendo de quem te vendeu, ela pode ser composta apenas por mais endereços falsos!

Agora que você entende como evitar mais outro email falso na sua lista, é hora de colocar estas práticas em ação!

Quer aprender como usar os endereços reais da forma certa? Então veja nosso ebook gratuito sobre como criar campanhas vencedores de email marketing.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo