Como usar um ERP para alavancar suas vendas

Como usar um ERP para alavancar suas vendas?

Um ERP pode ser um diferencial para alavancar as vendas da sua empresa. Quer entender como isso funciona? Explicamos tudo neste post!

Responda rápido: você aceitaria entrar em uma aeronave sem painel de controle, pilotada só com base na experiência do piloto?

Certamente não. E a razão para isso é que, sem dados, é simplesmente impossível ser bem-sucedido em qualquer empreitada.

Pois o mesmo acontece com sua empresa, especialmente em relação a seu esforço para alavancar as vendas.

A verdade é que, na era dos negócios digitais, não dá para ser competitivo trabalhando com um sistema para a área de gestão de pessoas, outro para o jurídico e mais um para o estoque.

Já pensou que o setor financeiro, por exemplo, tem atividades intimamente ligadas ao setor contábil? É essencial, assim, ter integração. E essa é justamente uma das maiores virtudes de um ERP (Enterprise Resource Planning).

Você sabe o que é um ERP e como essa solução pode ajudar sua empresa na prática? Acompanhe nosso post de hoje e descubra!

Como um ERP pode alavancar as vendas da empresa?

Quem trabalha com vendas sabe muito bem: rapidez no tempo de resposta é fundamental para fechar bons negócios.

O detalhe é que essa velocidade para checar dados, negociar e emitir pedidos exige que os vendedores estejam em contato permanente com gerentes e diretores comerciais. E isso pode ficar ainda mais complexo quando a atuação do time envolve empreitadas externas.

Então saiba: agilidade é o primeiro efeito de um ERP.

Outra questão complicada no dia a dia da equipe de vendas é entender como definir a margem máxima de negociação.

É claro que não tem como os profissionais ligarem para a empresa o tempo todo, solicitando reiteradamente autorizações para concessão de descontos. A boa notícia é que, com um ERP, até esse limite pode ser parametrizado no sistema, evitando vendas abaixo do patamar mínimo exigido pela organização.

Quais são os maiores benefícios de implementar um ERP?

Redução de custos

A princípio, parece antagônico anunciarmos um gasto com um ERP como uma medida econômica, não é mesmo?

Mas você vai entender a lógica agora, ao lembrar que o investimento em TI, quando bem realizado, apresenta um dos maiores retornos sobre o investimento do mercado. Já começou a fazer sentido, certo?

Com um ERP para alavancar as vendas, seus representantes comerciais não precisarão mais de catálogos, uma vez que todo o portfólio da empresa estará ao alcance de suas mãos, em seus smartphones. A mobilidade é uma das grandes virtudes dos ERPs modernos.

A gestão das vendas externas pode ser monitorada em tempo real, o que tende a ampliar a produtividade. Isso sem falar nos indicadores, que permitem entender os gaps de cada colaborador, eventuais necessidades de capacitação, entre outros elementos que darão à companhia uma consciência holística do negócio.

Como você pode imaginar, tudo isso resulta em maximização de lucros e redução de custos.

Segurança dos dados

Na prática, não são poucas as empresas que já sofreram em virtude de roubo de dados estratégicos ou das temidas fraudes contábeis.

O que você tem que entender o quanto antes é que não adianta nada ter uma equipe comercial de altíssima performance se a contabilização dos lucros na corporação é feita sem a devida segurança.

Aí entra o ERP, promovendo avanços relevantes na governança e estratégia de compliance da companhia. Isso porque, com o uso desse tipo de solução empresarial, todas as informações corporativas passam a trafegar digitalmente, registrando os rastros de cada funcionário que usa o sistema — quando acessou, em que horário, a partir de qual IP e o que exatamente foi alterado.

Eliminação de ruídos

Qual será o tamanho da mancha na imagem da empresa se os times de vendas e de estoque não estiverem alinhados?

Muitas vezes, a simples falta de um sistema integrado forma inúmeras fissuras na organização, impedindo que a empresa consiga alavancar as vendas.

Imagine vender um produto que não está mais disponível no estoque. Esse mal-entendido pode se transformar em uma tragédia para a credibilidade da empresa, não concorda?

Esse caos também pode fazer com que um representante comercial feche uma venda para um cliente negativado por não ter como checar o sistema da empresa in loco, tampouco ter contato direto com os profissionais do jurídico. Esses gaps de informação são resolvidos com um ERP.

Ganho de previsibilidade

A centralização dos dados empresariais em um único sistema confere inteligência operacional aos processos.

Assim, as vendas podem gerar baixas automáticas no estoque, os demonstrativos de resultados e fluxos de caixa são atualizados em tempo real, as metas e os indicadores são monitorados durante todo o dia.

Como você pode ver, um sistema ERP funciona como um centro de controle corporativo, que permite a obtenção de prognósticos mais precisos, tornando a empresa bem menos suscetível à imprevisibilidade natural do mercado.

Escalabilidade do negócio

Imagine o seguinte cenário: a empresa começa com um time comercial de 5 vendedores. Depois de certo tempo, a equipe tem 45 profissionais.

São 9 vezes mais vendedores gerando pedidos, fazendo consultas de restrições cadastrais e necessitando do apoio da área de marketing para promover produtos. São também 9 vezes mais vendedores sendo monitorados, com metas e avaliações de performance a serem gerenciadas.

Se você ainda quiser fazer tudo isso com seu sistema legado, evidentemente terá problemas.

Chega um momento em que, com um software obsoleto, você não consegue mais controlar absolutamente nada. Assim, sem controle de indicadores, você pode ter certeza: sua empresa navegará em mares agressivos, totalmente ao sabor da sorte. E isso tende a não dar certo.

Que funcionalidades do ERP podem alavancar as vendas?

Integração de dados

Integrado ao CRM, o ERP permite que vendedores e gestores consultem todo o histórico de compras dos clientes.

Essa funcionalidade facilita a compreensão de detalhes como sazonalidade dos pedidos, itens mais solicitados e ticket médio. Com isso, o time comercial consegue ser mais propositivo na abordagem de vendas e, assim, obter melhores resultados.

Emissão de notas, boletos e orçamentos

Ter todos os documentos de interesse da área comercial em um único sistema (que pode inclusive ser acessado a partir de smartphones) contribui para a gestão eficiente dos pedidos e dá mais agilidade ao time.

Um software empresarial completo ainda permite acompanhar as projeções de vendas no mês a partir de gráficos e relatórios gerenciais avançados, favorecendo a definição de estratégias para alavancar as vendas.

Acompanhamento e comparação de resultados

Um ERP une matriz e filiais em uma única solução de inteligência comercial. Com isso, o gestor consegue monitorar as operações de todas as lojas da rede, controlando remotamente o estoque, o financeiro, as vendas e as movimentações de consumo dos clientes.

Ainda é possível comparar os resultados das unidades. Todo esse conhecimento subsidia a orientação das equipes e a melhora nos resultados de vendas.

Controle de estoques

Acompanhar os produtos disponíveis no estoque, provendo ao setor todas as estimativas de vendas, garante a elaboração de um planejamento conjunto de insumos e mercadorias, evitando desperdícios e queda no giro dos estoques.

A essa altura, você já percebeu que ignorar as novas tecnologias certamente lhe custará competitividade no mercado, certo?

É fato: em tempos de mobilidade corporativa, alavancar as vendas impõe a transição da empresa para a transformação digital. Não fique fora dessa!

Por fim, se gostou do nosso post, não se esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais!