Escrita Criativa

Escrita criativa: saiba como desenvolvê-la em 7 passos

Você vai conferir uma lista com 7 dicas que preparamos para desenvolver a escrita criativa e incorporá-las nos seus textos.

Muita gente acredita que a escrita criativa é um dom, mas essa é uma prática que pode ser desenvolvida se você treinar, utilizar algumas técnicas e cultivar bons hábitos.

A escrita criativa é a arte de produzir um conteúdo da forma menos engessada, automática e óbvia possível.

Em outras palavras, trata-se de elaborar um texto atrativo, interessante e capaz de prender a atenção do leitor do início até o final.

Para isso, são usados alguns elementos da criatividade, como a inovação, as figuras de linguagem, os exemplos, as analogias, as histórias e a imaginação.

Desenvolver esse tipo de escrita é fundamental para qualquer profissional que goste de escrever e que trabalhe com textos.

Afinal, é preciso chamar a atenção do público para que o seu conteúdo se destaque em meio ao bombardeio de informações que as pessoas recebem diariamente.

A seguir, você vai conferir uma lista com 7 dicas que preparamos para desenvolver essa habilidade e incorporá-las nos seus textos. Acompanhe:

1. Não espere por uma inspiração

Criatividade definitivamente não é um dom e nem algo que surge “do nada”. É um processo que se origina da concentração e, principalmente, da inspiração.

Esse estímulo, por sua vez, precisa ser buscado. Nesse ponto, muitos produtores de conteúdo cometem o erro de “esperar a inspiração chegar”.

Não caia nessa! Esse impulso é que nem o amor da sua vida: ele não baterá na sua porta, é preciso ir atrás dele.

Então, para sair dessa relação de dependência, é legal criar uma atmosfera inspiradora e criativa.

Isso pode ser feito com a prática de exercícios físicos, com uma meditação, com a reprodução de músicas relaxantes, com um brainstorming… Em suma, com atividades farão você sair da inércia.

Esse será seu 1º passo para sair do papel ou da tela em branco e colocar as suas melhores ideias no texto.

2. Tente escrever diariamente

O desenvolvimento da escrita criativa pode ser comparado com o aprimoramento de uma habilidade esportiva.

Por exemplo: o jogador de basquete que quer se especializar em cestas de 3 pontos vai obter êxito se treinar todos os dias.

Aliás, o ídolo nacional Oscar Schmidt é um caso de talento que foi lapidado com bastante treino (basta ouvir alguma das suas entrevistas ou palestras para confirmar isso).

Com a escrita criativa não é muito diferente. Se você quer escrever melhor, precisa praticar diariamente.

Não é necessário imprimir o estilo criativo em todos os textos, mas vá iniciando aos poucos.

Comece criando exemplos lúdicos para explicações mais técnicas, depois passe a contar uma história, e assim você conseguirá aperfeiçoar essa técnica com o tempo.

3. Leia sobre diferentes assuntos

A construção de um vocabulário vasto é essencial na escrita criativa. Quanto mais você lê, mais bagagem adquire para trazer novos pontos de vista, evitar repetições de palavras e melhorar os seus textos.

Busque por blogs, redes sociais, sites, revistas e livros que tratem de diferentes assuntos, inclusive sobre escrita criativa.

Isso ajudará a afiar não só esse estilo textual, como também o seu hábito de pesquisa e a sua capacidade de trabalhar com diversos temas.

Sabemos que é difícil arrumar tempo e se livrar das distrações para ler tudo que queremos e precisamos (24 horas por dia parecem ser tão pouco…), mas não deixe de praticar. Afinal, a leitura e a escrita são habilidades complementares e inseparáveis.

4. Anote todos os insights que surgirem

Um hábito que ajudará a ter inspiração sempre quando você precisar é o de anotar todas as ideias legais que aparecem na sua rotina.

Pode ser uma conversa que você ouviu no transporte público, um comentário na rede social, um trecho de um vídeo no YouTube, uma leitura de um artigo… Enfim, insights valiosos para os seus textos podem surgir várias fontes.

Por serem relevantes, essas ideias não podem ser esquecidas. Logo, dê um jeito de registrá-las em algum gravador, bloco de notas ou aplicativo.

Essa é uma forma de sempre ter referências de boas ideias ao seu alcance, o que aumenta a sua produtividade e a agilidade para desenvolver os conteúdos.

5. Estruture as ideias antes de escrever

Um pouco de organização não faz mal a ninguém, não é mesmo? Ser criativo também exige disciplina, principalmente quando for aplicada na escrita de um texto.

Uma dica muito bacana é fazer uma espécie de esqueleto do texto. Selecione os principais pontos e argumentos e os separe em tópicos ordenados para saber como o conteúdo começará e terminará.

Isso te ajudará a ter mais foco na proposta do conteúdo e evitará que você fique perdido e sem ideias no meio da escrita.

6. Defina e siga os objetivos de cada texto

Ser criativo é ir do ponto de partida até a linha de chegada da forma menos previsível, certo? Portanto, é fundamental saber o que você quer conquistar com os seus conteúdos.

Entender as propostas dos textos também é uma prática de desenvolvimento de foco e organização textual.

Por exemplo: se a intenção do post é motivar as pessoas, adote um tom mais incentivador no desenvolvimento e, ao final do texto, releia ou peça para alguém ler o que foi escrito para saber se essa sensação foi transmitida.

O mesmo vale caso a ideia seja informar, divertir, educar, chocar ou convencer as pessoas a comprarem um produto.

7. Utilize figuras de linguagem

Falando propriamente de uma técnica de escrita, a figura de linguagem é uma das maneiras de sair do óbvio ao passar um argumento.

Esse é um recurso muito empregado na escrita criativa para tornar as suas mensagens mais expressivas, lúdicas e significativas.

Existem diversos tipos de figuras de linguagem, como metáfora, ironia, eufemismo, hipérbole, personificação, paradoxo e muitos outros.

Vamos utilizar a personificação, que é a atribuição de sentidos humanos a elementos irracionais, como exemplo:

Imagine um possível trecho de um post que fala sobre vendarketing: “Por meio do vendarketing, as chances de o departamento de vendas chorar porque recebeu leads frias da equipe de marketing diminuem drasticamente”.

Literalmente, um departamento não chora, e um lead não pode ser frio ou quente. Mas, ao incluir esse elemento, a frase não perdeu sentido.

Além do mais, essa figura de linguagem ajudou a quebrar um pouco da formalidade que um tema desse poderia passar ao leitor.

Enfim, a escrita criativa poderá destacar os seus textos dos demais e, com isso, trazer mais audiência, confiança, reconhecimento e até conversões.

Para incorporar essa arte nos seus conteúdos, é importante não ter medo do novo. Sair da zona de conforto será o 1º passo para produzir textos que encantem os seus leitores.

Então, não deixe de treinar bastante para desenvolver essa habilidade. Pratique a leitura, a escrita diária, a organização de ideias e todas as dicas listadas para produzir conteúdos cada vez melhores.

Tão importante quanto possuir uma escrita criativa é saber revisar bem os seus textos. Afinal, um bom conteúdo não pode ser minado por erros que prejudiquem a compreensão do leitor.

Então, veja as dicas do nosso post “Revisão de conteúdo: como evitar que os seus conteúdos percam a credibilidade por erros bobos”.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo