estoque de e-commerce

Aprenda rápido como gerenciar bem o estoque do seu e-commerce!

O desejo de todo e-commerce é aumentar as suas vendas, mas para isso ser feito é preciso levar em conta algo muito importante: o estoque. Afinal, para vender mais é necessário ter mais produtos disponíveis para esse fim.

E esse desafio envolve tanto os negócios que estão começando quanto os que já estão consolidados no mercado, uma vez que independente do tempo, tamanho ou nicho, todos precisam vender para sobreviver e querem cada vez mais aumentar o lucro gerado.

Porém, gerenciar um estoque não é uma tarefa fácil para as lojas virtuais. É preciso de muita organização e de um planejamento bem elaborado para conseguir ter uma administração bem-sucedida.

Pensando nisso, decidimos elaborar este post para que você entenda a importância e os benefícios que o gerenciamento do estoque de seu e-commerce podem gerar para o seu negócio.

Por que cuidar da gestão de seu estoque?

Mesmo que você tenha uma boa plataforma, possua um blog, adote Marketing de Conteúdo e invista em uma estratégia de email marketing, nada disso terá o menor efeito se você não tem controle sobre o seu estoque.

Afinal, conquistar um cliente e não conseguir entregar a mercadoria comprada por estar em falta no estoque, por exemplo, gera um impacto muito negativo sobre o seu negócio.

Além de decepcionar esse consumidor, perdendo as chances de fidelizá-lo, o seu e-commerce ainda corre risco de ser difamado e afastar novos clientes.

Então, se você deseja crescer o seu negócio, faturar mais ou mesmo aumentar a satisfação de seus clientes é essencial saber como gerenciar o seu estoque. Uma  administração eficaz proporciona:

Um melhor aproveitamento do capital de giro

Sabe aquele dinheiro que é destinado para os gastos do e-commerce, como estoque ou despesas operacionais? Ele é chamado de capital de giro.

Quando existe um planejamento em relação ao estoque de sua loja, é possível fazer um comparativo entre os gastos (com fornecedores, transporte, armazenamento dos produtos etc.) e o lucro sobre a venda de cada mercadoria.

Esse conhecimento permite analisar todas as despesas existentes e identificar as que são realmente necessárias e as que podem ser reduzidas. Sendo possível, dessa maneira, remanejar gastos e otimizar os recursos destinados ao seu negócio.

Maiores chances de satisfação do cliente

Conseguir entregar o produto desejado ao cliente, demanda um grande alinhamento entre o e-commerce e os seus fornecedores. Para organizar um estoque é preciso definir prazos claros e precisos para que nada atrase ou falte.

Ao seguir esse planejamento, é possível diminuir os riscos, tanto em relação a atrasos quanto de falta de produtos, e assim, aumentar as possibilidades de entregar a mercadoria de forma satisfatória ao cliente.

Oportunidades para impulsionar as vendas

Analisar o seu estoque possibilita identificar os produtos mais desejados e quais são os menos vendidos. Essa observação proporciona vários insights, tanto de melhorias nas próprias mercadorias, quanto em novas estratégias para aumentar as vendas dos itens menos procurados.

Qualquer uma das medidas ao ser colocada em prática representa uma tentativa em busca de aumentar o crescimento do número de vendas e de alcançar melhores resultados para o seu negócio.

Como ter um bom gerenciamento de estoque

Agora que você já sabe a importância de se ter um gerenciamento do estoque de seu e-commerce, vamos abordar como de fato executá-lo. Existem vários fatores que influenciam o sucesso dessa administração e pensando nisso, separamos três que precisam ser levados em conta, independente do tipo ou tamanho de sua loja virtual. Eles são:

Frequência de checagem de estoque

Um bom gerenciamento de estoque se inicia conhecendo a demanda e a disponibilidade de mercadorias do seu e-commerce. Com a análise desses dados é possível determinar a frequência mais adequada que você ou o profissional responsável pela logística de seu negócio precisa realizar essa verificação.

Não existe um período fixo para essa tarefa ser executada. Ajustes e variações devem ser feitos de acordo com a necessidade de cada empresa. Entretanto, a frequência de checagem precisa ser feita de forma constante, para conseguir acompanhar todas as vendas realizadas.

Fornecedores de confiança

Poder confiar no seu fornecedor é essencial. Por isso, pesquise bem antes de escolher para evitar problemas para o seu negócio.

Feito a escolha, avalie de tempos em tempos se essa parceria está valendo a pena. Para isso, leve em conta os gastos, vantagens, pontos a serem melhorados e outras informações que possam ajudar a chegar a uma conclusão.

Modelos de estoque

Essa escolha vai impactar nos dois fatores citados acima, visto que estoques diferentes apresentam necessidades específicas de checagem e de entrega de fornecedores. Para decidir o modelo mais adequado para o seu e-commerce é preciso conhecer a fundo o seu negócio e suas demandas, além de claro, os tipos de estoque existentes.

Descubra a seguir, os tipos de estoques, vantagens e desvantagens de cada modelo e escolha com mais propriedade o que mais se adéqua com o seu e-commerce:

Estoque compartilhado

Normalmente, e-commerces que também apresentam lojas físicas dividem um mesmo estoque para diminuir os custos. Ao mesmo tempo em que isso parece vantajoso, esse tipo de armazenamento também apresenta desafios em sua administração: vendas de uma mesma mercadoria podem ser realizadas simultaneamente, correndo o risco de ter apenas um produto disponível.

Caso você opte por um estoque compartilhado, invista em uma boa ferramenta para automatizar as vendas físicas e onlines.

Estoque consignado

Neste modelo, a compra dos produtos é feita de forma consignada, permitindo a devolução do que não foi vendido, caso não haja demanda por todos as mercadorias. Dessa forma, o custo envolvido neste tipo de estoque é mais baixo e com menos riscos de prejuízos. Porém, nem todos os tipos de e-commerce conseguem operar com esse modelo.

Estoque descentralizado

Quando a mercadoria é dividida e estocada em diferentes locais, chamamos esse modelo de descentralizado. O custo para manter vários espaços é maior e apenas com uma boa logística é possível diminuir os gastos de transporte e tempo de entrega. Além disso, todos os estoques precisam estar interligados para que tudo possa funcionar de acordo com o programado.

Estoque terceirizado

Já quando se opta por um estoque terceirizado, existem dois modelos que podem ser adotados:

  • Drop shipping

A compra dos produtos é feita de acordo com a demanda.

Mesmo tendo a vantagem de não ficar com produtos parados e não ter que investir em um estoque, essa prática envolve um grande risco — visto que o prazo do fornecedor impacta direto na entrega de todas as compras feitas e por isso — precisa estar muito bem alinhada com a necessidade do e-commerce.

  • Cross docking

Essa logística funciona da seguinte maneira, o fornecedor envia o produto para o e-commerce, e esse já entrega a mercadoria ao cliente, sem ter a necessidade de um estoque próprio.

Assim, o seu negócio apresenta menos gastos, tem o controle de todo o processo de envio, podendo personalizá-lo, mas corre um grande risco de tempo, ao depender do envio do fornecedor.

Bônus: Ferramentas para ajudar na gestão

Para facilitar a gestão e otimizar o tempo gasto nessa tarefa, decidimos apresentar algumas ferramentas que podem auxiliar todo esse processo.

Google Analytics

Com essa ferramenta é possível gerar relatórios e acompanhar as atividades de seu e-commerce, avaliando como está o alcance das métricas e o que precisa ser melhorado para conquistar melhores resultados.

Existe também o Enhanced E-commerce, um plugin para o Google Analytics, que oferece uma análise mais completa sobre o processo de compra e o comportamento dos usuários nessa jornada.

Com ele é possível, por exemplo, ter mais detalhes sobre adições e remoções no carrinho e também acompanhar de forma mais detalhada, o passo a passo até a conclusão da compra.

Enterprise Resource Planning

ERP ou Planejamento dos Recursos da Empresa, é uma ferramenta que auxilia no controle de toda a administração de seu e-commerce, como na elaboração do seu estoque, faturamento, impostos e outros fatores que são essenciais para o sucesso de seu negócio.

Além de otimizar todo o trabalho de gestão, ele também diminui os riscos de erros ao concentrar os inúmeros dados desse negócio em um só lugar de forma organizada.

Google AdWords

Com ele, é possível expandir a divulgação da sua loja virtual, alcançando novos clientes e criando anúncios atrativos e segmentados para a persona de seu negócio, aumentando as chances de novas vendas.

O Remarketing Dinâmico é outra estratégia disponível que ajuda a encurtar o processo de compra, deixando o usuário a um passo de realizá-lo ao exibir ofertas de produtos pesquisados em outros sites.

Ficou interessado? Conheça mais vantagens do Google Adwords para e-commerce aqui.

Conclusão

O sucesso de um e-commerce está diretamente ligado a uma boa gestão de estoque. Por isso, definir o modelo mais adequado ao tipo do seu negócio, adotar boas práticas e usar ferramentas para otimizar todo esse trabalho são essenciais para uma boa administração.

Se você tem ou trabalha em um e-commerce, quer aprender mais dicas, conhecer as melhores práticas e tendências desse setor confira abaixo o nosso ebook completo para você estruturar o seu e-commerce!

Ebook gratuito - E-commerce: Da criação à fidelização de clientes

Quer aprender a transformar o seu e-commerce em um negócio de sucesso?
Preencha o formulário abaixo.


 

Gostou do conteúdo? Curta, compartilhe e não esqueça de deixar a sua mensagem nos comentários abaixo!