Fake News

Fake news: o que é e como ela pode impactar em uma estratégia de marketing

Quer entender sobre fake news e como criar conteúdos de qualidade e baseados em fontes confiáveis? Leia o conteúdo ate o final e entenda como!

Nunca teve tanta informação disponível no mundo, mas também nunca houve tanta desinformação. Uma constante no mundo digital, as fake news tornaram-se parte do mar de conteúdos compartilháveis e usuários ávidos por disseminar ideias que muitas vezes não têm fundamentos e são para lá de absurdas.

Essas notícias falsas foram propagadas incansavelmente nas redes sociais. Essa situação, obviamente, pode trazer inúmeros impactos negativos para pessoas e marcas.

Neste texto, vamos falar do conceito de fake news e seus desdobramentos. Explicaremos quais os tipos e ressaltaremos quais são os impactos em uma estratégia de marketing digital e como evitar que uma empresa propague uma notícia falsa. Acompanhe!

A fake news e seus impactos negativos

O termo fake news está associado a notícias falsas ou imprecisas, que são disseminadas nos mais diversos meios de comunicação, principalmente na internet e nas redes sociais. Infelizmente, porém, não é algo dos dias atuais.

Boatos e desinformações já fazem parte da sociedade antes da web invadir nossas vidas. Com a tecnologia, as notícias falsas apenas ampliaram seus alcances e passaram a fazer parte do dia a dia das pessoas, sobretudo em mídias como o Facebook.

Marketing no Facebook

Tudo acontece em uma velocidade tão rápida que, em muitas situações, basta apenas uma manchete chamativa para a informação ser compartilhada e, não raro, viralizar, atingindo milhares e até milhões de pessoas.

É verdade que muitas são absurdas e identificadas com certa facilidade, mas existem as fake news mais sutis e são essas que geram mais compartilhamento e convencem mais os usuários. Notícias falsas podem gerar incontáveis situações desagradáveis, incluindo questões graves de cunho profissional, pessoal ou social.

Tipos de fake news

Você sabe como identificar uma fake news? A seguir, listamos 5 tipos de notícias falsas, de forma que você fique mais atento. Acompanhe!

Notícias mentirosas

Em muitas situações, notícias verídicas são utilizadas fora de contexto, de forma a manipular a opinião das pessoas. Nesse caso, a fake news acontece a partir de fatos reais que são escolhidos cuidadosamente para transmitir ideias diferentes daquelas do que de fato são para o público.

Paródia ou sátira

Meios de comunicação como o Sensacionalista criam e publicam fake news com muita criatividade e humor, a fim de satirizar a mídia. Nesses casos, é preciso ter muito cuidado com a interpretação das notícias falas, pois o formato compartilhado fora do contexto da paródia pode causar diversos problemas.

Conteúdo generalista ou desleixado

Em geral, tratam-se de materiais criados de forma básica ou simplista, muitas vezes com inspiração em fontes pouco ou nada precisas, que acabam sendo enquadrados na categoria das notícias falsas.

Notícias mentirosas que não têm fatos como base, mas apoiam uma narrativa constante

Nesse caso, tratam-se de notícias que não contam com uma base estabelecida para a verdade. Dessa forma, em inúmeras situações, opiniões ou ideologias se chocam, o que faz com que preconceitos inconscientes entrem em cena. Exemplos disso são as teorias da conspiração, como “Michael Jackson está vivo” ou “Avril Lavigne morreu e quem está em seu lugar é, na verdade, uma sósia”.

Intencionalmente enganoso

Esse tipo de notícia é fabricada de forma deliberada para obter vantagens por meio do número de cliques, gerando descontentamento ou propagandas sensacionalistas. Essas histórias têm a tendência de serem propagadas por meio de páginas de notícias fakes e rapidamente são disseminas em mídias como Facebook e Whatsapp.

Como as fake news afetam uma estratégia de marketing digital

Com as fake news, as crises de confiança são ampliadas e, dessa forma, a sua estratégia de marketing digital pode ser afetada por causa da internet, que é o principal canal de consumo de notícias no Brasil e em diversas outras partes do mundo.

De acordo com o relatório sobre notícias digitais do Instituto Reuters, nosso país figura no topo do ranking em relação ao uso das redes sociais como meios de consumir notícias. O estudo também indica uma relação entre consumo de conteúdo e as fake news.

Dos brasileiros consultados pela pesquisa, 85% afirmam que têm preocupação com a confiabilidade das notícias que encontram na web — um dado que está acima muito acima da média geral, que é de 54%.

Esses números significam que cada vez mais consumidores estão consumindo notícias e conteúdos do universo do Marketing Digital com uma certa desconfiança inicial. Dessa forma, em primeiro momento, é cada vez mais desafiador ganhar a confiança do público.

Nesse sentido, para que a sua estratégia de marketing digital não seja atrapalhada pelas notícias falsas, é indispensável que você realize um trabalho de produção de um conteúdo que seja realmente relevante e valioso para a sua persona.

Em outras palavras, esse conteúdo deve estar genuinamente alinhadas com as necessidades e desejos dos seus potenciais consumidores.

Lembre-se de que conteúdos diretamente voltados para a venda dos seus produtos e serviços podem ser associados a uma intenção de manipulação, e a sua audiência está muito atenta a isso. Por isso, é muito importante que você evite dar margem para dar a entender que o seu conteúdo é duvidoso.

Dessa forma, mostraremos ideias para você criar um conteúdo consistente, sem cair em situações de fake news.

Como evitar a propagação de notícias falsas

A melhor forma de trabalhar um conteúdo legítimo, que evita que você propague uma possível fake news, é tomando alguns cuidados para criar um conteúdo confiável.

Além de gerar valor para o seu público, é indispensável que você esteja atento a alguns detalhes para ganhar visibilidade e, consequentemente, autoridade com a sua audiência. Dessa forma, você se posicionará de maneira sólida e não dará margens para ser confundido com um disseminador de conteúdos rasos ou de notícias falsas.

A partir desse contexto, listamos logo abaixo algumas dicas preciosas, que serão importante na hora de planejar e colocar em prática a sua estratégia de Marketing de Conteúdo, a fim de que as fake news passem muito longe da sua empresa.

Cheque as fontes

Em um primeiro momento, é indispensável que você e sua equipe de criação busquem referências em fontes confiáveis. Se inspirar em meios de comunicação que não passam credibilidade e autoridade pode ser um verdadeiro tiro no pé.

Para criar um conteúdo que seja realmente relevante, você deve checar se os meios de comunicação que você tem consultados são confiáveis. As melhores fontes, por exemplo, não enrolam e vão direto ao ponto. Mais importante do que isso, é sempre pesquisas, comparar e revisar.

Além disso, fique atento a quem escreve a informação, ou seja, leia as credenciais do autor e saiba sobre sua reputação. Também confira se o conteúdo é atual, original e bem escrito, entre outras questões.

Utilize o Google Notícias

O Google Notícias é ótimo para assegurar que algumas informações tenham fidelidade. Você pode, por exemplo, buscar referências ou material de apoio para criar um e-book. Aqui, no entanto, também valem as mesmas dicas relacionadas a checar as fontes.

Tenha atenção ao português

Uma vez que as fake news são materiais imprecisos, eles tendem a contar com diversos erros de português. Por isso, você pode e deve ficar atento a conteúdos que respeitem as regras gramaticais. O mais importante é que você privilegie a construção de textos que sejam fáceis de ler e proporcionam uma ótima experiência para o usuário.

Fique atento às informações generalistas nas manchetes

Como você sabe, o título de uma notícia é essencial para estimular o usuário a consumir seu conteúdo. Por isso, você deve ter muito cuidado com as manchetes generalistas. Conteúdos assim fazem com que o texto passe uma ideia imprecisa. Vá direto ao ponto e seja claro naquilo que se propõe a entregar para o usuário.

Cuidado para não envolver as crenças pessoais no seu conteúdo

Caso a sua crença não esteja diretamente ligada a um formato de relato, você deve mantê-la longe dos seus conteúdos. Foque, portanto, em materiais que resolvam os problemas do seu público e atenda as suas necessidades.

Utilize hiperlinks para confirmar dados

Uma vez que você linka informações, você alavanca sua autoridade em relação ao tema que está tratando. Neste texto, por exemplo, falamos de alguns dados do relatório sobre notícias digitais do Instituto Reuters, e ele foi devidamente linkado, caso o leitor queira checar as informações e saber mais detalhes do estudo.

Mantenha suas páginas atualizadas

Se você tem um site ou blog, é indispensável que eles estejam devidamente atualizados. Dessa forma, além de criar conteúdos relevantes, é interessante que você tenha um volume de informação, que lhe proporcionarão mais confiabilidade junto ao seu público.

Jamais desanime

Obviamente, existem muitos pontos de atenção para produzir um conteúdo que seja realmente sério e que ofereça valor para o seu público. Apesar de não ser um trabalho fácil, enxergue o lado bom da situação: ao produzir conteúdo relevante, você estará se tornando uma autoridade e uma referência junto à sua audiência e ao mercado. Portanto, jamais desanime.

Com tantas fake news no mercado, nunca foi tão importante criar conteúdos de qualidade. À medida que você faz isso, acaba se destacando em meio a um mar de desinformações. Sendo assim, revise o seu planejamento e trabalhe duro para produzir ideias e notícias que realmente façam a diferença para melhor a vida dos seus atuais e futuros clientes.

E se você quer atingir o próximo nível em relação a essa área, aproveite para entender tudo sobre marketing de conteúdo.

Como construir defensores para sua marca

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo