Descubra finalmente se ferramentas de automação geram leads!

Descubra finalmente se ferramentas de automação geram leads!

Neste post explicaremos como fazer com que as ferramentas de automação tragam resultados reais para o seu negócio, além de esclarecer finalmente se elas são responsáveis ou não pela geração de leads.

Muitas pessoas adquirem ferramentas de automação como a solução definitiva para a maioria dos seus problemas de Marketing Digital.

E elas realmente pode ser, se utilizadas da maneira certa.

O problema é que ferramentas de automação não funcionam sozinhas. O que significa basicamente que:

  • Elas não eliminam a presença de pessoas no seu processo de geração de leads;
  • Elas não trarão resultados se forem utilizadas isoladamente, sem uma estratégia por trás.

Então eu vou começar o meu texto com o maior erro que uma pessoa pode cometer ao colocar uma pergunta no título: respondê-la no início.

E a resposta é: não, ferramentas de automação NÃO geram leads.

Pode ser que você tenha ficado completamente apavorado com essa afirmação, especialmente se você acabou de adquirir uma ferramenta como essa na esperança de gerar oportunidades de negócio.

Mas não se preocupe, porque esse problema tem solução.

O grande problema é que ferramentas de automação não funcionam de maneira isolada, como eu já havia dito. Isso significa que você precisará de estratégias de Inbound Marketing — ou seja, atração de pessoas, para que elas gerem o resultado que você espera.

Ou no mínimo de anúncios de Adwords e nas redes sociais para trazer essas pessoas até o seu meio de funil — que é onde as ferramentas realmente atuam de maneira efetiva.

Por isso eu não me importei de responder a pergunta no início. Porque eu sei que você vai querer saber como reverter esse cenário.

Eu errei em adquirir uma ferramenta de automação?

A primeira coisa que você precisa entender é que essa aquisição não foi um erro.

Se você já tem uma estratégia por trás que dê suporte para a sua geração de leads, você fez uma excelente compra! Agora é só juntar essas duas pontas para que elas funcionem juntas de maneira harmônica e comecem a gerar oportunidades para o seu negócio.

Agora, se você não tem uma estratégia consolidada ou não sabe exatamente se tem, digamos apenas que você colocou “o carro na frente dos bois” e adiantou uma etapa dentro de uma estratégia de geração de leads.

Por que existe um momento certo de adquirir uma ferramenta de automação de marketing

Ferramentas como essa servem, como o próprio nome diz, para automatizar algumas das suas ações de Marketing. Elas geralmente funcionam a partir de uma base de contatos — na maioria dos casos, emails — que, ao realizarem uma ação, vão disparar um gatilho para uma outra ação.

Então, você precisa, no mínimo, de uma base de emails, ou de estar construindo uma para que essas ações realmente gerem resultado.

A partir disso, é uma matemática simples, que está por trás de uma estratégia de geração de leads.

Você precisa de visitas + pontos de conversão para capturar emails em seu site ou blog.
Se você precisa de emails (ou seja, contatos) para incentivar as pessoas a se tornarem seus leads.
Logo, sem visitas, você não tem leads.

Isso porque, pensando na jornada de compra, as pessoas passam por etapas antes de estarem dispostas a fornecerem suas informações de contatos para uma empresa.

Basicamente como um relacionamento: você não conhece uma pessoa pedindo ela em noivado!

Por isso, se você quer aproveitar ao máximo a sua ferramenta de automação, você precisa de visitas. Assim quanto mais visitas, mais leads. Quanto mais leads, mais oportunidades de venda!

Então, sozinha, uma ferramenta estará muito aquém do resultado que ela poderia juntar se somada com alguma outra estratégia de atração de pessoas.

Quais as soluções para que a minha ferramenta comece a dar resultados?

Eu já dei um spoiler, mas apenas para ter certeza que você entendeu: você precisa de uma estratégia de atração de pessoas para os seus canais!

Para isso você tem algumas opções:

Mídia paga

Ela pode ser uma opção, embora não seja definitiva, mas vai te gerar resultados em curto prazo.

Isso porque estratégias como o Adwords podem atrair pessoas para o seu site de um dia para o outro, porém esses resultados só vão existir enquanto você estiver injetando dinheiro em ads.

Porém, em primeiro momento, elas podem ser uma boa alternativa, especialmente se você precisa mostrar os resultados da ferramenta para o seu chefe.

Basta fazer uma boa conexão entre as palavras-chave escolhidas e os pontos de conversão dos seus canais para que as primeiras pessoas caiam na sua automação.

 
Guia Completo do Google Adwords

Redes Sociais

Elas também são uma boa opção, porém tem perdido cada vez mais o alcance por conta dos algoritmos. E, se você não tem uma página forte e com pessoas já engajadas, essas ações podem demorar a fazer efeito.

Por isso, mesmo em redes sociais, eu aconselho que você também invista em anúncios bem atrativos e com uma segmentação bem feita, e ela funcionará de maneira parecida com o AdWords — na prática vai depender do seu mercado e da sua persona.

Comprar uma lista de emails

ESSA NÃO É UMA OPÇÃO!

Só coloquei aqui para me certificar que, caso você esteja considerando essa possibilidade, você não faça.

Marketing de Conteúdo

Ele é sem dúvida a melhor opção para quem tiver que escolher uma única estratégia a ser somada com uma ferramenta de automação.

Isso porque o Marketing de Conteúdo é uma poderosa ferramenta de atração de pessoas para os seus canais, usando como “isca” os problemas que essas pessoas têm e que a sua empresa pode ajudar a solucionar.

O volume de buscas que as pessoas fazem no Google todos os dias é bizarro, e com certeza existem diversas palavras-chave relacionadas ao seu negócio e aos seus clientes que farão sentido e que te ajudarão a trazer tráfego constante e a baixo custo para o seu blog e site.

Basta pensar o seguinte: se você compra uma palavra-chave no Adwords, você só trará resultados enquanto estiver colocando dinheiro no termo. No dia que o dinheiro acabar, acabam também os acessos, e com isso você acaba criando uma relação de dependência.

Já com os conteúdos que rankeiam organicamente no Google, eles sempre serão uma porta de entrada para os seus canais, e consequentemente para a sua automação.

Por isso eles são uma ótima opção.

Porém, nós também sabemos que consolidar uma estratégia como essa para começar a ver os resultados significativos vai levar um certo tempo, embora valha muito a pena.

Conselho de especialista: qual das soluções nós indicamos

Existem dois cenários possíveis, para uma empresa que adquiriu uma ferramenta de automação e não possui uma estratégia para impulsioná-la.

Essas opções vão depender dos recursos que você tem disponíveis para tocar a estratégia.

Se você tiver braços, recursos e quiser extrair o máximo dessa ferramenta

Se você já adquiriu uma ferramenta de automação, nós indicamos que você utilize todas as 3 estratégias: tanto pago, quanto redes sociais e Marketing de Conteúdo.

Assim você conseguirá colher os resultados da sua compra a curto, médio e longo prazo, além de fortalecer a sua marca e os seus canais de aquisição de oportunidades.

Provavelmente isso vai dar trabalho e mudar completamente a dinâmica do seu time, mas os resultados dessa força-tarefa serão visíveis logo nos primeiros dias de estratégia.

Por isso essa é uma opção muito eficiente, especialmente se você precisa gerar valor para a sua empresa e comprovar que a aquisição da ferramenta foi uma boa escolha.

Se o seu cenário não for tão favorável assim

Porém, se você tiver que escolher uma única opção, nós indicamos o Marketing de Conteúdo, sem sombra de dúvidas.

O motivo é simples: além de ser um canal que naturalmente irá demandar uma ferramenta de automação, ele será a melhor forma de adquirir contatos ao longo do tempo, além de ter um custo menor que as estratégias pagas.

Porém, será preciso paciência, afinal, como dissemos anteriormente, os primeiros resultados palpáveis de uma estratégia de conteúdo podem levar tempo, mas por outro lado são mais perenes e sustentáveis que outras estratégias.

Independente de qual seja a sua escolha

De qualquer forma, é importante que você saiba que precisará de alguma estratégia para impulsionar a sua geração de leads através de ferramentas de automação.

As pessoas precisam chegar até a sua ferramenta para que ela funcione, e para isso elas precisam sair de algum lugar.

O papel da estratégia é justamente criar esse caminho para que as pessoas entrem pelo seu funil e cheguem até a etapa de automação, e assim você consiga começar a gerar oportunidades de maneira escalável.

Lembre-se sempre: você precisa de vistas para ter leads, e de leads para ter clientes.

Por isso quanto mais visitas você tiver, mais leads. E quanto mais leads qualificados, mais clientes você tem a chance de gerar.

Então pense em uma estratégia que funcione para você no topo do funil, na etapa de atração de pessoas para os seus canais, e a partir disso comece a colher os frutos da sua automação através de fluxos de nutrição, por exemplo.

guia nutrição de leads

 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo