Fotografia publicitária

O guia completo da fotografia publicitária: o que você precisa para ter imagens de sucesso em suas campanhas

O conteúdo visual é essencial para campanhas de marketing. Entenda como fazer fotografias publicitárias de sucesso e encantar os consumidores.

Você já ouviu falar sobre fotografia publicitária? Essa é uma excelente ferramenta para alavancar marcas e engajar o seu público.

Não há dúvidas da importância de saber utilizar boas fotografias para atrair e cativar clientes.

O uso massivo de redes sociais para atrair os mais variados públicos demonstram isso diariamente (ou vai dizer que você não morre de vontade de comer um hambúrguer quando uma fotografia dessas aparece na sua timeline?).

Neste post, você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre fotografia publicitária, além de apresentar alguns cases de marcas conhecidas. Confira:

O que é fotografia publicitária

Fotografias vêm sendo utilizadas para atrair clientes desde o século XIX.

Como elemento complementar a conteúdos textuais, elas ajudam a chamar a atenção e a cativar clientes. Ao idealizar e produzir fotografias com o objetivo de divulgar uma marca, você está trabalhando com fotografia na publicidade.

Existem diferentes tipos de fotografias, identificados pela finalidade para a qual são criados:

  • artística;
  • científica;
  • didática;
  • jornalística;
  • etc.

Enquanto as fotografias artísticas e jornalísticas dependem do momento exato em que são tiradas, as publicitárias começam a ser planejadas antes da sua produção.

É necessário despender um tempo muito maior no processo de identificar a persona e de analisar e de compreender as mídias que darão suporte à campanha.

As fotografias publicitárias (ou comerciais, como também são chamadas) fazem parte de uma estratégia de marca e devem transmitir visualmente a essência de uma campanha e dos valores da empresa.

Em resumo, a fotografia publicitária é um importante elemento de identidade visual de marca e, portanto, deve ser projetada cuidadosamente para fazer parte de um processo de gestão de marca.

Ainda não ficou claro? Então conheça algumas marcas que utilizam fotografias publicitárias com maestria.

Cases de marcas que sabem usar a fotografia

Para exemplificar o que falamos até aqui, trazemos alguns exemplos de marcas mundialmente conhecidas que sabem tirar proveito das fotografias como elementos de identidade visual.

McDonald’s

Uma das maiores empresas de fast-food do mundo utiliza diferentes elementos visuais para fortalecer a identidade da sua marca: personagens, ilustrações, fotografias dos produtos, entre outros.

Porém, alguns aspectos são mais fortes e aparecem em quase todos estes elementos: a combinação de cores vermelho com amarelo e as formas da letra M. Você pode observar e vai identificar que eles são recorrentes nas mais variadas campanhas ao longo dos anos.

Um exemplo recente pode ser visto nesta campanha, que associou o McDonald’s à divulgação do filme Logan (2017).

mcdonalds

Mesmo com uso discreto do logotipo e com uma fotografia relativamente simples, o público facilmente reconhece a marca McDonald’s e, também, o personagem Wolverine.

É desse modo que o McDonald’s reforça a sua identidade de marca e gera reconhecimento perante os seus clientes.

Coca-Cola

Qualquer pessoa que chegou até aqui conhece a marca e, com raras exceções, já experimentou essa bebida que é muito consumida ao redor de todo o mundo.

Da mesma forma que o McDonald’s, a Coca-Cola já nasceu com uma marca forte, expressada pelo seu logotipo e pela sua cor devidamente registrada.

Toda a sua identidade visual se baseia nesses elementos fortes e, ao longo dos últimos anos, vem fortalecendo a essência da marca, que é trazer a sensação de frescor (“mate a sua sede!”) e de energia.

Toda a produção fotográfica segue essa linha, como você pode visualizar na página inicial do site internacional da marca.

coke

Independentemente do foco da campanha (Natal, Copa, datas comemorativas etc.), os componentes visuais utilizados sempre remetem à marca da Coca-Cola, facilitando a identificação do público de que se trata de uma ação publicitária da empresa.

Nike

Uma das marcas de artigos esportivos mais famosas do mundo, a Nike vem experimentando altos e baixos devido a denúncias de exploração de mão de obra em países subdesenvolvidos.

Por isso, a empresa tem passado por vários processos de reposicionamento de mercado.

Mesmo assim, as campanhas de marketing mantêm a essência da marca: a ideia de liberdade/libertação por meio da prática de atividades físicas e, ainda, de vitória/superação de todo e qualquer desafio.

Como o logotipo é muito simples (e altamente reconhecível), as campanhas da Nike utilizam muito das fotografias publicitárias, geralmente com atletas conhecidos ou pessoas que representem um cidadão comum.

É por meio das fotografias que a marca valoriza e reforça os seus valores, imbuindo processos de transformação social por meio de imagens.

Isso fica visível em uma campanha recente, na qual a empresa traz diferentes esportistas e pessoas famosas para conscientizar o seu público a refletir sobre equidade.

Dicas para melhorar as suas fotografias

Agora que você já sabe um pouco mais sobre fotografias publicitárias, deve estar se perguntando se temos algumas dicas para você.

Aqui estão alguns truques para melhorar as suas fotografias e direcioná-las para campanhas publicitárias:

Faça um bom briefing

Briefing é um documento que agrupa diversas informações e orientações para demarcar o trabalho a ser realizado. É um elemento utilizado por designers, publicitários, editores de vídeo e fotógrafos e serve como um rascunho do trabalho a ser realizado.

O briefing é realizado junto ao cliente solicitante do trabalho, e pode ser feito diretamente com o fotógrafo selecionado ou intermediado por outro colaborador da agência/escritório.

Ele deve contemplar, no mínimo:

  • alguma descrição sobre o cliente (ou que facilite a busca de mais informações sobre ele);
  • a ideia central do produto a ser desenvolvido (a fotografia publicitária, nesse caso) e os objetivos da campanha;
  • a persona da campanha;
  • a mídia na qual será veiculada (site, Instagram, Facebook, revista, outdoor etc.), que afeta elementos técnicos como a resolução da imagem, por exemplo;
  • materiais referência para a produção da fotografia (outras campanhas fotográficas, identidade visual da marca do cliente etc.).

Coloque-se no lugar da persona

Com o briefing delineado, é a hora de fazer uma pesquisa aprofundada a respeito do cliente para quem a fotografia publicitária será produzida.

Quanto mais conhecimento a respeito da essência da marca e dos valores praticados pela empresa, mais o fotógrafo vai conseguir “falar a língua” do seu cliente.

Também é importante conhecer os concorrentes do cliente e o nicho de mercado em que ele se insere.

Esse é o momento de conhecer o produto que será divulgado: experimente-o e se coloque no lugar da persona da campanha.

Se possível, saia a campo e conheça representantes do seu público e defina personas que receberão o resultado do seu trabalho.

Um material que pode te ajudar a definir o seu público é o conteúdo “Persona — O Guia Definitivo”.

Planeje a produção da foto

É preciso ter muita atenção aos elementos essenciais da fotografia:

  • cenário;
  • clima;
  • iluminação;
  • e personagens (atores, por exemplo).

Dependendo dos objetivos da campanha, cada um desses elementos deverá sofrer variações — o que significa que deverão ser meticulosamente planejados.

O melhor dia para a execução da fotografia dependerá desse planejamento, assim como a câmera a ser utilizada.

Além disso, é nessa etapa de planejamento que o cliente pode ser incluído, o que pode fazer toda a diferença e evitar retrabalhos.

Antes mesmo de bater as fotografias, uma conversa de alinhamento com o cliente na fase de planejamento pode evitar desentendimentos do que foi conversado no briefing e, se necessário, ajudar a redefinir alguns termos que foram acordados inicialmente.

Ainda, se possível, inclua representantes da persona da campanha na fase de planejamento. Eles podem trazer percepções surpreendentes sobre o produto com visões que nem mesmo a empresa que o desenvolveu teria.

Execute o que foi planejado

Seguindo o que foi planejado e devidamente acordado com o cliente, passe quantas horas forem necessárias tirando fotos.

Com a facilidade das câmeras digitais, é simples ter uma grande quantidade de imagens para escolher as melhores.

É importante se lembrar da identidade visual da empresa do cliente e incluir, nas fotografias tiradas, alguns elementos da identidade visual:

  • cores;
  • formas;
  • tipografia;
  • representantes do público;
  • etc.

Se quiser saber mais sobre identidade visual, conheça este guia sobre Design Gráfico.

Tudo isso fará muita diferença no reconhecimento e na fidelização da persona, e ficará mais fácil associar a marca à fotografia publicitária da campanha em questão.

Selecione as fotos e comece a pós-produção

Com um grande repertório de fotografias, é hora de escolher as melhores e usar a criatividade para incluir elementos necessários à campanha.

É nessa etapa em que são incluídos na fotografia aspectos que não existiam no “mundo real” durante a realização da foto: slogans, logotipo e tratamentos fotográficos (montagens, colorização, filtros, pontos de luz, entre tantos outros).

Com estes ajustes finais, as fotografias ganham acabamento profissional, e é possível dar destaques ao que é realmente essencial à campanha.

A pós-produção também garante que a fotografia publicitária esteja conectada com a proposta da campanha. A partir daí, é importante levar algumas propostas para aprovação do cliente. Atenção: a palavra-final será dele.

Com essas dicas e muita persistência, você pode começar a fazer as suas próprias fotos! Lembre-se: a fotografia publicitária faz parte de estratégias de comunicação de marca.

Se quiser saber ainda mais sobre fotografias, confira o Guia rápido para melhorar as imagens do seu produto no seu e-commerce!