Alterações no Google Analytics

Mudanças no Google Analytics: confira o que foi alterado na plataforma pela nova política de dados

O Google Analytics sofreu alterações devido à nova política de segurança de dados estabelecida pela União Europeia (GDPR). Isso afetou a plataforma mundialmente e altera alguns pontos em relação ao acesso de dados. Quer entender melhor? Leia o conteúdo completo!

Que dados são fundamentais para o marketing, você provavelmente já sabe, certo? E, em meio a polêmicas recentes envolvendo esse tema, nada mais natural que a crescente preocupação com o que compartilhamos na internet e como esses dados são usados.

Foi pensando nisso que novas políticas acerca do uso de dados por marcas e plataformas estão surgindo.

Na Europa, o GDPR (General Data Protection Regulation, que em tradução livre para português pode ser tido como Regulação de Proteção de Dados Gerais) é a nova regulamentação que visa impor parâmetros para proteger os dados pessoais de residentes da União Europeia.

No entanto, isso não afeta apenas o conjunto de países que fazem parte desse grupo. As plataformas que usam dados dos usuários estão repensando suas políticas de segurança visando evitar problemas futuros, bem como gerar um maior senso de confiança no usuário.

Uma das plataformas que está se adequando à essa nova realidade é o Google Analytics, que anunciou hoje mudanças em alguns recursos disponibilizados pensando em uma nova política de compartilhamento de dados.

Se você ainda não sabe tudo sobre a plataforma, não perca tempo: baixe nosso ebook completo sobre o assunto!

O guia completo do Google Analytics Ebook

Confira o que mudou a seguir:

Prazo para retenção de dados de usuários e eventos

Hoje o Google Analytics introduziu funcionalidades para controlar a retenção dos dados coletados pela ferramenta. Agora é possível controlar por quanto tempo dados de usuários e eventos são retidos nos servidores do Google Analytics.

A partir do dia 25 de Maio, quando a GDPR entra em vigor, a retenção dos dados de usuários e eventos do Google Analytics será feita de acordo com essas configurações. Dados retidos após o período estipulado pelo administrador da conta serão automaticamente deletados.

E como isso te influencia?

Se você tem uma conta do Google Analytics, acesse suas configurações para determinar o prazo para retenção de dados no Google Analytics.

É importante esclarecer que esse prazo diz respeito apenas a dados de usuários e eventos, e não aos dados agregados (como volume de visitantes ou fonte de aquisição, por exemplo).

Nova ferramenta para eliminação de dados de usuários específicos

De acordo com a equipe do Google Analytics, até o dia 25 de Maio será lançada uma ferramenta que tornará possível deletar, de uma conta do Google Analytics ou Analytics 360, todos os dados associados a um usuário individual (por exemplo, visitante de um site).

Para que esse tipo de eliminação de dados de um usuário específico possa acontecer, essa nova ferramenta vai ser basear nos identificadores de usuários enviados para o Analytics Client ID (como o cookie padrão do Google Analytics), User ID (caso o site utilize essa funcionalidade que permite identificar usuários através de diferentes dispositivos) ou App Instance ID (para usuários do Firebase, plataforma de desenvolvimento de apps).

A equipe do Google Analytics promete disponibilizar mais detalhes sobre essa ferramenta em breve no Google Developers.

Mudanças no contrato para clientes do Google Analytics ou Analytics 360

Os termos atualizados de processamento de dados do Google já estão disponíveis para revisão/aceitação para clientes fora do EEE (Espaço Econômico Europeu). Basta acessar a sessão de Admin > Configurações da Conta para aceitar os novos termos.

Atualização nas normas de consenso de usuários da União Europeia

De acordo com os requisitos estabelecidos para funcionalidades de anúncio do Google Analytics, é obrigatório para todos os clientes do Google Analytics e Analytics 360 cumprir com as normas do Google para consenso de usuários da União Europeia.

E o que isso significa?

Essas normas estão sendo atualizadas para refletir os novos requisitos estabelecidos pela GDPR. A partir de agora, anunciantes terão a responsabilidade de de divulgar e obter consenso daqueles usuários de sites e apps que se localizam na região do EEE.

Mesmo se sua empresa não está localizada no Espaço Econômico Europeu, é importante ter certeza que seu negócio não se encaixa no escopo do GDPR ao usar o Google Analytics/Google 360. Se for o caso, é preciso revisar/aceitar os novos termos de processamento de dados do Google além de definir um plano, dentro da sua empresa, de como será feita a conformidade com as normas da GDPR.

Quer aprender mais sobre o assunto?

Comece entendendo mais sobre a GDPR e como ela pode mudar o Marketing da sua empresa.

Se você já está por dentro desse importante conjunto de normas, vá mais a fundo para entender tudo sobre as políticas de privacidade do Google para negócios.