Mail Chimp

MailChimp: o guia completo para usar essa ferramenta em sua estratégia de email marketing

O MailChimp é a ferramenta de automatização de emails mais usada no mundo todo. Fizemos um tutorial completo para usar a versão gratuita!

Uma estratégia de email marketing pode parecer um bicho de 7 cabeças para quem está começando, principalmente quando ainda não se tem uma base de email marketing robusta para trabalhar, não é mesmo?

Se esse é seu caso, fique tranquilo, pois criamos um tutorial completo da ferramenta de email marketing mais usada em todo o mundo: o MailChimp.

E, caso você ainda não conheça essa poderosa ferramenta, sugerimos que também continue a leitura pois listamos as principais vantagens (e desvantagens) do MailChimp que com certeza lhe ajudará a decidir se é a ferramenta certa para sua estratégia.

Caso não seja, não tem problema! Existem várias outras opções na internet (veja as principais aqui).

Quer economizar tempo? Então sugiro que se oriente através do sumário abaixo para tornar sua navegabilidade mais agradável e prática:

Confira!

Afinal o que é o MailChimp?

Por reunir uma série de vantagens, o MailChimp e seu simpático mascote é umas das ferramentas de disparo de email marketing mais famosas e utilizadas no mercado.

Apesar de ser indicado principalmente para quem está começando com as primeiras campanhas de email, nada impede de profissionais mais experientes tirarem proveito de seus recursos avançados.

Ele oferece diversas opções de automação, integrações diferenciadas e até mesmo a criação de anúncios para o Facebook, Instagram e Google sem sair da plataforma.

É claro que, como toda ferramenta, ele apresenta vantagens, mas também pontos negativos. Listamos os principais a seguir:

Principais vantagens do MailChimp

  • Custo/benefício excelente;
  • Intuitivo e fácil de utilizar;
  • Conta gratuita para testar, aprender e crescer seu negócio;
  • Excelentes recursos na conta gratuita;
  • Taxa de entrega excelente;
  • Possibilidade de realizar testes A/B (disponível na conta grátis);
  • Automação de e-mail marketing (disponível na conta grátis);
  • Integração com diversas ferramentas (disponível na conta grátis).

Desvantagens do MailChimp

  • Ferramenta toda em inglês;
  • Recursos de automação ainda são básicos;
  • Não é possível gerenciar leads ou funil de vendas;
  • Não tem criador de landing pages (até dá pra criar uma landing page na gambiarra, mas não é a melhor opção no mercado).

Novidade: a partir do dia 31 de outubro de 2017 o MailChimp passará a seguir o padrão de single opt-in em todos seus formulários de captura. Ou seja, o que antes era algo que podia afastar alguns usuários devido à falta de escolha pelo single/double opt-in, agora não será um problema mais! A mudança será automática para todos os usuários e, com isso, fará com que a sua taxa de conversão de novos assinantes aumente muito mais, já que não será necessária a confirmação do cadastro por email novamente. Mas, se você não gostou da novidade, é possível voltar para o padrão anterior: basta modificar a configuração da lista desejada. 🙂

Criando uma conta no MailChimp

O MailChimp não é uma ferramenta de email marketing popular à toa.

Um de seus principais benefícios é sua versão freemium, que permite utilizar quase todos seus recursos sem pagar nada por isso.

Esse plano vale super a pena para quem quer começar a disparar os primeiros emails e/ou para quem tem uma base de email pequena. Isso porque essa conta é restrita à 12.000 disparos de email por mês e até 2.000 assinantes.

Se é sua primeira vez com o MailChimp, recomendo começar com esse plano (chamado “Forever Free”) e, de acordo com o avanço no uso da ferramenta e crescimento da base de contatos, considere outras opções, como migrar para outro plano.

Mail Chimp Free Account

Para criar sua conta, acesse a página de cadastro gratuita e preencha com os dados solicitados. É importante que escolha um email válido, pois para ativar sua conta é preciso acessar sua caixa de entrada e confirmar o cadastro.

Feito isso, basta seguir o passo a passo de primeiras configurações da conta, dando informações básicas como o nome da sua empresa e endereço.

Importante: o MailChimp é inteiramente em inglês. Se isso é um problema para você, não se preocupe! Além da ferramenta ser bastante intuitiva, neste tutorial iremos detalhar ao máximo todos os caminhos necessários para ter sucesso em campanhas de email.

Conta criada! Agora chegou a hora de enviar o 1° email, certo? Errado, jovem Padawan! Antes de começar pra valer, precisamos fazer alguns ajustes de conta para que tudo ocorra bem. Vamos lá:

Configurações Iniciais

À direita, no topo do menu, clique no seu usuário e vá em “Account” > “Settings” > “Details”.

Modifique o fuso horário para sua região e demais configurações. Se você quer garantir que os emails sejam enviadas no horário correto, esse passo é fundamental, pois é justamente pelo fuso horário escolhido pelo usuário que o MailChimp irá se orientar para disparar as campanhas.

Listas

As listas são grupos de contatos. Elas são como uma agenda, na qual se guarda as informações das pessoas que se inscreveram para receber seus emails.

É importante criar listas separadas por grupos de interesse.

Exemplo: uma lista apenas para os clientes, uma lista apenas para os fornecedores, uma lista para assinantes da newsletter, uma lista para testes, e por aí vai, de acordo com a sua necessidade.

No MailChimp, ao enviar uma campanha de email marketing ou uma newsletter, deve-se fazer o envio para uma lista específica por vez.  Por isso, se você precisar disparar o email para toda sua base, é preciso repetir o processo de acordo com o número de listas existentes.

Eu não aconselho criar uma nova lista para incluir todos os contatos. Isso pode alterar seu plano do MailChimp, pois inscritos antigos em novas listas contam como novos inscritos, o que aumenta sua base de subscribers e pode passar o limite do plano gratuito.

Ok, agora que entendemos essa parte, vamos à prática:

Lista de contatos

Para criar uma nova lista de contatos, vá ao menu e clique em “Lists” > “Create List” > “Create List”.

create list mail chimp

Preencha todos os campos com informações verdadeiras e inclua um lembrete para os usuários de como obteve permissão para enviar emails.

Não use um email inválido ou que não será utilizado frequentemente por alguém da sua empresa! Email marketing é relacionamento. Ao utilizar emails como “nãoresponda@” estamos dificultando a comunicação com nossos contatos e gerando inacessibilidade, não é mesmo?!

Importação de contatos

Se você já tem uma base de emails na sua empresa (nem que seja apenas os contatos de seus clientes), vale a pena fazer a importação destes emails para dentro do MailChimp. É possível adicionar um único contato ou vários de uma só vez.

Para adicionar um único usuário, vá em “Lists” > clique na lista escolhida > “Add Contacts” > “Add a subscriber” > preencha os dados > e clique em “Subscribe”.

Caso queira adicionar vários contatos, você deverá importá-los para uma determinada lista.

Há 3 formas de importar contatos no MailChimp:

  1. através de um arquivo csv/txt;
  2. copiando e colando;
  3. e, por último, através de integrações com ferramentas como Google Drive e Zendesk Salesforce.

Neste tutorial, vou mostrar as duas primeiras maneiras, que são bem simples e funcionam muito bem!.

Antes de tudo, vá em menu > “Lists” > clique na lista desejada > Add contacts > Import contacts.

Importar contatos por arquivo .csv ou .txt

O MailChimp aceita dois tipos de arquivos:

  • .txt: arquivo de texto simples.
  • .csv: arquivos com valores separados por vírgula. Esse tipo de extensão é encontrada no Excel e em serviços de emails comuns, como Hotmail, Gmail e Yahoo, ao exportar a lista de contatos.

Clique na opção “csv or tab delimited text file” > “Next” > escolha o arquivo com os contatos > clique em “Next” novamente.

Após enviar o arquivo, o MailChimp irá listar as informações em colunas, como: nome, sobrenome, email.

Verifique se a identificação das colunas está correta, caso esteja, confirme e aguarde a importação. Caso esteja incorreta, renomeie as colunas manualmente e corrija as possíveis falhas, assim que estiver tudo correto, confirme e aguarde a importação dos dados.

Copiar e colar

Esta é a forma mais simples!

Escolha “Copy/Past from file”, copie e cole os dados por linha e prossiga na importação. Após enviar o arquivo, o MailChimp irá listar os dados enviados e pedirá para nomear cada coluna enviada como na importação via arquivo.

Importante: certifique-se de que a lista de contatos é compatível com seu plano antes de realizar a importação.

Formulário de cadastro

Bom, agora que já temos listas e contatos importados, precisamos garantir que vamos capturar novos contatos para nossa base, certo?

Para fazer isso vamos utilizar o recurso Signup Forms (Formulários de Cadastro).

Cada lista tem seus próprios formulários de cadastro, o que significa que você poderá personalizar cada lista de um jeito diferente.

No MailChimp temos 3 principais tipos de formulários:

  • Formulários gerais: são os formulários padrões, como formulário de cadastro, formulário de descadastro, confirmação de cadastro, email de agradecimento pelo cadastro e outros.
  • Formulários embutidos: são formulários para serem colocados em páginas do seu site ou blog.
  • Formulários pop-ups: são formulários que aparecem na tela do usuário ao navegar pelo seu site. O MailChimp traz algumas variedades bem interessantes, como versão para desktop/mobile, formato modal, lateral e fixo no rodapé. E ainda: possibilidades de configuração de exibição.

Através do menu, vá em “Lists” > lista escolhida > “Signup Forms”.

formulário de cadastro

Personalizando e traduzindo os e-mail de formulários gerais

Nesse post, vou mostrar as principais configurações dos formulários gerais, já que, por padrão, o MailChimp os envia para os usuários.

Estes emails automáticos já são pré-configurados. Porém, existe a possibilidade de traduzí-los e personalizá-los.

Como customizar os e-mails de formulários gerais

traduzir emails de formulários gerais

Na página de formulários gerais haverá uma lista de formulários e respostas de email. Você precisar clicar em cada um dos itens para traduzir um por um.

Após escolher o item a ser traduzido, repare que abaixo existem 3 abas: “Build it”, “Design it” e “Translate it”.

Clique em “Translate it” > selecione a opção “auto-translate”  e escolha Português do Brasil como língua padrão da lista. Feito isso, confira item por item para verificar possíveis erros de tradução e adequar a linguagem dos textos à sua marca. Repita esse processo com todos os formulários e respostas de email.

Como traduzir os e-mails de formulários gerais

Na mesma aba onde existe a opção de tradução, existe a opção chamada “Design It”, indicada para customizar os forms.

Aqui, mais uma vez, você deverá personalizar os 21 tipos de emails manualmente, selecionando as cores desejadas, tamanho de fonte e distância entre um item e outro.

customizar emails de formulários no mail chimp

Você também poderá customizar o cabeçalho, utilizando uma imagem própria e personalizada com sua marca.

personalizar email no mail chimp

Primeiro, crie uma imagem com 600 pixels de largura, com a altura que desejar. Feito isso, passe o mouse por cima do cabeçalho e clique em “Use image” > “Upload” > escolha o arquivo > e a seguir abrirá mais configurações de imagem, como texto alternativo e URL de destino > para finalizar clique em “Save and insert image”.

inserir imagens no mail chimp

Outras personalizações e ajustes

Na última aba, chamada “Built it”, é possível incluir novos campos, alterar assuntos de email e classificar campos como obrigatórios ou não nos formulários.

Observação: cada lista possui seus próprios formulários de cadastro, portanto, ao criar uma nova lista, não se esqueça de personalizar os emails automáticos.

Criando a primeira campanha de e-mail marketing

Agora sim. Pronto para enviar seu primeiro email marketing?

Após ter seguido todos os passos já listados no post e ter planejado previamente o conteúdo do email marketing, chegou a hora de enviá-lo!

Nesse tópico, vou mostrar como enviar uma newsletter simples, já que esse é o nosso primeiro email marketing.

Mais adiante irei mostrar outras possibilidades de email que serão essenciais para sua estratégia, combinado?

Voltando para a página inicial do MailChimp, ou Dashboard, clique em Create Campaing > “Create an Email” > dê um nome à sua campanha de email > escolha a lista de contatos e a segmentação > clique em “Design Email” > e escolha o modelo (template) de email desejado.

Como escolher seu modelo de email

templates do mail chimp

O MailChimp dá cinco opções de formatos de templates:

  • Layouts;
  • Themes;
  • Saved templates;
  • Campaigns;
  • Code Your Own.

“Layouts” e “Themes” são templates que o MailChimp disponibilizar para editarmos. Eles não requerem conhecimento de programação e funcionam no estilo “Arrasta e Solta”, sendo bem fáceis de ser montados.

Já o “Code Your Own” exige conhecimentos básicos de programação para criar um template 100% personalizado. Por fim, as opções “Campaigns” e “Saved templates” são templates usados e/ou salvos anteriormente.

Caso você esteja com dificuldades de editar os template padrões e queira um passo a passo detalhado de como fazer, deixe o pedido nos comentários desse post que explicamos para você!

Observação: no plano gratuito do MailChimp não é possível retirar a marca deles do rodapé.

Usar templates padronizados ou desenvolver um modelo novo?

Depende.

Se o seu objetivo é praticidade e ganho de tempo, utilizar templates padronizados é a melhor opção. Afinal de contas, basta editar e voilà: está pronto!

Agora, se você não abre mão da personalização, aí sim é mais vantajoso desenvolver um modelo do zero, com todos elementos da sua marca e estilo.

Nenhuma das 2 opções são ruins, você deve escolher qual irá se adequar melhor com seu objetivo.

Como disparar o primeiro e-mail

disparo de email no mail chimp

Template escolhido, editado e prontinho para ser disparado para base de contatos?

Chegou a hora de finalmente enviar o email!

Certifique-se de que todas as informações estão corretas, se o assunto de seu email está atrativo e, por segurança, recomendo que faça um envio teste de email (escolha um email teste que só você e sua equipe tenha acesso) para garantir que realmente não temos nenhum erro.

Para enviar um teste de email basta ir no box “Content”  > clicar no botão “Send a test mail” > adicionar os e-mails que irão receber o teste e pronto. Vale a pena incluir e-mails de diferentes serviços, pois pode ser que o email funcione perfeitamente no Gmail, mas fique todo desconfigurado no Hotmail ou Yahoo.

Depois do envio não será possível voltar atrás, ou seja, revisar é essencial.

Se você chegou até aqui, está na hora de configurar o envio. Você pode disparar o email assim que finalizado ou agendar o disparo para um dia e horário específicos.

Por padrão, o MailChimp rastreia a performance dos emails de acordo com as principais métricas de email marketing. Mas você pode ir muito além ao integrar sua conta com outras ferramentas, como Google Analytics, Facebook e SalesForce sem pagar nada a mais por isso!

E-mail com testes A/B pelo MailChimp

teste a/b no mail chimp

Esse recurso é bastante antigo na ferramenta, mas ainda são poucos os usuários que conhecem e tiram proveito desta funcionalidade.

Se você não sabe o que é teste A/B e quais são as vantagens do teste para seu negócio, recomendo que leia esse artigo aqui.

Mais uma vez, vá no menu do Mailchimp > clique em Create Campaing > “Create an Email” > escolha “A/B Test” > dê nome à sua campanha > escolha para quem deseja enviar o teste > clique em “Next”.

Na versão gratuita é possível testar 4 variáveis:

  • Assunto do email.
  • Nome do Remetente.
  • Conteúdo do email.
  • Horário e dia.

Ao testar uma dessas variáveis, você poderá usar no máximo 3 hipóteses diferentes e escolher qual dos 4 critérios disponíveis será determinante para eleger a combinação campeã.

Os critérios de avaliação para saber qual combinação foi campeã:

  • Taxa de abertura.
  • Taxa de clique.
  • Receita total gerada (ótimo para lojas virtuais).
  • Seleção manual do usuário (é preciso escolher a partir do relatório qual critério usar).

Após escolher a hipótese, variável, critério de avaliação e porcentagem, basta dar sequência na criação do email normalmente, mudando apenas a variável escolhida. O MailChimp fará o restante do trabalho, enviado para o restante de sua base a hipótese campeã.

Relatórios de Performance

relatório do mail chimp

Além do serviço de envio de emails, o MailChimp exibe um relatório de desempenho de suas campanhas de email marketing.

Para visualizar estes relatórios, vá no Dashboard > Menu > “Reports” > clique na campanha que deseja analisar.

Através dos relatórios você saberá quantas pessoas abriram seus emails, quem abriu, terá acesso à taxa de cliques, total de descadastros e mais.

Se você tem uma loja virtual, é possível ter acesso à informações do ROI do email marketing!

Dica bônus

O MailChimp tem uma preocupação muito grande com o SPAM e caso a taxa de rejeição dos seus emails seja alta, ele poderá bloquear a sua conta ou até mesmo excluí-la.

Portanto, de forma alguma adicione contatos comprados ou que não permitiram o recebimento de seus emails anteriormente.

Espero que esse tutorial do MailChimp tenha ajudado!

Tem alguma dúvida ou dificuldade com a ferramenta que não comentamos por aqui? Escreva nos comentários que atualizaremos o conteúdo com todas as respostas para sua dúvida.

Também recomendo que leia nosso e-book sobre email marketing para fortalecer ainda mais sua estratégia de marketing.

ebook email marketing

Até a próxima.!

  • Olá, Moyses!
    Que bom que gostou do conteúdo, fico muito feliz por ajudar de alguma forma a sua estratégia de marketing. 🙂