O que é Marketing de Afiliados

O que é Marketing de Afiliados e como você pode ganhar dinheiro com isso?

O Marketing de Afiliados é uma estratégia de divulgação no ambiente online que conta com a ajuda de afiliados que são encarregadas da promoção da marca. Ficou interessado em se tornar um afiliado? Então confira este conteúdo!

Já faz alguns anos que o termo Marketing de Afiliados ganhou a internet, mas muita gente ainda tem dúvidas sobre o que realmente ele significa na prática.

Essa forma de se trabalhar com o marketing é muito popular e vem fazendo com que pessoas consigam obter dinheiro com a internet, sem a necessidade de realizar grandes investimentos.

Se você tem dúvidas a respeito do tema ou ainda não sabe qual alternativa do Marketing de Afiliados é a mais viável para a sua realidade, acompanhe o post de hoje e esclareça, definitivamente, as principais questões! 

O que é Marketing de Afiliados?

Principalmente na última década, a internet tornou-se um ambiente fértil para empreendedores e até mesmo para aqueles que não estão totalmente inseridos no mundo dos negócios, mas buscam oportunidades de ganhar algum dinheiro online.

Entre as inúmeras inovações que ganharam espaço com essa possibilidade de empreender — como o próprio Marketing de Conteúdo —, está o marketing (ou programa) de afiliados.

Na prática, funciona basicamente da seguinte maneira: uma empresa X (chamada de produtora ou vendedora) lança um produto na internet.

Para ajudar na divulgação e impulsionar as vendas, ela conta com afiliados, ou seja, pessoas — como eu e você — que podem divulgar o produto nas redes sociais e de várias outras formas.

Quando um cliente faz a compra via divulgação de um afiliado, um link personalizado é utilizado na transação.

Este contabiliza vários números importantes para metrificar o sucesso da estratégia e, a partir daí, estipula quanto aquela pessoa vai receber pela divulgação. O valor pago aos afiliados pode ser entendido como uma espécie de comissão pelas vendas e conversão dos clientes.

Quem são as pessoas que fazem parte do Marketing de Afiliados?

Conforme adiantamos ao explicar o conceito de Marketing de Afiliados, existem pelo menos 3 grupos de pessoas fundamentais para que a estratégia seja bem-sucedida ao final.

Elas são chamadas de produtores (ou vendedores), afiliados e clientes.

Produtores ou vendedores

São as empresas adeptas do Marketing de Afiliados. Quando um negócio em questão pretende fazer o lançamento ou divulgação de um produto, ele pode buscar por plataformas de afiliados como forma de impulsionar as vendas.

Ao contar com a ajuda dos afiliados, a empresa aumenta exponencialmente sua cartela de clientes e suas vendas, sem precisar gastar uma quantidade muito maior de dinheiro em anúncios — que não são tão efetivos como eram no passado, já que o cliente na internet está cada vez mais qualificado e exigente.

Afiliados

Os afiliados são uma espécie de funcionários comissionados dos vendedores. Eles são responsáveis por “vestir a camisa” daquele produto, usando estratégias de venda online e Marketing Digital para atingir o maior número de pessoas possível. 

Além de divulgar o produto nas redes sociais, é muito comum que os afiliados trabalhem com a criação de conteúdos de blogs, usando de estratégias do Inbound Marketing para conquistar leads e convertê-los em vendas.

primeiros passos no marketing digital

Clientes

A função dos afiliados é a de alcançar os clientes certos na hora certa.

Como o nome já consegue explicar, esse grupo de pessoas é baseado naqueles que de fato fecharão a compra, passando de leads para consumidores efetivos e impactados de maneira genuína pela estratégia desenvolvida pelos afiliados.

Quais são os tipos de divulgação existentes?

Os vendedores podem estabelecer alguns parâmetros para definir o sucesso de um afiliado e, consequentemente, quanto ele vai receber ao final das vendas.

A seguir, falamos um pouco mais sobre as principais categorias de divulgação:

CPC — Custo por Clique

Na categoria de Custo por Clique, a função do afiliado é trabalhar ao máximo com campanhas de divulgação que sejam chamativas e interessantes o suficiente para o cliente clicar na página.

Nesse caso, não é preciso que uma venda seja realizada, já que o que vale são os cliques em banners, anúncios ou qualquer publicidade que tenha sido divulgada pelo afiliado.

Pode-se dizer que o CPC é a forma menos complexa na escala, já que o maior e principal foco de atenção do afiliado será desenvolver campanhas com alta possibilidade de cliques, e não necessariamente dignas de conversão.

CPA — Custo por Ação

Neste caso, não basta clicar nos anúncios do produto. A comissão do afiliado será calculada quando o cliente, além do clique, fizer qualquer tipo de ação dentro da página. Pode ser a realização do cadastro, o envio de dúvidas ou até mesmo a efetivação da compra.

Ao contrário do CPC, o Custo por Ação demanda que, além de uma boa campanha de divulgação e mídia, o afiliado consiga criar uma página interessante o suficiente para vender o produto ou criar interesse suficiente para que o cliente sinta vontade de interagir com aquele conteúdo.

CPM — Custo por Mil Impressões

O CPM é baseado em um valor fixo, criado pelo anunciante, que fará o pagamento sempre que o anúncio atingir mil visualizações no blog do afiliado.

Afiliados que já têm uma boa quantidade de views em seus blogs tendem a criar um interesse maior e conseguir mais benefícios com o Custo por Mil Impressões, já que serão pagos de forma recorrente e terão um controle maior sobre o pagamento.

CPV — Custo por Vendas

Conforme o nome já adianta, o Custo por Vendas paga o afiliado sempre que houver alguma compra por parte do cliente.

As compras podem ser contabilizadas a partir de códigos ou links gerados, que associam a transação com o afiliado em questão e comprovam que aquela venda foi feita a partir da divulgação de uma pessoa específica. Além disso, eles processam a comissão de forma automática.

Quais são os benefícios de se tornar um afiliado?

É muito fácil compreender por que uma empresa pode lucrar facilmente com essa estratégia, porém, o assunto também gera dúvidas. Será que o Marketing de Afiliados realmente vale a pena? Nossa resposta é sim!

Uma boa vantagem de se tornar um afiliado é que não é preciso fazer altos investimentos para começar a trabalhar.

A opção é uma ótima ideia para pessoas que querem ganhar algum dinheiro com a internet e não têm tempo ou possibilidade de fazer uma reserva para começar um empreendimento.

Além disso, não é preciso desenvolver um produto, já que o afiliado realiza a divulgação de algo que já existe e tem sua reputação no mercado.

Cabe ao afiliado a tarefa de viralizar e conquistar vendas, porém, toda a dificuldade de lançar um produto do zero não será de sua responsabilidade.

Um outro ponto muito positivo é que os afiliados estão livres de taxas de envio, impostos ou qualquer outro valor referente ao produto. Além disso, não existem mensalidades ou valores a serem pagos para as plataformas de afiliados.

Sendo assim, pode-se dizer que a liberdade, a praticidade e o baixo custo são os principais pontos positivos em se tornar um afiliado.

Quais são as melhores plataformas de afiliados?

Agora que você compreendeu o conceito, é importante saber que as plataformas são fundamentais para conectar vendedores e afiliados. Confira a seguir algumas das principais!

Hotmart

A Hotmart é uma das melhores opções no mercado atual quando falamos sobre plataformas de afiliados. A empresa trabalha principalmente com a venda de cursos online e disponibiliza toda a estrutura necessária para definir valores a serem pagos para os afiliados.

Além disso, quem está do outro lado também se beneficia muito, já que a plataforma conta com milhares de cursos que variam entre temas muito amplos.

Dessa forma, o afiliado tem liberdade para escolher aquele que mais combina consigo e com sua audiência, caso ela já exista.

Monetizze

A Monetizze tem uma função muito interessante de vincular o Google Analytics e é focada principalmente na conversão de clientes.

Além de fazerem uma “gestão” do produto e dos afiliados, os recursos da plataforma permitem ter informações atualizadas a respeito de métricas fundamentais para melhorar a conversão e, consequentemente, aumentar a comissão conquistada pelos afiliados.

Aprenda tudo sobre Google Analytics

Afilio

A Afilio, que foi criada em meados de 2008, propõe uma ideia interessante e focada em performance: o cliente só paga quando seu produto mostra resultados reais e validados pela plataforma.

O fato de realizar o pagamento somente depois das conversões faz com que o cliente se sinta mais confiante e seguro em relação à plataforma. Ela também trabalha com audiências internacionais.

Eduzz

A Eduzz conta com um recurso que permite recuperar abandonos ou vendas perdidas como um todo.

Dessa forma, nenhuma lead é desperdiçada e, tanto o vendedor quanto o afiliado, contam com estratégias que identificam motivos pelos quais os clientes abandonaram a compra, podendo, dessa forma, traçar planos eficazes de melhoria.

Além disso, a transferência bancária é feita diretamente na conta do afiliado, e a plataforma conta também com uma organização eficiente de todos documentos necessários.

Como você viu, o Marketing de Afiliados é uma estratégia atual e que pode oferecer vários benefícios para todos os envolvidos no processo, seja produtores, afiliados ou clientes.

Depois de ler este artigo, você acredita que o Marketing de Afiliados pode ser uma ideia interessante?

Se a resposta foi positiva, não deixe de conferir o nosso Guia prático da divulgação de conteúdos!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo