Marketing de Conteúdo Visual

Marketing de Conteúdo Visual: o que é e qual a sua importância em uma estratégia de conteúdo?

Em algum momento você talvez já tenha ouvido falar sobre conteúdo visual, mas não sabe muito bem do que se trata. Continue conosco e descubra tudo sobre o assunto!

O ambiente digital é um terreno fértil. Tão fértil que atualmente produzimos muito mais informação do que somos capazes de consumir.

Comprove você mesmo: basta abrir uma de suas redes sociais preferidas para perceber que nem metade do que se encontra lá você é capaz de absorver.

É muito provável também que o pouco que foi absorvido em alguns minutos será simplesmente esquecido.

Em um cenário como esse de sobrecarga de informações, parece ser uma missão quase impossível produzir conteúdos que engajem ou que sejam pelo menos lidos.

Mas o real  objetivo deste texto não é torná-lo pessimista, e sim mostrar que em meio a essa quantidade absurda de conteúdo criou-se uma nova tendência, uma forma mais rápida e eficaz de se absorver informação e passá-la adiante.

Estamos nos referindo ao uso de conteúdos visuais, que conquistaram o status de queridinhos do momento, e não é atoa. São modalidades com alto potencial de engajamento e fácil compreensão.

Quer entender mais sobre essa estratégia? Continue a leitura!

O que é Marketing de Conteúdo Visual?

Trata-se de utilizar diferentes formatos visuais  com o objetivo de transmitir informações aos leitores de maneira mais eficiente, portanto, com maior probabilidade de conversão.

O cerne dessa estratégia reside no fato de que, a partir do momento em que se possui uma oferta muito grande de informação, é preciso se sobressair. E a melhor forma para isso é se comunicar de maneira simples, rápida e atrativa.

Sim, atrativa. Uma característica importantíssima dos recursos visuais é a sua capacidade de despertar a atenção do público por ser dinâmico e interessante ao olhar.

Eles são capazes também de despertar emoções, resumir ideias e fazer da sua comunicação memorável!

Grandes blocos de texto, por exemplo, não possuem o mesmo carisma que um infográfico e podem até vir a cansar o leitor por parecerem longos demais ou simplesmente difíceis de ler.

E qual a importância dessa estratégia?

Já parou para observar a quantidade de redes sociais que incluíram alguma nova funcionalidade relacionada ao visual nos últimos anos?

Tivemos o Facebook e Instagram investindo em live vídeos e nos Stories, assim como o Google e o desenvolvimento da sua ferramenta de busca por imagem. O Twitter também faz parte desse movimento e já anunciou melhorias na experiência com vídeos  para seus usuários em 2018.

Fora isso, acompanhamos também o investimento de grandes veículos de informação na criação de vídeos para complementar seus produtos jornalísticos, como é o caso do The New York Times.

Do mesmo modo, tantas outras empresas têm apostado nessa tendência, cerca de 74% dos profissionais da área de marketing já fazem uso dela em suas redes sociais. 

E o retorno é inacreditável: posts com imagens ganham aproximadamente 2.3 vezes mais engajamento no Facebook e no Twitter recebem 150% mais tweets.

Nesse momento surge a seguinte dúvida: mas por que materiais visuais são tão eficazes?

O primeiro motivo é que grande parte da comunicação humana não é verbal e sim visual. Gestos, expressões comportamentais, postura, pinturas, são todos tipos de comunicação naturais ao ser humano, os quais precedem historicamente a linguagem textual.

Em seguida, tem-se o fato de que conteúdos de origem visual são universais, podendo ser compreendidos por um grande número de pessoas de diferentes origens e bagagens culturais.

Quais os principais tipos de conteúdo visual?

O marketing de conteúdo visual é multifacetado, podendo se desdobrar em inúmeros formatos diferentes.

Para ajudar ainda mais na sua imersão no mundo dos tipos visuais, iremos apresentar suas principais variações, comentando suas especificidades e mostrando seus benefícios.

Imagens

A manifestação mais comum — e, ainda assim, extremamente efetiva — é o uso de  imagens, sejam fotografias ou imagens vetoriais (ilustrações).

Entramos em contato com elas diariamente em blog posts, redes sociais e nos buscadores. Elas são um verdadeiro alívio aos olhos — quando bem selecionadas, é claro.

Além disso, são extremamente fáceis de adquirir por meio de bancos de imagens gratuitos ou pagos, bem como podem ser produzidas. Afinal, câmeras e editores de imagem são comuns, até mesmo em smartphones.

Estudos apontam que usuários que seguem instruções contidas em um mix de texto e ilustrações tem uma performance 323% vezes melhor que nos casos sem as imagens.

Fora que utilizá-la intercaladas em seus posts auxilia na permanência de leitor em sua página, uma vez que é convencido pela imagem a continuar a sua leitura.

Vídeos

O atual preferido das grandes empresas é também a promessa dos próximos anos. Estimativas apontam que, até 2019,  80% do tráfego na internet será composto por vídeos.

E não para por aí: o engajamento orgânico no Facebook aumenta cerca de 8.7 vezes quando os posts contém vídeos.

E não se engane pensando que é um recurso exclusivo de empresas de grande porte! Os vídeos tem o grande potencial de melhorar a reputação da marca, aproximá-la dos usuários, aumentar o engajamento e ainda potencializam novas oportunidades de gerar receita. Não dá para desperdiçar esse potencial, certo?

Quer saber como fazer uma estratégia de marketing utilizando vídeos? Baixe nosso ebook Marketing em Vídeos.

marketing em vídeos

Infográficos

Os infográficos são, basicamente, a fusão perfeita entre texto e ilustração. O equilíbrio entre informações, dados estatísticos e o design.

Essa combinação faz bastante sucesso e por um bom motivo: é atraente e fácil de ser compreendida.

Estudos de acompanhamento ocular mostraram que leitores de meios digitais prestam mais atenção e gastam mais tempo em imagens que possuem informação do que quando leem um texto simples na mesma página.

GIF’s

Os GIF’s são pequenas animações. Eles são uma forma diferente e divertida de passar uma mensagem visual, além de possuírem grande impacto quando utilizados de forma sábia, com o timing e adequação à marca corretos.

São muito úteis quando a comunicação da empresa visa por um formato mais leve e que possua um potencial altamente engajante. Eles também são um formato excelente para engajar nas redes sociais!

Memes

A febre dos memes também chegou ao mundo do marketing e tem resultados bem interessantes.

Apesar de gerarem muito engajamento e serem populares, eles devem ser usados com cautela e nos meios adequados, para evitar mal entendidos e ambiguidades.

Os memes podem aparecer no formato de vídeo, imagem ou gif, e são uma forma descontraída de comunicar com sua persona. O mais importante é que eles devem fazer parte do universo daquela pessoa e devem combinar com o momento, já que eles geralmente são temporais e engajam por um limite de tempo.

E é essa informalidade que é tão encantadora nos memes. Já parou para pensar que maravilhoso seria se relacionar com seu público com a mesma linguagem que ele utiliza para se relacionar com um amigo próximo?

Screenshots

Os uso de screenshots, ou captura de tela, é um grande aliado para uma comunicação mais clara.

Quer entender o motivo? Basta pensar em alguma situação em que precisou de um tutorial para solucionar um problema em alguma ferramenta do seu computador.

Um texto pode tornar mais difícil de compreender a mensagem. A linguagem técnica, os vários passos e a falta do visual podem comprometer o processo. Porém, um screenshot apresentará exatamente as informações que você precisa saber de maneira simples, rápida e intuitiva.

4 exemplos de marcas que usam o conteúdo visual de forma estratégica

Agora que já entendeu os fundamentos e principais tipos, que tal conhecer algumas marcas que arrasam nas estratégias de marketing de conteúdo visual?

Nubank

Instagram da Nubank Brasil

O trabalho de identidade visual da Nubank é de impressionar e, obviamente, não iam se descuidar com os demais conteúdos visuais da marca.

Todas as fotografias utilizadas em seu website e em suas redes sociais são impecáveis e transmitem exatamente o espírito jovial e inovador da empresa.

São imagens de alta qualidade e que possuem uma identidade comum muito proeminente, destacada no uso da cor roxa que já virou marca registrada.

Helpscout

Blog Helpscout

O Helpscout é um software norte-americano para equipes de suporte e help desk utilizado em todo mundo.

Mas o que interessa mesmo é o motivo de estar em nossa lista: seu blog. É de encantar qualquer um! Nele são utilizadas apenas imagens vetoriais feitas especificamente para eles por um designer interno.

Netflix

Promocional Black Mirror na Netflix

A principal empresa de streaming do mundo não poderia ficar de fora da nossa lista. Mas não estamos aqui para falar sobre séries, e sim sobre virais.

A Netflix consegue utilizar memes em vídeos promocionais de séries e em suas redes sociais de modo sem igual!

E o resultado disso? A geração de um vínculo muito forte e bem construído com o seu público e o status de uma das empresas mais divertidas da internet.

Dominos

A Dominos Pizza é uma marca já consagrada por sua comunicação nas mídias sociais. Eles sabem muito bem como utilizar fotografias e vetores capazes de instigar nossos sentidos.

E ainda tem mais! Em uma campanha da empresa em 2015 eles inovaram ao lançar um emoji de pizza, que, quando tuitado, já fazia um pedido automático de pizza.

Ou seja, até mesmo um emoji pode ser considerado um tipo de conteúdo visual e pode ter grande repercussão, como foi o caso da campanha citada.

Compreendeu como o Marketing de Conteúdo Visual pode te ajudar nas suas estratégias digitais? Que tal aprofundar seus conhecimentos sobre visitando o nosso artigo sobre Geração de leads por meio de infográficos.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo