importância do marketing na arquitetura

Marketing na arquitetura: a importância para arquitetos e designers de interiores

Quer entender como funciona o marketing na arquitetura e por que ele é tão importante para arquitetos e designers de interiores? Aprenda tudo neste post!

“In God we trust. All others must bring data.”

Essa frase, em português, significa: “Em Deus nós acreditamos. Todos os outros devem trazer dados”. Eu adoro essa frase, pois realmente não tem como argumentar contra dados.

Então, antes de te dizer a importância do marketing na arquitetura, eu quero te mostrar alguns dados retirados dessas estatísticas.

  • 93% dos processos de compra começam com uma busca online.
  • 94% dos links que as pessoas clicam são resultados orgânicos, não pagos.
  • 68% de todos os cliques da busca orgânica vão para os primeiros três resultados.
  • 75% dos usuários nunca passam da primeira página do resultado de busca.
  • 80% dos consumidores preferem buscar informação de um serviço ou produto em uma série de artigos do que em um anúncio publicitário.

Ou seja, as pessoas estão online, pesquisando online e comprando online. E se você não está fazendo marketing digital, pode ter certeza que outros arquitetos e designers de interiores estão.

A pergunta é: você quer que os possíveis clientes achem outros escritórios ou o seu?

Ótimo. Se você quer ser achado online e já descobriu a que marketing na arquitetura também é essencial, continue lendo esse texto que te darei várias dicas de como se destacar online.

Qual a real importância do marketing na arquitetura?

Muitos arquitetos, por muitos anos, sobreviveram com o nome que criaram durante toda uma carreira e mesmo não tendo sites ou redes sociais, eles conseguiam e ainda conseguem prosperar e ter novos clientes.

Entretanto, essa não é uma realidade vivida nos últimos anos por quem não tem um nome no mercado e está começando do zero. A dificuldade para conquistar novos projetos é grande e a falta de recursos é inevitável.

Mesmo com todo esse cenário e com todos os dados que dei no começo do texto, ainda é raro ver algum arquiteto ou designer que tem site, blog, que produz ímãs permanentes (ebooks) etc.

Por isso, quero reforçar alguns pontos relevantes para que você comece a pensar de verdade em ter uma estratégia de marketing.

Posicionar e propagar sua marca

Como você quer ficar conhecido no mercado? Como aquele arquiteto ou designer chato, intrusivo e que só faz propagandas falando de si próprio?

Ou você quer ficar conhecido como alguém que educa o mercado, ajuda os consumidores e se preocupa em atrair as pessoas em todas as etapas do funil de marketing?

O marketing digital te permite ir além de revistas e de eventos do setor. Com uma boa estratégia online você consegue alcançar as pessoas certas e passar a mensagem adequada da sua marca.

Maior engajamento com seu público-alvo

Uma vez que sua marca está posicionada e as pessoas começaram a conhecer quem você é e o que você faz, elas vão começar a interagir com você.

Nessa hora o marketing te possibilita automatizar o seu relacionamento e se comunicar de forma efetiva e escalável.

Não confunda automatização com robotização. Você consegue ser pessoal e se comunicar de maneira clara e precisa mesmo sendo tudo automático.

Além disso, ferramentas de automação permitem que você foque em outras demandas do seu escritório ao invés de ficar respondendo emails o dia todo.

Aumento do número de projetos

Ainda na mesma pesquisa citada no começo do post, existem dois outros dados extremamente relevantes:

  • Empresas que nutrem seus leads geram 50% mais vendas gastando até 33% menos em verba.
  • A nutrição de leads gera, em média, um aumento de 20% nas oportunidades de venda.

Esses números são reais para marketing na arquitetura também! Como você pode ver, ter uma estratégia sólida faz você vender mais e gastar menos.

A prova que isso é real e que você pode aplicar hoje e conseguir os mesmos resultados é o Ciclo do Encantamento. Essa é a metodologia de marketing que usamos na Viva Decora e que adaptamos para o mercado de arquitetura e interiores. Seguimos exatamente esses mesmos passos listados até agora.

Quais as principais vantagens do marketing na arquitetura?

Já listei acima algumas razões para criar uma estratégia de marketing digital, mas existem ainda outras vantagens que o marketing tradicional jamais vai conseguir trazer.

  • Você sabe quantos clientes conseguiu porque você foi a um evento?
  • Você sabe quantos clientes conseguiu depois de ter anunciado na revista?
  • Você sabe quantos clientes você teve por ter colocado um espaço em eventos de arquitetura?

No máximo você pode dizer que tem um feeling que deu certo ou errado, mas dificilmente você saberá com 100% de certeza. Logo, como saber se você realmente está tendo retorno do seu dinheiro e tempo investido?

Veja 3 vantagens claras do marketing digital na arquitetura:

Mensuração de resultados e análise de dados

A primeira é justamente para resolver esse problema que acabei de citar. No marketing digital você consegue mensurar absolutamente tudo.

  • Quantas visitas seu site teve
  • Quantas emails você conseguiu capturar com um e-book
  • Quantos acessos suas redes sociais geraram para seu site
  • Quantas vendas por tipo de canal você teve
  • Entre tantos outros dados

Com isso, você vai ter mais inteligência no processo de tomada de decisão, pois saberá exatamente qual o melhor canal de marketing que você tem.

Presença online e nas redes sociais

Você sabe quais são as principais redes sociais para arquitetos? Se eu pudesse apostar diria que você pensou primeiro no Instagram, depois no Facebook e lá longe no Youtube.

O bom do marketing na arquitetura é justamente isso. Ele te permite mensurar dados. Será mesmo que essas são as melhores redes sociais? Quais dados você está analisando para dizer isso?

Fizemos um estudo e para o mercado de decoração, a rede social mais relevante (levando em consideração os dados) é o Pinterest! Mais detalhes no link abaixo.

Como o Pinterest está revolucionando negócios de decoração.

Então, além de te colocar em contato mais próximo com seu público, expandir sua marca e gerar mais relevância online, o marketing online também vai permitir saber com exatidão qual rede social está te trazendo maior retorno e em qual canal você deve focar seus esforços.

Como iniciar uma estratégia de marketing digital para o mercado de arquitetura e interiores?

Defina sua persona

Esse é o primeiro passo para toda e qualquer estratégia que você queira desenvolver.

Sem saber sua persona, vai ser difícil criar uma estratégia de marketing, pois você não vai entender claramente com quem e como você se comunica e onde você vai fazer isso.

Uma boa dica é usar o Gerador de Personas. É totalmente gratuito e com apenas algumas informações você já pode ter de forma clara com quem irá se comunicar.

Tenha um site e blog

Se você chegou até aqui na leitura eu realmente espero que isso esteja claro. Para conseguir impactar mais pessoas, engajar e educar seu público e vender de forma mais constante e previsível, você realmente precisa estar online.

Blog e site não são o futuro do marketing na arquitetura. Já são o passado. Quem não tem deve fazer isso de forma urgente, afinal mais de 93% das compras começam online.

Veja também: Como criar um site para arquiteto e atrair os clientes certos

Comece a produzir conteúdo

Sim. Agora que você tem um blog chegou a hora de começar a educar o seu público. Imagina que você vai impactar outras pessoas da mesma forma que você está sendo impactado com esse texto agora.

Vamos a um exercício simples:

Se eu me oferecesse agora para criar um site ou blog para seu escritório, você estaria mais propenso a comprar de mim ou de outra empresa que você nunca nem ouviu falar?

Provável que de mim, pois você acabou de ler um texto e está engajado com a marca. Óbvio que isso só vai funcionar se você tiver gostado do texto e o conteúdo for de qualidade.

Foque em SEO

Inúmeras são as pessoas que falam que SEO não funciona e que você precisa escrever um conteúdo de qualidade e que com isso as pessoas irão chegar até ele.

Isso é MENTIRA.

Para um conteúdo ser de qualidade alguém precisa ler esse conteúdo e então afirmar que ele é bom.

Para alguém ler esse conteúdo, essa pessoa precisa achar esse conteúdo.

Uma vez que quase todas as pesquisas online são feitas diretas no Google, como você espera que alguém ache o seu conteúdo se ele não for otimizado para SEO?

Então, primeiro foque em SEO e logo em seguida em criar um conteúdo de qualidade e que ajude seu usuário. Esse sim é o combo perfeito. Os dois não conseguem existir a longo prazo separados. Porém juntos são invencíveis.

Canais de distribuição

Em complemento ao citado acima você também precisa ter canais de distribuição. Um dos grandes fatores que o Google leva em consideração na hora de rankear um texto é a quantidade de acessos que ele tem.

Somado a isso, para que sua estratégia de marketing digital dê certo você precisa se relacionar e distribuir seu conteúdo para o máximo de pessoas possíveis (que estejam alinhadas com sua persona).

Então, tenha redes sociais, crie newsletters, email marketing, produza materiais ricos, faça fluxos de nutrição etc.

Colocando a estratégia de marketing na arquitetura em prática

Claro que esses são apenas primeiros passos, porém fazendo isso você já estará na frente de 99% dos escritórios de arquitetura e design de interiores. Acredite em mim.

Depois disso você terá alguns desafios, pois as pessoas vão começar a consumir seu conteúdo, acessar seu blog, engajar com sua marca e querer contratar você. Então, esteja preparado para os próximos passos a seguir:

Espero que essas dicas de marketing aplicadas ao mercado de arquitetura e interiores tenham te ajudado e que daqui em diante você esteja mais presente online e fazendo parte do grupo de pessoas que está revolucionando o mercado digital.

Esse post foi escrito por Pedro Renan, gerente de marketing B2B da Viva Decora PRO, o maior portal de decoração, reforma e mobília do Brasil.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo