Melhores práticas de conteúdo para e-commerces

Melhores práticas de conteúdo para e-commerces

Você já usa o marketing de conteúdo em seu e-commerce? Então que tal entender quais são as melhores estratégias de conteúdo par alojas virtuais para alavancar sua estratégia? Acesse o post e confira!

Pronto! A sua estratégia de Marketing de Conteúdo para seu e-commerce já está funcionando e, nessa etapa, maior parte do seu trabalho acabou, certo?

Errado!

Agora é hora de monitorar e aperfeiçoar a estratégia, baseando-se principalmente no comportamento e interações dos seus usuários com o que você produz e também nos reflexos que as ações têm gerado em suas vendas.

Para isso, existem alguns passos ou “melhores práticas” que podem tornar a sua execução e  refinamento da estratégia, na prática, mais simples e prático. Conheça técnicas e ações que podem ajudar o seu e-commerce e o seu time de marketing nessa tarefa.

Crie um calendário editorial

Organizar suas postagens e a rotina de trabalho com o conteúdo é uma ótima maneira de garantir a constância e consistência da sua estratégia ao longo do tempo.

Para isso, é fundamental que você organize a sua rotina de publicações através de um calendário editorial.

Com ele, você pode organizar todas as tarefas relacionadas com a divulgação e promoção do seu conteúdo: blog, disparos de email, elaboração e promoção de materiais ricos, postagens em redes sociais, etc.

Além disso, ele evita que você faça conteúdos duplicados, dá uma visão geral sobre o caminho que a sua produção editorial está tomando e também garante que ninguém esqueça o que precisa ser feito.

Você pode criar um calendário do zero, usando ferramentas online como o Google Agenda, planilhas e similares ou pode baixar modelos como o Kit de Calendários da Rock Content.

Incentive os clientes a criarem conteúdos e use-os!

Essa é uma estratégia muito utilizada por alguns e-commerces, principalmente de vestuário e produtos de beleza: incentivar os clientes a criarem conteúdos utilizando os produtos consumidos, como imagens, vídeos ou tutoriais, ou mesmo a partir de um espaço de avaliação da sua plataforma.

A experiência de outros compradores ajuda a construir a credibilidade do seu e-commerce e faz com que as pessoas se identifiquem com os produtos.

Esse tipo de material, conhecido como UGC — User Generated Content ou “Conteúdo gerado pelo usuário” — pode ser divulgado em suas redes sociais, obviamente passando por seu padrão de qualidade: resolução de imagens, veracidade das informações, qualidade das informações e textos, duração dos vídeos, etc.

Lembre-se que a ideia aqui é informar e mostrar os seus “cases de sucesso” para que outras pessoas dentro do processo da Jornada do Cliente se certifiquem cada vez mais de que estão tomando a decisão correta comprando com você.

Promova o seu conteúdo

O seu conteúdo precisa ser de qualidade e relevante para o usuário, é claro. Mas nada adianta se ele não tiver acesso a ele. Para que isso não aconteça, você pode alinhar essa a outras estratégias de marketing.

Por isso, além de estratégias de SEO, você pode promover o seu conteúdo também através de mídias pagas, como o Facebook Ads, Instagram Ads, Google Adwords, Publicidades Nativas e afins.

Dessa forma você garante a expansão da sua divulgação, aumentando as chances de que novos usuários passem a conhecer o seu e-commerce e ampliando ainda mais os resultados da sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

Invista na personalização!

Um diferencial do Marketing de Conteúdo, que encanta clientes, é a sua capacidade de personalização. Por mais que essa seja uma estratégia predominantemente digital, isso não significa que a sua audiência queira conversar com uma máquina, de maneira mecânica e impessoal.

Muito pelo contrário: as pessoas gostam de se sentir especiais e saber que o que está sendo produzido foi pensado especialmente para ela.

Você pode investir na personalização de diversas formas:

  • Enviando emails de uma conta pessoal e não de um “contato@…”;
  • Usando o nome do contato no email;
  • Criando conteúdos que mostrem o seu dia a dia ou a sua equipe falando a respeito de um produto, como vídeos e imagens;
  • Fazendo a segmentação da sua base para que cada contato receba conteúdos de sua área de interesse;

Além disso, você pode construir uma voz personalizada para comunicar com sua persona, que condiga com seu contexto e realidade. Assim, a escolha do tom, linguagem e grau de formalidade de seus conteúdos será ditada pelo tipo de pessoa com a qual você se comunica.

Se o seu e-commerce tiver mais de uma persona, a ideia é personalizar para cada uma o seu “jeito de falar”, sem esquecer nunca da identidade da sua empresa, que estará embutida em tudo que você quiser, para fortalecer a sua marca.

Automatize ações que vão fazer a diferença para seus consumidores

Com a ajuda de ferramentas de automação, você pode criar gatilhos que ativam ações de disparos de emails.

Por exemplo: aniversário dos seus contatos — excelente oportunidade de oferecer uma promoção especial —, mensagens automáticas de boas-vindas, status de compra, status de recebimento de uma mercadoria e outros.

Assim você estará, através de conteúdos automatizados, gerando valor para seus clientes e potenciais clientes de maneira prática e simples. É uma pequena ação para sua loja online, mas que impacta de maneira significante e muito positiva a impressão dos seus contatos.

Imagens: não se esqueça dos componentes visuais

As pessoas geralmente são mais atraídas por conteúdos que têm imagens relacionadas e chamativas, e que ajudam a entender o que está sendo ofertado ou promovido.

Por isso, pense nas imagens como uma parte muito importante do seu conteúdo, desde os blog posts e emails até as que são utilizadas em sua loja online na descrição de produtos.

Além da qualidade, elas devem auxiliar o usuário na compreensão do que está sendo promovido, facilitando a interação dele com a mensagem que você deseja passar.

Tenha um plano para otimizar a visibilidade dos seus produtos

Além das estratégias de SEO para o seu conteúdo do blog, você pode usar dessa estratégia para melhorar o posicionamento do seu e-commerce e dos seus produtos nos buscadores, como o Google.

Assim, você aumenta suas chances de rankeamento para palavras-chave importantes, com os mecanismos de busca entendendo que o seu e-commerce vende determinados produtos.

[Box: Dica: Para saber mais sobre estratégias de SEO e melhorar o seu rankeamento nos motores de busca sem precisar investir em mídia paga, leia o nosso Guia definitivo de SEO.]

Lembre-se: o conteúdo é apenas uma parte da experiência

Por melhor que seja a sua estratégia de conteúdo, se o seu usuário tiver uma péssima experiência com o seu e-commerce, ele possivelmente não vai se tornar um cliente.

Por isso, você deve avaliar todos os pontos de contato do usuário com a sua marca para que ele não se decepcione na transição de lead para cliente.

Pense no quão funcional é o seu e-commerce, nas opções de pagamento, nas facilidades de entrega, na responsividade — ou seja, em tornar o seu e-commerce adaptável para mobile —, e até mesmo na qualidade dos seus produtos.

Garanta que ele está sendo bem atendido e que todos as interações que ele realiza com sua marca são as melhores possíveis, para que a sua estratégia não seja desperdiçada na hora mais importante para o e-commerce: a compra!

Quer saber mais sobre como usar o conteúdo para potencializar a estratégia da sua loja virtual? Baixe o ebook Estratégias de Conteúdos para lojas virtuais!

Estratégias de conteúdo para lojas virtuais

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo