Movimento empresa júnior

Movimento Empresa Júnior: Descubra como alavancar sua empresa gastando muito menos

Entenda o que é uma empresa júnior, seus principais benefícios e como ela pode trabalhar em conjunto com seu negócio.

Você já ouviu comentando sobre “empresas juniores”? Bom, se você não se lembra de ter ouvido esse termo é porque ele provavelmente passou despercebido — e você deve começar a dar mais atenção a ele!

Investir no mercado sênior pode ser um passo que muitas empresas ainda não estão preparadas para dar. Por isso, principalmente para as que estão começando agora ou estão passando por um período de baixa de vendas, a Empresa Júnior surge como a solução ideal para o problema.

Além de ter um grande time envolvido no seu projeto, você consegue um resultado final de qualidade gastando muito menos.

Empresas juniores têm causado impacto no mercado e potencializado muitos negócios, desde os que estão no início até os que já são mais tradicionais. Se você quer conhecer um pouco mais sobre essa gama de empresas que impulsionam projetos de maneira jovem e mais acessível, este é o post ideal!

O que é o MEJ?

O MEJ, Movimento Empresa Júnior, representa um conjunto de empresas juniores. Ele reúne uma vasta quantidade de pequenas associações sem fins lucrativos.

Essas associações, além de promoverem projetos para a sociedade, possibilitam o crescimento de jovens universitários em aspectos exigidos pelo mercado atualmente. O trabalho em equipe, o senso de responsabilidade e a liderança são os principais pontos desenvolvidos por um empresário júnior.

Ou seja, o MEJ é o conjunto de empresas totalmente geridas por alunos. Ler essa mensagem logo de início pode gerar certo receio, mas os números só comprovam o quanto essas empresas dão certo.

No Brasil, essas organizações movimentam mais de 11 milhões de reais! Esse resultado é fruto do trabalho de milhares de jovens que se empenham para desenvolver soluções criativas para negócios de diversas áreas.

O ponto chave do movimento é acreditar que é possível impactar o país de alguma forma, não só dando vida a pequenos projetos, mas também fomentando a cultura empreendedora e sua vivência já nos primeiros períodos da faculdade.

Conhecer o MEJ provavelmente te mostrou uma outra face do conceito que temos de empresas e organizações, e você deve estar se perguntando como surgiu essa ideia, não é? Deixa que a gente te conta!

Como surgiu o MEJ?

O MEJ surgiu há mais de 5 décadas e tem feito cada vez mais sucesso no país. Apesar de termos comentado muito sobre o impacto do movimento no Brasil, ele teve início na França.

Os alunos da Escola Superior de Ciências Econômicas e Comerciais sentiam a necessidade de conhecer o mercado e a prática mais de perto e acabaram por fundar a primeira empresa júnior.

Apesar de parecer um pouco fora da realidade pensar em alunos que acabaram de ingressar na faculdade gerindo e administrando uma empresa, a ideia deu tão certo que se expandiu pelos outros países! O Brasil, inclusive, se deu tão bem com essa iniciativa que, atualmente, é o país com o maior número de empresas juniores no mundo!

Quer prova maior de que isso dá certo?

Como funcionam as EJ’s?

Ao ler que uma Empresa Júnior é uma associação sem fins lucrativos, você pode ter imaginado que os serviços prestados são gratuitos, mas não é bem assim! Os projetos possuem um caráter social, com um valor geralmente inferior ao do mercado sênior.

Diferente de ONGs e outras instituições sem fins lucrativos, as EJ’s não possuem um auxílio do governo para se manterem. Como toda empresa, elas também têm seus custos de gestão. Por isso, para se auto sustentar e fazer com que seus membros tenham a  melhor experiência possível, elas precisam precificar seus serviços.

O impacto do MEJ

Se pararmos para pensar no impacto do movimento, podemos chegar à conclusão de que ele é uma grande via de mão dupla!

De um lado encontramos vários microempresários e empreendedores que possuem problemas que dificultam seu desempenho no mercado ou que querem iniciar um projeto agora, mas não possuem a renda necessária para fazer um investimento nas empresas mais tradicionais.

Por outro lado, temos um grande grupo de alunos que estão à disposição para realizar esses projetos em troca de conhecimento e experiência com o mercado! Por se tratar de alunos, a vontade de impactar, se empenhar e realmente fazer a diferença na vida dos clientes que chegam é ainda maior. Afinal, essa experiência é um passo para a formação de futuros profissionais mais completos.

A via de mão dupla existe no momento em que os problemas da sociedade são resolvidos pelas EJ’s — de uma maneira bem mais acessível — e a sociedade permite que seus problemas sejam resolvidos por alunos com muita vontade de entender na prática o mercado em que irão trabalhar!

O MEJ no Brasil

Por se tratar de um movimento gerido por alunos que tomou conta do Brasil, foi preciso criar uma confederação nacional que desse suporte a toda a rede de EJ’s: a Brasil Júnior.

A BJ trabalha para que as empresas alcancem a melhor experiência de gestão possível. A partir da promoção de palestras e eventos que visam integrar todo o MEJ, a BJ é um fator importante para a organização e o alinhamento das empresas juniores do Brasil.

Além disso, existem também as federações estaduais, que prestam um serviço de suporte mais direto a cada uma das EJ’s. Um bom exemplo é a FEJEMG, Federação de Empresas Juniores de Minas Gerais, a maior do país!

Seu objetivo é fazer com que as empresas se desenvolvam. Para isso existem, inclusive, conselheiros disponíveis para auxiliar em pontos de dificuldade que a EJ enfrenta e transformá-los em desafios superados.

Calma que ainda não terminou! O suporte e o apoio ao MEJ é tão intenso que existem também núcleos regionais que promovem a integração da rede de empresas em menor amplitude, mas em intensidade incomparável! Um exemplo é o Núcleo UFMG, que promove os mais variados eventos para auxiliar as EJ’s da universidade e, também, para incentivar o empreendedorismo entre os alunos

As vantagens de se contratar uma EJ

Chegou a hora de entender porque essas empresas têm feito tanto sucesso no mercado brasileiro. Por isso, separamos algumas vantagens que as EJ’s podem trazer para as mais variadas empresas!

1. Conquiste seu mercado gastando bem menos

Como já conversamos mais acima, muitas pessoas podem ter certo receio de contratar empresas juniores, já que elas são formadas apenas por jovens. O que nem todo mundo sabe é que além do suporte das instâncias, as empresas costumam ter professores orientadores e empresas parceiras que ajudam muito na confecção dos projetos!

Já que os serviços realizados possuem essa orientação e esse contato com profissionais seniores das empresas, a qualidade do resultado final é tão boa quanto a oferecida pelo mercado!

Assim, você pode investir bem menos em alguns serviços, alcançar mais pessoas no mercado e ainda direcionar suas economias para outros pontos de melhoria da sua empresa!

2. Um bom relacionamento é a base de uma EJ

Como o objetivo da empresa é criar uma relação de reciprocidade com os clientes — em que os empresários juniores executam o serviço para o cliente e acabam por se desenvolverem nesse processo — o bom relacionamento é a base do negócio.

Já nas primeiras reuniões e na fase de negociação, é possível perceber uma grande preocupação em entender o projeto a fundo, com seus diferenciais e pontos de atenção, sua realidade no mercado e outros aspectos chave, para tornar a experiência do cliente a melhor e mais efetiva possível.

Além disso, por se tratarem de jovens, que geralmente são mais abertos a novas ideias, a relação se torna leve, o que possibilita espaços para feedbacks e sugestões de ambas as partes mais facilmente!

3. Tenha um time trabalhando para você!

Já sabemos que o trabalho de um empresário júnior é voluntário, certo? Isso significa que as pessoas que trabalham em uma EJ estão ali justamente para aprender com os projetos que irão realizar e ganhar experiência! Quer prova maior de que o fato que elas vão se dedicar ao máximo nas oportunidades que vierem?

Os estudantes costumam dar tudo de si nos projetos e sempre procuram fazer o que for necessário para que você receba o melhor resultado possível.

Assim, a formação de equipe e as relações possibilitadas por um projeto são um meio de explorar e desenvolver ao máximo a criatividade e o trabalho em equipe!

O MEJ na prática

Agora que você já sabe o que é o MEJ, o que é uma EJ e quais as vantagens de contratar serviços dessas empresas, chegou a hora de entender um pouco como tudo isso funciona na prática! É importante ter em mente que os serviços oferecidos por cada uma das empresas vão de acordo com o curso que elas representam.

Vamos tomar a Cria UFMG como exemplo! A Cria é uma agência júnior de Comunicação que presta serviços que envolvem as três habilitações do curso de Comunicação Social: Publicidade e Propaganda, Relações Públicas e Jornalismo. Assim, os serviços oferecidos pela empresa são aqueles que envolvem apenas esses cursos.

A Cria procura inserir seu produto, ou empresa, no mercado de um jeito criativo, seja com campanhas inovadoras para expandir sua marca ou serviços mais profundos de branding, criação de identidade visual, pesquisas de público, divulgação e muitos outros.

Para dar um auxílio no aprendizado e conseguir aquela ajudinha quando necessário, a Cria tem parcerias com grandes agências de publicidade e comunicação de Belo Horizonte, como a No Clima, a Lápis Raro e a Qu4rto Studio.

A EJ tem dado tão certo que já está há 18 anos no mercado, tanto impactando a sociedade com os projetos realizados para os clientes que chegam quanto formando profissionais mais completos e preparados para o mercado de trabalho!

Quer dar uma olhada no que os empresários juniores de lá já fizeram? Confira o Behance da Cria!

Pronto para procurar uma EJ?

Agora que você já sabe tudo sobre o MEJ e sobre as empresas que compõem esse grande movimento, não há motivos para desconfiar da qualidade do trabalho de uma EJ.

As vantagens estão claras e a possibilidade de fazer seu projeto se tornar realidade por um custo muito mais acessível é mais real do que você imaginava! Tá esperando o quê para desenvolver sua empresa com uma EJ?

Gostou do texto e quer descobrir mais formas de impulsionar sua empresa gastando muito menos? Então dá só uma olhada neste post sobre como o CAC pode ajudar você a economizar dinheiro e gastar muito menos!

 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo