Native Ads

O que é native ads e como planejar uma campanha de publicidade nativa

Native Ads ou anúncio nativo é uma modalidade de anúncio online baseado em conhecimento relevante sem prejudicar a experiência do usuário.

Aprenda tudo sobre Facebook Ads

Quando se fala em abrir ou manter um negócio na internet, logo pensamos nas grandes vantagens que isso pode trazer.

O alcance das ações é enorme, e os custos de operação e manutenção são bem inferiores se comparados aos de uma loja física.

Porém, não confunda isso com facilidade!

A divulgação do negócio deve ser muito bem planejada para atingir as pessoas certas, aumentando o conhecimento da marca e se tornando uma referência.

Para isso, diferentes ações são possíveis, como o marketing de conteúdo, utilização das redes sociais, marketing offline ou os anúncios patrocinados em diferentes plataformas.

Normalmente, os anúncios são vinculados ao Google AdWords ou nas mídias sociais, como o Facebook Ads.

Porém, devemos pensar que as vendas se tornaram consultivas e os consumidores buscam conhecimento relevante para embasar suas decisões.

Nesse sentido, devemos conhecer o conceito de native ads.

Por isso, criamos este post completo e super informativo.

Mostraremos o que é essa técnica, as diferenças para outros tipos de anúncios, como utilizar, a importância e ainda as ferramentas para criação.

Confira!

O que é native ads?

Mesmo que ainda não saiba, provavelmente você já foi impactado por um native ad, também conhecido como anúncio nativo.

Pense em alguma vez que estava navegando na internet, lendo algum conteúdo e, ao final dele, deu de cara com um novo material, complementando aquilo que acabou de ler.

Então, você clicou e partiu para mais uma leitura.

Se você já teve essa experiência, parabéns! Você sabe o que é uma campanha de publicidade nativa.

Esses anúncios são baseados em conhecimento relevante para o usuário.

Normalmente, são posicionados em sites de notícias, blogs ou no feed das redes sociais.

Imagine que você está se preparando para uma grande viagem de final de ano junto com a família.

Está procurando o melhor destino, mas já definiu que não abre mão de um local com praia.

Então, para encontrar as melhores opções, começa a fazer buscas de recomendações na internet.

Você encontra um blog de viagens, com dicas de lugares, mostrando os diferenciais de cada cidade.

A leitura é muito interessante e você está tirando grandes dúvidas.

Então, quando chega ao final do conteúdo, visualiza uma chamada com o seguinte título: “Os 6 principais hotéis nas praias do Nordeste”.

Pronto! Você achou o que precisava e acaba de clicar no anúncio.

Conseguiu perceber a essência dessa estratégia?

Certamente esse anúncio do exemplo foi criado por uma empresa que possui hotéis na região e que conseguiu atrair um possível hóspede de forma leve e muito agradável, oferecendo uma boa experiência.

Guia Completo do Google Adwords

Qual é a diferença entre native ads e os outros formatos de anúncios online?

Os native ads, apesar de serem um anúncio, possuem grandes diferenças para campanhas criadas no Google AdWords, por exemplo.

Não estamos falando que um é melhor do que o outro. Nada disso!

Ambas estratégias podem (e devem!) ser utilizadas em conjunto, mas é preciso entender as características e as limitações de cada uma.

Com os anúncios na rede de pesquisa, por exemplo, uma empresa pode selecionar palavras-chave de interesse e relacionar com suas páginas.

Então, quando um usuário utiliza o campo de busca do Google, seus anúncios serão mostrados, atraindo um grande fluxo de pessoas.

Já com os anúncios da rede de display, a segmentação se torna um ponto forte.

É possível selecionar as características do seu público, direcionando melhor as campanhas.

Para se ter uma ideia, segundo dados do próprio Google, 90% dos usuários de internet de todo o mundo são impactados por anúncios na rede de display.

Porém, a grande diferença dessas opções para a campanha de publicidade nativa é o momento e a forma de exposição desses anúncios.

Com os native ads, os materiais são introduzidos de forma sutil, atraindo os visitantes por meio de conteúdo no momento certo.

Essa forma de exposição da marca gera uma melhor experiência aos consumidores por não ser um marketing invasivo.

Além disso, a marca ganha credibilidade quando demonstra que possui todo o conhecimento necessário para atender às demandas.

Como planejar uma campanha de publicidade nativa?

Agora que já sabe o que são e como funcionam os native ads, vamos mostrar como planejar e executar essa campanha:

Defina o seu público

Para os native ads — assim como para outras estratégias de divulgação da marca —, é fundamental você ter pleno conhecimento sobre o seu público.

As informações devem ser usadas para planejar tudo dentro do anúncio, desde a linguagem até o assunto abordado.

Para isso, saiba quem são os potenciais interessados nos produtos ou serviços da sua empresa e se há características em comum, como:

  • faixa etária;
  • localização geográfica;
  • nível de escolaridade; e
  • linguagem.

Conheça, ainda, os problemas enfrentados e os objetivos.

A criação de uma persona, que é a personificação do seu cliente ideal, é bastante recomendada para que cada investimento apresente um melhor retorno.

Aborde os assuntos relevantes para os usuários

O que o seu público quer saber?

É preciso conhecer as informações realmente relevantes para eles, que façam com que solucionem problemas e busquem o sucesso.

A partir disso, os seus conteúdos serão gerados.

Você pode criar o melhor conteúdo possível, com uma boa estrutura, uso estratégico das palavras-chave e imagens bem interessantes.

Mas, se ele não solucionar um problema de alguém, o resultado com essa utilização será frustrante.

Para que isso não aconteça, faça pesquisas, busque saber os assuntos mais interessantes para serem tratados e de que forma eles podem se encaixar nas páginas de hospedagem, servindo como um complemento ao conteúdo.

Conheça os canais de comunicação utilizados

Como já falamos, a campanha de publicidade nativa pode ser posicionada em diferentes canais, como sites de notícias, blogs ou nas redes sociais.

Para que você realmente consiga atrair as pessoas certas para a sua marca, deve saber as fontes utilizadas pelos alvos na busca de informações e, assim, criar os anúncios nas plataformas certas.

Qual é a importância dessa estratégia?

Agora, vamos mostrar um pouco das vantagens e importância em explorar os anúncios nativos:

Gera uma agradável experiência ao consumidor

Talvez, a principal característica desse tipo de anúncio é a boa experiência que ele gera ao usuário.

Não é uma simples promoção de preços ou demonstração de produtos.

Você está investindo no compartilhamento de informações relevantes, ou seja, conhecimento!

O usuário não se sente obrigado a visualizar um produto ou mesmo comprá-lo.

Ele pode simplesmente conferir o conteúdo anunciado e fechar a página, se assim quiser.

Atrai novos visitantes ao site ou blog

A campanha de publicidade nativa é capaz de gerar visitantes que até então não conheciam a marca, e isso possibilita gerar clientes novos.

Os native ads também podem ser criados usando uma segmentação do público, e isso torna a estratégia ainda mais eficiente.

Afinal, você direciona o seu investimento para quem pode vir a ser um cliente.

Guia do SEO 2.0

Alta taxa de aceitação

O usuário já está engajado no conteúdo da página.

A diferença é que ele vai acessar um material complementar.

Isso faz com que a aceitação da campanha se torne maior do que em outros casos.

Quais ferramentas devem ser utilizadas?

Já vimos muita informação sobre os anúncios nativos, não é mesmo?

Mas qual ferramenta deve ser utilizada para criar essa campanha?

Mostraremos duas entre as principais. Acompanhe:

Outbrain

O Outbrain é uma ótima ferramenta para criar as campanhas de publicidade nativa, principalmente pelo grande alcance.

A plataforma trabalha com inúmeras marcas para hospedar os anúncios, o que garante um ótimo fluxo de visitantes de forma bem rápida.

Além disso, para garantir a relevância do conteúdo dentro das páginas, a plataforma conta com um sistema de análise de sinergia para escolher os canais mais interessantes para cada caso.

Taboola

O Taboola é um programa de afiliados que permite que blogs ou sites criem uma maneira de monetizar seus espaços.

Ele consegue colocar dentro dessas páginas os conteúdos de anúncios criados.

Mas o que faz essa ferramenta ser uma referência em anúncios nativos?

Seu poder de colocar a publicidade certa nas páginas mais relevantes.

Depois de se cadastrar, a plataforma fará uma busca pelas páginas que apresentam maior relevância ao seu assunto, direcionando os conteúdos.

Assim, quando alguém clicar no material, será direcionado ao seu site.

O aumento do fluxo de visitantes é bem representativo e pode gerar ótimas vendas.

Como vimos em nosso post, os native ads são uma estratégia muito importante para a divulgação de uma marca.

Essa técnica permite gerar uma ótima experiência ao usuário, levando um fluxo bem considerável de visitantes para o site ou blog.

É importante pensarmos que estamos vivendo na era da experiência e que o público está cada vez mais exigente.

Por isso, as empresas precisam investir em conhecimento, criando os melhores materiais e direcionando aos usuários no momento certo.

A campanha de publicidade nativa atua exatamente com o marketing de conteúdo.

Os anúncios possuem uma alta aceitação e podem gerar grandes resultados.

Agora que você já conhece o poder dos native ads, confira 28 métricas de marketing de conteúdo para acompanhar na sua empresa e avaliar a eficiência de suas estratégias!

O guia completo do Google Analytics Ebook

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo