palavra chave head tail

Por que você precisa dar mais atenção às palavras-chave head tail?

Palavra-chave head tail consiste nos termos longos e bem específicos.

Responda rápido:

Para criar suas estratégias de marketing, você simplesmente tira uma ideia da cabeça e já coloca em prática ou tenta embasar essa ação em resultados e, aí sim, aplica no seu negócio?

Se você respondeu “sim” para a 1ª opção, é preciso tomar cuidado!

Aqui na Rock, nós somos obcecados em planejar, executar, mensurar e otimizar cada estratégia.

Esse é um ciclo que deve ser rigidamente seguido por um profissional de marketing para que bons resultados sejam alcançados.

Nesse sentido, as palavras-chave head tail são muito importantes na construção das ações, seja para criar conteúdos ou campanhas de anúncios.

Esses elementos são cruciais para estar em evidência, isto é, na frente de seus concorrentes quando os consumidores fizerem uma busca na internet.

Por isso, criamos este post. Nele mostraremos tudo sobre o assunto.

Confira!

O que são as palavras-chave head tail?

Existem 2 tipos de palavras-chave:

A 1ª consiste nos termos longos e bem específicos.

Um exemplo que podemos construir de long tail é “televisão 32 polegadas preta LCD”.

A pessoa que faz uma busca com esse termo já sabe o que quer e provavelmente está buscando a melhor loja para finalizar a compra.

Com isso, o long tail possui uma maior taxa de conversão, já que o lead está em um estágio mais avançado do funil de vendas.

Porém, nesse caso, o volume de buscas é bem menor.

Em contrapartida, a concorrência também é inferior.

Já as palavras-chave head tail são mais curtas, com 1 ou 2 palavras, mas de significados mais amplos.

Seguindo o exemplo, uma head tail seria simplesmente “televisão”

Ora, uma pessoa que digita esse termo no Google pode nem saber qual modelo ele quer, estando longe de fechar uma compra.

Por isso, a taxa de conversão é menor.

Mas, então, por que utilizar uma head tail?

Simples:

O volume de buscas por termos gerais é muito maior do que em termos específicos.

Então, vamos fazer um rápido comparativo entre os 2 conceitos para ficar claro:

Palavras-chave long tail

  • termos longos e bem específicos;
  • alta taxa de conversão;
  • lead está no final do funil de vendas;
  • menor concorrência, com mais facilidade de ranquear nas primeiras posições das buscas; e
  • baixo volume de busca.

Palavras-chave head tail

  • termos curtos e gerais;
  • baixa taxa de conversão;
  • lead está no início do funil de vendas;
  • concorrência bem acirrada; e
  • alto volume de busca.

Head tail e long tail: qual é a melhor opção?

Olhando as características que listamos no tópico anterior, você pode até pensar que é mais interessante sempre utilizar uma long tail nas estratégias.

Afinal, ela possui uma boa taxa de conversão e ainda menor competitividade, certo?

Mas não é bem assim…

A verdade é que há momentos certos para cada opção.

Um profissional de marketing deve entender muito bem as características dos 2 conceitos e projetá-los em uma estratégia de divulgação da empresa.

No próximo tópico, vamos mostrar quando é mais indicado utilizar uma palavra-chave head tail.

Quando vale a pena usar head tail na estratégia?

As palavras-chave head tail são ótimas para conteúdos generalistas.

Estamos falando daqueles que podem simplesmente despertar a curiosidade de um potencial cliente, fazendo com que ele busque mais informações.

Além disso, os termos gerais também são indicados para assuntos novos, como um lançamento de um filme ou de um livro ou até mesmo um evento.

Apesar de ser mais difícil conquistar uma boa posição no Google e em outros buscadores com uma head tail, você deve lembrar que as ações de topo do funil são muito importantes para todo o processo de vendas.

Se o usuário ainda não possui um conhecimento específico sobre o tema, você deve tratá-lo com conteúdos leves para a fase de atração.

Quais são as ferramentas para encontrar as head tails?

Independentemente se você deseja utilizar head tail, long tail ou ambas na sua estratégia, precisa contar com ferramentas eficientes para encontrar os termos que realmente são interessantes.

Muitas empresas investem no marketing de conteúdo ou em campanhas de anúncio, mas não conseguem atingir bons resultados.

Quando analisamos o motivo, a falta de uma boa pesquisa de palavras-chave está presente.

Entre as várias opções de ferramentas, podemos sugerir 3 especiais.

São elas:

Keyword Planner

O Keyword Planner é uma ferramenta desenvolvida pelo Google, dentro da plataforma do AdWords.

Sua utilização é bem simples:

Depois que você criou uma conta e acessou o recurso, basta digitar um termo pesquisado e serão mostrados vários dados interessantes, como o nível de competitividade e o volume de buscas.

SEMrush

O SEMrush é uma ótima opção para quem deseja fazer uma pesquisa de palavras-chave.

Essa ferramenta é bem completa, e sua utilização também é simples.

Dentro da plataforma, é possível inserir um termo que você deseja começar a pesquisa e, a partir dele, serão indicadas palavras-chaves relacionadas.

Esse recurso é interessante para conhecer as variações que você pode usar na sua estratégia.

Para cada termo são mostradas informações como o volume de busca e o CPC, que representa o custo por clique.

Ou seja, o CPC é o valor que você terá que gastar a cada clique no seu anúncio com a palavra-chave.

Keyword Tool

O Keyword Tool utiliza mecanismos do Google para criar uma sugestão bem completa de palavras-chave relacionadas.

Ao digitar um termo dentro da ferramenta, será mostrada uma lista bem extensa de outras opções, com o volume de busca, CPC e a competitividade de cada uma.

Como ranquear para head tail?

Para alcançar as primeiras posições com as palavras-chave head tail, é preciso muito planejamento e controle das métricas.

Você deve fazer uma pesquisa completa de mercado, levantando os principais termos utilizados pelo seu público-alvo.

Além disso, verifique as palavras usadas pela sua concorrência.

Depois disso, é preciso pensar nas suas páginas, aplicando as técnicas de otimização, ou SEO.

Lembre-se de que não basta investir em uma campanha no AdWords para aparecer na 1ª posição.

A sua página deve ser realmente relevante ao usuário para que essa conquista seja alcançada.

Com os conteúdos o trabalho é similar:

Crie materiais de alta qualidade, otimizados e estrategicamente planejados.

Vimos que as palavras-chave head tail são muito importantes para a sua estratégia de marketing.

Os termos gerais possuem um enorme volume de buscas, que deve ser usado para atrair leads e alimentar o funil de vendas.

Para que tenha sucesso, foque nas dicas que demos.

É importante relembrar que tanto head tail quanto long tail devem ser usados respeitando as diferentes características e objetivos.

Então, você já sabe que precisa dar mais atenção às palavras-chave head tail.

Agora, confira nosso outro conteúdo com as principais tendências de SEO para colocar a sua empresa no topo.

Kit Domine o Google

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo