Endomarketing na cultura organizacional da empresa

Qual o papel do endomarketing na cultura organizacional da empresa?

Você sabia que o endomarketing tem um papel fundamental para a cultura organizacional da empresa e para melhorar o desempenho dos seus colaboradores?
black friday - universidade rock contentPowered by Rock Convert

Quando se fala em gestão de pessoas, um dos primeiros conceitos que vem à mente dos gestores e proprietários de empresas é o de cultura organizacional.

Dentro desse contexto, as ações de endomarketing aparecem como uma poderosa ferramenta para modificar, aperfeiçoar ou manter uma boa cultura na empresa.

No post de hoje, você entenderá melhor o conceito de endomarketing e o seu papel na cultura organizacional. Além disso, conhecerá e poderá analisar os motivos que as empresas têm para desenvolver o endomarketing e como isso pode ser feito.

Ficou interessado? Então continue a leitura e aprenda conosco!

O que é o endomarketing?

É bastante comum que nas empresas haja confusão entre os conceitos de comunicação interna e endomarketing, que erradamente são tidos, muitas vezes, como sinônimos. Portanto, entender a diferença entre essas duas terminologias é importante.

A comunicação interna engloba todas as ações que uma empresa faz para comunicar algo aos seus colaboradores. Fazem parte dessas práticas a produção de avisos e memorandos, envio de newsletter, produção de jornal ou revista interna, entre outros.

O endomarketing, por sua vez, vai mais além e está relacionado com a cultura da empresa.

Trata-se de uma metodologia que tem vistas à implantação de uma conscientização coletiva entre os colaboradores, para que eles se sintam valorizados, se tornem mais produtivos e realizem os seus trabalhos com mais qualidade.

Isso não quer dizer, no entanto, que comunicação interna e endomarketing não podem andar juntos, pois os estrategistas de endomarketing utilizam das ferramentas da comunicação interna para efetivar muitas de suas ações.

Qual é o papel do endomarketing no desenvolvimento da cultura organizacional?

Primeiramente, é preciso ter em mente que o termo cultura é bastante amplo e possui múltiplos significados, como a representação das artes, da educação e até mesmo do cultivo de produtos agrícolas. Quando falamos em cultura organizacional, no entanto, estamos nos referindo aos valores, crenças e comportamentos das pessoas que fazem parte de uma empresa.

Desse modo, as ações de endomarketing visam a estabelecer entre todos os colaboradores, independentemente do nível hierárquico que ocupam, um padrão cultural fundado pela alta cúpula administrativa da organização.

De acordo com os estudiosos Davel e Vasconcelos, na cultura brasileira, devido à herança do período colonial, as estruturas familiares são embasadas na figura do pai como a pessoa que gerencia a casa e toma as decisões do lar.

Nas empresas, por muito tempo, esse conceito também foi adotado, com os donos ou diretores assumindo o papel centralizador do “pai”.

Acontece que os jovens das gerações Y e Z não se adaptam mais a esse tipo de cultura, pois cresceram em uma época em que o pai já não é necessariamente uma figura centralizadora nas suas famílias, de modo que as organizações tiveram que se adaptar e adotar uma estrutura mais linear, em que todos têm voz, e não somente as chefias.

Esse é um exemplo de mudança na cultura organizacional, que pode ser feita com o uso das estratégias de endomarketing.

Quais são os motivos que as empresas têm para desenvolver a cultura organizacional por meio do endomarketing?

Ao longo das décadas, as grandes empresas solidificaram um modelo cultural muito paradigmático e baseado nos princípios tayloristas e fordistas, no período pós-revolução industrial. Wood Jr., conceituado estudioso do meio organizacional, acredita que o modelo foi o responsável pela decadência de muitas empresas ocidentais.

Por esse motivo, estabelecer uma nova cultura, mais moderna e baseada na confiança e troca mútua de relações entre as pessoas é tão importante.

Dentro desse contexto, elencamos alguns motivos que as empresas têm para desenvolver a cultura organizacional por meio do endomarketing. Veja!

1. Motivação dos colaboradores

O psicólogo norte-americano Abraham Maslow desenvolveu uma hierarquia que se popularizou com o nome de Pirâmide de Maslow.

Segundo essa teoria, as pessoas são motivadas por cinco fatores básicos: necessidades fisiológicas, necessidades de segurança, necessidades sociais, necessidades de status ou estima e necessidades de autorrealização.

Um nível hierárquico leva a outro, sendo que após suprir suas necessidades fisiológicas, o indivíduo buscará suprir as suas necessidades de segurança e assim sucessivamente.

A ideia é que nas empresas, por meio de ações de endomarketing como um programa de carreiras ou crescimento profissional, os colaboradores atinjam o ápice da pirâmide e se sintam realizados em fazer parte da empresa.

2. Diminuição do turnover

Engana-se quem pensa que os altos índices de turnover nas empresas se dão apenas pelo pagamento de baixos salários.

Muitas vezes, as pessoas deixam empregos em que têm uma boa remuneração para trabalhar em um local que paga menos, mas que oferece melhores condições para a sua realização profissional.

É comum que os trabalhadores passem mais tempo na empresa do que em suas casas com suas famílias. Por isso, é normal que busquem por um ambiente agradável. Ações de endomarketing como programas que premiam sugestões de melhorias na empresa, portanto, diminuem a rotatividade de colaboradores na organização.

3. Melhora no relacionamento entre equipes

Gareth Morgan é um respeitado teórico da administração que classifica as organizações como metáforas. Em uma das suas alusões, o teórico vê a organização como uma máquina, em que várias partes se interligam e quando uma delas para, compromete o funcionamento de todo o restante do equipamento.

A partir dessa visão, podemos interpretar que o bom relacionamento entre as equipes de uma empresa deve ser incentivado pelos empresários.

O endomarketing também tem um importante papel nesse sentido, de modo que o relacionamento entre as equipes pode ser trabalhado em estratégias como os eventos de integração.

4. Desenvolvimento intelectual dos colaboradores

Outro princípio importante do endomarketing é fazer com que as empresas tenham times qualificados. Para isso, é comum que seja instigada nos colaboradores a vontade de se desenvolver cada vez mais como profissionais e seres humanos.

Ações simples como o convênio com escolas técnicas e universidades, bem como a criação de uma biblioteca colaborativa na empresa, podem fazer com que os profissionais se desenvolvam intelectualmente e consequentemente tragam resultados mais positivos para a organização.

Agora que você já sabe mais sobre o papel do endomarketing na cultura organizacional das empresas, já pode colocar isso em prática!

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários.

 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo