Como criar um planejamento de conteúdo em vídeo?

Como criar um planejamento de conteúdo em vídeo?

A criação de um planejamento de conteúdo em vídeo passa por diversas etapas, desde a definição dos objetivos até a análise dos resultados finais obtidos com o material. Confira o nosso passo a passo!

Que o vídeo marketing é indispensável nas estratégias digitais, não é mais um segredo. Mas como qualquer conteúdo, exige métodos e técnicas que devem ser seguidas rigorosamente para prover resultados.

Portanto, se você pretende iniciar uma estratégia de vídeo marketing, é importante tomar cuidado com algumas etapas, que vão desde o planejamento até a distribuição do material.

E é sobre como criar este planejamento que trataremos neste artigo. Veremos técnicas, dicas e ferramentas, para que o seus esforços e investimentos não tenham os indesejáveis “furos”.

Não tenha pressa em dar o play

Um smartphone em mãos, redes sociais a todo vapor e o cotidiano de trabalho como um belo cenário. A tecnologia associada às ferramentas que facilitam nossa comunicação, seja com nossos conhecidos ou clientes, são o conjunto perfeito para o impulso de apertar o play e começar a gravar.

Mas nunca é demais ressaltar que, por mais despretensiosos que pareçam os vídeos na internet, há muito trabalho envolvido por trás dessas produções.

Quando o assunto é marketing digital, não existe acaso. Estratégia e planejamento são fundamentais para que você não desperdice esforço e investimento.

Portanto, tenha em mente que o planejamento é a fase do projeto responsável por determinar seus objetivos e guiá-lo no rumo certo.

guia marketing digital

Planejamento de conteúdo em vídeo em 8 passos

Para te ajudar nessa empreitada, separamos um passo a passo que vai desde a escolha do tema para seus conteúdos em vídeo, até a análise de resultados.

Vamos lá?

1. Objetivo: o motivo para apertar o play!

Ter clareza sobre os motivos pelos quais você está investindo nessa estratégia é fundamental.

Gerar mais engajamento? Atração e conversão de leads? Os dois? Seja qual for o intuito, é importante ter todos os objetivos bem mapeados. Afinal, eles serão o termômetro que irá medir se seus resultados estão sendo positivos ou negativos.

2. Quem é e onde está sua audiência

Em tempos de marketing digital já estamos carecas de saber mas não custa repetir: antes de produzir qualquer estratégia de conteúdo você precisa entender quem são suas personas.

Guia para criação de personas

E no planejamento de conteúdo em vídeo é preciso ir além. Você deverá mapear aspectos como: quais os formatos de conteúdo interessam mais ao seu público. Onde eles costumam assistir mais vídeos? Talvez no YouTube ou quem sabe o Instagram seja sua rede pessoal favorita.

Seu público tem tempo para vídeos mais longos ou os curtos serão mais assertivos?

Para responder essas perguntas o segredo está em pesquisar e acompanhar esses comportamentos antes de partir para a produção. Não deixe de conferir o que seus concorrentes já estão fazendo também. Assim é possível mapear brechas que eles ainda não estão cobrindo.

3. Tipos de vídeo que serão produzidos

Existem diferentes tipos de vídeo marketing para se produzir.

Vídeos informativos, vídeo aula, vídeos de reflexão sobre temas específicos, videos de humor, entre outros. O que não falta são possibilidades. No entanto, cada audiência terá melhor adesão a um determinado formato de conteúdo.

Mas há outros dois fatores fundamentais que irão nortear sua escolha nessa hora. E eles estão correlacionados.

O primeiro diz respeito ao seu objetivo. Se seu intuito é produzir vídeos com foco em converter leads em vendas, certamente vídeo cases serão uma boa escolha.

Entretanto, é preciso lembrar que todo conteúdo deve se encaixar dentro do funil de vendas da sua empresa. E este é o segundo ponto.

De nada adianta produzir vídeos perfeitos sobre seus produtos e serviços, se sua audiência ainda não conhece sua marca ou está pouco engajada.

Portanto, lembre-se de encaixar sua produção de vídeos na jornada de compra dos seus potenciais clientes.

4. Não subestime a importância dos roteiros

Não se engane. Os roteiros de vídeo não estão reservados apenas para grandes produções.

Especialmente para empresas que ainda não tem familiaridade com esse formato de conteúdo, estão aprendendo a lidar com a timidez das câmeras, usabilidade dos equipamentos, organização de cenários,etc. Criar um roteiro é um ponto facilitador.

Ele não só será responsável por mapear todos os passos para a produção, inclusive as falas. Como também manterá todos os envolvidos na gravação na mesma página.

Uma equipe alinhada é sinônimo de economia de tempo e dinheiro.

5. Equipamentos

Se um vídeo é a unificação de som e imagem, você precisa ter bons equipamentos para capturar, simultaneamente, estes dois aspectos.

Mas não se preocupe em ter os aparatos tops de linha do mercado. Hoje em dia é possível ter resultados incríveis com recursos disponíveis na palma de nossas mãos.

Imagem

Atualmente os smartphones estão com câmeras com uma resolução cada vez melhor. Então, se você souber configurá-lo, poderá obter uma imagem satisfatória, filmando com seu próprio celular.

Ainda, existem aplicativos para gravar vídeos com o próprio celular, capazes de criar efeitos incríveis e ainda dar uma mão na hora da edição.

Não esqueça de posicionar seu celular na horizontal, pois esse pequeno detalhe garante uma resolução melhor.

Som

Ainda que a imagem possa ser capturada com seu smartphone, o som requer um cuidado um pouco maior. Isso porque ele é decisivo na qualidade do seu vídeo.

Vídeos gravados com áudio ruim, ainda que sejam editados e com bom roteiro, possuem cerca de 20% a mais de rejeição.

Procure um microfone profissional para acoplar à sua câmera. Caso não tenha, vale improvisar com o gravador do seu celular, utilizando o microfone do fone do seu próprio smartphone.

Só não esqueça que, caso capture o som dessa forma, você terá que editar para sincronizá-lo com o vídeo posteriormente.

Cenário

Criar cenários também é muito importante e deve transmitir harmonia com o conteúdo do seu vídeo. Se você está dando uma vídeo aula, poderá gravar em um escritório, em sua escrivaninha ou em uma sala mais formal.

Também é possível criar uma imagem virtual utilizando a técnica do chroma key. No entanto, você precisa fazer a edição através de um software específico.

6. Pós produção

Seu conteúdo já está produzido, você seguiu um roteiro bem planejado, cuidou dos equipamentos, a duração do tempo e conseguiu transmitir sua mensagem. Ufa!

Agora vem o que alguns consideram a parte mais importante; pois é na pós produção que diversos elementos são incluídos no vídeo, tais como: edição, efeitos, logo da sua marca, entre outros.

Se você deseja inserir estes elementos em seu vídeo, terá que se familiarizar com softwares de edição, ou contratar algum especialista para fazer um acabamento legal para você.

7. Tenha um calendário editorial

O calendário editorial é a ferramenta que irá te auxiliar no controle de toda produção e publicação dos seus vídeos ao longo da sua estratégia.

Um bom calendário irá definir aspectos como: frequência de criação e publicações, diversificação dos formatos de vídeo, além de ajudar a manter todo o time de planejamento de conteúdo em vídeo alinhado quanto às entregas.

8. Analise os resultados

É chegada a hora de aferir os resultados e entender, se todo os esforços valeram a pena.

Lembra que mencionamos a importância de ter objetivos bem mapeados? Nesta etapa eles farão ainda mais sentido. Ponha na ponta do lápis se o que você almejou para sua estratégia está sendo conquistado.

Caso os resultados estejam positivos é uma ótima notícia. Indica que você está no caminho certo e deve, não só manter o fluxo de produção mas buscar ampliar o leque.

Se, por outro lado, os resultados ainda não foram os esperados. Não se deixe desanimar. Busque estudar cada vez mais sobre estratégias de vídeo marketing. Pois as chances de sucesso são de 100%!

Check list do planejamento de conteúdo em vídeo

Como podemos ver, para ter sucesso com vídeos no marketing de conteúdo, o planejamento é fundamental.

Agora que você já entendeu a importância de todos os pontos, anote o check list abaixo e guarde-o com você. Assim, seu cronograma não terá nenhum furo:

  1. Mapeie seus objetivos. Eles serão o guia da sua estratégia e fundamentais para aferir os resultados.
  2. Defina suas personas e descubra quais os canais mais assertivos para investir na publicação dos conteúdos em vídeo
  3. Determine quais os tipos de vídeo você irá produzir. Assim você saberá exatamente os recursos que irá demandar durante todo o processo de produção.
  4. Antes de partir para a gravação, lembre-se da importância do roteiro. Ele guiará toda a construção de cada vídeo e manterá a equipe alinhada.
  5. Selecione os equipamentos adequados que você irá utilizar. Não se prenda à um maquinário robusto. Uma boa câmera de celular e aplicativos simples já criam excelentes trabalhos.
  6. Conteúdos prontos, hora de partir para a pós produção. Atenção nesta etapa pois ela definirá os ajustes finais de todo conteúdo.
  7. Mantenha um calendário editorial. Ele será responsável por manter sua produção sempre em dia e todos os envolvidos no projeto caminhando juntos.
  8. Afira os resultados dos seus esforços com frequência. Olhando para os números será possível enxergar como crescer sua estratégia de vídeos com saúde.

Vale mencionar que, apesar das diretrizes aqui citadas, cada empresa tem seus particularidades. Você deve ser capaz de mapeá-las e integrá-las dentro dos 8 pontos que foram apresentados.

Gostou do conteúdo? Confira nosso guia completo sobre Marketing em vídeos!

marketing em video

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo