Pop-ups no marketing: descubra o potencial dessa estratégia gerar leads

Pop-ups no marketing: descubra o potencial dessa estratégia gerar leads

Entenda como os pop-ups podem ser um ótimo recurso para sua estratégia digital gerar mais leads e trazer resultados para seu negócio.

Atire a primeira pedra quem nunca clicou num pop up! Como consumidores, temos uma relação conflituosa com esses recursos.

Às vezes eles nos incomodam, porque surgem na hora errada, mas em outras ocasiões facilitam a navegação e oferecem algo que precisamos no momento perfeito.

Quando estamos do lado de cá do balcão, planejando ou executando estratégias de marketing digital, o desafio é pensar em formas de valorizar o uso desse recurso. O conceito chave é relevância. O sucesso da ação depende, essencialmente, da nossa habilidade para entregar algo que seja do interesse daquele cliente.

Como vamos ver no post de hoje, o que não faltam são recursos para usarmos os pop ups de forma apropriada. Nesse caso, não estamos falando apenas do emprego das ferramentas adequadas (sim, elas evoluíram muito e hoje permitem inúmeras possibilidades), mas também de técnicas e estratégias que podem ser aplicadas nesse tipo de trabalho.

Quer saber como é possível aprimorar o uso do pop up em sua estratégia de marketing digital? Esta é a proposta do post de hoje. Se você quer entender como aumentar a geração de leads, esse texto é para você!

Vamos lá?

O que são pop ups?

Você provavelmente já sabe que os pop ups são as janelas que se abrem nas páginas de navegação. Elas têm vários formatos e tem várias opções de configuração.

Os pop ups foram criados como uma alternativa aos banners. Em vez de anúncios inseridos em excesso e de forma não harmônica, os pop ups seriam uma forma de anunciar produtos, mas de forma mais pontual e organizada

Lembre-se sempre: esse recurso deve ser orientado pela experiência do usuário. Quando empregado da forma correta, o objetivo é facilitar o acesso às informações do interesse dele.

Como usar pop ups na minha estratégia de marketing?

Nas últimas décadas, o uso do pop up acabou se expandindo para além das fronteiras do marketing. Em e-commerces, por exemplo, a abertura de janelas específicas para o pagamento é um item de segurança das lojas.

No caso do marketing, recorremos a esse recurso para promover os conteúdos, gerar inscrições no blog, aumentar a lista de emails, encaminhar usuários para landing pages, fazer ofertas, enfim, a lista é grande. Mas, na maioria das vezes, o objetivo é um só: gerar e nutrir leads.

Este é o assunto do nosso próximo tópico, mas antes vamos ver algumas questões que devem ser consideradas no desenvolvimento das estratégias:

Atenção ao contexto

Não faz muito sentido que as empresas vejam como antagônicas as possibilidades no marketing on e off-line. O ideal é sempre pensar na integração das estratégias, até porque o consumidor é um só.

Dito isso, há de se reconhecer que uma das principais vantagens do marketing digital são as possibilidades de personalização.

Temos nessa área condições técnicas de monitorar de perto as reações do público e, a partir daí, entender melhor o seu comportamento de navegação pelos nossos canais.

Esse conhecimento deve ser levado em conta no desenvolvimento de todas as estratégias e, no caso dos pop ups, entender o comportamento do público é a chave que vai determinar o sucesso ou o fracasso no uso desse recurso.

Quanto mais contextualizada a inserção, maiores as chances de conversão. Além disso, fique atento: a entrega de uma informação que não interessa o usuário vai ser vista como intrusiva, prejudicando a navegação e, claro, a relação estabelecida com a sua empresa.

Seja relevante

Contextualizar o pop up, escolhendo o momento ideal para a oferta, depende muito da sua competência para entender o que é mais relevante para aquele usuário.

Este talvez seja um dos termos mais usados no Marketing de Conteúdo, mas nem sempre é simples detectar o que faz a diferença na experiência do cliente ou potencial cliente.

Não ajuda muito, também, o fato de que as marcas, em busca de resultados rápidos, muitas vezes resolvam ignorar as informações coletadas nos relatórios de monitoramento.

Por exemplo, se o pop up usado para captar novos assinantes para a newsletter do blog não tem tido um bom resultado, não adianta insistir no formato. É preciso testar outras possibilidades em termos de modelo e de conteúdo.

Nesse caso, mais do que um desperdício de recursos, você pode estar incomodando os usuários. Com o pop up esta relação é bem direta: se não gera uma boa taxa de cliques, está atrapalhando a experiência de navegação do usuário.

Use os recursos disponíveis

Assim como acontece com o email marketing, o uso dos pop ups deve ser feito de forma estratégica. Na prática, isso significa que precisamos estudar bem o emprego, realizar testes e, principalmente, acompanhar de perto os resultados obtidos.

Estamos falando de recursos que geram muito resultado, mas também podem depor contra a imagem da empresa. É o que acontece quando caímos numa lista de spam ou levamos o usuário a bloquear os pop ups da nossa página.

Pense nisso: se o usuário apelou para esse tipo de ação, não é porque ele é chato, e sim porque considerou a sua abordagem inconveniente.

Para não errar na estratégia, procure diversificar o uso do pop up, experimentando as diversas possibilidades. Nas ferramentas próprias para a criação desses recursos, é possível escolher onde as janelas vão aparecer e também em que momento.

Nesse caso, você precisa configurar quais serão os gatilhos usados para o disparo. Os mais usados:

  • Scroll: nesse caso, o pop up vai aparecer depois de determinado tempo de navegação. Assim, o mais importante é detectar que tipo de oferta você pode fazer quando ele chegar em determinado trecho do seu conteúdo.
  • Timed: ao usar esse tipo de janela você precisa se orientar pelo contexto. A mensagem vai surgir quando o usuário visitar determinada página ou depois de tanto tempo de navegação.
  • Exit Intent: considerada uma opção mais “inteligente”, esse gatilho é acionado quando o usuário prepara-se para deixar a página. Funciona bem porque não interfere na experiência de navegação.
  • Click: também planejado para atender à experiência do usuário, esse tipo de pop up aparece mediante uma ação do usuário. Por exemplo, quando ela clica em determinada área do seu canal.

Como gerar leads com o pop up?

Levando em consideração a importância do contexto, da relevância e do uso diversificado dos recursos, podemos dizer que é praticamente impossível ter uma boa estratégia de geração de leads sem recorrer aos pop ups.

Para ficar mais claro, vamos pensar em algumas aplicações:

  • no blog corporativo, o uso do scroll é importante, uma vez que você pode aproveitar o interesse do usuário no seu conteúdo para apresentar-lhe o convite de assinatura da newsletter. Nesse caso, além de apostar em formulários no blog, faz muito sentido ter uma chamada direcionada.
  • em posts longos também, invista em pop ups que aparecem depois de certo tempo de leitura. É possível fazer ofertas interessantes e valiosas, como ebooks, webinars ou free trial.
  • outra opção bem interessante, pensando numa estratégia de nutrição de leads, é aproveitar a consulta de determinado conteúdo do seu site para fazer uma oferta de produto ou serviço. O principal aqui é configurar bem o gatilho, baseando-se numa ação de clique do usuário.

Como fazer um pop up?

O ideal é encontrar boas ferramentas que estejam de acordo com a necessidade do seu negócio em termos do uso de pop ups.

Algumas das ferramentas disponíveis são:

  • Picreel: A ferramenta permite que você use os modelos de design pré-formatados ou crie suas próprias chamadas. Com o rastreamento dos movimentos de mouse e de rolagem do usuário, a Picreel facilita o direcionamento do seu pop-up, de acordo com as regras estabelecidas
  • OptinMonster: Trata-se de uma das alternativas de menor custo do mercado. Entre as funcionalidades, destaque para a facilidade de se incluir pop-ups nos dispositivos móveis. Outra vantagem importante é a integração com outros aplicativos, como o Google Analytics e o MailChimp.
  • Sumo: Com uma versão gratuita que funciona bem para as estratégias mais básicas, a Sumo é uma das ferramentas mais populares para a criação de pop-up. Além da facilidade na configuração de diferentes tipos de chamadas, também permite a aplicação da estratégia para dispositivos móveis e a integração com outros aplicativos.
  • Pushcrew: O Pushcrew é uma ferramenta de envio de notificações para os usuários. Assim, ao navegar pelo seu site ou blog, ele será convidado a autorizar o recebimento de avisos daquela página. É simples abrir a conta e há um plano gratuito para até 500 inscritos. Vale a pena fazer um teste e ver o impacto que o uso terá nos seus resultados, antes de escolher um dos planos mais robustos.

Na hora de configurar, preste atenção em alguns pontos delicados:

  • crie mensagens específicas, pensando no seu público e na oferta que está sendo feita. Fuja da tentação dos textos padrões, porque eles não são atrativos para o usuário.
  • valorize o CTA da sua mensagem, deixando claro que o usuário deve fazer. A navegação foi interrompida, então não tem porque protelar a interação. O que você quer que a pessoa faça exatamente?
  • não se esqueça de que do outro lado da tela tem uma pessoa. Use uma linguagem coloquial no pop up, não perca de vista que o objetivo é atrair a atenção e, claro, a consideração daquele usuário.

Abordamos ao longo do texto as questões conceituais que devem ser consideradas e também sugerimos algumas aplicações práticas numa estratégia de geração e nutrição de leads. Se ainda tem dúvidas sobre isso, não deixe de baixar o nosso Guia Completo sobre Geração de Leads.

Geração de Leads ebook

Como você viu, não se trata de um bicho de sete cabeças. O principal, como sempre, é pensar na orientação estratégica do seu projeto e não fazer nada de forma aleatória. Cada ação precisa ter um papel bem definido.

É com esse tipo de planejamento que conseguimos os melhores resultados, uma vez que temos condições de monitorar e fazer os ajustes necessários.

Gostou do artigo sobre pop up? Ele ajudou a esclarecer suas dúvidas a respeito de como é possível usar os recursos para aprimorar os resultados da sua estratégia? Para mais dicas relacionadas ao tema, leia nosso artigo sobre geração leads. Aí é só unir os aprendizados e partir para a prática!