Procrastinação

Saiba como superar a procrastinação com 8 atitudes

Você já teve um dia no trabalho em que tudo parecia mais interessante do que as suas tarefas? Em um momento você está lendo e-mails e, quando cai em si, está navegando pela internet vendo fotos, buscando livros ou assistindo a vídeos de bichinhos?

A arte de “deixar para amanhã” se chama procrastinação. Ela tem causa, efeito e algumas formas de ser driblada. Todos nós já passamos por isso algumas vezes e sabemos que alguns dias são mais difíceis do que outros para os mais distraídos.

Por isso, é preciso entender o que é a procrastinação, como ela funciona e aprender a superar essa adversidade no dia a dia.

Que tal entender um pouco mais e deixar sua rotina de trabalho ainda mais produtiva? Então continue lendo, pois preparamos este conteúdo para você:

O que é a procrastinação?

Como dito, a definição de procrastinação é “postergar para amanhã”. O grande problema, no entanto, é que o “amanhã” é o intervalo de tempo para o qual enviamos tudo o que não queremos lidar e resolver hoje, aumentando as chances de que caia no esquecimento.

Por mais que adiar uma tarefa não seja algo necessariamente ruim, é preciso termos cuidado sobre como estamos lidando com isso.

É comum adiarmos para o dia seguinte por falta de foco, de tempo ou de instrumentos para a sua realização. No entanto, não podemos deixar que, assim como várias outras, essas tarefas sejam adiadas cada vez mais, sendo esquecidas e feitas às pressas na data limite.

A procrastinação não é adiar de um dia para o outro uma tarefa, e sim continuar adiando a mesma tarefa consecutivas vezes.

Como superar a procrastinação?

A procrastinação não pode, em hipótese alguma, ser ignorada. É preciso analisar as causas desses atrasos contínuos e encontrar formas de lidar com essa adversidade.

Quando você se encontra assim, em momentos de adiar várias vezes a mesma tarefa, o que você costuma fazer para resolver a situação?

Separamos algumas dicas que vão te ajudar a aumentar a sua produtividade e deixar a procrastinação cada vez mais rara. Confira:

1. Faça listas

O 1º passo para não cair em procrastinação é fazer uma lista. Ao acordar, faça um levantamento de tudo o que você precisa fazer durante o dia:

  • quais são as suas tarefas pessoais;
  • quais são as suas obrigações do trabalho;
  • quais são as suas pendências acadêmicas.

Estruture a lista com uma ordem clara de prioridades para que você consiga se guiar ao longo do dia.

Essa lista é importante para que você tenha uma noção de tudo que precisa fazer e possa gerenciar o tempo.

2. Anote o seu progresso

Anote o seu progresso com base na realização das tarefas.

É preciso ter em mente quais tarefas estão acabadas, quais precisam de retorno de outras pessoas, quais precisam de outros recursos etc.

Todo esse progresso documentado te ajudará a entender o que falta, fazendo com que as atividades não se percam ao longo do tempo.

3. Controle as suas entregas

O controle das suas entregas está ligado diretamente à anotação do progresso.

Ao ter uma lista de tarefas que precisam ser cumpridas naquele dia e ao registrar o progresso de cada uma, é preciso controlar as entregas.

Rabisque as tarefas na medida em que for terminando para dar a sensação de produtividade e dever cumprido.

Apesar de ser um ato notoriamente simples, ao ser feito, desperta a sensação de que está chegando cada vez mais próximo do seu objetivo: zerar a lista.

Esse reforço positivo ajuda a aumentar o engajamento com as tarefas seguintes.

4. Escolha um bom ambiente de trabalho

Principalmente para quem trabalha em casa ou tem uma rotina diferenciada, ter um ambiente de trabalho calmo é uma opção para não cair em procrastinação.

Pense em um lugar com poucos itens capazes de te distrair e com cores que estimulam o foco e boa organização.

Existem alguns cheiros que, segundo a aromaterapia, ajudam a aumentar o foco (como alecrim e limão siciliano). Se for possível, tenha um difusor com essas fragrâncias no ambiente.

5. Tenha uma boa alimentação e ótimas noites de sono

O bem-estar também está diretamente ligado à procrastinação. É preciso que você deixe o seu corpo cuidado e bem-disposto para que ele consiga lidar com as tarefas no dia a dia.

Para que a procrastinação não se torne rotina, certifique-se sempre de ter boas noites de sono e uma boa alimentação.

6. Pense positivamente

Ter um pensamento positivo também pode ajudar a concluir as tarefas. A física quântica possui uma linha de estudo que trabalha a energia do pensamento e como ela influencia no nosso dia a dia.

Manter pensamentos positivos a respeito da sua capacidade de iniciar e de concluir as tarefas que estão pendentes para aquele momento pode aumentar a disposição e concentração para finalizar cada uma delas.

7. Crie um sistema de recompensas

Ter um sistema de recompensas também ajuda a estimular a realização dessas tarefas pendentes.

Como dito, ter uma lista para poder riscar tudo que já foi feito é importante para se sentir estimulado a continuar fazendo as tarefas seguintes.

A dica é criar um sistema de recompensas para cada tarefa riscada na sua lista, criando uma competição saudável com você mesmo, para entender quais são seus limites e se esforçar ao máximo para concluir toda a lista.

8. Tenha momentos de respiro

Além disso, é interessante ter momentos de respiro para que a sua cabeça descanse. Você já ouviu falar do método Pomodoro? Trata-se de estipular um tempo de foco absoluto e alguns minutos de descanso.

Essas pequenas pausas são para acalmar a cabeça e ajudar a focar na próxima tarefa e assim por diante.

A procrastinação é muito comum e acontece com todos nós. É um processo natural do ser humano, mas que não pode virar rotina. Cuidar desse tipo de adversidade é fundamental para que você consiga manter o seu comprometimento com o trabalho, estudos e tarefas pessoais.

Quem trabalha como autônomo precisa ter ainda mais cuidado com a procrastinação. Afinal, toda a sua renda depende do seu tempo de trabalho.

Que tal aprender como é a profissão de um freelancer? Confira o podcast “RockCast #11 — Profissões do futuro: como é a vida de um freelancer?”.