Homem apto a qualificar equipes de marketing

Como qualificar equipes de Marketing: transforme sua equipe no Time dos Sonhos

Veja a importância do treinamento e de certificações para os profissionais de marketing. Aprenda a qualificar equipes de marketing e monte o time do sonhos.

Parabéns! Você é um gestor de marketing. Um cargo, certamente, que muitos profissionais almejam. Você tem tudo: liderança, desafios, autonomia, oportunidade de ser criativo… Mas será que já tem o mais importante: uma equipe estilo dream team?

Bem, se essa pergunta fez você coçar a cabeça, não se preocupe. Não importa em que estágio de desenvolvimento sua equipe esteja, nós vamos te ajudar a elevar alguns degraus.

Neste post, você confere as 6 melhores dicas para qualificar equipes de marketing e conseguir seu time dos sonhos. Vamos lá?

Entenda a atual situação

Assim como um desbravador no meio da floresta, você não pode ir em frente se não tiver uma boa ideia de onde está agora ou, em outras palavras, qual é a situação atual dos profissionais da sua equipe.

Comece mapeando essa informação. Você pode se guiar por algumas perguntas básicas:

  • qual é a formação de cada colaborador?
  • quanto tempo de experiência eles possuem?
  • em quais projetos eles já atuaram, tanto dentro da sua empresa quanto nos empregos anteriores?
  • qual foi o nível de atuação nos projetos? Faz muita diferença, por exemplo, se o colaborador esteve envolvido no planejamento de uma campanha ou apenas na execução de pequenas partes.

Esse mapeamento vai proporcionar uma noção mais clara das lacunas de qualificação que precisam ser preenchidas.

Afinal, você não vai querer investir em qualificação em um assunto sobre o qual o colaborador já é fera. Em vez disso, concentre-se em complementar aquilo em que ele demonstra menos conhecimento ou aptidão.

Entenda as suas necessidades

Cada empresa desenvolve seu marketing de uma forma diferente. É claro que existem áreas essenciais que nós recomendamos fortemente que você não deixe de fora.

Porém, existem outras áreas que podem ou não fazer parte do seu escopo. Isso vai depender de vários fatores, como metas, orçamento disponível ou, simplesmente, o posicionamento da marca.

Por exemplo: nem todas as empresas investem em fazer vídeos para o YouTube. Se a sua marca não tem a pretensão de trabalhar com essa vertente de marketing, então não faz sentido qualificar sua equipe na produção e promoção de vídeos para o site, certo?

Resumindo, então: concentre-se em proporcionar qualificação que esteja alinhada com as necessidades reais de marketing da sua empresa. Isso permitirá que você economize em áreas que não trarão retorno.

E, por outro lado, invista pesado naquilo que vai fazer a diferença.

Conheça as diferentes opções de qualificação

Lembra daquele tempo em que a única forma de obter qualificação em um assunto era enfrentando as cadeiras da graduação ou da pós-graduação durante anos? Pois é; esse tempo acabou.

Agora, existem diferentes opções para quem deseja investir em qualificação, para si mesmo ou para sua equipe de trabalho. Vamos ver algumas delas:

  • treinamentos in-company, feitos “sob medida” para a sua empresa;
  • grandes eventos abertos, como feiras e conferências;
  • cursos online abertos (hoje em dia, conhecidos como Massive Online Open Courses ou MOOCs);
  • cursos livres presenciais, que são cursos de curta duração sobre um tema bem específico;
  • conteúdos — pagos ou gratuitos — publicados por especialistas no assunto (exatamente como este post que você está lendo agora).

Pois é, opções não faltam. E essa nem é uma lista completa, mas sim apenas alguns exemplos.

Por isso, antes de decidir qual meio de qualificação você vai trazer para sua equipe, é importante conhecer melhor cada um deles. Todos possuem prós e contras; a questão, portanto, é definir aquele cujo perfil atende melhor às necessidades da empresa e dos colaboradores.

Outro ponto importante é que você seja ponderado em relação às possibilidades reais da sua equipe.

Por exemplo: considerando tempo e custos de deslocamento, além das responsabilidades pessoais de cada um, será que é justo esperar que os seus colaboradores participem de um curso presencial fora da empresa, fora do horário de trabalho?

Se você considera esse modelo de qualificação indispensável, o que a empresa pode fazer para facilitar a participação da equipe? Pense nisso.

Avalie a qualidade do material oferecido

Não poderíamos dar seguimento a esta lista sem mencionar a questão da qualidade do material.

Veja bem: realmente, é muito fácil encontrar materiais sobre marketing atualmente. A internet está cheia deles. O “pulo do gato” é que nem todos possuem qualidade de verdade.

Muitos podem ser apenas uma cópia do que já existe por aí, que não acrescenta nenhuma informação nova, por exemplo. Outros simplesmente não estão atualizados — o que, em uma área tão dinâmica quanto o marketing, é um grave problema.

Dessa forma, um critério indispensável na escolha do material para qualificar equipes de marketing é a qualidade dos conteúdos apresentados. Seja um curso ou um post de blog que você vai repassar à equipe, sempre analise a qualidade.

Tenha em mente que adquirir um conteúdo pobre representa desperdício do investimento da empresa, além do tempo da sua equipe, pois não haverá retorno significativo na produtividade nem na qualidade do trabalho exercido.

Engaje a equipe

Um dos maiores problemas que o gestor de marketing pode enfrentar é a falta de engajamento da equipe.

Aqui vai um cenário para você entender melhor: você avaliou o perfil da sua equipe e as necessidades da empresa, e traçou um plano de qualificação para suprir as principais necessidades.

Avaliou as alternativas existentes, verificou a qualidade do material e, finalmente, escolheu qual seria a melhor alternativa. E, claro, você investiu tempo e dinheiro nessa tarefa.

Então, quando finalmente chega a hora da sua equipe receber a qualificação… não há adesão.

  • você custeia um curso, mas os colaboradores não comparecem;
  • você organiza um jornal interno para compartilhar conteúdos úteis, mas quase ninguém lê;
  • você sugere a participação em um evento de marketing de grande porte, com ótimos palestrantes, mas pouquíssimas pessoas declaram interesse. A maioria prefere ficar no escritório, trabalhando.

Em 1º lugar, saiba que esse cenário, embora fictício, não é nada incomum. Muitas pessoas tendem a se acomodar em relação à qualificação profissional devido ao senso de segurança que o fato de estar empregado proporciona.

O pensamento é mais ou menos este: “eu já estou trabalhando, então não preciso estudar mais. Além disso, como eu teria tempo para conciliar tudo?”.

Somente quando o profissional se encontra desempregado e competindo por vagas com outras pessoas mais qualificadas é que ele percebe que não deveria ter parado de aprender.

Aliás, como já dissemos, o marketing é superdinâmico. Portanto, nessa área em especial, não se deve parar de aprender nunca.

Sua missão, para engajar a equipe nas atividades de qualificação, é justamente educá-los a esse respeito. Você deve ser transparente em relação ao peso que a qualificação possui em vários aspectos da vida profissional do ponto de vista de um gestor (inclusive na oportunidade de uma promoção, por exemplo).

Outra dica importante para engajar sua equipe é que você também participe dessas atividades. Liderança pelo exemplo! Assim, não restará dúvidas na sua equipe de que, independentemente do cargo ou do sucesso, é importante continuar buscando conhecimento.

Aplique na prática

Você venceu as etapas anteriores e sua equipe está aprendendo.

Como saber se realmente está? E como permitir que esse aprendizado se expanda ainda mais? A resposta está no próprio dia a dia de trabalho e na maneira como você, caro gestor, conduz as atividades de marketing.

Se você centralizar as atividades e dominar a maneira como são executadas, qualquer resultado será apenas um reflexo da sua própria qualificação. Ou seja, somente cedendo espaço à sua equipe é que você realmente poderá observar o aproveitamento da qualificação profissional.

O segredo para determinar o resultado da qualificação profissional de equipes, portanto, está em favorecer a aplicação prática. Em outras palavras: comece a delegar mais para a sua equipe.

Delegar não é tão simples quanto parece. Você deve permitir que cada colaborador execute a tarefa ou o projeto que recebeu com autonomia de decisões e se manter em um papel de orientação e facilitação.

Além disso, é claro, saiba avaliar a performance e oferecer feedback sobre como o colaborador pode melhorar ainda mais por meio de mais qualificação.

Pois é, não custa repetir: a necessidade de aprender nunca acaba, e sempre haverá um ponto ou outro a melhorar. Mas não se esqueça, também, do feedback positivo em relação à evolução que o colaborador já apresentou.

E como fazer essa avaliação? Concentre-se em pontos-chave, como:

  • produtividade: o colaborador consegue fazer mais, no mesmo tempo;
  • qualidade do trabalho: o colaborador consegue desenvolver as atividades com técnicas mais eficazes;
  • custos do trabalho: o colaborador consegue desenvolver projetos de marketing utilizando recursos e fornecedores que propiciem economia para a empresa;
  • motivação: a partir da experiência do desenvolvimento pelo aprendizado, o colaborador demonstra mais interesse no trabalho.

Se esses elementos apresentarem melhora, parabéns! É um sinal de que a qualificação que você forneceu à equipe está sendo bem aproveitada e trazendo resultados concretos.

Agora, você já viu seis dicas, quase passo a passo, para qualificar equipes de marketing e conseguir o seu próprio time dos sonhos.

Mas não pare! Já que você está interessado em ajudar sua equipe a alcançar um maior desenvolvimento profissional, que tal conhecer a Universidade Rock Content? Com essa plataforma, você pode disponibilizar na sua empresa os cursos e certificações da Rock — com a certeza da qualidade que você também encontra aqui, no nosso blog.

E os conteúdos são desenvolvidos a distância, permitindo que sejam acessados no horário e local mais conveniente para os seus colaboradores. Quer saber mais? Então, acesse o site!

universidade rock content

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo