redes sociais e dados no contexto atual

Panorama das redes sociais: insights do CEO da Quintly

Aprenda tudo sobre Redes Sociais

Analisar dados nunca foi uma tarefa simples, longe disso. E quando falamos sobre redes sociais podemos facilmente escolher as métricas erradas e prejudicar nossa estratégia.

Mas no cenário atual podemos contar com diversas plataformas para nos ajudar nessa jornada, e uma em específico sempre nos ajudou aqui na Rock. A Quintly, é uma plataforma que te ajuda a gerenciar seus resultados e tomar decisões baseadas em dados.

Para nos ajudar a entender ainda mais o atual cenário das redes sociais e o mercado, procuramos a Quintly e Alex Peiniger, CEO da empresa, para passar um pouco da sua experiência pra gente.

Se você quer saber mais sobre o mercado das mídias sociais, tendências da área, decis ões baseadas em números e muito mais é só continuar lendo nossa entrevista.

Para você, qual é o estado das mídias sociais hoje? O que você acha que as empresas estão fazendo certo e o que elas estão fazendo que não deveriam?

Alex Peiniger: As empresas têm percorrido um longo caminho nos últimos anos quando você compara uma campanha que estão rodando agora contra as campanhas que rodavam há alguns anos. Eu acho que eles fizeram um grande progresso, especialmente quando falo com nossos clientes, e vejo que eles estão muito mais avançados do que há alguns anos atrás.

Uma coisa que eu diria que as empresas ainda têm muito trabalho é como realmente utilizar das oportunidades das redes sociais com sua comunicação. Ainda, muitas marcas parecem muito mecânicas, muito mais parecidas com o estilo antigo de fazer publicidade nas mídias sociais. Mas acho que tudo está indo na direção certa, então estou ansioso para ver como isso vai se transformar.

Tenho uma sensação muito boa de ver como profissionais têm investimento disponível para investir em mídias sociais.

Como você acha que os dados e, essencialmente, o que a Quintly faz, podem transformar as estratégias das marcas nas mídias sociais?

Alex Peiniger: Eu acredito muito em dados, eles são necessários para tomar boas decisões. Eu não consigo fazer grandes decisões sem olhar os dados antes e acho que isso é algo realmente importante. Nossos clientes entenderam que precisam aprender a olhar da maneira correta para seus números. Conseguindo tirar deles o que é bom e o que é ruim.

Um desafio que vemos é que as marcas querem garantir que elas tenham o mesmo padrão de qualidade em todo o mundo, em todos os países e com todas as diferentes sub-marcas que usam. E eles realmente conseguem fazer isso olhando para os números comparando-os uns com os outros e com sua concorrência.

Eu acho que é fundamental para que eles possam ver o que funciona e como eles podem otimizar. Pra mim não é uma pergunta se você deve usar dados, eu acho que você deve usar dados para ser bem sucedido hoje em dia, e mais e mais empresas estão entendendo isso.

Como a Quintly funciona?

Alex Peiniger: O que queremos para nossos clientes é os ajudar a ser bem sucedidos nas mídias sociais, seja qual for seu objetivo. Para alguns isso pode ser vender mais, enquanto para outros talvez ampliar a visibilidade de sua marca seja uma prioridade ou melhorar seu suporte ao cliente.

Por isso, desenvolvemos um produto que basicamente dá todos os números que nossos clientes precisam para tomar suas decisões.

A Quintly é basicamente a peça central que traz os números do Facebook, Twitter, e do YouTube e várias outras redes juntas em uma plataforma. E os ajuda a moldar a estratégia daqui para frente. É isso o que temos feito nos últimos oito anos e vemos um grande progresso com nossos clientes e sua relação com suas métricas e resultados.

Você acredita que marcas deve focar em estratégias focadas em branding e engajamento ou estratégias mais focadas em aquisição e negócios? Se ambas, como é possível balancear essas estratégias?

Alex Peiniger: No final das contas é sempre uma combinação de ambos. Precisamos olhar o quanto de nosso orçamento de marketing devemos gastar em desempenho e aquisição e quanto devemos gastar com branding. Depende dos desafios de sua empresa, seu modelo de negócios e o mercado em que você está inserido.

Se você tem um produto off-line, por exemplo, talvez seja interessante investir em branding, enquanto que se seu produto for online, é perspicaz focar em aquisição de oportunidade. Se seu modelo for como o da Quintly, por exemplo, ou se você tiver um e-commerce, você provavelmente gastará muito mais dinheiro com aquisição.

Então eu acho que isso depende realmente sobre o que você faz e, com isso, você consegue definir o que é melhor pra você. E até mesmo consegue testar um equilíbrio entre essas estratégias.

 

Existe alguma métrica especial que todos devem acompanhar?

Alex Peiniger: Quando nossos clientes usam nossa ferramenta para analisar suas métricas, geralmente recomendamos não usar uma métrica padrão, porque ela realmente depende de seu projeto ou desafio específico que eles estão tentando resolver. Então criamos um sistema que permite aos clientes trazer suas próprias fórmulas e suas próprias definições, para que possamos ajudá-las apenas com o que é importante para eles.

E além disso, porque muitos clientes também se aproximam de nós porque precisam de alguma orientação sobre como eles devem medir seus resultados, também oferecemos um amplo conjunto de painéis e métricas predefinidos que podem ser usados, dependendo dos casos de uso que vimos com vários clientes no passado.

Então sim, acredito muito em trabalhar individualmente com casa métrica e realmente tentam entender qual é o objetivo do seu projeto ou campanha específica. E não tentar usar todas as métricas padrão que todo mundo também usa.

Qual é sua aposta para a próxima grande tendência para as redes sociais?

Alex Peiniger: Da minha experiência, eu não esperaria um movimento tão radical nos próximos anos. É mais uma evolução ao longo do tempo. Quando você olha em como as mídias sociais se transformaram nos últimos anos, eu não acredito que ocorreram grandes mudanças.

É claro, que sempre temos coisas novas como o Instagram quando foi criado, o Pinterest, e outras redes. Mas eu ainda acredito que será mais uma evolução. Para mim é realmente interessante do ponto de vista de uma empresa que as marcas realmente tem se tornado mais autênticas, e que usam os canais de uma maneira que parece mais natural, para eles e também para seus clientes.

Também espero que muito mais da comunicação de empresas foquem em conversas individuais, então plataformas como messenger, com chatbots devem crescer. Vai ser ainda mais importante que as empresas aprendam como podem trabalhar com essas interfaces que estão surgindo.

Não espero uma mudança tão radical menos nos próximos anos, mas sim, eu acho que as empresas ainda têm muito o que fazer. Integrando mais dados em seus processos, e olhando da maneira certa para seus resultados. O mundo das redes sociais deve se estabilizar nos próximos anos e ecossistema vai se beneficiar muito disso, assim como as empresas.

Agradecemos Alex Peiniger e Julian Gottke pela entrevista, e esperamos que ela tenha te ajudado a entender ainda mais o mundo das redes sociais.

Se você se interessou pela Quintly e quer conhecê-los melhor, você pode solicitar uma versão de teste da plataforma aqui!

E para continuar seus estudos nas redes sociais, recomendamos que você entenda tudo sobre a mais nova sensação desse mercado, o IGTV. Confira nosso guia completo de como utilizar da nova ferramenta do Instagram para multiplicar seus resultados.

Guia do IGTV para Empresas

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo