reduzir-custos-para-saas

Como reduzir custos para SaaS: entenda agora!

A tecnologia tem contribuído cada vez mais para mudar a forma como as empresas operam. Pensando nisso, vamos explicar como reduzir o custo para SaaS!

A tecnologia tem contribuído cada vez mais para mudar a forma como as empresas operam. Segundo o relatório “Nuvem corporativa no Brasil: no ponto crítico da adoção acelerada” desenvolvido pela Capgemini, o SaaS deve ser adotado por aproximadamente 92% das empresas brasileiras até 2020. Isso inclui os setores privado e público. Porém, muita gente ainda se pergunta se vale a pena e como reduzir custos para SaaS. O nosso objetivo hoje é responder a essas questões.

Descubra a partir de agora o que é SaaS, como ele funciona e por que vale a pena adotar o modelo nas vendas da sua empresa!

O que é SaaS e como ele funciona?

O SaaS (Software as a Service) é um modelo de estrutura operacional na nuvem (online) oferecida por um provedor de recursos de cloud computing. O sistema pode ser padrão (modelo pronto) ou exclusivo, ficando hospedado em servidores virtualizados e sob total domínio do provedor.

Diferente dos softwares tradicionais, o SaaS é acessado por meio de um link digitado no navegador web (Google Chrome, Mozilla Firefox, Internet Explorer, entre outros). Além disso, precisa ter um login e senha cadastrados para navegar por ele.

Quais são as principais vantagens de migrar para um modelo de vendas SaaS?

As vantagens são muitas. Por isso nos concentramos nas mais importantes. Veja agora como o SaaS ajuda a reduzir custos na empresa e impulsionar as vendas:

Reduz a necessidade de investimentos em infraestrutura física

Quando a empresa opta pelo modelo de software como serviço (SaaS), passa a depender de uma infraestrutura de TI mais enxuta, pois o sistema e os dados ficam hospedados em servidores de terceiros. Como consequência, não precisa mais investir na aquisição de servidores próprios, máquinas de refrigeração, switches, hubs, cabeamentos e outros elementos físicos.

Além de reduzir custos com aquisições de equipamentos, a empresa também reduz o espaço necessário para acomodá-los, podendo utilizá-lo de outra forma ou entregar ao proprietário, caso seja alugado.

A empresa não precisa mais se preocupar com manutenções

E não é só no investimento em aquisições que a empresa economiza. A manutenção das máquinas e do próprio software deixa de ser uma preocupação. Com menos equipamentos em posse da empresa o volume de serviços necessários para as manutenções cai, resultando em uma grande economia financeira.

Com relação ao software, no modelo SaaS, o provedor assume total responsabilidade pelas manutenções que, muitas vezes, acontecem sem que você nem perceba. Nesse caso, além dos custos financeiros a empresa economiza tempo de mão de obra com a função.

As atualizações ficam por conta do provedor de serviços

SaaS é um modelo de software que está envolto por diversos tipos de tecnologia e, por isso, é totalmente dependente de atualizações. Os recursos de cloud computing, de codificações e de segurança evoluem rapidamente, e o SaaS precisa acompanhar as mudanças, pois depende inteiramente deles.

Nesse caso, os provedores possuem uma política rigorosa de gerenciamento de patches (pacotes de updates), isentando a sua empresa da função. Isso quer dizer que você não precisa mais comprar e baixar as atualizações. Apenas confie no provedor de SaaS.

Elimina a necessidade de pagar por licenciamentos

A maioria das empresas que usa softwares hospedados em seus próprios servidores paga por uma licença de uso a empresa desenvolvedora, já que os direitos de propriedade continua sendo dela e esse é um meio mais barato de contar com a tecnologia.

Porém, quando a empresa migra para um modelo de vendas por meio do SaaS, não precisa mais ter esse tipo de custo. A empresa paga apenas uma mensalidade fixa, que é bem mais em conta do que os licenciamentos, passando a ter seus dados e sistemas em um ambiente exclusivo na nuvem.

Diminui custos com mão de obra especializada

Se considerar que não precisará mais fazer downloads, instalações, atualizações e manutenções no software, bem como gerenciar os pacotes de updates, a contratação de mão de obra especializada passa a não ser mais tão necessária.

A sua empresa pode até ter uma equipe própria de TI, mas os profissionais devem ser remanejados para funções mais vitais, como o gerenciamento da estrutura online, medição da disponibilidade dos serviços e desempenho, por exemplo. Assim, ajuda o negócio a manter a qualidade das ferramentas e prestação dos serviços via internet sem gastar tanto.

Ajuda a empresa otimizar os processos

Um software no modelo SaaS vai além dos tradicionais e ajuda a empresa a usar os recursos disponíveis na medida certa. Isso quer dizer que os desperdícios são eliminados por meio de processos mais otimizados. Por exemplo: quando é adotado o SaaS, a empresa passa a contar com uma estrutura adaptável a demanda do negócio. Dessa forma, a empresa usa apenas o que precisa, eliminando capacidade de TI ociosa.

Nos modelos tradicionais de TI, isso não é possível. A empresa teria que gastar para manter o software completo, mesmo que ele não fosse usado em sua capacidade máxima.

A empresa paga apenas pelo que usa

No modelo SaaS, o pagamento pelos serviços é baseado na assinatura de uma plano com pacotes de serviços adequados as necessidades do negócio. Paga-se uma mensalidade com valor fixo mais uma taxa que varia de acordo com o consumo de recursos e ferramentas adicionais. Sendo assim, a empresa paga exatamente pelo que usa, nada a mais, nada a menos.

Isso permite que os custos com tecnologia passem a ser fixos e os gestores ganham previsibilidade no controle orçamentário.

Melhora a inteligência do negócio

Com a ajuda do Big Data Analytics, o SaaS permite que a empresa analise dados automaticamente, entregando relatórios com informações mais precisas sobre as projeções de demanda e tendências comportamentais dos clientes. Essa tecnologia ajuda os gestores a economizarem tempo e dinheiro com testes, partindo logo para as estratégias com maior potencial de atração e fidelização.

E tem mais. Se o SaaS englobar métodos de CRM (Custom Relationship Management), a empresa pode estreitar as relações com os clientes mais facilmente e aumentar o ticket médio deles.

Transformacao Digital e Marketing

Permite gerar renda recorrente

Sabemos que para o cliente continuar comprando é preciso vender produtos e serviços com ciclo de vida mais curtos e que demandem atualizações e upgrades. O SaaS facilita essa estratégia, pois possibilita que a empresa crie uma fonte de renda recorrente a partir da entrega de serviços agregados via internet.

Produtos que demandam serviços adicionais para complementar e melhorar o funcionamento, tornam os consumidores mais dependentes da empresa, o que prolonga o ciclo de vida do cliente e reduz o Churn Rate (taxa de abandono).

Exige um baixo custo inicial

Em um modelo tradicional, a empresa precisaria contratar uma equipe de desenvolvedores para projetar, testar e lançar o software, além de ter que arcar com uma série de custos adicionais, como atualizações, manutenções e licença de uso.

No SaaS, você só precisa escolher o melhor plano de serviços e começar a usá-lo, pagando apenas uma mensalidade com valor equivalente ao espaço, ferramentas e outros recursos que preferir. Esse é um dos fatores que mais tem contribuído para o surgimento de startups e novos modelos de serviços.

Se o capital inicial exigido for baixo, o ROI (Return On Investiment) pode acontecer mais rápido, tornando o negócio ainda mais viável financeiramente.

Entrega maior segurança

O provedor de SaaS também fica responsável por grande parte da segurança do ambiente. Ele usa a criptografia dos dados e senhas, impedindo que essas informações fiquem legíveis caso haja uma quebra de códigos e, consequentemente, uma invasão.

Além disso, os dados e os códigos-fonte (estrutura do software) ganham backups constantes, com replicações enviadas a servidores auxiliares localizados a quilômetros de distância. Qualquer ocorrência de perda ou dano aos dados e sistemas podem ser convertidos em questão de minutos com o acesso às cópias atualizadas e intactas.

Oferece disponibilidade

No SaaS, a empresa fica segura contra desastres naturais e acidentais (causados pelo homem). Caso o Data Center seja atingido fatalmente de alguma forma, o provedor conta com outro, redundante, para ser ativado e entrar em ação logo em seguida. Isso faz com que os sistemas fiquem sempre no ar, preservando o acesso aos dados e funcionalidades.

Exitem provedores que já oferecem uma disponibilidade de 99,99% do tempo, o que é muito bom para quem vende produtos e serviços online.

Proporciona mobilidade

Se você pretende ter equipes de trabalho remotas e estender as funções corporativas para além dos muros da empresa, o SaaS será uma ótima solução. Independentemente do dispositivo utilizado (computador, notebook, tablet ou celular), as páginas e botões se ajustam ao tamanho da tela, mantendo as funcionalidades vitais.

Como a conexão é online, os trabalhos podem ser feitos a partir de casa, fila do banco, durante uma viagem ou outras ocasiões. O fato é que o SaaS agrega mobilidade aos dados e sistemas, aumentando a produtividade da empresa.

Entrega desempenho

Os modelos de software as a service também são escaláveis. Ou seja, se o software tiver um pico de acessos, o servidor não cai. Em vez disso, ele se expande para suportar a alta demanda, retornando ao tamanho original após o volume de acessos. Essa é uma estrutura elástica.

Caso o negócio sustente os novos padrões de demanda, significa que ela está desenvolvendo e o SaaS atende as novas necessidades entregando um ambiente na medida certa para a empresa crescer de forma sustentável.

Agora que você já sabe como reduzir custos para SaaS, não perca mais tempo e dinheiro. Comece hoje ainda a planejar a migração para o SaaS e eleve o patamar de negócios da sua empresa.

Gostou da novidade? Aproveite para descobrir também como usar o conteúdo para impulsionar as vendas da sua empresa!

Marketing de Conteudo e Dados

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo