seo off page

SEO off page: o que é e como fazer uma otimização que gera resultados

SEO off page é uma das diversas estratégias de otimização. Pensando na importância do tema, fizemos este conteúdo que irá te ajudar a melhorar o ranqueamento das suas páginas!

Uma estratégia de SEO depende de vários elementos controláveis.

Tamanho, links internos, palavras-chave, escaneabilidade, materiais complementares… entre muitos outros.

Mas e quando os fatores de ranqueamento dos motores de buscas são incontroláveis, ou seja, estão fora do website da empresa?

Pois é. Às técnicas voltadas para a otimização em ambientes fora de alcance, dá-se o nome de SEO off page.

Se você quer saber mais sobre esse tema e aprender a fazê-lo, chegou ao lugar certo.

Neste post, você aprenderá o que é essa estratégia e como aplicá-la no seu próprio blog.

Continue a leitura e confira!

O SEO off page

Os algoritmos dos motores de buscas são altamente complexos.

O mais famoso deles, o Google, possui mais de 200 fatores de ranqueamento.

Logo, é possível perceber o quão difícil é compreendê-lo.

Alguns são muito conhecidos pelos estudiosos da área e podem ser ajustados e modificados de acordo com a estratégia do administrador do site.

No caso, a empresa que possui o blog corporativo.

Outros extrapolam os limites da gestão do proprietário, e a eles chamamos off page (ou fora da página, em tradução livre).

Não entendeu ainda? Não se preocupe!

Falaremos sobre alguns dos principais fatores de SEO off page a seguir:

A quantidade de links que apontam para o seu site

Existem 3 tipos de links no SEO:

  • os links internos, que apontam para outros posts do mesmo blog;
  • os links de saída, que apontam para a URL de páginas alheias; e
  • os links de entrada, que ocorrem quando outras páginas apontam links para o seu blog.

Perceba que nos 2 primeiros casos é possível acessar o painel de edições e fazer alterações.

Essa prática é recomendada, por exemplo, ao criar artigos cuja autoridade deve ser repassada ou quando a página citada é removida do ar.

Já os links de entrada não estão sob jurisdição do webmaster, ou seja, não podem ser modificados de acordo com a vontade do proprietário.

Eles precisam ser conquistados.

Como conseguir backlinks

Houve um tempo em que os administradores de sites criavam múltiplos blogs e faziam referências mútuas entre eles.

Hoje essa prática — chamada de Private Blog Network (PBN ou rede privada de blogs) — é malvista pelos motores de busca e considerada blackhat.

Aqui, a recomendação é simples:

Crie artigos de qualidade e outros sites apontarão para o seu.

A maioria dos redatores busca informações por meio do Google.

Então, quando você tem um bom ranking, as chances de o seu texto ser linkado é grande.

A autoridade das páginas e os domínios que apontam para o seu site

Quando um post insere um link para uma página externa, ele está repassando autoridade para o texto linkado.

Esse é o principal motivo pelo qual a quantidade de links de entrada são tão importantes para o SEO.

Mas nem todos os sites possuem uma autoridade de página ou de domínio iguais.

Um blog que possui diversos textos bem ranqueados, por exemplo, terá mais autoridade do que um blog pessoal que possui poucos acessos.

É mais ou menos assim:

Você aceitaria conselhos de álgebra de diversos estudantes ou de um doutor em matemática?

Pois é. Links em páginas com alta relevância são muito mais valiosos do que vários links em páginas de baixa importância.

Como conseguir links de entrada em páginas de alta autoridade

Nos primórdios dos mecanismos de buscas, muitos administradores trocavam links entre si.

Além disso, conseguir um link em uma página externa era muito fácil:

Bastava ir até a sessão de comentários e postá-lo lá.

Hoje, essas práticas ferem as diretrizes de bom comportamento do Google.

No 2º caso, inclusive, diversas plataformas indicam os links como no follow, ou seja, renegam a passagem de autoridade.

Uma prática muito comum é a de guest posts.

Mas, nesse caso, há um intercâmbio de textos entre páginas bem ranqueadas.

Ou seja, o administrador do site X redige um artigo para o site Y e vice-versa.

Assim, ambos poderão incluir links que considerarem relevantes para os próprios blogs em uma espécie de parceria.

Mas lembre-se de que é importante que os links façam sentido dentro do texto, ou dificilmente o usuário clicará — o que diminui consideravelmente a sua usabilidade.

O tráfego e o tempo de permanência na página

Apesar de você supervisionar todo o conteúdo interno das suas páginas de destino, o comportamento do usuário é incontrolável.

Afinal, você não consegue determinar quantos visitantes acessarão o seu blog ou quanto tempo eles permanecerão nas suas páginas, não é mesmo?

Apesar disso, esses são os 2 dos principais fatores de ranqueamento do Google e de outros buscadores.

Muitos acessos geram autoridade, assim como um bom tempo de permanência com o conteúdo aberto.

Obviamente, apesar de tudo, há diversos elementos que podem ser analisados para aumentar essas métricas.

Por isso, muitas vezes são considerados elementos de SEO on page para modificar tais números.

Como aumentar esses fatores no seu blog

Mais uma vez, voltamos à questão da qualidade do conteúdo.

Se os seus textos são escritos de maneira leviana, não respondem às dúvidas do usuário e não são escaneáveis, certamente afastarão o usuário rapidamente da página.

Por isso, a recomendação aqui é investir em bons artigos, conciliando imagens com bom tempo de carregamento, layout agradável e experiência do usuário impecável.

Alguns empreendedores, inclusive, investem recursos em mídia paga (como o Google AdWords e o Facebook Ads) — o que aumenta o tráfego e, consequentemente, o valor da página.

Viu só? Nem tudo está fora do seu alcance, não é mesmo?

Os social shares

Você pode não saber, mas compartilhamentos em redes sociais também geram links de entrada.

Em suas recentes atualizações, o Google começou a considerar esses elementos para verificar a autoridade de páginas.

É simples:

Páginas com vários compartilhamentos nas mídias sociais podem conseguir um melhor ranqueamento.

Inclusive, alguns especialistas afirmam que o +1 (botão presente no Google+) aumenta a autoridade do link compartilhado.

Como conseguir mais compartilhamentos para as suas páginas

Aqui entramos em outro importante recurso de marketing digital: as redes sociais.

Há diversas técnicas que estimulam a interação e o engajamento do usuário e que devem ser utilizadas para elevar a posição nos motores de buscas.

Em um paralelo simples, links em redes sociais não apenas contam como links de entrada, mas também geram tráfego contínuo.

Agora você já sabe o que é SEO off page e está apto a utilizar essas técnicas para otimizar os resultados das suas páginas.

Se você gostou deste post, veja como fazer SEO on page e traga ainda mais benefícios para o seu negócio!

ebook marketing digital

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo