Filmes sobre marketing

Séries sobre marketing que todo marketeiro deve assistir!

Você com certeza assiste séries. Mas já pensou em relacioná-las com suas atividades profissionais? Conheça as 8 melhores séries sobre marketing!

Chega o fim de semana e, entre baladas ou passeios, um dos melhores programas é ficar em casa maratonando alguns seriados, não é mesmo? Mas você já pensou em colocar algumas séries sobre marketing nas suas maratonas no fim de semana?

Nós já fizemos uma lista com os melhores filmes de marketing para aprender de forma divertida sobre o assunto.

Todo marketeiro que se preze adora uma boa série para acompanhar em casa e depois compartilhar com o pessoal da agência, especialmente se o episódio da semana render alguma discussão legal no happy hour.

Então decidimos listar algumas séries legais sobre marketing e publicidade que você precisa acompanhar (se é que já não acompanha!).

Continue lendo para saber mais!

Aprenda tudo sobre Marketing Digital

Este guia completo vai ensinar para você tudo sobre marketing digital e como aplicá-lo.


1. Mad Men: a principal das séries sobre marketing

Não dava para começar com outra recomendação que não Mad Men, não é verdade?

A série criada por Matthew Weiner gira ao redor de uma agência de publicidade de Nova York, durante os anos 60.

Nosso principal foco é o diretor de criação Don Draper, sua vida pessoal e seu trabalho na implementação de várias campanhas publicitárias.

São 92 episódios divididos em 7 temporadas diferentes.

Por que assistir Mad Men?

Um marketeiro que não assiste Mad Men é como um fã de futebol que perde a final da Copa do Mundo: não dá para aceitar!

A série é imperdível para quem gosta da área, já que mostra o cotidiano de uma agência durante os “Anos Dourados da Publicidade”.

É muito interessante notar como algumas das regras básicas que aprendemos na faculdade estão lá e também como tanta coisa mudou nesses mais de 50 anos.

Além disso, o seriado ganhou 5 Globos de Ouro, 16 Emmys e mais um monte de nomeações e outros troféus por aí, o que comprova a sua alta qualidade.

2. The Crazy Ones: comédia e excentricidade no marketing

The Crazy Ones é uma comédia que acompanha o dia a dia da agência publicitária Roberts & Roberts.

Os protagonistas são Simon Roberts (vivido pelo genial e saudoso Robin Williams) e sua filha Sydney Roberts (Sarah Michelle Gellar) e eles não poderiam ser mais diferentes.

Simon é completamente excêntrico, cheio de ideias geniais e malucas, enquanto Sydney é mais focada e organizada, até um pouco “dentro da caixinha”.

O seriado teve apenas uma temporada.

Por que assistir The Crazy Ones?

Criatividade é uma das habilidades mais importantes para um marketeiro. E poucas coisas apelam mais para a nossa criatividade do que a comédia.

Aqui temos um grande choque entre dois “perfis” de profissional nessa área: o gênio excêntrico, cheio de ideias loucas, e o profissional organizado, focado e que age com base em dados.

Claro que um choque entre esses dois perfis vai gerar uma tonelada de situações engraçadas, mas o mais importante é aprender como eles conseguem trabalhar em conjunto.

Afinal, um bom marketeiro precisa ter o seu lado excêntrico, mas também deve se manter organizado!

3. Sense8: o poder da empatia no mundo da publicidade

Criada pelas Irmãs Wachowski (Matrix) e por J. Michael Straczynski (Babylon 5), essa ficção científica é uma das séries mais ambiciosas dos últimos anos.

Sense8 gira ao redor de um grupo de 8 pessoas espalhadas ao redor do planeta que passam a compartilhar uma conexão mental.

Juntos mentalmente, mas separados fisicamente, essas pessoas precisam se ajudar e sobreviver enquanto uma misteriosa organização começa a caçá-los.

A Netflix produziu duas temporadas da série antes de cancelá-la e prometeu um episódio final para concluir sua história.

Por que assistir Sense8?

Como você leu acima, Sense8 não se passa em uma agência de publicidade ou no mundo do marketing. Mesmo assim, é uma série imperdível para um marketeiro.

Uma das lições-chave de Sense8 é a importância da empatia nas relações humanas. Uma empresária da Coreia, por exemplo, precisa entender as necessidades e particularidades da vida de um motorista de van queniano ou de uma farmacêutica na Índia.

Para conseguir isso, eles literalmente compartilham o “mesmo corpo” através da ligação mental que possuem.

Nessa posição, eles podem entender como é a vida de uma pessoa tão diferente e compreendê-los melhor.

Um bom marketeiro precisa dessa habilidade também. Você, profissional da área, deve entender a persona dos seus trabalhos, suas necessidades e desejos, para poder se comunicar melhor com ela.

Afinal, um cliente satisfeito compra duas vezes, não é verdade?

Times de marketing Banner

4. The Pitch: o mundo do marketing na vida real

Nem todas séries sobre marketing são de ficção e The Pitch é uma prova disso.

Esse documentário serializado em duas temporadas vai levar você para os bastidores do mundo da publicidade.

A ideia é filmar duas agências de alto nível diferentes que disputam uma única conta em cada episódio.

Durante os episódios, vamos acompanhando como cada profissional pensa e gera suas ideias, como as agências trabalham em conjunto e como as campanhas são criadas.

Por que assistir The Pitch?

Existe muita coisa que podemos aprender ao assistir excelentes agências de publicidade trabalhando na prática.

Enquanto as agências disputam as contas de grandes marcas, podemos ter vários insights sobre como uma agência de publicidade vencedora funciona e qual a função de cada colaborador em um time de sucesso.

Além disso, é muito interessante imaginar quais soluções você proporia para os problemas de cada episódio e comparar com o trabalho dos profissionais dessas agências.

5. Trust Me: as possíveis consequências negativas da área

Trust Me é uma série sobre um time de marketing de Chicago que passa a enfrentar algumas turbulências nas suas vidas profissionais e pessoais.

O foco do seriado é na dupla Mason e Conner, que são grandes amigos até que apenas um deles é promovido dentro da agência.

Por que assistir Trust Me?

A vida de um profissional de marketing pode ser difícil às vezes. São horas e horas de trabalho em alguns jobs específicos que acabam prejudicando nossa vida em casa ou com os amigos.

Veja o caso de Mason, por exemplo. Ele é um Diretor de Criação muito talentosos e dedicado, mas que trabalha tanto que chega a ser workaholic e isso gera estresse no seu casamento.

Já Conner é um copywriter brilhante, mas os problemas em sua vida pessoal (e romântica) passam a se transformar em problemas profissionais e afetam seu trabalho.

O dia a dia de um marketeiro pode ser estressante, mas precisamos aprender a lidar com isso para não gerar novos problemas em outros lugares, não é mesmo?

6. Game of Thrones: os ensinamentos sobre o jogo do poder

Existe alguma série maior do que Game of Thrones hoje em dia? Quando uma nova temporada chega, milhões de pessoas param tudo para assistir.

Quando um novo episódio é divulgado, outros tantos milhões fogem das redes sociais com medo de spoilers.

A série gira ao redor do jogo de poder dos Sete Reinos de Westeros e como as diferentes casas do lugar se comportam na luta pelo Trono de Ferro. Enquanto isso, os misteriosos White Walkers ameaçam o mundo todo quando o Inverno chegar.

Já são 7 temporadas de muito sucesso e a promessa de um final eletrizante em 2018.

Por que assistir Game of Thrones?

Você provavelmente já assiste Game of Thrones e deve estar se perguntando o que a série tem a ver com marketing. A resposta? Muita coisa!

Nós já fizemos um post com as 5 lições de Marketing em Game of Thrones, mas vamos abordar apenas um ponto no artigo de hoje: as crenças das pessoas.

Em um episódio, um personagem da série diz o seguinte: “O poder está onde as pessoas acreditam que o poder está”.

Para um marketeiro, esse é um ensinamento poderoso!

Quando trabalhamos com Markerting, especialmente com técnicas de Branding, a imagem do público sobre a sua marca é essencial para o seu sucesso.

Se o consumidor não embarcar na sua campanha, os resultados não virão! Afinal, o poder está onde as pessoas acreditam que o poder está.

7. Suits: negociações e soluções para problemas do dia a dia

Criada por Aaron Korsh em 2011 (a sétima temporada estreou em julho de 2017), Suits é uma daquelas séries que todo perfil de expectador gosta, inclusive os marketeiros.

O seriado acompanha o dia a dia de um dos maiores escritórios de advocacia de Nova York, especialmente as ações de Harvey Specter e Mike Ross, uma dupla de advogados imbatível.

O problema é que Mike não é um advogado formado – na verdade ele nunca sequer foi para a faculdade.

Se alguém descobrir a verdade sobre ele, uma possível demissão será a menor das suas preocupações.

Por que assistir Suits?

Suits pode não estar no rol de séries sobre marketing, mas tem grandes lições que qualquer profissional da área pode aproveitar.

Harvey e Mike são advogados, mas poderiam facilmente ser bombeiros. O trabalho dos caras é passar o dia apagando incêndios e resolvendo crises com clientes, chefes e até mesmo a polícia.

Quem trabalha com Marketing deve se identificar muito com esse cenário. Afinal, quem aqui nunca precisou resolver aquele problemão de última hora?

8. House of Cards: lições sobre planejamento e objetivos

Não poderíamos concluir nossa lista de indicações sem falar de um dos maiores sucessos da Netflix: House of Cards.

A história de Frank Underwood, um parlamentar americano que manipula o Congresso, a mídia e a opinião pública para atingir seus objetivos, já gerou cinco temporadas até o momento, sem limite para terminar.

Por que assistir House of Cards?

Frank Underwood é um mestre da comunicação, do planejamento e da execução de suas ideias.

Assistir ao cara em ação é receber uma lição diária de como atingir seus objetivos e dos passos necessários para isso.

A inspiração nele é tão grande que até fizemos um post especial com as 9 lições que Underwood pode ensinar para um marketeiro. Leia se quiser saber mais!

E aí, impressionante como dá para aprender tanto apenas assistindo séries sobre marketing, não é mesmo? Sabia que dá para fazer o mesmo com canais no YouTube? Conheça algumas lições de marketing que podemos tirar de vários Youtubers famosos!

Primeiros passos no marketing digital

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo