Tipos de infográfico

14 tipos de infográfico que podem ser usados em sua estratégia

Você já está cansado de saber que o conteúdo é a essência do marketing digital na atualidade. Não à toa, 70% das empresas utilizam essa estratégia, que gera até 4 vezes mais visitas no site.

Ainda não se convenceu? Talvez fique mais fácil se dissermos que 71,33% das buscas resultam em cliques na 1ª página de resultados dos motores de pesquisa. Enquanto isso, os links patrocinados convertem apenas 1,91%.

Há diversas opções de tipos de conteúdo, como blog e guest posts, vídeos, e-books, podcasts e apresentações de slides. Nesse cenário, o infográfico se apresenta como uma poderosa ferramenta para a geração de leads e para outros modelos de conversão.

Se você pretende utilizar esse recurso na sua estratégia, fique tranquilo. Neste post, revelamos quais são os tipos de infográfico que podem ajudá-lo a alcançar os seus objetivos. Acompanhe:

Mas, afinal, o que é um infográfico?

Um infográfico é, em uma definição generalizada, um compilado de dados e de informações que recebem o suporte das imagens. Ou seja, agrupam textos e ilustrações para facilitar a escaneabilidade e a compreensão do que é apresentado.

Estudos baseados no rastreamento ocular apontam que os usuários prestam mais atenção ao conteúdo inserido em imagens do que em textos. Além disso, o infográfico é 3 vezes mais compartilhado em redes sociais do que qualquer outro tipo de conteúdo. Assustador, não é mesmo?

Inclusive, há um infográfico (irônico, não?) bem legal que explica 13 razões pelas quais a sua mente grava tanto os infográficos.

Outras informações acerca desse tipo de material:

  • o ser humano retém, em média, 80% do que vê, 20% do que lê e 10% do que ouve;
  • os infográficos podem aumentar o tráfego do seu site em 12%;
  • nos últimos 5 anos, as buscas no Google por infográficos aumentaram 25 vezes;

Sendo assim, é fácil concluir que ele é parte essencial para qualquer estratégia de conteúdo, tanto em questão de atração quanto de retenção do leitor em suas landing pages.

Quais são os tipos de infográfico?

Nem todo infográfico segue um padrão. Não adianta se prender às velhas e boas formas encontradas no PowerPoint. Aqui, a palavra é dinamismo.

Por isso, designers e especialistas visuais ao redor do mundo gastam grande parte do tempo elaborando fórmulas eficientes para criá-los.

Saiba quais são os tipos de infográfico que você pode usar na sua estratégia:

⒈ Infográfico estático

Esse é o tipo de infográfico mais comum na internet. Também é muito utilizado em mídias impressas, como jornais, revistas e até mesmo em anúncios.

Geralmente, eles focam nas informações visuais e apenas complementam com textos curtos e explicativos. Podem ser simples — como no caso de um gráfico em pizza — ou mais complexos — quando explicam sobre a estrutura interna de um edifício, por exemplo.

Um bom infográfico estático deve alinhar as imagens, as informações e os espaços vazios. Isso porque podem facilmente confundir o leitor. E esse não é o seu objetivo, certo?

Entre eles, destacam-se algumas modalidades:

⒈⒈ Mapas

Recomendado para infográficos nos quais a geografia influencia as informações, como no caso de comparações de culturas e características de diferentes lugares.

Exemplos: “Top 10 cidades mais verdes” e “Custo de vida ao redor do mundo”.

⒈⒉ Versus

Se o seu objetivo é comparar 2 elementos, esse é o tipo de infográfico recomendado. É comum para expor as vantagens de alguma coisa em relação a outra.

Exemplos: “Marketing de conteúdo versus links patrocinados” e “Geek versus hipster”.

⒈⒊ Linha do tempo

Esse tipo de infográfico é usado para mostrar como algo mudou ao longo dos anos ou apenas contar uma história sobre como uma coisa leva a outra.

Exemplos: “A história do marketing de conteúdo”, “Introdução à tipografia” e “Como Steve Jobs começou”.

⒈⒋ Lista

É possível utilizar esse tipo de infográfico para vários objetivos, como sustentar um argumento, mostrar uma novidade ou servir de utilidade.

Exemplos: “O tamanho ideal de todas as suas postagens on-line”, “Top 25 marcas mais engajadas no Twitter”, “Os hábitos de sono de grandes escritores e a produtividade literária” e “Os maiores assassinos da Marvel”.

⒈⒌ Fluxograma

Um fluxograma é muito interessante, pois leva o usuário a uma resposta por meio das suas próprias decisões.

Exemplos: “O que assistir na Netflix” e “Guia de carreira politicamente incorreto de produção audiovisual”.

⒈⒍ Artigo visual

Você deve usar o artigo visual quando redigiu um conteúdo interessante e que utilizar as imagens para auxiliar a leitura.

Exemplos: “Dicas para criar uma história incrível”, “A anatomia do SEO” e “Os conceitos errados mais comuns”.

⒈⒎ Analítico

Quando a sua intenção é focar nos dados, gráficos, números e estatísticas, esse é o tipo de infográfico mais recomendado. O seu objetivo é facilitar a absorção de informações.

Exemplos: “Panorama das agências digitais 2017 — Conheça o perfil e as tendências do setor no Brasil” e “Social Media Trends 2017 — Conheça as tendências em redes sociais esse ano para o Brasil”.

⒈⒏ Emocional

Mexer com os sentimentos possui grande poder de viralização. Relembrar algo do passado, remetendo à nostalgia, por exemplo.

Exemplos: “As naves mais rápidas da ficção”, “Fantásticas cervejas ficcionais”, “A evolução dos controles de videogame” e “50 anos, 50 brinquedos”.

⒈⒐ Imagem

Também conhecido como fotográfico, esse tipo é utilizado quando as imagens são mais importantes do que o texto e quando falam por si mesmas. Muitas vezes, nem precisam das informações adicionais.

Exemplos: “A evolução dos games” e “Os melhores drinques”.

⒈⒑ Hierárquico

Nesse tipo de infográfico, as informações devem ser organizadas com foco nos diferentes níveis de relevância.

Exemplos: “A hierarquia das necessidades no marketing de conteúdo” e “A pirâmide da comida — Balanceie a sua dieta”.

⒈⒒ Como fazer

Geralmente, têm o objetivo de ensinar algo ao usuário. Utiliza-se o formato passo a passo agregado às imagens para tornar mais fácil a compreensão.

Exemplos: “Caminho para conquistar um nicho no e-commerce”, “Como fazer um sanduíche de bacon” e “Como comer sushi sem parecer um idiota”.

⒈⒓ Único

Se o seu objetivo é conseguir compartilhamentos em redes sociais, essa é provavelmente a melhor opção. Esse tipo de infográfico é simples e foca em um único item. Normalmente, pode ser compreendido apenas por meio de imagens.

Exemplos: “Os maiores dragões da ficção” e “Os maiores prédios do mundo”.

Alguns sites foram desenvolvidos especialmente para a criação de infográficos, como o Canva e o Venngage.

⒉ Infográfico animado

O infográfico animado pode proporcionar uma experiência que envolve a mobilidade dos elementos, facilitando, assim, a compreensão do conteúdo.

Eles podem ser utilizados no formato GIF (há vários exemplos neste post) e incorporado às páginas do blog ou no formato de vídeo, acrescentando um tipo de mídia: o áudio.

É possível, por exemplo, criar interação entre os elementos, como setas que se surgem e desaparecem.

Outro recurso interessante é o foco: dar destaque a determinado item auxilia o entendimento. Veja um infográfico em vídeo sobre o marketing de conteúdo.

Ele é ótimo para apresentar um produto ou serviço, como neste caso. Também possui características didáticas, para educar a audiência. Assim, por exemplo.

A desvantagem desse tipo de infográfico fica por conta da complexidade. Para criá-los, é necessário o domínio de ferramentas mais complexas, que envolvem animação e modelagem 3D.

Algumas plataformas, como o Animaker, foram desenvolvidas para ajudar a criar esse tipo de conteúdo.

⒊ Infográfico interativo

Esse é o último nível de complexidade de infográfico, pois envolve, além de animações, a programação como elemento fundamental. Como o próprio nome diz, ele permite a interação do usuário.

O infográfico interativo concede ao usuário total autoridade sobre o consumo do conteúdo. Ele pode navegar pelas informações que julgar necessárias, clicar nos itens sobre os quais quer ter mais dados, aplicar zoom-in e zoom-out, entre outras usabilidades.

Um bom exemplo é este material produzido pelo Washington Post, que traz um guia ilustrado sobre todas as mortes ocorridas na série de televisão Game of Thrones. Vale a pena dar uma olhada.

Outro infográfico legal é o que calcula a “geografia do ódio” nos Estados Unidos, baseados em tweets.

Outro exemplo interessante: “E se a Terra tivesse 100 pixels?”. Esse é um website baseado em um infográfico interativo.

Pronto! Agora que você já conhece os tipos de infográfico, que tal saber como fazê-los? Clique aqui e aprenda a criar infográficos incríveis para o seu blog!