Transformação Digital e mercado SaaS: como essas tendências atuam mutuamente

Transformação Digital e mercado SaaS: como essas tendências atuam mutuamente

A transformação digital atinge todos os mercados, mas é ainda mais percebida no mercado SaaS, que tanto deve incorporar a transformação em seus processos, quanto tem o potencial de acelerar a transformação em diversas empresas. Entenda como a transformação digital e o mercado SaaS estão relacionados.

Se você é um leitor de tendências e tecnologia, com certeza já ouviu falar sobre  transformação digital ou já pesquisou artigos que falam sobre esse assunto.

O problema é que muitas das empresas que dizem ter se tornado digitais não fizeram o processo corretamente. A transformação digital não é sobre fazer um aplicativo ou entrar nas redes sociais.

É necessário entrar nesse meio por completo. É uma mudança estrutural da inserção da tecnologia em todas as áreas da sua empresa.

Essa realidade já foi adotada por muitas empresas SaaS, que costuma ser exemplo de negócio com facilidade para se transformar digitalmente.

Nesse modelo, a simplificação e otimização dos processos internos são processos muito mais recorrentes quando utilizamos os softwares como serviço. Baseado na web, o SaaS é mais maleável de acordo com as mudanças do comportamento do cliente.

Nesse artigo, vamos mostrar os benefícios, exemplos de empresas de sucesso e como fazer a transformação digital com esse modelo. Confira!

Um novo modelo de negócios

A transformação digital é mais do que simplesmente empregar o SaaS e esperar que as conquistas venham sem esforços.

As organizações que investem e impulsionam com sucesso a transformação digital são aquelas que são viciadas no crescimento e que estão dispostas a dedicar tempo e esforço para fazer mudanças internas.

Isso acontece porque a tecnologia não espera. Ela está sempre evoluindo e a sociedade acompanha as novas possibilidades.

Esse fator faz com que as empresas precisem começar a pensar de dentro para fora. Como colocar o cliente no centro da minha estratégia? Como melhorar a experiência dele? Qual a mudança necessária para melhorar a retenção? Como ouvir os meus clientes e devolver valor?

Essas perguntas pairam no pensamento e tiram o sono dos líderes responsáveis pela transformação digital do negócio. E elas realmente precisam ser consideradas.

As empresas que decidem migrar para esse novo modelo têm que mudar a forma com que elas operam e a interação de suas funções.

Isso é necessário principalmente no modelo SaaS, no qual a tecnologia é um ponto central e o impacto é percebido com mais força.

Benefícios do SaaS para Transformação Digital

Como você pode ver, as necessidades do cliente não são a única coisa que está mudando quase mais rápido do que o olho pode ver.

As inovações tecnológicas também estão chegando em alta velocidade e o SaaS fornece às organizações a mentalidade voltada para a nuvem. Essa mentalidade permite que os líderes de negócios criem soluções em escala junto com o time de TI e marketing.

Conheça alguns dos muitos benefícios que o SaaS traz para a transformação digital:

Estrutura de custos

Muitas organizações encontram-se numa situação em que podem suportar um custo estrutural contínuo, mas podem ter dificuldades com pagamentos iniciais enormes.

O SaaS permite às organizações a flexibilidade de pagar por tecnologia avançada com o orçamento operacional, aumentando as chances de aprovação de projetos transformadores.

Possibilidade de crescimento

A entrega de software baseada em nuvem permite que até organizações menores se tornem players.

Como o custo do armazenamento de dados continua a diminuir, o SaaS pode ser o maior democratizador nos negócios, oferecendo grandes oportunidades de crescimento para todos os tamanhos de organizações.

Mudança ágil

A flexibilidade de fazer uma mudança rápida na estratégia é algo que não é fácil com os modelos de software tradicionais e pode incluir mais de 12 a 18 meses de escopo, negociação de contrato e, finalmente, desenvolvimento.

Com o SaaS, novos recursos prontos para uso podem ser ativados rapidamente e configurados, prometendo um tempo reduzido para o ROI.

Escalável

Novamente, o SaaS fornece às organizações a capacidade de começar com orçamentos menores e escalar rapidamente.

Ela também permite que as organizações sazonais reduzam a escala durante um certo período do ano e aumentem rapidamente conforme necessário, quando os negócios se concretizarem — o que seria quase impossível de estruturar com as compilações tradicionais de software.

Além de usar funcionalidades que são possíveis de serem traçadas e mensuradas para entender quais são os melhores investimentos naquele momento.

Mercados com transformação digital baseada em SaaS

Várias empresas que conhecemos e utilizamos aproveitaram desse modelo para fazer suas transformações digitais constantemente.

Essas empresas não são só de tecnologia e você provavelmente deve conhecer algumas que vamos citar ao longo do artigo.

São vários setores estão abraçando as possibilidades que o avanço tecnológico nos forneceu para mudar a forma com que eles trabalham. Vamos conhecer alguns:

Indústrias

A indústria 4.0, que teve um investimento de R$8,6 bilhões no Fórum Econômico Mundial para incentivar a modernização das fábricas, está começando a ser inserida no Brasil.

Empresas como a Uber, Cabify e 99 trouxeram um novo conceito de mobilidade que afetou várias cadeias.

Identificando essa oportunidade, várias empresas de fabricação de carro começaram a investir no serviço de subscription car. Por meio de um aplicativo o usuário consegue adquirir um carro de última linha e trocá-lo a cada 12 meses, pagando somente uma parcela mensal.

O Canvas é um exemplo de empresa que faz parceria com as montadoras.

Portanto, se você tem uma indústria e não estiver sentindo os efeitos do digital, saiba que há uma boa possibilidade de que mudanças ocorram em um futuro bem próximo.

Empresas de smartphones também já estão fazendo isso. A Apple, por exemplo, lançou o iPlace Refresh, que permite a troca do seu celular anualmente pelo modelo mais novo.

Empresas de entrega rápida como o Rappi, livros de leitura instantânea como o 12min e consumo de filmes online como a Netflix estão fazendo a diferença. Muitos outros negócios estão surgindo diariamente para revolucionar as indústrias.

Até mesmo a maneira como nos comunicamos mudou radicalmente nos últimos dez anos.

Em vez de pegar um telefone para entrar em contato com alguém, é muito mais provável que você envie uma mensagem nas redes sociais, no Whatsapp ou até mesmo no Skype.

Por isso, os líderes nessas indústrias devem ser ágeis e capazes de mudar com a demanda do cliente, o que torna o modelo SaaS tão atraente.

Seguradoras

A disposição das empresas em adotar o SaaS sempre dependeu de seu conforto com segurança dos dados, e isso é particularmente verdadeiro para as seguradoras.

No entanto, como os provedores de nuvem aumentaram o investimento em segurança e escalabilidade nos últimos três anos — a Microsoft investe sozinha mais de um bilhão de dólares por ano em pesquisa e desenvolvimento de segurança, além das novas políticas lançadas, como o GDPR —, os clientes e prospects estão ficando altamente confiantes.

Com a velocidade do mercado, algumas seguradoras estão concluindo projetos de transformação digital em meses, não em anos.

Além disso, elas estão lançando novos produtos e segmentos na nuvem — sejam aumento de TI ou as chamadas oportunidades de “green field” —  que estão entrando em produção ainda mais rapidamente.

Um outro benefício é que, como a tecnologia está sempre evoluindo, a manutenção e as atualizações consomem muito tempo e podem ter consequências inesperadas para os sistemas, o que pode ser um sério desincentivo à inovação.

Em um ambiente SaaS maduro, em que o provedor gerencia a manutenção, as atualizações e as integrações, esses problemas não são recorrentes. Assim, as seguradoras obtêm os frutos da transformação digital quase que imediatamente.

Financeiro

Embora a indústria de serviços financeiros esteja tradicionalmente na vanguarda da mudança tecnológica, ela estava sendo cautelosa em adotar a nuvem por conta dos dados.

No entanto, conforme as funções do CIO — Chief Information Officer — mudaram drasticamente para fazer um alinhamento estratégico de TI com a transformação digital, as metas gerais de toda a empresa são alteradas. Nesse contexto, usar a nuvem tornou-se uma prioridade.

Apesar disso, adotar o SaaS trouxe muitos benefícios. Com ela, os profissionais do mercado financeiro podem gerenciar melhor suas economias, migrar facilmente para sistemas mais fáceis, aumentar a mobilidade e a agilidade, melhorar as eficiências operacionais e, mais importante, concentrar-se nos resultados de negócios.

Não é de admirar, então, que as receitas da nuvem estejam prontas para atingir US$ 411 bilhões até 2020 — quase o dobro de 2016, de acordo com pesquisa conduzida pelo Gartner.

Esses grandes investimentos estão sendo fundamentais para trazer ao mercado soluções de software como serviço (SaaS) baseados em nuvem, projetadas para atender às necessidades específicas dos usuários no mercado financeiro.

Como fazer a transformação digital com SaaS

Saiba 10 formas que a sua empresa pode fazer a transformação digital do seu negócio com SaaS:

1. Sob demanda Self Service

As organizações estão repensando seus modelos de negócios para a era digital de ritmo acelerado.

Os modelos de autoatendimento sob demanda estão criando novos caminhos e serviços digitais para os consumidores. O Spotify, por exemplo, oferece música sob demanda, a Netflix oferece serviço de transmissão de vídeo e o Uber oferece serviço de mobilidade.

2. Acesso mais amplo aos consumidores

Os consumidores estão conectados via celulares, tablets, laptops e desktops. Um modelo de serviço online atende a todos esses clientes com uma plataforma integrada.

Essa abordagem é conveniente e fácil para os consumidores, levando a uma adoção generalizada em todos as localizações geográficas.

3. Rapidez e Escalabilidade

O modelo de serviço sob demanda permite que os aplicativos do usuário utilizem recursos em proporção aos requisitos do cliente.

Os recursos como redes, servidores, armazenamento e serviços podem ser ampliados ou reduzidos, dependendo das necessidades da aplicação.

4. Medir e Configurar Serviços

Com os serviços sob demanda, os clientes pagam apenas pelo que usam. As empresas também podem medir o uso de seus serviços.

Portanto, o serviço medido permite que uma empresa analise o uso de recursos, faturamento, planejamento de capacidade e pense proativamente no uso aplicativo.

5. Independência do local

Com o software as a service, não há restrições quanto à localização dos clientes. O provedor de serviços pode escolher e configurar as opções.

Além disso, os clientes em todo o mundo podem acessar os mesmos serviços. Por exemplo, empresas de mídia e notícias podem usar canais digitais para expansão entre locais. Com isso, os usuários podem acessar as notícias digitais de qualquer lugar e local.

6. Dados Integrados

O modelo de serviço sob demanda permite que as empresas integrem todos os dados do aplicativo. Esses dados integrados são extremamente importantes para os padrões e controle de informações.

As metas de desempenho, atendimento ao cliente e atividades administrativas completas podem ser planejadas usando esses dados integrados. Por exemplo, os dados podem ser extraídos para procurar grupos etários de usuários, locais, horários de uso freqüente, reclamações de clientes, entre outros.

7. Infraestrutura e Camada de Segurança

A camada de infraestrutura de nuvem pode ser provisionada dependendo dos requisitos dos aplicativos e serviços que a empresa tem a oferecer.

As empresas podem reduzir a infraestrutura de TI e a equipe necessária para gerenciá-las com recursos de nuvem.

Um outra questão importante, é que a segurança dos aplicativos pode ser atendida com a infraestrutura de nuvem correta, com políticas de segurança para acesso, autorização e gerenciamento de identidade.

8. Integrações sem emenda de sistemas legados

As empresas estão procurando formas digitais para otimizar seus processos. Quando os serviços são novos e introduzidos nos processos de negócios, também é vital integrar os sistemas legados e seus dados.

Isso acontece, por exemplo, quando uma empresa de aluguel de imóveis começa a usar contratos digitais e documentação assinada eletronicamente para a locação de suas propriedades.

Todas as renovações de arrendamento, pagamentos de aluguel e documentação agora são executados em serviços baseados em nuvem. Nesse contexto, os dados dos sistemas legados também são responsáveis ​​pela transição sem interrupções.

9. Atualizações e evolução contínua

A transformação digital é um processo contínuo. As ferramentas e tecnologias mudam com frequência e as empresas precisam seguir em frente com os tempos de mudança.

Com o SaaS, as organizações podem continuar a atualizar seus serviços continuamente. Além disso, as atualizações e melhorias podem ser aproveitadas pelos clientes de uma vez sem tempo de inatividade significativo para a empresa.

10. Experimentação e Inovação

A inovação é a extrema necessidade no mundo empresarial, especialmente quando os negócios são constantemente desafiados pelas ondas de digitalização.

Os serviços sob demanda e softwares na nuvem dão espaço para experimentação e inovação que envolve novas tecnologias.

As empresas estão usando o software como um serviço para remodelar seus produtos e serviços existentes. Com isso, inovações digitais são aplicadas para oferecer experiências personalizadas, enriquecendo as interações com os clientes e transformando seus empreendimentos.

Saiba tudo sobre a estratégia de transformação digital e como ela vai mudar o seu negócio neste material completo sobre o assunto.

Transformação digital e marketing

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo