Tutorial de SEO

Tutorial de SEO: otimize seu blog em 7 passos

Fizemos um tutorial perfeito para você otimizar seus posts para os mecanismos de busca e aparecer entre as primeiras posições!

Search Engine Optimization (SEO) significa otimizar seu conteúdo de modo que ele apareça mais facilmente nas buscas feitas por usuários.

Ao usar esse recurso corretamente, seu site aparece com maior facilidade para quem interessa: o possível cliente.

Ao mesmo tempo, é necessário buscar práticas otimizadas. Com a concorrência querendo posições nos buscadores, seu blog deve estar preparado para consolidar um ótimo efeito.

A boa notícia é que conquistar os resultados desejados não é uma tarefa difícil. Agindo estrategicamente, você sairá à frente dos demais e poderá obter todas as vantagens desse recurso.

Pensando nisso, preparamos um tutorial de SEO para deixar o seu blog matador e cada vez mais alto nos resultados. Não perca essas dicas e descubra o que fazer!

Os benefícios de uma atuação otimizada de SEO

O SEO é, acima de tudo, uma ferramenta que pode ajudar o seu negócio a deslanchar na internet.

Associando-o a uma boa estratégia de produção e divulgação de conteúdo, os resultados são muito satisfatórios.

Reconhecer os benefícios, portanto, é uma forma de entender o que você perde ao não seguir um bom tutorial de SEO para garantir a otimização.

Em geral, as principais vantagens de utilizar uma estratégia como essa são:

Conquista de posições melhores nos buscadores

Entre as empresas ouvidas no SEO Trends 2017, em quase 80% delas um dos principais resultados obtidos com SEO foi o crescimento do tráfego orgânico.

Esse efeito tem um motivo principal: com uma boa estratégia, o seu site ganha posições entre as buscas de determinadas palavras-chave.

Como resultado, aumenta-se a visibilidade e o alcance da marca, gerando um número maior de visitas para determinado conteúdo.

Além disso, essa questão tem a ver com o comportamento do usuário. Sozinha, a 1ª posição do Google recebe quase 30% dos cliques de uma pesquisa.

Com isso, ocupar posições melhores e mais altas significa ampliar as chances de receber uma visita.

O resultado, portanto, é que o seu endereço passa a atrair um fluxo maior de pessoas quando o SEO é feito corretamente.

Maior qualificação do tráfego

Tão importante quanto chamar o usuário para o seu blog é garantir que ele esteja interessado no que você tem a oferecer.

O tráfego qualificado é formado pelos usuários que já têm algum conhecimento sobre o que o seu negócio aborda. Por causa disso, estão mais próximos de se tornarem clientes.

Com o SEO bem-feito, é possível conquistar exatamente essas pessoas. Ao aparecer em posições elevadas em resultados de pesquisas específicas, o seu site se torna a resposta para a dúvida do usuário.

Para ficar claro, imagine uma loja que vende móveis. Como parte da estratégia de SEO, ela possui conteúdos do tipo “como escolher o melhor sofá para sala”.

Com um bom ranqueamento, ela conseguirá atrair quem já está pensando em comprar esse item, aumentando a qualificação do tráfego.

Fortalecimento da autoridade de mercado

Um dos objetivos e dos benefícios do marketing de conteúdo é construir e fortalecer a autoridade da marca.

Ao oferecer, com qualidade, o conhecimento e as respostas de que o público necessita, o negócio se torna uma autoridade no assunto.

Porém, não adianta ter uma ótima produção se ela não chega a quem é de interesse, certo? Afinal, as pessoas precisam ter acesso ao conteúdo para que ele seja, de fato, relevante.

O SEO é o responsável por fazer essa ponte. Ele ajuda a aumentar a exposição dos conteúdos, ampliando as chances de que eles recebam visitas.

Com isso, mais gente poderá ter acesso ao que o seu empreendimento diz, contribuindo para a construção de um público sólido e uma autoridade ainda maior.

Aumento das oportunidades de negócio

Fazer com que os usuários cheguem ao seu blog tem um objetivo principal: convertê-los em clientes.

Em parte, isso tem a ver com o fato que 81% dos compradores atuais realizam pesquisas online antes de fazer a aquisição. Ou seja, as pessoas estão procurando, e a sua empresa deve estar entre os resultados se quiser vender.

Essa tarefa, é claro, não é imediata e é preciso passar por fases como a geração de leads, uso do funil de vendas e assim por diante. O resultado desejado é a conquista da venda.

Com um SEO otimizado, isso é possível. Mais usuários chegam ao seu site e, com isso, criam um relacionamento de consumo de conteúdo, por exemplo. Ou, então, deparam-se com uma landing page e convertem na oferta.

Tendo um número maior de visitantes, portanto, há maiores oportunidades para serem trabalhadas de várias formas. Com isso, também aumentam as chances de ampliar as vendas.

Ampliação do retorno sobre investimento

O fato é que, ao seguir um tutorial de SEO, é possível alavancar uma métrica fundamental: o retorno sobre investimento (ROI).

Ao aumentar o alcance da marca e ao indexar mais palavras-chave, amplia a autoridade. Com isso, a marca fica conhecida — ou seja, há um aumento do brand awareness — e vender fica menos complexo.

Além disso, o SEO ajuda na geração de leads e no trabalho de conversão do time comercial. De fato, os leads da pesquisa orgânica têm uma taxa de fechamento de venda de quase 15%. Em comparação, a taxa de ações outbound é de apenas 1,7%.

Ao vender mais e gastar menos para isso, a empresa maximiza o retorno do investimento em marketing digital e gera melhores possibilidades de negócio.

Os 7 passos de tutorial de SEO para otimizar seu blog

Para conquistar todos esses resultados, o SEO precisa ser otimizado. Com mais de 100 bilhões de buscas por mês somente no Google, saber como se destacar é mais importante do que nunca.

Em constante aprimoramento, os algoritmos consideram centenas de fatores. Porém, alguns são mais importantes do que outros, e reconhecê-los é o que permite a conquista dos resultados desejados.

Para acertar, siga nossa checklist de tutorial de SEO e coloque as ações certas em prática.

Confira o que fazer para melhorar a atuação:

1. Otimize as URLs

A URL ou endereço de uma página é um elemento importante tanto para o buscador quanto para o usuário.

Ela dá uma ideia do que existe naquela página e antecipa o assunto antes mesmo que a visita seja realizada.

Para entender melhor, considere essas 2 URLs:

  • www.marketingdeconteudo.com/?p=56981
  • www.marketingdeconteudo.com/tutorial-seo

Qual das 2 é mais fácil de ler e de prever o conteúdo existente?

A sua resposta, provavelmente, foi a 2ª. E, por isso, é tão importante realizar a otimização.

O ideal é que ela conte com a palavra-chave, ajudando no ranqueamento e na compreensão. Ao mesmo tempo, o ideal é deixá-la tão curta quanto possível.

Evite palavras e elementos de ligação e tente concentrar o assunto na menor estrutura viável. Assim, você criará URLs otimizadas tanto para o usuário quanto para os algoritmos dos mecanismos de busca.

Para entender ainda mais o que fazer nesse sentido, conheça nosso artigo com as melhores práticas de estruturação de URLs e veja como aplicá-las.

2. Elabore as metadescrições corretamente

Uma metadescrição é um pequeno texto que aparece abaixo do título da página nos resultados da busca.

Ela serve como um resumo do que o usuário encontrará ao clicar naquele link, funcionando como um elemento de atração.

Já que esse item pode definir se alguém visitará ou não o seu site, é importante que ele seja elaborado corretamente.

Para atender a um tutorial de SEO otimizado, acrescente a palavra-chave nessa área, de modo a aumentar a relevância.

Porém, não deixe de criar uma chamada criativa e persuasiva. Use palavras de impacto de modo a compelir o usuário a clicar na página.

Outra recomendação é manter o tamanho dentro de parâmetros ideais. O recomendado é que tenha no mínimo 120 caracteres e, no máximo, 156.

Dessa forma, ficará visível, sem textos cortados abruptamente e mantendo o máximo de resultados.

3. Escolha as palavras-chave corretamente

As palavras-chave estão entre os pontos mais importantes de um SEO otimizado. Como são os menores elementos que definem um assunto, elas são utilizadas nas buscas por usuários.

Alguém que deseja adquirir um novo tênis para correr, por exemplo, provavelmente buscará por “comprar tênis para corrida”.

Agora imagine um negócio que oferece um artigo bem ranqueado com a palavra-chave “onde comprar tênis para corrida”. Possivelmente, ele receberá a atenção de boa parte dos usuários que fazem a pesquisa.

Para obter bons resultados, esses elementos precisam ser encontrados corretamente, como com ajuda de planejadores específicos.

Em vez de priorizar as muito curtas e genéricas (chamadas de short tail keywords), dê preferência para as conhecidas como cauda longa (long tail keywords).

Elas, normalmente, contêm mais de 3 palavras e trazem uma abordagem aprofundada sobre o tema.

Embora isso diminua o volume de pesquisas, é uma forma de aumentar o tráfego qualificado e as chances de conversão.

4. Utilize as palavras-chave nos conteúdos publicados

Porém, não adianta selecionar os assuntos corretamente se eles não forem aproveitados adequadamente.

Nesse sentido, é fundamental usar as palavras-chave nos conteúdos que você publicar — especificamente, os blog posts.

Por convenção, o ideal é usar a palavra-chave selecionada, pelo menos, na introdução, na conclusão e 1 vez durante o conteúdo.

Se possível, aplicá-la em um dos intertítulos aumenta a relevância do conteúdo, especialmente se for no 1º.

Porém, fique atento a nossa dica: não use a palavra-chave em excesso (o chamado keyword stuffing). Simplesmente acrescentá-la para aumentar a sua densidade é uma prática ruim e penalizada pelo Google.

Em vez disso, dê preferência para acrescentar sinônimos e variações relevantes do tema. Como os mecanismos têm se tornado cada vez mais semânticos, a sua produção ganhará relevância e destaque.

5. Retire conteúdos duplicados

Por falar em penalidades, o plágio é um dos maiores problemas quando se fala em SEO. Se o mecanismo de busca entender que um conteúdo é a cópia de outro mais antigo, dará uma punição de não indexação.

O grande desafio, entretanto, é que pode acontecer uma situação de autoplágio. Vários endereços do seu blog podem direcionar para uma mesma página, dando a ideia de que são conteúdos diversos.

Com a análise por parte do algoritmo, ele entenderá que são conteúdos que deveriam ser diferentes e identificará o conteúdo duplicado.

Para evitar a penalização, você deve retirar os conteúdos, o que pode ser feito por meio das chamadas tags canônicas.

Ao usar o atributo, você apontará para o buscador qual é a página principal a ser indexada. Assim, ele desconsiderará as demais, evitando a duplicação e as punições decorrentes.

Também é vantajoso utilizar estratégias como tags nofollow, apontando que o algoritmo não deve seguir um determinado link.

6. Adapte para o ambiente mobile

Em 2017, o número de usuários mobile no mundo chegará a mais de 4,7 bilhões. Para 2019, a expectativa é que sejam mais de 5 bilhões. Com a chegada da internet das coisas, a tendência é que aumente o número de pessoas que utilizam recursos móveis.

Quanto aos negócios, em 2015 metade dos usuários de smartphone descobriu uma nova empresa por meio de uma pesquisa.

Esses 2 fatos demonstram que o mobile está cada vez mais presente e que ele ajudará, progressivamente, os compradores a encontrarem aquilo que precisam.

Sabendo disso, o Google passou a priorizar os sites que possuem uma versão mobile ou responsiva. Portanto, é importante que o seu site tenha um design capaz de se adaptar a qualquer tela.

Porém, é preciso ir além. Como é 108% mais difícil ler um conteúdo estando via mobile, deve-se priorizar a escaneabilidade.

Frases e parágrafos curtos, espaços em branco e imagens vêm a calhar para facilitar o acesso à informação.

Tudo isso contribui para uma experiência de usuário otimizada, levando a um melhor resultado de SEO.

7. Tenha uma estratégia de link building

Para determinar se o seu site é útil e atende aos interesses de quem pesquisa, o algoritmo considera vários fatores. Entre eles, estão a confiabilidade do conteúdo e o tempo de permanência no site.

Esses 2 elementos são muito favorecidos por uma boa estratégia de link building, ou seja, acrescentar links ao conteúdo.

Ao referenciar páginas externas de qualidade e autoridade, o buscador compreende que você está oferecendo informação útil para os usuários.

Já ao fazer link building internamente de forma adequada, é provável que as pessoas passem mais tempo consumindo outros conteúdos.

Com isso, o algoritmo entende que a sua página tem qualidade e oferece posições melhoradas.

Além de apostar nessas 2 possibilidades, não desconsidere o poder do guest blogging. Com bons parceiros, é possível aumentar o alcance de público e conseguir links de um domínio com boa reputação.

Assim, o algoritmo lê o seu site de uma forma otimizada, o que leva a um melhor resultado de ranqueamento.

Ao seguir esse tutorial de SEO, seu blog se tornará otimizado e relevante para os mecanismos de busca. Com isso, a tendência é a conquista de resultados cada vez melhores, de modo a gerar um retorno continuamente positivo para a sua atuação.

Para que nenhuma estratégia gere o efeito contrário, aproveite e conheça as penalizações do Google e como evitá-las!