Ubersuggest

Ubersuggest: nova versão da ferramenta de palavras-chave é disponibilizada de graça!

Se a Ubersuggest ainda não fazia parte da sua vida, a nova versão tem motivos de sobra para mudar isso. Conheça tudo sobre essa ferramenta gratuita de pesquisa e análise de palavras-chave.

Falar em um serviço gratuito até pode dar a ideia de limitações. Mas esse não é o caso da Ubersuggest.

Desde o início de 2018 nas mãos de Neil Patel, um dos grandes nomes do Marketing Digital no mundo, a ferramenta evoluiu para se tornar uma plataforma completa na gestão de palavras-chave.

Como você vai ver a partir de agora, a nova Ubersuggest pode auxiliar muito na sua estratégia de SEO, gerando resultados positivos em produção de conteúdo – e sem cobrar por isso.

Curioso para descobrir o que a Ubersuggest tem? Vamos em frente!

A nova versão da Ubersuggest

A Ubersuggest 2.0, como Neil Patel batizou após as recentes mudanças que promoveu nela, continua sendo uma ferramenta gratuita de pesquisa de palavras-chave, mantendo a sua essência.

Mas as diferenças para a versão anterior até sugerem se tratar de outra plataforma, a começar pelo visual. A cor laranja que predomina não prejudica a simplicidade do layout, e o site vai direto ao ponto.

Você ingressa nele e já encontra o campo para digitar a palavra-chave (ou keyword, em inglês) que deseja analisar.

Só que o visual representa a ponta do iceberg. Os avanços mais marcantes na Ubersuggest estão nos resultados que a ferramenta apresenta à sua pesquisa.

A grande sacada do Patel foi combinar o que havia de melhor no Google Keyword Planner e no Google Suggest, plataformas que funcionam de modo individual e independente.

Com isso, oferece ao usuário uma visão ampliada sobre a keyword verificada, retornando com as seguintes opções:

  • Visão geral da palavra-chave: volume de buscas/mês, interesse pela keyword ao longo do ano e estimativa de custo no uso em links patrocinados
  • Sugestões de palavras-chave: opções relacionadas ao termo pesquisado para fins comparativos
  • Nível de dificuldade da palavra-chave: classifica a chance de alcançar resultados orgânicos em SEO (Search Engine Optimization) ou pagos em PPC (Pay-per-click)
  • Análise de SERP: detalha esforços e resultados dos concorrentes que atualmente aparecem primeiro nas sugestões do Google para a busca.

Você tem acesso a tudo isso ao ingressar no site, sem pagar nada, nem mesmo realizar cadastro, como é exigido pelas ferramentas do Google.

E para usar é muito fácil. Quer ver só?

Passo a passo para utilizar a Ubersuggest

Falar em passo a passo até sugere que a ferramenta dependa de um manual para ser explorada. Mas não é nada disso.

Você só precisa fazer o seguinte para usar a Ubersuggest:

  1. Acesse o site;
  2. Escolha português/Brasil, ou o idioma que preferir;
  3. Digite a palavra-chave que deseja analisar;
  4. Clique em Buscar.

Pronto!

Como adiantamos, seu funcionamento é extremamente simples e intuitivo. E para mostrar como a Ubersuggest funciona de forma eficaz, vamos explorar cada um dos seus recursos.

Pesquise uma palavra-chave

Antes de iniciar a análise, a sugestão é que elabore uma lista com keywords interessantes para os seus objetivos. Ou seja, defina os termos que tenham relação com aquilo que você oferece, seja um produto ou serviço, ou com o público que você deseja atingir.

Esta é a tela inicial da ferramenta:

tela inicial ubersuggets

Para demonstrar o uso da Ubersuggest, escolhemos a palavra-chave “freelancer”. Como curiosidade, ela seria obrigatória na estratégia se você oferecesse um curso para esse profissional, por exemplo.

Veja o que retorna como resultado da sua busca:

resultado da sua busca ubersuggest

Logo de cara, a ferramenta informa que a keyword analisada possui, em média, 90.500 buscas mensais, número esse que vem se mantendo nos últimos quatro meses.

Observe que o pior resultado para essa palavra-chave foi em dezembro de 2017, quando registrou uma média de 60.000 buscas no Google.

Há ainda outras informações bem bacanas já nesta primeira tela.

A ferramenta considera “freelancer” como uma keyword de alta dificuldade para bom ranqueamento orgânico e de média dificuldade para atrair tráfego pago. Também informa quanto cada clique em um link patrocinado para esse termo custaria, sendo, nesse caso, R$ 0,57.

Para tornar a análise ainda mais fácil, a Ubersuggest adota um esquema de cores bem básico: verde é bom, amarelo é regular e vermelho é ruim.

Não significa que você deva se afastar quando o vermelho aparecer, mas já fica ciente de que seu esforço será maior para alcançar os objetivos da estratégia.

Encontre as palavras-chave relacionadas

Agora, rolamos a tela para ver o que mais a ferramenta nos mostra:

palavras-chaves selecionadas ubersuggest

Se você já estava satisfeito com o primeiro diagnóstico, vai gostar ainda mais deste.

A Ubersuggest apresenta aqui as primeiras ideias de palavras-chave, com seis novas opções para você comparar um a um todos os parâmetros.

Já dá para ver que a sua keyword original é a que possui o maior interesse do público, mas é a mais difícil em termos de SEO e a de custo por clique mais alto – isso na comparação com as demais apresentadas.

Não pare por aí e clique em “Ver todas as ideias de palavras-chave” para chegar a esta tela:

ideias de palavras-chave ubersuggest

Veja que interessante: são 129 ideias de palavra-chave no total, todas elas relacionadas com “freelancer”.

A dica é posicionar o mouse sobre elas e rolar o scroll (botão) para conferir as demais. Se preferir, você pode modificar a ordem como as sugestões são apresentadas.

É só clicar nas setinhas ao lado de cada componente analisado. Inicialmente, os resultados estão dispostos conforme o volume de buscas.

A partir daí, dá para selecionar os termos que mais lhe agradarem, clicando na caixinha ao lado de cada um. Você pode também copiar ou exportar os dados para uma planilha.

Mas por que parar por aqui? Vamos aproveitar para qualificar ainda mais a análise, clicando em “Filtros”.

Observe no que vai dar:

filtros palavras-chave ubersuggest

Nesta área, você pode estabelecer os seguintes parâmetros, de acordo com as suas preferências:

  • Exibir ideias do Google Ads, do Google Suggest, de ambas ou de nenhuma;
  • Definir volume de busca mínimo ou máximo;
  • Definir a dificuldade de PPC mínima ou máxima;
  • Definir custo por clique mínimo ou máximo;
  • Definir a dificuldade de SEO mínima ou máxima;
  • Incluir palavras-chave que precisam aparecer;
  • Excluir palavras-chave que não podem aparecer.

Para um rápido exercício, vamos estabelecer em 1.000 o volume mínimo e 20 como a dificuldade máxima de SEO.

São parâmetros bem exigentes e que retornam com apenas duas opções para você trabalhar. Veja só:

dificuldade maxima seo ubersuggest

Vamos supor que você tenha gostado da sugestão “freelancer o que é”. É uma opção interessante, já que ela irá ranquear também na busca apenas por “freelancer”.

Então, pronto para colocar sua estratégia em prática? Espere mais um pouco!

Você não vai se arrepender de analisar a página de resultados que o Google apresenta, conhecida pela sigla SERP, do inglês Search Engine Results Page.

Analise a página de resultados

Já com a nova palavra-chave selecionada, ao clicar em Análise de SERP, observe as seguintes informações:

análise de serp ubersuggest

O que a ferramenta faz é apresentar parâmetros relacionados aos 99 primeiros resultados trazidos pelo Google para a pesquisa “freelancer o que é”. Na imagem, aparecem apenas os seis primeiros, mas é só rolar a página para observar todos os demais.

Essa informação é especialmente importante para esforços de SEO, já que ser melhor que o concorrente é o que levará o seu conteúdo para mais perto do topo.

Observe que a Ubersuggest apresenta o título do artigo, seu link original, o domínio raiz, o número de visitas estimadas por mês, o total de compartilhamentos que gera em mídias sociais e a pontuação de domínio, que também influencia no ranqueamento.

Para esta pesquisa, o primeiro resultado é o do texto publicado na Comunidade Rock Content.

Conforme a ferramenta revela, sozinho, ele atrai 1.094 visitantes para o site mensalmente, gerando ainda 31 compartilhamentos do conteúdo.

Interessante observar que só os primeiros 20 resultados geram visitas para essa palavra-chave, e apenas os 10 primeiros com algum volume. Enquanto o 10º resultado atrai 40 visitantes, o 11º só recebe sete visitas/mês.

Mas essa análise serve somente para destacarmos o potencial da ferramenta Ubersuggest. Por isso, experimente investigar as suas keywords preferidas nela.

A quantidade e a qualidade das informações que retornam podem, realmente, fazer a diferença na sua estratégia, tanto de SEO como de PPC.

Conclusão

Como vimos, a Ubersuggest 2.0 veio para provocar uma revolução na análise gratuita de palavras-chave.

O que está esperando para experimentar a ferramenta? Acesse agora e nos diga o que achou nos comentários!

Se você quer descobrir tudo sobre SEO e palavras-chave, baixe nosso material gratuito:

Dossiê das palavras-chaves

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo