Vender mais nas redes sociais

Aprenda 15 dicas para vender mais no Facebook, Instagram e YouTube

As redes sociais são um dos canais de marketing mais usadas atualmente por um motivo óbvio: é ali que as pessoas se encontram. Então, nada mais lógico do que usá-las para vender mais e obter resultados para sua empresa, certo? Confira 15 dicas de como fazer isso no Facebook, Instagram e YouTube.

Ao longo do tempo, o processo de venda e compra passou por inúmeras transformações devido aos avanços tecnológicos. Hoje estamos inseridos na cultura da velocidade e do imediatismo, na qual todas as vivências, como seres sociais, devem ser intensas e múltiplas.

Logo, necessitamos de uma experiência combinada — navegar pelos e-commerces, analisar ofertas nos ambientes online e offline, acessar aplicativos e, principalmente, nos identificar com as marcas (e não apenas com os produtos).

Assim, para vender mais, é preciso ir além: estar presente em todos os canais possíveis (e adequados), acompanhar de perto o comportamento do cliente e compreender os seus desejos.

É primordial interagir e se fazer acessível — e a maneira mais fácil de realizar isso é pelas redes sociais.  

E aí, empreendedor, será que você está desenvolvendo uma abordagem coerente?

Em dúvida? Fique tranquilo, separamos 15 dicas especiais para ajudar você a aprimorar o seu planejamento nas três principais mídias sociais!

Confira:

Facebook

1. Crie uma fanpage

O Facebook lidera a preferência do público em todo o mundo.

Atualmente, segundo o Statista, o Brasil encontra-se em terceiro lugar com 130 milhões de acessantes, ficando atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos.

Por isso, se você ainda não tem uma fanpage no Facebook, por favor, não perca mais tempo. Essa é uma plataforma valiosa que permite viralização com mais facilidade.

Nada é mais simples que curtir e compartilhar uma publicação, não é mesmo?

2. Promova conteúdos compartilháveis

Mais do que buscar seguidores, é necessário tornar a sua página interessante, um espaço com conteúdos atraentes e engajadores. Afinal, é isso que conquistará fãs e consequentemente clientes para o seu e-commerce.

Assim, tenha sempre em mente a Lei do Pareto (80/20): para cada dois posts de produtos e divulgação da marca, crie outros oito com intuito de apenas informar e interagir.

Para este segundo caso, seguem algumas ideias: publique imagens com frases motivacionais (especialmente às segundas-feiras), dicas de como usar o produto X ou, ainda, alguma novidade sobre o seu nicho.

3. Integre

Aproveite a oportunidade de divulgar e vender os produtos da sua loja virtual no marketplace do Facebook.

Se a plataforma do seu e-commerce possui integração com essa rede social, melhor ainda. Você conseguirá, por exemplo, controlar o estoque e as formas de pagamento de uma só vez.

Além de facilitar a sua vida, também descomplicará a do seu cliente, pois ele poderá adquirir o que deseja sem sair do ambiente do Facebook.

Incrível, não?

4. Invista no Facebook Ads

Outra grande vantagem oferecida pelo Facebook é a possibilidade de impulsionar suas publicações por meio de anúncios pagos.

As campanhas são segmentadas por idioma, localidade, gênero, idade e interesses, e você pode definir o investimento que cabe no seu bolso.

Essa é a chance de alcançar um público ainda maior, veiculando produtos, conteúdos e, principalmente, direcionando novos usuários para a home do seu e-commerce.   

5. Plus: ferramentas para o Facebook

  • Buffer: ideal para gerenciar mensagens diretas e programar posts em determinados dias e horários;
  • Mention: indicada para monitorar o que falam sobre a sua marca nas redes sociais e identificar crises e reclamações;
  • Canva: recomendada para criar imagens, como aquelas motivacionais sugeridas no tópico 2.

YouTube

6. Planeje seus vídeos

De acordo com o Think with Google, atualmente o YouTube conta com mais de 98 milhões de usuários aqui no Brasil e mais de 95% da população acessa essa plataforma pelo menos uma vez no mês.

Logo, dedicar-se a produções audiovisuais tem se tornado cada vez mais importante para a divulgação de uma marca.

Crie o seu canal e planeje suas pautas com foco na variedade (apresentação de produtos, tutoriais e palestras, história da empresa, depoimentos de clientes e novidades do seu nicho) para aos poucos perceber as preferências do seu público.

7. Grave e edite com sabedoria

Depois de definir os formatos e temas que irá desenvolver, não se esqueça do roteiro — ele será o seu norte.

Durante a gravação, mostre-se relaxado e confortável, seja objetivo e, ao final, incentive o engajamento dos seus telespectadores: faça uma call-to-action relacionada ao seu canal e ao seu e-commerce para aumentar as chances de conversão.

Já na edição, crie sua própria vinheta, deixe uma música de fundo em volume baixo e escreva termos importantes nas legendas, para que assim o espectador assimile o conteúdo com mais facilidade.

Esses detalhes irão compor a personalidade da sua marca, além de transmitirem profissionalismo e credibilidade.

8. Otimize as palavras-chave

Capriche na escolha das descrições e dos títulos. Para criá-los de forma mais certeira, use o planejador de palavras-chave do Google: por meio dele será mais fácil entender quais keywords estão em alta.

Tal seleção se faz essencial, pois quando os usuários do YouTube pesquisarem por assuntos já desenvolvidos por você, seu canal aparecerá nas buscas.

9. Divulgue

Aproveite as outras redes sociais para divulgar o seu conteúdo audiovisual.

Convide também canais com temáticas semelhantes às suas para parcerias — vocês poderão gravar juntos ou fazer vídeos complementares; ambos os lados com certeza ganharão mais visibilidade e telespectadores.

Para mais, mantenha o seu canal organizado: crie playlists para os diferentes focos. Separando seu conteúdo em partes, você possibilitará que mais vídeos sejam assistidos e consequentemente se tornem mais conhecidos.

10. Plus: ferramentas para o YouTube

  • Analytics do YouTube: depois dos vídeos irem ao ar, você ainda pode medir resultados pela própria plataforma. O relatório inclui tempo de permanência, retenção do público, informações demográficas, origens de tráfego e dispositivos;
  • Adobe Premiere Pro: indicada para edição de vídeos;
  • Biteaple: programa gratuito, recomendado para criar animações com logotipos e sincronizá-las com músicas de fundo.

Instagram

11. Detalhe o seu perfil

Desde que foi criado em 2010, o Instagram vem crescendo a cada ano.

No início de 2018, segundo o Statista, essa rede social chegou à marca de 57 milhões de usuários só aqui no Brasil.

Tal plataforma é ideal para você que deseja vender o conceito do seu negócio. Contudo, antes de qualquer outro detalhe, é imprescindível que você cuide do seu perfil.

Além de usar o logo do seu e-commerce como avatar, adicione em poucas palavras a proposta da empresa e o link para a sua loja virtual. Assim, você facilitará o acesso aos seus seguidores.

E não se esqueça de fazer o caminho inverso: indique o Instagram (e suas outras redes sociais) no seu site.

12. Cuide das imagens

Uma imagem vale mais que mil palavras, certo?

Então, saiba utilizá-las a seu favor. Por meio de fotos, mais que produtos, mostre um estilo de vida que se relacione à sua marca.

Capture cenas exclusivas, reações espontâneas e momentos descontraídos da sua equipe.

Publique fotos de making of, fabricação de produtos (caso você desenvolva isso no seu e-commerce) ou até eventos já realizados.

Inspire! Esse é um dos principais focos dessa rede social. Através dela, você deverá despertar o desejo no consumidor e fazê-lo crer que a sua marca e o seu produto proporcionarão qualidade de vida e felicidade.

Não deixe de agregar hashtags (#) às suas fotos — serão essas palavras-chave que te levarão a um hall de marcadores de conteúdo, indicando um contexto pré-estabelecido.

13. Faça bom uso do Stories

Essa é a ferramenta para inserir seu seguidor no universo do seu empreendimento. No Stories, você poderá reforçar a jornada do seu negócio por meio de storytelling.

Tal abordagem tem como objetivo destacar os momentos que realmente representam a sua marca, como mudanças no ambiente de trabalho, novidades no e-commerce ou na estratégia dele.

Ademais, agora com a possibilidade de criar enquetes, você conseguirá entender melhor o seu público — crie uma competição entre dois produtos e descubra o preferido, por exemplo.

14. Venda pelo Shopping no Instagram

Essa funcionalidade foi recém lançada no Brasil, mas já está fazendo um grande sucesso.

Seguindo a tendência mobile, o Instagram disponibilizou tags para fotos de contas comerciais.

Essas etiquetas permitem marcar produtos com preços e links que redirecionam o seguidor para o site da loja.

Além de ser uma facilidade incrível, é ideal para ficar de olho no que a concorrência está ofertando e como.

Configure sua conta comercial, associe-a a um catálogo do Facebook (pelo Gerenciador de Negócios no Facebook Business), aguarde a aprovação e comece a usar essa maravilha!   

15. Plus: ferramentas para o Instagram

  • Postgrain: indicada para agendar posts com data e hora marcadas. A versão gratuita permite até 8 postagens mensais;
  • Aviary: ideal para tratar e aprimorar fotos. Oferece filtros e stickers;
  • Wisp Social: recomendada para analisar as hashtags mais utilizadas na sua região, além de usuários e horários com maior engajamento.

Tudo certo?

Não há dúvidas de que as redes sociais se transformaram em verdadeiras vitrines imersivas, e o processo de compra está se tornando cada vez mais descomplicado. Por meio delas, é possível aumentar engajamento orgânico, tráfego e, principalmente, conversão.

Contudo, não há regras milagrosas para obter sucesso nas mídias. As dicas acima foram apenas alguns passos para você alcançar com maior desenvoltura a atenção e a visibilidade essenciais para qualquer e-commerce.

Esperamos que essas orientações tenham inspirado você a continuar empreendendo e investindo no seu negócio. Acredite nele e mãos à obra!

MATERIAIS PARA AJUDAR VOCÊ EM SUA ESTRATÉGIA DE REDES SOCIAIS
Guia prático de Facebook Ads: crie campanhas incríveis
Marketing no Instagram: entenda como obter sucesso para sua marca na rede
Aprenda a obter resultados orgânicos para o Instagram da sua empresa
Marketing no YouTube: potencialize sua estratégia

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo